Fundo do poço: PUC-SP promove Curso de Verão com Jean Wyllys.

Congressos com hereges de todas as tendências, bem, isso já é habitual nas PUCs mundo afora. No entanto, chamar Jean Wyllys é não só um deboche, mas uma esculhambação sem precedentes.

Clique para ampliar:

A aberração está confirmada no site do evento:

puc

Dom Odilo, depois de toda a guerra comprada para colocar ao menos um pouco de compostura na PUC-SP [ver aqui e aqui], permitirá esse tipo de evento?

Manifeste-se!

NUNCIATURA APOSTÓLICA

Excelência Reverendíssima Dom Giovanni D’Aniello, Núncio Apostólico
Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ CEP 70401-900 Brasília – DF
Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
Fax: (61) 3224 – 9365
E-mail: nunapost@solar.com.br

* * *

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO

Eminência Reverendíssima Dom Odilo Pedro Cardeal Scherer
Facebook: http://www.facebook.com/domodiloscherer 
Twitter: http://twitter.com/DomOdiloScherer
E-mail: opscherer@terra.com.br 

* * *

VIGÁRIO EPISCOPAL DA ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO PARA A EDUCAÇÃO E A UNIVERSIDADE 

Excelência Reverendíssima Dom Carlos Lema Garcia

E-mail: vicariatoeducacaouniversidade@gmail.com – Twitter: https://twitter.com/vicariatoeduca

* * *

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ

Eminência Reverendíssima Dom Gerhard Ludwig Müller
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

18 Comentários to “Fundo do poço: PUC-SP promove Curso de Verão com Jean Wyllys.”

  1. A PUC de S Paulo deveria ter se inspirado no modelo dos mineiros de adesão aos comunistas, em que o sr. bispo e Reitor da PUC-BH Dom Joaquim G Guimarães Mol se apresentou num carro de propagandas da famigerada CUT para defender o governo dos delinquentes do PT!
    Ele se apresentou no sedizente “GRITO DOS EXCLUÍDOS E DAS EXCLUÍDAS” – bem verdade que os verdadeiros excluídos estão no inferno – mas estaria à realidade é usando a retórica esquerdista dos vermelhos e de sua parceira Teologia da Libertação na cínica e demagoga defesa dos “pobres e marginalizados”!
    Jean Wyllys, ilustre emérito pelo doutrinario BBB da Rede Globo de Teleperversão, é um esquerdista do PSOL, que foi base de apoio do asqueroso PT, que causou incalculaveis prejuízos ao Brasil na relativização de seu povo e infindos danos religioso-ético-morais e financeiros!
    Os quantos existiriam de infiltrados nessa instituição da Igreja a serviço dos globalistas dentro das PUCs…
    Porque não convocarem também membros do Partido Comunista Cubano para discorrerem de como funcionam os grupos LGBT em Cuba, com suas agendas, dias e locais de manifestações, particularmente em Havana, ou mesmo em Pyongyang, na Coreia do Norte – trocarem experiencias – estão aí as dicas…

  2. Acabei de enviar e-mail a todos estes órgãos da Igreja! Um absurdo! Uma vergonha! Um escárnio na face dos fiéis católicos! Marcelo PImentel

    • Pra Nunciatura talvez não adiante. Certa vez mandei um e-mail pra lá e como não houve retorno, liguei pra saber se haviam recebido. A atendente me disse que são tantos os e-mails que eles acham melhor não abrir nenhum.

  3. Quanta humilhação aos católicos, abrigando os inimigos mais raivosos da Igreja.

  4. Que absurdo!

  5. Não consigo imaginar que os discípulos chamassem alguém como Barrabás, ou Caifás, para estar com eles no cenáculo à espera do Espírito Santo em Pentecostes, por exemplo.

  6. Alguém tem um Dramin na bolsa?

  7. Pra serem imparciais, os promotores desse evento deviam pelo menos chamar, junto com o Jean Willis, algum opositor do movimento LGBT, como o Bolsonaro por exemplo, para que os dois lados da disputa pudessem expor seus pontos de vista e debaterem aberta e diretamente. Como, porém, só chamam quem defende o gayzismo, fica claro que estão querendo mesmo promover este e silenciar os que se lhe opõem.

  8. Abram o olho e acordem para a realidade das coisas: dom Odilo participa dos ” cursos de verão” e cede conscientemente o espaço da PUC ; vejam https://www.flickr.com/photos/cverao/albums/72157663295505922 .

    É nisso que dá essa postura “neoconservadora” do FIU ( “reconhecer e resistir” ) : o mesmo dom Odilo que “autoriza a missa de motu” em alguns cantos concede o espaço da PUC ao CESEEP…

    Quando os “tradicionalistas” vão acordar para a crua realidade?!?!

    Vocês do FIU teem o dever de consciência de publicar este meu post ( e de mantê-lo! ): as pessoas precisam acordar!

  9. O que se pode esperar de gente mal fornada e oportunista como os reverendissimos e eminentissimos e excelentíssimos e sacripantissimos senhores epíscopos da igreja-em-saída?
    Será que a Mondébole- Zúccaro emitiu uma nota de repúdio como nos tempos gnomiais?? Ou a Madre Afundadora Francisca Enrolanda acha mais deglutivel o silêncio falastrão?

  10. Podem colocar uma lápide no Brasil. Esse país, que teve uma primeira missa celebrada por um discípulo de São Francisco, que depois foi catequizado pelos jesuítas, e que foi a maior nação católica do mundo, infelizmente já apostatou da fé católica. A realidade é dura, mas o Brasil é um país apóstata.
    Hoje fiquei sabendo que o padre Luiz Carlos Lodi da Cruz foi condenado por unanimidade pelo sujo e contraditório STJ a pagar 60 mil de indenização a um casal. Motivo? Impediu que realizassem um aborto.

    • Lamentável, nosso país tá à beira do colapso total, infelizmente o comunismo segue vencendo! A perseguição tá só começando, rezemos pelo pe. Lodi que é um valoroso e fiel sacerdote de Cristo.
      Salve Maria!

  11. Odilo é o chanceler da universidade. Se ele aprova esse tipo de pregação na PUC, tendo ele, Odilo, condições estatutárias ou ao menos politica de vetá-lá, é de se pensar que a pauta (dolorista) o agrada. Se não o agrada, então ele não tem pulso ou determinação para expulgi-la. As duas opções revelam, sobremaneira, que tipo de gente a falida e corruptora seita conciliar escolhe para o preenchimento do seu incompetente quadro funcional. Cada dia que passa, sinto-me, como de fato estou, a 5 trilhões de anos-luz de tipos abomináveis como o atual ocupante da Sé paulistana. Faz-me, tudo isso, lembrar as “cátedras de pestilência” de que fala santo Agostinho ao se referir aos hereges e
    /ou cismáticos de seu tempo. Nem se venha falar em “autonomia universitária”. Eu sei exatamente o que é isso.

    • Caro Paulo,

      Se observar bem as fotos verá que não só ele concede o ambiente da PUC para o “curso de verão” como, além, palestra nele: você pode perceber isso no terço final das fotos.

      Impossível alegar desconhecimento do que nesse “curso” se faz, ainda mais com a publicidade em torno dele, do “curso”.

      De minha parte, salvei todas as fotos.

      Salve Maria.

    • Caro Alexandre V.,

      Atualmente, a informação pode ser veiculada à velocidade da luz (literalmente). Então, parece máxime oportuno que esse tipo evento seja amplamente divulgado nos media católicos conservadores, fazendo tal divulgação com a precípua intenção dar ciência, a outros prelados, sobre o que (de pior) se passa na Igreja. Explico: os cardeais “conservadores”, se os houver, não só os da Cúria, mas os residentes e outros como Edmond Burke, devem ser informados do que se passa nas “periferias existenciais”.

      Não basta a Congregação da Doutrina da Fé.

      Esse caso da PUC. por exemplo: documentar o evento montando um dossiê fidedigno (“who is who”) e, aproveitando o máximo de vias possível (correspondência também), enviar para o maior número de prelados, superiores maiores, etc, sem excetuar blogs de ampla repercussão como o de Sandro Magister e outros tantos. Em quase todo o lugar há gente boa e pronta a fazer o mínimo possível: falar.

      Não dá para fazer corpo mole e ficar esperando tudo cair do céu. Deus se serve das “causas segundas” dentre as quais se encontram nossos modestos, mas sinceros esforços, de COMBATER pr aquilo que a Igreja ensina de maneira pública e oficial.

  12. Já que a seriedade do negócio está neste nível, deveriam chamar a Xuxa para falar sobre direitos das crianças e o Lula sobre a ética na pós-modernidade.

  13. Querem saber? Esta PUC-SP devia era perder a condição de Pontifícia Universidade, como aconteceu com uma PUC no Peru nos tempos de Bent XVI. Já q está tudo entregue literalmente nas mãos do diabo, q pelo menos não se chame mais de católica uma universidade q há muito tempo não merece esse título.

  14. Realmente que coisa terrível isso. uma Universidade que se diz católica a promover a agenda politicamente correcta. Lamentável!