Papa está planejando se aposentar, dizem aliados — mas, somente quando tiver indicado um número suficiente de cardeais liberais.

Por Damian Thompson, The Spectator, 21 de abril de 2017 | Tradução: FratresInUnum.com – Aliados do Papa Francisco estão dizendo que ele planeja seguir o exemplo de Bento XVI e se aposentar. Todavia, ele só o fará uma vez que tiver designado um número suficiente de cardeais liberais para garantir que o próximo conclave não eleja um conservador que interpretará a doutrina católica de maneira mais estrita do que ele.

cover_11032017_landscapeIsso, ao menos, é o que os aliados do Papa vêm contando a colegas — alegando terem ouvido do próprio pontífice (Francisco mesmo é um notório tagarela e igualmente o são alguns dos cardeais que lhe são próximos).

O Papa, agora com 80 anos, aparentemente quer realizar mais três consistórios nos quais concederá o chapéu vermelho a bispos que compartilham de sua visão de reforma (o que quer que isso seja: os detalhes ainda são incompletos, já há quatro anos),

Ele poderia partir em dois ou três anos, levantando a possibilidade surreal de que teremos três papas e ex-papas vivos (Bento XVI parecia bastante saudável quando comemorou seus 90 anos no último final de semana).

 

Anúncios
Tags:

18 Comentários to “Papa está planejando se aposentar, dizem aliados — mas, somente quando tiver indicado um número suficiente de cardeais liberais.”

  1. Oremos pelo Pontífice: Que Deus o mantenha afastado de seus inimigos, como uma língua muito longa e o liberalismo de inspiração satânica que pretende demolir a Santa Igreja Católica, e que Nossa Senhora da Boa Morte esteja junto dele em seu momento final para sua salvação.
    Que Deus proteja o Papa de si mesmo.

  2. “Deus in adiutorium ‘nostrum’ intende…”

  3. Antes o cardinalato servia para dar um título honorífico aos cardeais com cargo na cúria romana, exaltar uma antiga e tradicional sede metropolitana, ou honrar um prelado santo ou que sofreu pela sua fé. Atualmente os consistórios servem para conceder “o chapéu vermelho a bispos que compartilham de sua visão de reforma “?

    • Qual o espanto? Poucos foram os papas desde século x que nomearam cardeais livres de interesses políticos, econômicos ou coisa que o valha. E mesmo cardeais não alinhados do ponto de vista ideologico/doutrinal.
      A história da igreja, a tradição, evidenciam isso sem nenhum pudor!
      A ideia de uma aposentadoria papal vem do Concílio Vaticano I, quando foi ventilada. No CV II ganhou força, mas ainda insuficiente. Alguns estudiosos inclusive apontam hoje papa emérito Bento XVI como apoiador dessa ideia. O mundo tomou uma dinâmica muito diferente da Igreja. Papados longos como o de Pio XII ou João Paulo II já não são desejados.
      Os últimos anos do pontificado de JP II deixaram importantes interrogações a Igreja, afinal se tinha um papa com capacidades fisicas e mentais frágeis. E poderiamos ter tido um final de pontificado governado pelo Conselho dos Cardeais, algo raro ou inédito na história.
      Oremos pelo papa Francisco e pecamos a Deus que qualquer decisão tomada pelo Santo Padre seja feita na maturidade da fé!

  4. Já pensou se acaso for verídico que o papa Francisco planejaria e de fato colocar em prática a instalação de algum cardeal com as ideias politicamente corretas de D Charles Scicluna e doutro bispo de Malta, D Mario Grech de Gozo – fortes candidatos ao papado da Ditadura do Relativismo?
    Dessa vez então ele seria o espírito santo inspirador e dirigindo o “conclave”, melhor, “sineclave” – e seria uma mera reunião com tudo previamente acertado – como profanamente agem com as licitações, cujos vencedores são aqueles pré determinados?
    Ambos acima concordam entre si e disse aquele que “suspenderão a divinis os sacerdotes que não darem a S Comunhão aos divorciados em adulterio”.
    Idem: “quem quiser descobrir o que Jesus quer d’Ele, deve pedir ao papa, a este papa, não ao que esteve antes dele ou a alguns que vieram antes daquele, senão a esse papa atual”.
    Ainda, possíveis heréticos se mantiverem nessas intenções de procederem abusivamente e, de igual forma, serão descartados sem cerimonia alguma os eventuais seminaristas da diocese discordantes do papa Francisco.
    Sem comentar o caso de outra opção de algum cardeal com a mente deturpada, relativista, acolhedor e defensor das feminocomunazifascistas no Vaticano, Pe Arturo M Abascal, referindo-se ao se dever reinterpretar o que Jesus disse, já que naquele tempo não existia gravador e mais comprovantes atuais de veracidade!…
    *Tempos funestos sobrevirão, nos quais …. aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja para fazer o que estes quiserem” (II, 98).
    N Senhora do B Sucesso.

  5. Meu Deus do céu…. Que tempos vivemos! A Santa Sé está parecendo um hospício!

  6. Os cardeais escolhidos pelo Papa não são nenhuma garantia de sua influência em um conclave. Basta recordar que os cardeais que elegeram o Papa Francisco foram todos escolhidos por João Paulo II e por Bento XVI, ou seja, depois de 35 anos de pontificado desses dois papas, esperava-se um sucessor com a mesma orientação. Aliás, o próprio Papa Francisco foi criado cardeal por S. João Paulo II, que certamente o escolheu por considera-lo conservador e contrário à Teologia da Libertação na América Latina. Além disso, há certas atitudes e decisões que são bem próprias da personalidade do Papa Francisco, que certamente não serão reproduzidas por seu sucessor, seja este “liberal” ou “conservador”!

  7. “Confirmai na fé e na caridade a vossa Igreja, enquanto caminha neste mundo: o vosso servo o papa, o nosso bispo, com os bispos do mundo inteiro, o clero e todo o povo que conquistastes.”

  8. Desse jeito, daqui a pouco vai ser preciso criar um asilo só de ex-papas (“Lar dos Velhinhos S. Pedro”)…

  9. “La voiture de l’Église n’a pas de vitesse pour passer en marche arrière”, a poursuivi Maradiaga. “Il tire lui-même de l’avant parce que l’Esprit Saint n’est pas l’habitude de revenir en arrière.”
    Il a dit qu’il n’est pas inquiète à propos de la direction de l’Église, car “il n’est pas Francis, c’est l’Esprit Saint qui guide l’Église.”
    “Das Auto der Kirche hat kein Gang rückwärts zu gehen”, so Maradiaga. “Es zieht sich vorwärts, weil der Heilige Geist nicht gewöhnt ist, rückwärts zu gehen.”
    Er sagt, er sei nicht über die Richtung der Kirche besorgt, weil “es ist nicht Francis, es der Heilige Geist ist, der die Kirche leitet.”
    “O carro da Igreja não tem a engrenagem para ir em marcha a ré,” continuou Maradiaga. “puxa-se porque o Espírito Santo não está acostumado a ir para trás.”
    Ele disse que não está preocupado sobre o sentido da Igreja porque “não é Francisco, é o Espírito Santo que guia a Igreja”.
    “ان سيارة الكنيسة لم ترس الرجوع الى الخلف” من استمرار مارادياغا. “تسحب نفسها لان الروح القدس لم تعتد على العودة الى الوراء.”
    وقال انه ليس قلقا بشان اتجاه الكنيسة لانه “ليس فرانسيس, الروح القدس الذى يرشد ا

  10. “The car of the Church has no gear to go in reverse,” continued Maradiaga. “It pulls itself forward because the Holy Spirit is not accustomed to go backwards.”
    He said he’s not worried about the direction of the Church because “it is not Francis, it is the Holy Spirit who guides the Church.”
    https://www.lifesitenews.com/news/papal-advisor-rips-dubia-cardinals-they-have-not-read-amoris-laetitia

  11. O homem tem seus planos mas na maioria das vezes aqueles não são compatíveis com os de Deus, que com sua Providência desfaz os projetos astutos e ímpios. Não sei se o Papa Francisco renunciará, mas é claro que os seus apoiadores temem pelo futuro das reformas. Desde o início sempre pensei que a renúncia de Bento XVI estaria ligada a pressões e talvez até mesmo a qualquer intuição sobrenatural de que devia abdicar o ministério, mas, ao olhar a teologia de Ratzinger, sou tentado a concluir que tudo não passou de uma decisão livre de que realmente o Papa deve deixar a Sé Petrina caso conclua ser incapaz física e mentalmente de guiar a barca da Igreja, criando assim o instituto do Papa emérito, para modernizar a Igreja.

  12. Se Bergoglio for mesmo o “Bispo vestido de branco” que os pastorzinhos de Fátima viram como “algo semelhante a como se vêem as pessoas n’um espelho quando lhe passam por diante” e que “parecia” ser o Santo Padre, preparem-se para ver um funeral antes do próximo conclave.

    • Perfeito o raciocínio, Gercione!
      Realmente o papa Francisco está com os dias contados. Na viagem à Coreia, ele disse que o mundo já vive a 3ª Guerra Mundial, mas fragmentada e que viveria no máximo até 2017/2018.
      E todas as profecias atuais e antigas (São Malaquias) dizem isso.
      Quem viver, verá!

  13. É triste e ao mesmo tempo revoltante ver como os modernistas estão achincalhando a Santa Madre Igreja. Tratam-na como o fizeram os judeus com Nosso Senhor Jesus Cristo em sua coroação de espinhos. Este tempo do “poder das trevas”, porém, está prestes a se extinguir, porque Jesus Cristo ama a Sua Igreja “e por ela se entregou a si mesmo, para a santificar […], para apresentar a si mesmo esta Igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e imaculada” (cf. Efésios, V, 25-27). Tudo leva a crer que o 3º segredo de Fátima está próximo de seu cumprimento. Triunfará por fim o Imaculado Coração de Maria! Amém!

  14. Sobre a “possibilidade surreal de que teremos três papas e ex-papas vivos”: é o que pensaria o povo, e serviria de fundamento para isso a nova ideia do “papado estendido”, contrária às formulações dogmáticas do Concílio Vaticano I.
    .
    Não obstante, segundo a doutrina tradicional da Igreja, haveria só um papa, os outros dois ex-papas seriam apenas bispos, ainda que portassem o título honorífico de papas eméritos.
    .
    Essa confusão acerca de três papas é um claro sinal da penetração do caos na Santa Igreja. Mas é bom lembrar que o Chefe da Igreja é Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele restabelecerá a ordem. Expectans expectavi Dominum (Sl 39, 2): É preciso esperar pacientemente a hora da intervenção do Senhor.

  15. A arrogância dos homens e a falta do temor de Deus está tão entranhada dentro de Igreja, que a limpeza feita pelo próprio Deus terá de ser tão radical, que grande parte dos homens da Igreja terão que ser eliminados da superfície da terra. Se existe alguém que julga que o triunfo do Imaculado Coração de Maria virá levemente sem sangue e muita dor está muito enganado. O triunfo do Imaculado Coração de Maria consistirá também na limpeza da Igreja de toda a heresia e dos elementos que hoje já se transformaram em leais servos de Satanás.
    Fala-se de Fátima mas nunca nas mensagens de Nossa Senhora, Fátima tornou-se numa mensagem soft sem qualquer exigência de sacrifício ou conversão. Em Fátima N.S. não teve pudor em mostrar o estado das almas no inferno a crianças, mas o nova igreja já diluiu a sua mensagem numa numa “soft drink” para ser consumida por todos. Bergoglio já declarou que o inferno é apenas o afastamento de Deus não uma sala de torturas. Sigam a igreja de Bergoglio e esquecem o que a Igreja tem ensinado ao longo de 2000 anos e depois não culpem Deus pela vossa própria condenação.

  16. Com ação simoníaca dos bispos alemães, é possível George Soros saia eleito para o pontificado panteísta-boiolista-ecumênico.