Continua a zona em Itaquera.

Imagem do folheto do “Memorial do Senhor” celebrado ontem na paróquia Nossa Senhora do Carmo, onde Padre Paulo Sérgio Bezerra continua firme e forte como pároco, sob o olhar complacente do bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral.

Já que as autoridades se omitem vergonhosamente, e a informação do contato é pública, envie seu repúdio diretamente à paróquia e ao padre Paulo Bezerra:

Whatsapp: 11 – 987352207 e 11 – 947162931

Anúncios

23 Comentários to “Continua a zona em Itaquera.”

  1. Oh! Que maravilha, acho que vou usar essas belas preces na primeira Eucaristia que vou presidir em nossa comunidade da Amazônas que não tem acesso a presbíteros, agora que os bispos abriram os olhos e permitem que leigos presidam também o memorial do senhor.
    Axé!

  2. A forma com têm varios altos hierárquicos na Igreja prestigiado as esquerdas, a começar do topo em Roma, esse padre bem que poderia ser um daqueles que “evangelizam” nos acampamentos do anarquista MST invasor de terras, dos movimentos sociais – milicias comunistas – e ter comparecido junto a eles às audiencias em Roma, que tanto pelas presenças enternecem o papa Francisco.
    Oração dos fieis – essa seria ideal – pois faltaram esses imprescindiveis complementos martelo-e-foice, Pe Paulo, seguem as sugestões:
    P – … dai-nos a agua viva que… Apenas a esquerdista Teologia da Libertação pode nos conceder.
    1 – … pedimos… Que retornem o ParTido das Trevas e sua gang, dos comuno-abortistas e satanistas Lula com sua cria Dilma para recondicionarem o Brasil, destruído por Temer!
    2 – … mineradoras internacionais… Que se mude tudo, como nos paraísos estatistas Cuba, Coreia do Norte etc., recentemente sendo a contemplada a Venezuela, em que os governo são os proprietarios absolutos de tudo, apesar disso, esses povos vivem no mais absoluto conforto que apenas o martelo e foice podem oferecer!
    3 – … que coloca o povo contra o povo, pedimos… Percebi pela sua hyspiritualidade que o sr. também seria devoto do Pe Reginaldo Manzotti, que num vídeo no YOUTUBE de 3,12′ elogia Edir Macedo e chama Chico Xavier de “cheio do Espírito Santo”!
    https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=padre+reginaldo+manzotti+defende+edir+macedo+e+chama+chico+xavier+de+iluminado&*

  3. Em 1908 o Papa Pio X, escreveu em sua famosa Exortação ao Clero Católico, uma fórmula espiritual na qual estabelecia as regras antigas da Igreja – oração, meditação, o estudo das obras santas e outras práticas para o cultivo de uma vida interior – como um método seguro para se obter a santidade sacerdotal. Alguns dos trechos dessa exortação nos explicam o lamentável estado em que se encontra o clero nos dias de hoje:

    “O padre não é um homem que pode ser bom ou ruim apenas para si próprio; é impossível não perceber como o seu comportamento e modo de vida influenciam os fiéis sob sua guarda. Um padre genuinamente bom é um tesouro incomparável… É “a santidade interior” que faz um bom padre: “Se esta santidade – a sabedoria super eminente de Jesus Cristo – vier a faltar em um sacerdote, tudo falta nele. Porque – sem santidade – um vasto depósito do que há de melhor em termos de conhecimento, entusiasmo e eficiência na administração, enquanto podem, ocasionalmente, ser de algum préstimo para a Igreja ou para almas individualmente, se tornam muito mais e frequentemente as causas do deplorável dano que eles causam à Igreja e às almas. Vocês não imaginam quanto um padre, mesmo entre os mais humildes, pode fazer se ele for santo, quantas obras salutares ele pode conceber e realizar, em benefício dos fiéis! Tudo isso é evidente a partir da experiência de todas as épocas da Igreja. Basta recordar o relativamente recente Cura d’Ars, João Maria Vianney Batista, a quem-nós mesmos somos felizes de ter declarado Beato. ”

    E finalmente para dar um exemplo de clero não santo, São Pio X descreve com muita propriedade:

    “Neles se vê homens em quem o Sensus Christi, o tesouro inestimável, tornou-se diminuído; homens totalmente atraídos pelas coisas mundanas, seguidores de meras vaidades, entregues à frivolidades; sacerdotes que tratam as coisas sagradas sem nenhum zelo, friamente, talvez até mesmo indignamente … Entre esses sacerdotes, no entanto, que são avessos ou que negligenciam levar em consideração o coração da fé, há alguns que sequer conseguem esconder a pobreza de suas almas, mas ainda arrumam desculpas, como o pretexto de que estão ocupados demais com os deveres de seu ministério ou estão gastando todo o tempo disponível para o bem dos outros. Mas eles estão miseravelmente enganados. Tão desacostumados que estão de falar com Deus, que quando falam Dele para os homens ou tentam ensinar aos homens os conselhos de uma vida cristã, esses são completamente desprovidos de inspiração divina, de modo que o que sai de suas bocas parece ser algo que está quase morto. As suas vozes, não importa o quão reconhecidos sejam pela prudência e eloqüência, não é em nada como a voz do Bom Pastor, ao qual as ovelhas seguem confiantes; mas um barulho cheio de vanglória, às vezes cheios de maus exemplos e não sem detrimento para a religião e escândalo dos fiéis “.

  4. Meu Deus, até quando vai continuar esse descalabro na Diocese de São Miguel? Dom Manuel precisava de uma vez por todas tomar providências com relação aos “padres” Paulo Bezerra e Dimas Martins…

  5. Falar dessa gente é gastar tempo à toa.
    Além do que o povo tem os pastores que merece.
    Se os paroquianos desse fulano estão satisfeitos, azar o deles. Entrar nessa briga é pura perda de tempo e energia.
    A coragem do dom Manuel é do tamanho de sua estatura, portanto, em que parte vocês não entenderam que esse desmando só termina quando o fulano morrer ou se aposentar?
    Gastem energia no que dá resultado!
    Lixo aos porcos: os paroquianos dele gostam.

    • Exatamente, não adianta querer ensinar um porco a viver em um ambiente mais limpo, longe do chiqueiro: ele vai sempre querer voltar pra lá. É mais ou menos o que acontece nesse caso: se o Bispo sabe de tudo que acontece nessa Paróquia e nada faz é porque gosta das coisas assim mesmo, e certamente os “fiéis” também apreciam o lamaçal. Por essas e outras Dom Bosco dizia: “O padre (bispo, cardeal e qualquer religioso) não vai sozinho para o céu. Nem para o inferno. Se agir bem, irá para o céu com as pessoas que ajudou com seu bom exemplo. Se for infiel, se perderá com as pessoas condenadas por seu escândalo”.

  6. Eu me preocupo com a alma do padre Paulo. Se eu conseguisse falar diretamente com ele, procuraria exortá-lo a se converter antes de morrer, para poder escapar da condenação eterna. Como acho, porém, que o padre Paulo, na verdade, é ateu, minha conversa com ele teria de começar por tentar convencê-lo de que Deus existe e de que a alma humana é espiritual e imortal. Por tudo o que ele faz e fala, parece mesmo que nem nessas verdades naturais básicas ele crê; suspeito que ele seja um comunista ateu, usando o sacerdócio como mero meio de vida pessoal e de propagação das ideias socialistas. Assim como outros comunistas ateus resolvem virar professores universitários, pra terem algum salário e ainda poderem divulgar suas ideias errôneas, o padre Paulo provavelmente escolheu o sacerdócio por idênticos motivos. É preciso, pois, convertê-lo à Fé – em Deus, no Cristo e na Igreja -, antes de tentar obter dele alguma atitude piedosa ou reverente para com o sagrado.

    • Para que você possa convencê-lo em primeiro lugar ele precisa querer escutar e já vivi tempo suficiente para saber que isso este pessoal não quer.

  7. A oração da coleta deste papel (eu ia dar um outro nome) também está adulterada.
    No Novus Ordus, assim reza a coleta do III Domingo da Quaresma:
    “Ó Deus, fonte de toda misericórdia e de toda bondade, vós nos indicastes o jejum, a esmola e a oração como remédio contra o pecado. Acolhei esta confissão da nossa fraqueza para que, humilhados pela consciência de nossas faltas, sejamos confortados pela vossa misericórdia. PNSJC.”
    Agora…. vejamos a falsa:
    “Ó Pai, viemos buscar Jesus água viva, para saciar-nos a sede de libertação através dos enfrentamentos do dia-a-dia na vida pessoal, comunitária, eclesial e social. Saciai-nos por Cristo na comunhão do Espírito Santo.”
    Este fulano como libertário é obstinado na causa. E para piorar, seu chefe é um bispo frouxo e frio… ele tem tudo para fazer o que quiser.

  8. EXISTE ALGUMA COISA PIOR? Se os bispos brasileiros permitem a Comunhão na mão do povo que sai pisando em partículas que caem no chão, ficam nas mãos, entre os bancos, agarradas nas roupas ou quando não desviam para outras finalidades tenebrosas em terreiros ou Lojas de maçons, isso aí do padre Paulo Sergio aí é fichinha!
    Que eu tenha conhecimento, nenhum deles discorda dessa prática e se algum veta, mostrem qual.

    • Geraldo, a sua indignação é muito justa! O pior é que a maioria dos bispos do Brasil e do clero brasileiro impõem a comunhão na mão, como se a comunhão na mão fosse o modo mais apropriado de receber a Sagrada Comunhão, quando sabemos que não. Eu, por exemplo, já passei pela humilhante experiência de me ser negada a comunhão na boca e tive que comungar na mão.

  9. Isso mostra como a Teologia da Libertação continua fortíssima no Brasil. O pior é que tem gente que gosta desse tipo de “espiritualidade” marxista. O triste é quando fieis que são contrários a esses abusos não tem outra opção de paróquia para frequentar.

    Agora, se me permitem, fugir um pouco no assunto (não totalmente, pois acredito que tenha alguma relação). Acabo de ver uma notícia na Rádio Vaticano que mostra como o andamento de experimentações teológicas estão sendo levadas muito a sérias no Brasil e parecem caminhar para uma espécie de laicização ainda mais intensa das paróquias.

    Dom Jacinto Furtado: a experiência pioneira das diaconias territoriais

    http://br.radiovaticana.va/news/2017/03/20/dom_furtado_experi%C3%AAncia_pioneira_das_diaconias_territoriais/1299876

  10. Serão esses padres daqueles que entram no seminário,conseguem ordenação,etc,só para, em conluio com os maçons ,fazerem mal à Santa Igreja Católica,a partir de dentro? Nos livros que nos aletam sobre N.Era e suas técnics vemos isso. É um verdadeiro horror,os fiéis devereriam desertar em massa das “missas” que eles celebram.Sem fiéis não poderiam alargar seus tentáculos demoníacos…

    • Sabe o mais engraçado cici? Seminaristas com esse perfil (TLs) são os mais elogiados e admirados pelos atuais reitores de seminário. Eu sei porque já passei por um na cidade de São Paulo. Desisti justamente porque seminaristas de perfil mais conservador e espiritual já são marcados desde os encontros vocacionais e perseguidos dentro do seminário. Lembro de um colega que era perseguido pelo reitor por todos os dias ir rezar o terço na capela após o almoço (era um momento de tempo livre). Sem contar de quando ele ficava jogando indiretas como “seminarista não tem que se preocupar com pano” e coisas do gênero.

  11. A única coisa que me deixa tranquilo quando vejo essas coisas é que da justiça de Deus ninguém escapa. Esses falsos pastores podem deitar e rolar aqui, podem viver até os 100 anos de idade, mas terão que prestar contas a Deus um dia. E o próprio Jesus avisou que a quem muito foi dado, muito será cobrado.

  12. Acho importante também nos manifestarmos junto à CNBB. Apesar de saber que a CNBB não vai tomar nenhuma atitude e em grande parte compartilha dos mesmos valores desse pessoal aí, acho importante que eles saibam que nós estamos bem atentos e não somos manipuláveis.

  13. Seria uma boa se sacerdotes tradicionais iniciassem um apostolado em Itaquera, uma vez que o Bispo já declarou-se incapaz de pastorear e de – oh, dó! – impor a ortodoxia e a pureza da fé ao seu multifacetado rebanho. Duvido que dom Manuel não dê um pulo em sua tediosa cátedra com a notícia de padres tradicionais, FSSPX ou similares agindo na sua Diocese.

  14. “Senhor, dai-nos água viva” …

    Serve uma chuva de medusas marinhas?

  15. Vale lembrar que Dom Manuel encontra-se em um estado de saúde abalado, para os intolerantes de plantão.

    • E por acaso ele está tão mal assim que não aguenta nem colocar a sua assinatura num documento de remoção do padre Paulo da paróquia? Ora, só se ele estiver em coma praticamente…

  16. Queria ser do tempo em que dizer que era Católico era um orgulho para si e um espanto para os outros… vejam na foto quem está nela… para quem não o conhece, é o pároco da Nossa Senhora do Carmo…
    http://www.vermelho.org.br/noticia/294524-1

  17. EIUSDEM FARINAE

    Toda essa desfaçatez deixa bem claro que esses caras têm o rabo preso uns com os outros. Uma podridão só. Um lixo azedo.

    Vai saber o que realmente os une e o que o Episcopete – alcoviteiro da Dragon Queen – leva por trás dos panos.

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s