Um domingo para progressista esquecer.

201610010518039057_rts

Papa Francisco celebra missa em estádio vazio na Geórgia

Acordo de paz entre Colômbia e Farc, intermediado pela Santa Sé, é rejeitado em plebiscito

Referendo na Hungria: 95% votam contra cotas de refugiados nos países da União Européia.

Tags:

22 Comentários to “Um domingo para progressista esquecer.”

  1. 95%… dos que votaram! E quem votou foi apenas 42% da população, ou seja, referendo foi inválido por não ser expressivo da vontade do povo.

    Lamento dizer isso, porque sou um seguidor vosso, mas… a honestidade e a credibilidade do vosso site já estiveram melhor.

    Nas ânsias de fazer valer a vossa perspectiva, é muito má prática falsear resultados.

    Credibilidade, onde está agora?

    É pena que estejam a tomar esse rumo, manipulando a informação…

    • Alguém negou esse fato, sr. André? Se quiséssemos manipular, não colocaríamos um link para a íntegra da matéria. Agora, mesmo com baixo quórum, não deixa de ser uma derrota avassaladora para os que defendem a acolhida indiscriminada de muçulmanos na Europa.

    • Então quer dizer sob sua ótica as eleições nos países Europeu não são válidas e que os eleitos são ilegítimos porque é comum a abstenção de mais da metade dos eleitores? A votação na Hungria estava aberta a todos, votou quem quis! 95% dos que quiseram opinar disseram NÃO, certamente os húngaros sabiam de antemão o percentual do pleito! Manipulação é estar mal acostumado com o voto obrigatório e querer achar pelo em ovo…

    • Se fosse a favor de algum ideário da esquerda, valeria, não se argumentaria contra sua legitimidade; Dilma, quando reeleita, também não contou com a maioria absoluta dos votos: brancos, nulos e abstenções somavam um número absoluto superior ao de seus votos, fato!

    • Só foi inválido porque o Não ganhou,se fosse o sim seria “democracia”.

  2. Porque continuam a rotular as pessoas pela religião? São refugiados, necessitados, pessoas que precisam de ajuda… Uma pessoa vale bem mais que o rótulo religioso (ou da cor, ou da raça) que lhe pomos…

  3. Um Domingo para ser lembrado pelos Católicos com muitos louvores e ação de graças aos Céus .

  4. As malvadas e diabólicas esquerdas estão cada vez mais rechaçadas mundo afora, os mais recentes, Brasil, Merkel, Colombia, idem seus adeptos ou os considerados simpáticos a elas, mesmo os supostos dentro da Igreja, têm tido seus nomes publicados e enxovalhados a todo instante, malhados com todo tipo de substantivos e adjetivos desqualificativos, muitos nem se importando a quem se dirigem, incluindo-se o papa Francisco!
    Mais que comprovado – os progressistas, sinõnimo de esquerdistas ou comunistas – são sumamente malvados, traiçoeiros, perversos, agem de má fé, arquitetam seus macabros planos às sombras, os repudios a eles estão ascendentes e são plenamente justificaveis!
    Os fatos acima nos recordam o Brasil que, se dependesse de nossos eclesiásticos de modo geral, os não poucos pró comunistas, como a CNBB e certos bispos, muitos do clero e os silentes, quer dizer, esses coniventes, hoje o Brasil uma extensão da miserabilizada Venezuela, pois nesse ano, como sempre, nem um pio ouvi acerca de política que não fosse: “vote com consciencia e nos melhores” – nada mais!
    Os cristãos e o povo em geral foram alertados pelos sites católicos e pelos jornalistas independentes antimarxistas; fizeram-nos concentrar nas ruas e esses impeliram os deputados e senadores a defenestrarem o depravado PT!

  5. A dubiedade, a meia verdade, as atitudes midiáticas e chamativas, o despojamento total da sacralidade do Papado, a esculhambação da Cúria, o nivelar tudo por baixo, o querer agradar a gregos e troianos ao mesmo tempo, o descalabro do sínodo da família e, pior ainda, a tal amoral A. Laetitita, estão deixando o Bispo de Roma exposto ao ridículo, ouso dizer, nem no auge do quebra quebra dos asseclas de Paulo VI, dos bilhões de espíritos de porco do vat II, apoiados, e muitas vezes fazendo tudo contra o que ele queria, a figura do Papa foi tão avacalhada como de 2013 pra cá…

    Os resultados da frivolidade e incompetência de Bergóglio para o Papado são gritantes…Olhemos bem a Cúria de Bergóglio…

    E ele continua decidido na sua aventura insana…Vai “comemorar” os 500 anos da deforma protestante, quem sabe, beijando a mão de alguma “bispa” luterana e elogiando um louco como Lutero…

    A nós cabe rezar muito…

    Só fico pensando no Papa Bento assistindo toda essa derrocada, afinal, ele está muito bem de cabeça e conhece perfeitamente a engrenagem central da Igreja; ele podia ter perdido o controle de muita coisa na Igreja, mas, será que Bergóglio algum dia teve algo realmente em suas mãos?

    Se compararmos a cultura dos dois…é melhor calar para não pecar…

  6. “conhecereis a verdade e a verdade vos livrará.” (São João 8:32)
    Deu nojo a cobertura rasa e parcial da imprensa Brasileira sobre o resultado do plebiscito na Colômbia, principalmente na GloboNews que demonizou que foi contra o acordo. A maioria do povo Colombiano quer a paz, mas o acordo proposto era completamente absurdo, seria a mesma coisa que os EUA perdoarem o Bim Laden, pagarem a ele uma recompensa bilionária e depois assentarem o Estado Islâmico no Kansas. Quem quiser se inteirar mais sobre os pormenores desse acordo sugiro a leitura do excelente artigo de Vilma Gryzinski na Veja online.
    http://veja.abril.com.br/blog/mundialista/uribe-mostrou-a-forca-dos-argumentos-contra-acordo-de-paz-na-colombia/

  7. Coloque, também, nessa contabilidade, a derrota homérica do petismo e de seu discurso de luta de classes manifesto pelas urnas no último Domingo, dia 02 de Outubro.

  8. Em tempo: a derrota do petismo é a derrota da cria da CNBB!

  9. Só falta o Trump ganhar as eleições americanas pra coroar a boa fase.

  10. O mais escandaloso é que o acordo de paz da Colômbia feito em Havana, sob as bênçãos do bispo de Roma, previa uma reforma constitucional que introduzisse na Lei Maior do país a ideologia do gênero. Era a ponta de lança para toda a América Hispânica, outrora continente da esperança.
    Outro escândalo é que o secretário geral da Conferência Episcopal Italiana, bergogliano ferrenho, felicitou um casal de jovens gays que se casaram no civil, com a única ressalva de que não constituíam família.

    • Perfeito, O.L.,

      Pois é:

      O “clero” saunista e a Mondébole-Zucchero (e outras contrafações) saem por aí sobraçando o Código de Direito Canônico e fazem caras, bocas e outras trejeitos ao dizerem, aos pulinhos e sapateados, que devemos nos calar diante da apostasia e urrar vivas ao tal bispo B: se não o fizermos, somos cismáticos.

      Quero saber o que a infausta e camaleônica agremiação cambucínica acha da Amoris Latrina, que consta no planejamento pastoral do Eminentíssimo e Reverendíssimo Senhor Cardeal Dom Odilo, conforme o periódico “O São Paulo” desta semana.

      Não é que, em todos esses casos, a obra se assemelha ao artífice?

  11. A gente tem de ver que praticamente todos os jornalistas passaram por faculdades, no Brasil e muitos outros países, e elas estavam infestadas de marxistoides, adeptos desses conhecidos Partidos das Trevas, vermelhos, e todos passaram por lavagem cerebral e v esperar o que desses bonecos das ideologias?
    Resultado: qualquer coisa que colocam na midia tem tendencia das esquerdas – os coitados tiveram suas mentes remodeladas para o comunismo e não tem mais jeito; teriam que passar por um sistema que recobrasse neles a atividade cerebral normal.
    Quanto aos húngaros, são vivos, eles sabem que é o teatro de refugiados, e foram brecados; Aliás, uma brasileira foi estuprada em Roma por um tunisiano e um argelino, “refugiados”, fiotes de “seu” Maomé; recebam os “imigrantes” do Islã e aguardem o que APRONTARÃO!

  12. Missa na Geórgia: fiasco de monsenhor Guido Marini, que como bom “hermeneuta da continuidade”, também enxerga a liturgia papal como um grande show, apesar de ter um gosto um pouco mais refinado que seu tresloucado parente, o arcebispo Piero Marini. A Geórgia tem 3 mil católicos romanos, e jamais encheriam um estádio de futebol para 25 mil torcedores. Mais inteligente seria o Papa ter dito a Missa no altar da catedral romana local, aí sim ter-se-ia templo cheio para as fotos.

    Linda foi a reação do patriarcado ortodoxo georgiano, proibindo oficialmente a presença de seu clero nos encontros de Francisco: “Enquanto persistem as diferenças dogmáticas entre nossas igrejas, os fiéis ortodoxos não participarão em suas orações”
    http://ecclesia.org.br/news/2013/2016/10/03/ecumenismo-com-limites-dificil-aproximacao-de-francisco-da-igreja-ortodoxa/

  13. “Em tempo: a derrota do petismo é a derrota da cria da CNBB!” ( MARAVILHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!)

    ” “Enquanto persistem as diferenças dogmáticas entre nossas igrejas, os fiéis ortodoxos não participarão em suas orações” ( A QUE NÍVEL O ECUMENISMO FALSO SAÍDO DO VATICANO II REBAIXOU A SANTA IGREJA!!!).

    Por essas e outras, por tempos sombrios e pavorosos como esses pós conciliares, que nós vemos mais a SANTIDADE e UNICIDADE da IGREJA , o seu Divino Fundador jamais a deixará vacilar…

    Passaram os Paulos VI da vida, passaram os Bórgias, passaram os papas do século de ferro, os papas renascentistas, passará Bergóglio, e a vitória final será sempre de NOSSO SENHOR…

    Senhora de Fátima, rogai por nós!

  14. Prezado P. Wimmer.
    Consta que a referida agremiação do clero zuchero (como o sr. disse) acolheu o cardeal Scherer em seu último congresso e ouviu-o calada defender a Amoris Laetitia e a comunhão dos recasados.
    Essa gente agora só se preocupa em atacar o Olavo de Carvalho dizendo que ele representa um perigo por ser um perenialista, mas se cala diante do perenialismo pontifício dos congressos de Assis, da coonestação do adultério etc etc. Enfim, coam moscas e engolem camelos.