Divulgação: Dr. Edson Sampel lança livro com principais documentos pontifícios sobre Nossa Senhora.

586747A Academia Marial de Aparecida (AMA), em parceria com a Libreria Editrice Vaticana e Fons Sapientiae (Distribuidora Loyola) está lançando o livro “Principais documentos dos papas sobre nossa Senhora: do beato Pio IX a Francisco” (capa dura, formato de luxo).

A obra, organizada pelo dr. Edson Sampel, membro do conselho diretor da academia, constitui um dos gestos concretos da AMA por ocasião do tricentenário do encontro da imagem da virgem Maria no Rio Paraíba, no estado de São Paulo (1717-2017). Trata-se de trabalho inédito em língua portuguesa, pois reúne, em um único volume, as encíclicas marianas. Prefacia o livro sua eminência, dom Raymundo Damasceno; apresenta-o pe. Valdivino Guimarães, CSsR, diretor da academia mariana. Para mais informações, clique aqui.

* * *

Atenção: Toda divulgação comercial em FratresInUnum.com é sempre e absolutamente gratuita, contanto que útil à Igreja, e deve ser enviada para fratresinunum[arroba]gmail.com

Tags:

2 Comentários to “Divulgação: Dr. Edson Sampel lança livro com principais documentos pontifícios sobre Nossa Senhora.”

  1. Excelente trabalho!

    Sempre notei que isso nunca foi feito no Brasil. A editora espanhola BAC já tinha uma seleta de documentos pontifícios desde os anos 50.

    O Estudo de Nossa Senhora no Brasil ainda é muito pobre. O máximo que nos salva são as obras de São Luis de Montfort e As Glórias de Maria, de Santo Afonso, que são excelentes obras mas que só são proveitosas apenas no aspecto ascético. No campo teológico, apesar de ter uma grande riqueza, pois estão bem fundadas no campo dogmático, não satisfaz uma ordem lógica para o estudo de Nossa Senhora. O único que eu já vi aqui no Brasil são as Instruções Marianas, do Pe. Gabriel Maria Roschini, O. S. M., que foi editado pela Paulinas em 1960, e que pode ser encontrada no site ObrasCatolicas.com/

    • Caro Eduardo, você tem razão. No Brasil predominam os livros de Maria no estilo efemérides ou memorialistas, que narram fatos relativos à determinadas devoções marianas, ou livros de orações. Obras marianas de caráter mais “teológico” foram lançadas pelos infelizes “teólogos” da libertação a partir da década de 1970, sendo totalmente dispensáveis por se distanciarem da verdadeira mariologia e da doutrina católica. Uma ótima obra de Mariologia que eu recomendaria é o livro de Emilio Campana complementado pelo padre Gabriele Roschini, intitulado “Maria nel culto cattolico”, infelizmente sem tradução para o português. Neste link você pode ver o sumário da obra, para ter uma ideia da riqueza dela: http://www.cattoliciromani.com/39-lo-scaffale-di-cr/42157-don-emilio-campana-quot-maria-nel-culto-cattolico-quot