Faleceu padre Gabriele Amorth.

Padre Gabriele Amorth, exorcista da Diocese de Roma.

Faleceu hoje o famoso exorcista padre Gabriele Amorth. Requiem aeternam dona ei, Domine, et lux perpetua luceat ei. Requiescat in pace.

Matérias relacionadas ao padre Amorth publicadas em FratresInUnum.com:

Famoso exorcista Amorth: O Estado Islâmico (ISIS) é Satanás.

Prefácio de Dom Pestana ao livro do Pe. Gabriele Amorth.

Exorcistas experientes respaldam Padre Gabriele Amorth: o novo ritual de exorcismo é ineficaz.

O exorcista Padre Amorth denuncia: «Dentro do Vaticano também há satanistas».

Exorcismo do Papa – Fala quem entende: “É uma vingança do demônio contra os bispos mexicanos, porque eles não se opuseram ao aborto como deveriam”.

Malachi Martin e o satanismo no Vaticano.

Tags:

19 Comentários to “Faleceu padre Gabriele Amorth.”

  1. O Céu regozija-se com a chegada desse sacerdote fiel, embora nesse mundo o diabo esteja satisfeito por sua partida, por ser menos um dentre os poucos ainda restantes no oficio de exorcista que o incomoda e lhe arrebata almas!
    O conhecido Pe Amorth foi sempre muito solicitado por inúmeras pessoas necessitadas de amparo contra as insídias diabólicas – hoje em dia devido ao relativismo existente na sociedade parece que a maior ação do diabo é tentar as pessoas a viverem como o Senhor Deus não existisse, ocupando-as com múltiplos afazeres e nunca sobrando tempo para a fé.
    O múnus do Pe. Amorth foi um gigantesco e incansável trabalho apostólico em prol das almas, de patente confrontação ao diabo, pois o mundo atualmente está ultra infestado de pessoas demonizadas, querendo praticarem os males de todas as formas, como o aborto e relativização da sociedade – também comprovam-nos varios países ex cristãos governados pelos inimigos do Senhor, enquanto os religiosos de modo geral estariam inertes – em certos casos, até se aliando às hostes infernais por não as atacar ostensiva e ferreamente!
    E mais: em geral, o diabo ainda está conseguindo manter em nossos religiosos escusos de o combater com denodo, raras vezes o nomeando como autor único de todos os males que vergastam a sociedade atual à luz do dia e á vista de todos, atentando contra o Senhor Deus e Suas Santas Leis – dessa forma, deixando-o à vontade para agir!
    Descanse em paz, amém!

  2. Descanse em paz, meu padre! :´(

  3. Fiquei triste pela notícia. Um santo sacerdote, grande exorcista. O demônio o temia. Que Padre Amorth descanse em paz e rogue pela Igreja, para que seja liberta das amarras do demônio, que tanto mal têm feito nos últimos tempos.

  4. Gostaria de chamar a atenção para a incrível diferença entre o Padre Amorth, um homem todo mergulhado na lida com o sobrenatural, e os confrades da congregação dele, os paulinos, que estão, pelo menos no Brasil, entre os principais propagadores da chamada Teologia da Libertação. São eles, por exemplo, os responsáveis (há décadas), através da editora Paulus, pela produção dos famigerados “folhetos” de missa e de “culto dominical” para uso das CEB’s. E é o ramo feminino dessa congregação, as Paulinas, que tem se empenhado como ninguém em substituir os hinos católicos tradicionais por músicas modernistas e até ridículas (basta ver que a carreira toda do padre Zezinho se deve a elas, segundo ele mesmo, no vídeo que gravou sobre elas: https://www.youtube.com/watch?v=B5Jr7IS9ofM). Que o piedosíssimo Padre Gabriele Amorth, agora que está lá no Céu, aproveite para pedir a São Miguel Arcanjo que exorcise o Brasil dessa peste infernal que é a Teologia da Libertação, promovida entre nós pelos confrades e ‘confradas’ do próprio Amorth!

    • O DOMINGO da Editora Paulus, como aprecia esquerdismo! Frequentavam tal folheto Pe TL Libanio que apreciava D Hélder e até Fidel Castro, D Angélico Sândalo, os Bortolini etc, todos das esquerdas e certas preces comunitarias pareciam “COMUNISTARIAS”, com ensinamentos de socialistas dos desordeiros do MST, CEB e outras porcarias.
      Vigarios para adotarem tal folheto, têm de estar muito voados dos males que ele traz!

  5. Grande exorcista! Ao meu ver, o maior exorcista do século XX! Agora está no céu, recebendo a imensa recompensa pelo imenso bem que realizou ao libertar inúmeras pessoas do demônio. O. Pe. Gabriele Amorth fazia as contas de ter realizado mais de 80 mil exorcismo. Graças aos seu trabalho de exorcista e jornalista, a figura do exorcista, num tempo em que este era considerado uma figura obscurantista, voltou a ter a atenção e o respeito do público. Isso pelo menos na Europa e nos EUA. Já no Brasil, a figura do exorcista ainda é uma figura desconhecida e ridicularizada. Temo que com a sua morte, a figura do exorcista volte a cair no esquecimento e na ridicularização. Que isso não acontece! Que a Providência Divina possa suscitar mais sacerdotes exorcistas para socorrem as pessoas necessitadas de cura e libertação.

  6. Em homenagem ao Pe. Gabriele Amorth, partilho alguns vídeo que o mostram em ação.

  7. Uma correção: Em uma entrevista em 2015, o Pe. Gabriele Amorth disse ter feito pelo menos 70 mil exorcismos: “Qualche anno fa avevo fatto un calcolo e avevo contato almeno 70.000 esorcismi.”

    Cito um trecho maior da entrevista:

    Nonostante l’età lei continua a praticare esorcismi?

    «Ne faccio almeno 2/3 al giorno, prima arrivavo anche a 15 al giorno, compresi anche i giorni di Natale e Pasqua. Qualche anno fa avevo fatto un calcolo e avevo contato almeno 70.000 esorcismi. Ma saranno molti di più perché ho perso il conto da un po’. Cerco di tenermi in “allenamento” perché la gente ha bisogno e trova sempre meno esorcisti».

    http://www.ilgiornale.it/news/politica/parola-prete-esorcista-c-demonio-dietro-lisis-1133511.html

    Tradução via Google

    Apesar de sua idade, ela continua a praticar exorcismos?

    “Eu faço pelo menos 2/3 de um dia, antes de eu vir também para 15 por dia, mesmo incluindo os dias de Natal e Páscoa. Alguns anos atrás eu fiz um cálculo e eu contei pelo menos 70.000 exorcismos. Mas vai ser muito mais porque eu perdi a conta de um tempo ‘. Eu tento me manter na “formação”, porque as pessoas precisam e sempre encontra menos exorcistas “.

  8. Esse humilde servo da Vinha do Senhor, um exemplo para todos nós, combateu o bom combate, exerceu o seu ministério com coragem e convicção mesmo quando poderia ser punido, ao contrario do que a maioria subserviente faz hoje em dia para não contrariarem os poderosos ou serem “politicamente corretos”, dizendo o popular “ah mas todo mundo faz” aceitando coisas que o cristianismo e a própria consciência condena, e ainda assim se dizem cristãos.

    “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si.
    Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas.
    Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério.
    Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima.
    Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé.
    Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.” (II Timóteo 4:3,8)

  9. Amigos, paz e bem!

    Sinal dos tempos!

    Estamos vivendo uma época pós-cristã (retornamos à barbarie, à cultura da morte, corrupção geral, guerras, terremotos, secas, calamidades e apostasia na Igreja…).

    As profecias serão cumpridas (aparecimento do anticristo, falso profeta, fim da missa, perseguição aos cristãos, governo mundial, identidade única com chip, apostasia na Igreja…).

    Com a morte do Pe. Gabriele, um dos poucos religiosos que lutavam diuturnamente contra as forças infernais em Roma, o projeto do anticristo seguirá a toque de caixa, com a cultura da morte a todo o vapor (aborto, guerras, drogas, ideologia de gênero, ataques a Igreja…).

    O momento é grave!
    Mas no fim, Maria irá esmagar a cabeça da antiga serpente.

  10. Defendia muitos erros teológicos e apoiava a farsa das aparições de Medjugorje. A mim não deixará saudades.
    Mas como morreu, vira santo, podem chorar.

    • Cuidado para que não adicionem esta frase como epíteto em tua lápide.

    • Quem não tiver pecados que atire a primeira pedra.
      Não se tratou aqui de canonizar o Pe Amorth, não vou entrar no mérito, mas como todos nós ele certamente cometeu pecados e muitos equívocos na vida assim como S.Pedro que negou a Cristo 3 vezes, ou S.Paulo que perseguia os Cristãos e tantos outros santos e mártires que erraram e bem conhecemos as suas vidas. Não é a ausência de erro ou pecado que santifica, mas a misericórdia de Cristo para com os seus. No seu passamento, estamos aqui a celebrar a vida desse homem e os seus acertos, e segundo a medida da maioria dos leitores desse site foram muitos.

  11. Parece que o falecido não gostava do ritual novo de exorcismo, e usava o antigo.

    O ritual novo é mais ou menos assim:

    “- diabo: estamos aqui reunidos como Igreja, e viemos lhe propor um amistoso diálogo, a fim de que vc deixe esse nosso companheiro de caminhada rumo à construção do Reino que também é nosso. Somos contra qualquer forma de opressão, e, por isso, estamos realmente constrangidos em lhe pedir esse favor. O que vc acha da nossa fraternal proposta?”

  12. Que aquele que um dia recebeu de seu Bispo o livro que contém as fórmulas de exorcismo, dizendo: “Receba, comprometa-se de memória, e possua o poder de impor as mãos sobre os energúmenos, sejam eles batizados ou catecúmenos”, seja digno de receber agora do Mestre e Senhor de todos os Exorcistas a alegre saudação:
    ‘Vinde, abençoado de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde o início dos tempos”.
    REQUIEM aeternam dona ei, Domine, et lux perpetua luceat ei. Requiescat in pace. Amen.

  13. Deus o tenha.

    Mas nunca entendi o apreço de muitos tradicionalistas e conservadores para com ele. No livro “Exorcistas e psicólogos”, que foi o único dele que li, ele defende heresias e erros propagados sobretudo pela RCC com muito afinco. Oração em línguas, imposição das mãos por leigos, curas místicas, orações de libertação, visões, batismo no espírito santo, repousos e tudo o mais.

    • Faço uma pergunta que pode ajudar responder os seus questionamentos. Por que será que são somente os padres ligados ao movimento carismático ou simpatizantes dele que se dedicam ao ministério de cura e libertação? Não acha isso estranho? Estranho não por causa do movimento carismático em si, mas porque algo que deveria ser natural ao exercício do sacerdócio acaba ficando restrito a poucos padres.

      Oração em línguas, imposição das mãos por leigos, curas místicas, orações de libertação, visões, batismo no Espírito Espírito Santo, repousos e outras fenômenos carismáticos são todas coisas reais e verdadeiras. O problema não são essas coisas em si, mas sim o abuso dessas coisas ou desses carismas. Nesse sentido, há um interessante documento recente da Igreja, Iuvenescit Ecclesia:

      http://br.radiovaticana.va/news/2016/06/14/iuvenescit_ecclesia_documento_na_%C3%ADntegra/1237049

      Dito em outras palavras os dons carismáticos e certas práticas carismáticas são verdadeiros e têm o seu sentido de ser. O problema são os abusos desses carismas que na maioria das vezes para nas mãos de pessoas despreparadas e inaptas e que cometem muitos erros.

      A renovação carismática em si não é má, mas muitos carismáticos são maus.

  14. Gostaria de partilhar um comentário interessante, feito por um missionário leigo, sobre a morte do Pe. Amorth, ou melhor, sobre a pessoa do Pe. Amorth e o legado que ele deixa.