Arquidiocese da Mãe Joana. 

É Nossa Senhora no Carnaval e Haddad na PUC. Dom Odilo deveria aproveitar a soltura do ex-goleiro Bruno e nomeá-lo como coordenador da pastoral carcerária…

Anúncios

15 Comentários to “Arquidiocese da Mãe Joana. ”

  1. Dom Odilo mostrou quem é, de modo autêntico: um favorecedor do PT e profanador da Imagem da Aparecida. O povo católico é que não quer vê-lo assim e fabrica uma imagem fantasiosa dele.

  2. É vergonhosa a situação da Arquidiocese de São Paulo….

  3. Esperar o que se o vigário geral do Povo de Rua da Arquidiocese, padre J. Lancelotti, é um apoiador público do PT e de movimentos revolucionários de esquerda, inclusive participa de comícios em época eleitoral. Mesmo com todos os escândalos que já se envolveu, continua firme e forte no cargo já há 3 arcebispos de SP…

  4. Ferretti, não dê essa idéia, pois é capaz de corromper o Bruno….

  5. A nomeação não se sustenta sob nenhum ponto de vista. Haddad é um político inexpressivo, considerado um dos piores (ou “o” pior) prefeitos que SP já teve, com recordes em desaprovação, filiado a um dos partidos políticos mais rejeitados da atualidade. Quando Ministro, o Sr Haddad não conseguiu realizar um único ENEM sem problemas com vazamentos ou outros escândalos, produziu a infame cartilha de gayzificação das crianças, etc. Enfim, um currículo muito ruim para ocupar tamanha posição.
    CONTUDO, estamos falando de PUC-SP, reduto “entelekitual” da esquerda brasileira, sobretudo a esquerda radical do Jardim Paulista, Vl Nova Conceição, etc. Um lixo, mas um lixo de luxo.
    Apontar o pe Lancelotti como (mais) um dos exemplos de escândalo da arquidiocese é interessante e oportuno. Receberá D Odilo visitação apostólica? Claro que não. Pe. Lancelotti será investigado por alguma comissão do Vaticano? Nem precisa dizer…
    D Odilo sabe que não manda em nada na PUC-SP e não se importa muito com isso. Bem diferente de Dom Juan Luis Cipriani Thorne, arcebispo de Lima, que comprou sim uma briga feia com a sua “puc”. Comprou e, com Papa Francisco como árbitro, perdeu. Talvez seja por isso que D Odilo se recuse a interferir. Talvez… Talvez não, vai saber. Quem somos nós para julgar!?

  6. É um circo só. Cada dia uma “surpresa”

  7. Entendimentos entre a “Arquidiocese da Mãe Joana” e a PUC, reduto “entelekitual” da esquerda brasileira… Como diria aquela sátira ao homem médio brasileiro no Twitter, chamada “Joaquin Teixeira”, se a pessoa fuma maconha, e dela faz apologia, se pratica a luxúria, e se defende marginal, já pode ser considerado um intelectual por aqui. Esse é o perfil, em linhas gerais, dos notórios da esquerda, com livre acesso a cargos bem posicionados e ampla influência na vida nacional.

    Temos reiterados motivos para fazer aqui o massacre dos pobres aos nobres do Haiti no século XVIII, porém, sendo que nosso compromisso é com Nosso Senhor Jesus Cristo, é mais digno sofrer as provações que nos são apresentadas. É duro aceitar o papel de vítima imolada, em lugar do vibrante e ostensivo papel de algoz. Nos fiemos à Quaresma que se aproxima, período muito favorável às virtudes evangélicas, expulsando o homem velho incrustado em nós. Nossa Mãe Maria, tão vilipendiada em um ano como este, ainda assim não desiste de nós.

  8. Seria muita ingenuidade não perceber o quanto tal nomeação é sumamente emblemática de como será o posicionamento, participação e mobilização da alcateia infiltrada na Igreja ante a corrida presidencial para o ano eleitoral de 2018. Isso nada mais é do que eles já se articulando. Bendita a sabedoria popular, quando diz: “QUEM COMPÕE COM BANDIDOS BANDIDO É !”

  9. Odilo, nos tempos de Ratzinger, ensaiava algum romanismo de quintal e dançava a tirolesa.
    Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, agora Odilo mostra que aprecia um rebolado na avenida.

    Alguém ignora o que por vezes acontece nos camarotes, arquibancadas e arredores de um desfile de escola de samba…? Alguém ignora a ligação que muitas vezes se estabelece entre a indústria do carnaval e o submundo do tráfico de drogas?

    E, resta a pergunta: esse tal Hadad é abortista ou é só lenda urbana?

  10. Não seria tão grave, se fosse apenas a “casa da mãe joana”. É pior!

  11. Com esta mentalidade deste pastores comprometidos com o mau. É praticamente impossível, nós católicos esperar algo de bom. É necessário, que todos os católicos, manifeste de alguma maneira. contra este ato satânico, de levar a Mãe de Deus a um lugar de perdição e do pecado. Este homem que é chamado de bispo Odilon. Ele já perdeu a fé a muitos anos; se é que algum dia teve fé. Precisamos estar sempre atentos. Que este lobos agora, não estão tirando mais a pele. São inimigos declarados da Santa Igreja. Precisamos fugir deles. Como o diabo da cruz. Vamos ver o Que a Santa Igreja sempre defendeu. E tapamos os nossos ouvidos para não ouvir a voz destes lobos.
    Joelson.

  12. É nessas horas que vemos como aqueles se apresentam como representantes da “igreja dos pobres e da misericórdia” são os maiores bajuladores dos ricos e poderosos. Vejamos: se a vaga era para um representante da sociedade civil no Conselho Universitário, por que não escolher alguém que fosse representante daquela parcela da sociedade que nem em sonhos teria condições de pagar uma PUC? Por que não foi escolhido um professor de escola pública da periferia, que luta para alfabetizar adultos? Ou um agente da Pastoral da Criança, que diariamente luta para salvar vidas de crianças desnutridas? Ou por que não uma daquelas senhoras dos vicentinos que distribuem cestas básicas aos pobres? Poderia dar dezenas de opções…
    Para deixar a reflexão ainda mais abrangente: ora, se a PUC pelo menos no papel é uma universidade católica, o representante da sociedade civil em seu Conselho não deveria ser ao menos ser um católico praticante? Um fiel atuante na Arquidiocese?
    Mas não… Vamos lá bajular os ricos políticos, tudo em nome da “misericórdia”…

  13. E estava na eminencia de ser eleito pontífice, e só não o foi por defender a cúria romana. Como caiu tanto assim.

  14. Eu acho que precisamos, de modo geral, começarmos a nos mobilizar mais através de abaixo-assinados e cartas de repúdio. Atualmente observamos acuados como esses membros da TL e grupos de esquerda se infiltram na Igreja a fim de destrui-la por dentro. Precisamos nos unir dentro da própria Igreja para demonstrarmos nossa insatisfação em relação a vários eventos. Por exemplo, o site LifeNews conseguiu reunir 10.000 assinaturas se opondo à visita de Paul Ehrlich ao Vaticano. Se nós tivessemos unidos-nos, poderiamos ter conseguido muito mais não?

  15. Não entendi a razão da celeuma: o organismo da Universidade previa a participação de alguém da esfera civil, não é?

    Poderia ser qualquer pessoa não ligada à Igreja. Escolheu-se Haddad, que preenche o requisito.

    Em que o processual foi descumprido?