Coluna de O Globo: “A CNBB confunde os católicos”.

Por Eurico Borba, O Globo, 21 de novembro de 2016 – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota em outubro criticando fortemente a PEC que trata de estabelecer um teto para as despesas do governo federal. A referida proposta de emenda constitucional está sendo duramente combatida pelo PT e alguns outros poucos partidos de uma esquerda ultrapassada.

Ao apoiar, anos atrás, o PT que começava a se insinuar como sendo o único porta-voz da justiça social, da política sadia e da moralidade pública, parte da Igreja acreditou e induziu milhões de fiéis a aceitarem aquela proposta, ajudando o partido e o seu líder a chegarem ao poder em 2003.

Agora, vamos sofrer por décadas com as consequências das erradas decisões sociais, políticas e econômicas. O Brasil foi destroçado — só os despreparados intelectualmente e os irresponsáveis se recusam a aceitar a evidência dos fatos e das estatísticas.

Os leigos fazem política, cuidam da economia e do funcionamento da sociedade — a Igreja indica os caminhos para a observância do Evangelho e da lei natural. A Igreja, com a sua doutrina social, cada vez mais explicitada desde a encíclica “Rerum Novarum”, de 1891, aconselha os grandes princípios da moral e da justiça social, mas não faz nem pode fazer opções políticas partidárias. Não é esta a sua missão. São várias as indicações do magistério oficial desde o Concílio Vaticano II na constituição pastoral “Gaudium et Spes” (1965, nº 76) e nas encíclicas “Octogesima Adveniens” (1981, nº 48), “Sollicitudo Rei Socialis” (1987, nº 41) e “Centesimus Annus” (1991, nº 43).

Parte da atual liderança da Igreja Católica, numa manifestação equivocada e indevida, passa a criticar os esforços que o atual governo está fazendo para tentar salvar o salvável, evitando que o povo mais humilde venha a sofrer ainda mais com o desemprego, com o não pagamento de salários e de aposentadorias dos funcionários públicos, o que já está acontecendo em alguns estados, com a insegurança pública, com a educação de má qualidade, com a saúde publica precária, com o meio ambiente em acentuado processo de deterioração.

O PT começa a se aproveitar — principalmente pela internet — da ingenuidade de alguns membros da Igreja, tentando se reerguer depois da recente fragorosa derrota eleitoral em todo o Brasil. O eleitorado sofrido e enganado não se esqueceu dos processos de corrupção a que as lideranças do PT respondem. A Igreja Católica vai se juntar a este bando e, mais uma vez, colaborar com o erro e a mentira?

Por que os senhores bispos não pedem o aconselhamento dos cientistas sociais das universidades católicas? Os professores das universidades católicas estão a serviço das elites? As universidades católicas não estariam habilitadas para assessorar a Igreja? Breve vamos enfrentar as imprescindíveis reformas da Previdência Social, política e trabalhista. A Igreja também vai se intrometer, dando palpites sobre detalhes técnicos que envolvem cálculo atuarial, demografia, economia etc.? Voltará a insinuar que os “maus” que agora assumiram o poder estão maltratando e explorando os trabalhadores mais humildes e pobres?

Os senhores bispos nunca foram veementes na condenação da incompetência e da corrupção que grassava no Estado brasileiro. Parecem não entender nem perceber a gravidade da crise nacional. Por favor, não se manifestem sobre detalhes técnicos de como proceder — este é o papel dos leigos comprometidos com sua fé. Não contribuam, com suas proclamações equivocadas, para aumentar a confusão do povo de Deus, fazendo crescer a impressão de que somos uma Igreja decadente.

Eurico Borba é escritor e foi presidente do IBGE.

Anúncios
Tags:

11 Comentários to “Coluna de O Globo: “A CNBB confunde os católicos”.”

  1. Essa foi a verdadeira, legítima e merecida CACETADA “NAZOREIA” DA CNBB-TL-PT, muito bem dada e na hora exata!
    Nem precisamos muito esquentar com essa instituição-puxadinho do PT, ultra descreditada entre os católicos: a conspiradora CNBB está tão desprestigiada que na hipócrita “Reforma Política para Eleições Limpas” patrocinada pelos patifes do PT, mais corriola de aliados comunistas do PSOL, PSTU, Sindicatos, CUT, UNE, MST e mais tentáculos dos marxistas que também se associavam a ela, sofreram fragorosa derrota!
    A CNBB tanto se esforçou nessa causa dos vermelhos via D Joaquim Mol – aquele que dia 07/09 pp subiu num carro da CUT atacando o “golpe”; no caso, chamando o povo de golpista – não conseguiu nem a metade das 1.500.000 assinaturas necessarias à falsaria “Reforma Política”: foi a capacho dos comunistas CNBB e braço dos vermelhos golpistas que também sofreu duro golpe!
    Sempre que a CNBB tem oportunidade destila seu odio contra a resolução de o povo tirar as hordas infernais comunistas do poder ou ações anti marxismo, eis aí mais uma!
    A deriva da CNBB para as esquerdas vem desde o D Hélder, entronizado e venerado nos santuarios vermelhos como promotor da “libertação” dos imperialistas americanos, mas apoiadora do burguês, capitalista da dinastia dos Castro, Maduro, Obama, Kim Jong e carniceiros similares
    O grande bispo D Manuel Pestana em seu tempo, muito chamou à atenção da CNBB por apoiar e não alertar que o Brasil se tornava “antecãmara do comunismo”.
    A ficar prestigiando os comunistas, caso do PT, troque o emblema da CNBB pelo martelo e foice e saia da moita – assuma- já sabemos o que é!

  2. Tanto a CNBB, como também ainda outros, ditos, “organismos da Igreja”, como as diversas pastorais, foram maquiavelicamente cooptados já há muito. Urge que todos aqueles embusteiros que ali se encontram infiltrados no intuito de instrumentalizar a Igreja sejam desmascarados e expurgados e que os ditos organismos correspondam ao melhor papel que verdadeiramente deveriam prestar aos fieis: TRATAR DA SALVAÇÃO DAS ALMAS !

    Sr. Eurico Borba, efusivos parabéns pelo excelente artigo !

  3. Aos bons bispos do Brasil:

    Make CNBB great again!

    Veja só, um veículo progressista dando um puxão de orelha numa entidade católica. E com toda razão. Devemos olhar o que foi dito e não por quem.

    Se os bispos que puxam as cordinhas dessa conferência tivessem um pingo de vergonha na cara, sairiam de fininho, fingindo-se de desentendidos e entregariam seus cargos para verdadeiros bispos católicos.

    Aí a ordem se inverteria. Seria a CNBB a condenar toda a podridão moral das organizações Globo.

  4. O papa já afirmou que não virá ao Brasil por ocasião da festa de Aparecida. Por julgar o momento brasileiro “triste”. isto, pelo que ele tem ouvido de bispos brasileiros que lá vão e também políticos. Mostra que a cabecinha dele já “feita”. Espero que tenha ouvido também a outra vertente. O artigo da Globo é esclarecedor. A linha do alto clero continua a mesma.

  5. “E, respondendo ele, disse-lhes: ‘Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão’.”
    (Lucas 19, 40)

  6. Confunde os tolos que não sabem ou não querem saber que a CNB do B é mãe do tal Partido dos Trabalhadores (que não trabalham). Entretanto, convenhamos q nenhum veículo midiático tem moral alguma pra falar o que quer que seja da Igreja, talvez eles possam falar da CNB do B que tem uma moral quase equivalente à da própria mídia, desde que entendam que de forma alguma essa patota representa o pensamento da Igreja. Ela representa apenas a si própria e aos interesses daqueles que essa Congregação defende, de maneira explícita ou implícita.

  7. Saúde e Paz
    Temos bons Bispo,
    Aqui na Bahia é um exemplo.
    A primeira Capital do Brasil.
    Essa CNBB, sempre que tem oportunidade destila seu ódio contra o seu povo. na contra mão da realidade, contra mão povo, acordem. Se continuarem na mesma estrada, tornarão mais distante dos fies.
    Deixemos a Politica para os Politicos.
    Distribuir o pão alimenta.

  8. O texto é muito bom, só temo que o autor deposite esperanças demais no que chama de “assessoria das universidades católicas”. Não creio que, haja vista o que se conhece, se possa esperar muito daí. Espero estar enganado e que a maioria silenciosa de ditos centros católicos de ensino e pesquisa, contrariamente ao que se divulga, continue, de fato, católica.

  9. O Globo já teve Gustavo Corção entre seus redatores. A qualidade da imprensa caiu demais.

  10. Vamos lançar duas campanhas:
    1 – Dom Antônio Keller para presidente da CNBB
    2 – Padre Paulo Ricardo deve ser sagrado bispo imediatamente, juntamente com todos os sacerdotes da Opus Dei com mais de 15 anos de ordenação…

    Aqueles que realmente zelam pelo sagrado magistério devem ter mais poder na Igreja, urgente.

  11. As pedras estão clamando porque as vozes sacerdotais se calaram