‘Viri probati’. O Celibato na mira.

Por FratresInUnum.com – 13 de março de 2017: Em Roma, fortalece-se o rumor de que a Santa Sé deveria permitir, até o fim deste ano, a ordenação de homens casados — os chamados viri probati — para a região da Amazônia. Vale buscar os arquivos de FratresInUnum.com, que tratou pela primeira vez da questão em abril de 2014, antes de qualquer outro meio de comunicação, quando o pontificado de Francisco apenas acabara de completar um ano.

Mais tarde, em abril de 2016, escrevíamos: “Estamos em condições de afirmar que o assunto [celibato] foi pauta de reunião privativa dos bispos na Assembléia da CNBB de 2015, sendo capitaneado por Dom Cláudio Hummes. Então, o arcebispo emérito pediu que os bispos do Brasil fizessem uma ‘proposta concreta’ a Francisco sobre o tema. A recém-eleita presidência da CNBB não demonstrou nenhum empenho especial pela causa, por conta divisão do episcopado brasileiro a respeito”.

Em entrevista concedida ao jornal alemão Die Zeit, publicada na semana passada, o pontífice não disse que estudaria a proposta de extinguir o celibato, mas que estudaria a possibilidade de que alguns homens casados pudessem exercer algumas funções sacerdotais, os chamados viri probati.

Afirmou o Papa:

“A vocação dos padres representa um problema enorme e a Igreja deverá resolvê-lo. No entanto, o celibato opcional, ou seja, facultativo, não é a solução, nem mesmo abrir as portas dos seminários a pessoas que não apresentam uma autêntica vocação. Já a questão dos viri probati é uma possibilidade, todavia, se deve precisar quais as tarefas que essas pessoas poderiam assumir nas comunidades “isoladas”. O Senhor disse: rezem. É isso que falta, a oração. E falta o trabalho com os jovens que procuram orientação”.

Frenesi generalizado em sites católicos pró-establishment [exemplos aqui e aqui], que se desdobram apressadamente: não é o celibato que está em jogo, mas, apenas uma exceção para casos extremos! Como se na Igreja pós-conciliar todas as excepcionalíssimas exceções — vide comunhão na mão, mulheres acólitas, etc — não se tornassem, em pouco tempo, regra absoluta inquebrantável.

Que o Senhor tenha misericórdia de nós e intervenha.

Anúncios
Tags:

12 Comentários to “‘Viri probati’. O Celibato na mira.”

  1. Todos sabem que o maior entusiasta dessa ideia é o emérito (não tão emérito assim) dom Cláudio Hummes.

  2. Um caso.
    As sabotadoras esquerdas possuem um método: lançam uma ideia controversa inadmitida numa sociedade cristã e há muita repulsa: retraem. Oportunamente, retornam com ela maquiada, repleta de termos eufemistas, se há rejeição, retornam ao anterior!
    Dessa forma, vão-e-vêm até que, sempre por meio de fraudes e trapaças midiáticas diminuam as objeções, vão insistindo até que a contestação passe e implantem o que queriam; temos varios casos no Brasil quando dos vampiros do PT no poder, levando em conta que, por serem diabólicos, jamais desistem de infernizar a sociedade!
    Outro caso.
    Como o Vaticano tem prestigiado as mafiosas esquerdas e pareceriam em muito influenciar pró relativismo – embora desconfortadas após as caídas delas na América Latina e EUA – mas aguardam o momento de contraatacar, levando-se em conta que a Igreja está ultra infiltrada de conspiradores delas, a começar entre os Altos Hierárquicos – a favor ou silentes ao menos em os denunciar – deixando que o rebanho seja devorado por lobos rapaces!
    Seria o esquema acima anti celibato, uma abertura para depois se igualar às seitas e mais um front transposto pró protestantização? Porque não cuidariam desde a familia de promoverem as vocações?
    De cara, o proponente dos “viri probati” – que não sejam desses vinculados a tentáculos de PCs!
    Ressalte-se que D Claudio Hummes não seria zero confiável por ser amigo do martelo e foice quadrilheiro Lula e de mais capachos do Dragão Vermelho…

  3. MAXWELL:
    Ratzinger não podia “vender nem comprar”.
    Da coluna de Maurizio Blondet | Tradução: Gercione Lima – FratresInUnum.com – Um outro leitor, estimulado pelo mesmo artigo, me envia um blog com uma notícia digna de nota: http://sauraplesio.blogspot.it/2015/09/giallo-vaticano.html

  4. Já posso até ouvir o relinchar das mulas de padres diante de mais uma aberração da corte bergogliana!
    Mas a questão nem é tanto por que eles fazem essas coisas. Isso já está mais do que evidente: “eles se levantam contra tudo que é sagrado a ponto de querer tomar o próprio lugar de Deus, legislando em causa própria”.
    A questão é por que Deus permite? Pra responder a essa pergunta, basta olharmos para o exemplo da falsa e adúltera igreja anglicana. Enquantos alguns resistiram contra a impostura de Henrique VIII, chegando até mesmo ao martírio, como São John Fisher e de São Thomas More, a maioria decidiu permanecer com o erro.
    E o resultado é o que eles tem hoje: clérigos casados, alguns abertamente homossexuais, mulheres como “sacerdotisas” e até mesmo “bispas”.
    Mas não era isso que o povo queria? Não era isso que reinvindicavam? Mas então, por que nada disso serviu para encher as igrejas anglicanas de novos fiéis? Por que as chamadas “igrejs episcopais” estão vendendo seus prédios históricos para comércio e empreiteiras por falta de fiéis?
    Será que os que propoem essas mesmas idéias fracassadas para a Igreja Católica, também não estão buscando os mesmos resultados?
    Há muito tempo que eu observo o muro da fé em contínua erosão nos ambientes Novus Ordo: mulheres manipulando a Sagrada Comunhão, meninas como coroinha, diáconos casados, feminismo dentro das igrejas dirigidas por padres enfeminados, debandada geral para o protestantismo…etc.
    E o povo? Aqueles que estudam e prezam pela fé pura dos Apóstolos, mesmo sob críticas e perseguição preferem viajar longas distâncias em busca da água que ainda não foi contaminada. Mas a maioria dos que eu conheço, até entre meus próprios parentes, não vêem nada de mal com padres casados ou mulheres no altar.
    Se vocês perguntarem a qualquer “católica feminista” sobre o sacerdócio “das mulheres”, elas dirão prontamente que já passou da hora da Igreja ordenar mulheres. E a grande maioria acostumada a se revezar entre a capela TL e os templos comandados por pastores protestantes casados, também aceitarão sem reservas os tais “viri probati”.
    Deus está permitindo ao povo que ele tenha aquilo que ele mesmo reinvindica, porque é um povo que se tornou carnal, não busca mais as coisas do alto, não preza mais pelas coisas espirituais: “Meu Espírito não permanecerá no Homem, pois ele é carne” ( Genesis 6-3).
    E assim eles terão eucaristia simbólica, presidentes de assembléia ao invés de sacerdotes, celebrações comunitárias ao invés do Santo Sacrifício, onde absolutamente ninguém pode ser excluído, nem mesmo pecadores empedernidos vivendo em permanente estado de pecado mortal.
    “Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro…por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar”.
    Da minha parte eu me recuso terminantemente a participar de qualquer um desses simulacros presididos por um “viri probati” que depois de passar a noite batendo estaca, no dia seguinte vai para a “mesa” do altar cheirando a ovelha.

  5. Seu nome é Francisco e vive em Roma
    Eleito num conclave duvidoso
    Exerce um governo paralelo
    Seu báculo é a foice e o martelo
    Entre nós está e não o reconhecemos,
    entre nós está e nós nem suspeitamos

    Seu nome é Francisco…
    hoje faz 04 anos de peleja
    Há muitos que ainda não admitem
    que é este o calvário da Igreja…

    Seu nome é Francisco…
    Persegue as pessoas consagradas
    Se aborrece muito com o clero
    Seu santo preferido é Lutero…

    Seu nome é Francisco…
    Parece que esqueceu de Jesus Cristo
    impediu de fazer proselitismo
    Pra não atrapalhar o ecumenismo…

    Seu nome é Francisco…
    Tem uns ensinamentos diferentes
    E quando alguém questiona a negligência
    Castiga dando logo transferência…

    Seu nome é Francisco…
    dos hereges sempre está perto
    Schonborn, Kasper, Leonardo Boff
    Arturo Sosa, Paglia e Frei Betto…

    Seu nome é Francisco…
    Ensina que nem tudo é preto e branco
    E para amenizar a sodomia
    Sugere que se dê a Eucaristia…

    Seu nome é Francisco…
    A ONU é que define o seu projeto
    Agenda abortista e gayzista
    trabalho, feminismo. terra e teto…

    Seu nome é Francisco…
    Distorce a mensagem do evangelho
    Não liga para a salvação da gente
    Seu foco é o meio ambiente…

    Seu nome é Francisco…
    Trabalha para o Grande Arquiteto
    Ensina que o certo está errado
    E que o que está errado é o correto…

    Seu nome é Francisco…
    polêmico até nos seus conselhos
    Deus manda crescei e multiplicai-vos
    ele diz: não procrieis como coelhos…

    Seu nome é Francisco…
    Pontificado extraordinário
    Enquanto Jesus diz pra sermos santos
    Ele nos diz: “Sê revolucionários!”…

    Seu nome é Francisco…
    Adula os seguidores de Maoma
    Acolhe e protege o muçulmano
    Enquanto o cristão vai pelo cano…

    Seu nome é Francisco…
    Critica os fiéis da própria Igreja
    Católico ganha puxão de orelha
    Mas para o muçulmano se ajoelha…

    Seu nome é Francisco…
    Diz que vivemos na 3ª guerra
    Eu digo que sou filha de Maria
    Ele diz que são todos da mãe Terra…

    Seu nome é Francisco…
    É pacifista e ecumenista
    Pede oração para quem quer que seja
    E adula os inimigos da Igreja…

    Seu nome é Francisco…
    Nas entrevistas só diz abobrinhas
    E tem gente que ainda defende
    Não vêem que é a Cristo que ele ofende…

    Seu nome é Francisco…
    Adora estar nas capas de revistas
    mas quando fala um monte de besteiras
    Dizem que a culpa é dos jornalistas…

    Seu nome é Francisco…
    Diz que não existe Deus Católico
    eu acho isso falta de respeito
    me dizem você não entendeu direito…

    Seu nome é Francisco…
    chama os pró vida de obsessivos
    Diz que sim, sim, não, não é heresia
    e nos acusa de coprofagia…

    Seu nome é Francisco…
    E diz que Jesus Cristo está no pobre
    Parece que não gosta do dinheiro
    O mesmo blá blá blá dos “cumpanheros”…

    Seu nome é Francisco e vive em Roma
    Causando divisões que coisa feia
    tem gente achando ainda que ele é santo
    mas eu penso que é meia, meia, meia
    Entre nós está porque nós merecemos,
    entre nós está mas nós nem suspeitamos

    • Seu nome é Francisco…
      A ONU é que define o seu projeto
      Agenda abortista e gayzista
      trabalho, feminismo. terra e teto…
      Este vídeo me deixou perplexo ontem, e olha que tenho visto muita coisa. Acompanho há 3 anos muitos blogs e jornais em 5 línguas. https:// http://www.youtube.com/watch?v=TS1GC2kX9HY O depoimento dela, que participou de reuniões no Vaticano já em 2013, novembro.

  6. Essa tem que repetir:
    Como se na Igreja pós-conciliar todas as excepcionalíssimas exceções — vide comunhão na mão, mulheres acólitas, etc — não se tornassem, em pouco tempo, regra absoluta inquebrantável.

    Que o Senhor tenha misericórdia de nós e intervenha.

  7. ERRATA
    Ressalte-se que D Claudio Hummes (retira-se o “não”) seria zero confiável por ser amigo do martelo e foice quadrilheiro Lula e de mais capachos do Dragão Vermelho…

  8. O Demolidor pretende, neste ano ainda, entre muitas outras obras de demolição em curso, derrubar mais uma parede importante junto ao Altar. Como opera com sagacidade diabólica, não vai derrubar diretamente o celibato clerical, mas atua indiretamente, ao criar, primeiro na Amazônia, a ordenação de homens casados.
    .
    Não podemos assistir com indiferença ou mera curiosidade essa nefasta ação. Se há um véu de mistério sobre o prolongamento da Paixão da Santa Igreja Católica, no entanto há coisas que são claras e que devem despertar desde já viva indignação ou dor.
    .
    Ao sofrer um acidente e uma parte do corpo ser esmagada, todo o ser sente e sofre. O cristão é essencialmente membro de Cristo, é uma parte da Igreja. Os mistérios da Vida, Paixão e Morte de Cristo de certo modo se prolongam, dia a dia, no conjunto da Igreja e na vida concreta de cada fiel. Cada um se associa à vida da Igreja, quando presencia o Santo Sacrifício, suas preces litúrgicas, cerimônias, e recebe os Sacramentos. E também quando renasce para a vida da graça por meio do sacramento da Penitência, quando carrega a própria Cruz no cumprimento do dever cotidiano, quando reza no recesso do lar na sua vida oculta junto com sua família, quando publicamente rejeita o pecado do aborto etc.
    .
    Mas, além disso, há uma dolorosa imolação em curso, a Igreja Católica está sendo imolada, segundo um sinistro processo de autodemolição: a cada parede derrubada, a cada símbolo ou costume suprimido, a cada mudança desagregadora, é como se tivesse uma perna esmagada, um olho arrancado, um pulmão perfurado.
    .
    Penetrar todo o alcance dessa misteriosa imolação, penetrar todo o sentido dessa Paixão da Igreja, desvendar todos os véus e conhecer os arcanos dessa conspiração nefasta e infame, pode não ser possível, por falta de informação, de compreensão, de inteligência ou outra razão. Mas de uma coisa não se pode fugir: de sentir dor quando a cabeça é golpeada ou coração esmagado. Se isso não acontece, essa insensibilidade não é católica, não é cristã.
    .
    Se a pessoa vive exclusivamente para si, para satisfazer o seu próprio egoísmo, o que se passa com a Igreja não a perturba nem incomoda. Não sente nenhuma dor, não se aflige com nada. O vínculo da Caridade não a une com as outras partes do mesmo Corpo Místico, porque a Caridade não a vivifica. Não lhe importa que mais uma parede seja derrubada ou mais um cristão decapitado.
    .
    É um grave equívoco considerar que tudo vai indo bem na Igreja e só encontrar motivos de gáudio. Sentir com a Igreja na hora presente é, sobretudo, padecer junto com Ela. É se indignar com aqueles que A atormentam. É temer que venham novos flagelos e novas demolições. É sofrer quando paredes são derrubadas ou injustiças e arbitrariedades golpeiam pastores ou ovelhas. É esperar com toda confiança que os dias maus sejam abreviados e venha logo o triunfo do Imaculado Coração.

  9. A igreja foi acometida de uma enfermidade gramsciana que se agrava sub-reptícia e paulatinamente para solapar todos os fundamentos, seu objetivo é substituir os evangelhos pela ideologia marxista, o Papa pelo Falso Profeta, Cristo por Lenine e Deus pelo Estado diabólico.

    Aprovado o casamento de sacerdotes, o que virá depois, sacerdotes efeminados exigindo o casamento com pessoas do mesmo sexo?

    “Escreva ao Anjo da igreja de Laodicéia. Assim diz o Amém, a Testemunha fiel e verdadeira, o Princípio da criação de Deus: Conheço sua conduta: você não é frio nem quente. Quem dera que fosse frio ou quente! 16 Porque é morno, nem frio nem quente, estou para vomitar você da minha boca.” (Apocalipse 2:14,15,16)
    “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apocalipse 2:22)

  10. Nós leigos somos obrigados a reconhecer que a vida religiosa na CASTIDADE, obediência e pobreza é mais SUBLIME e mais ELEVADA que a vida que levamos. Isso está na Sagrada Escritura e foi lembrado por Trento, inclusive com sentença de natureza dogmática, infalível. Cito:
    .
    Cân. X – Se alguém disser que o estado de Matrimônio deve ser preferido ao estado de virgindade ou de celibato, E QUE NÃO É MELHOR NEM MAIS FELIZ MANTER-SE EM VIRGINDADE OU CELIBATO QUE CASAR-SE, SEJA EXCOMUNGADO. Concílio dogmático e infalível de Trento.
    .
    São Paulo fala sobre isso. Diz que a pessoa casada “preocupa-se com as coisas do mundo”, de como “agradar sua esposa”. Já quem abraça a castidade está mais livre de preocupações, podendo se dedicar mais a Deus. E está unido a Deus SEM PARTILHA. Com isso ele NÃO ESTÁ desmerecendo o sagrado matrimônio. Apenas dizendo que, aos olhos de Deus, HÁ SIM DIFERENÇA. Está dizendo o que Trento SENTENCIOU acima.
    .
    32. Quisera ver-vos livres de toda preocupação. O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor.
    .
    33. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa.
    .
    34. A mesma diferença existe com a mulher solteira ou a virgem. Aquela que não é casada cuida das coisas do Senhor, para ser santa no corpo e no espírito; mas a casada cuida das coisas do mundo, procurando agradar ao marido.
    .
    35. Digo isto para vosso proveito, não para vos estender um laço, mas para vos ensinar O QUE MELHOR CONVÉM, o que vos poderá UNIR AO SENHOR SEM PARTILHA.

    I Coríntios 7, 32-35
    .
    A Igreja Católica optou pela PERFEIÇÃO, como aconselhou São Paulo. É importante que, na Igreja, haja almas assim. Inclusive o CELIBATO dos religiosos e padres é SINAL para nós leigos, da TRANSITORIEDADE deste mundo. É algo que nos ajuda a viver melhor nossa vocação própria no Sagrado Matrimônio, que é um Sacramento na Igreja, de tanto que Ela valoriza.

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s