O Cardeal Burke…

Recebeu em mãos, hoje pela manhã, as mensagens de nossos leitores. Rezemos sempre mais por esse valoroso cardeal. 

Anúncios

5 Comentários to “O Cardeal Burke…”

  1. Sabemos que Cardeal Burke está fazendo grande serviço para a Igreja de Jesus Cristo. Porém, não esqueçamos que esta crise não vem somente de Amoris Laetitia, e seria muita ingenuidade buscar toda a solução do problema nisto. A crise da Igreja não é a do casamento. A crise do casamento é apenas uma consequência a mais de uma crise muito mais profunda na Igreja e nos homens. Não, isto não vem de agora, o problema é muito mais profundo, e por enquanto o mesmo digníssimo cardeal infelizmente o vem omitindo. Não podemos fazer de conta que não existem forças demoníacas encarnadas em liberalismo, na apostasia geral, na traição de muitos membros da hierarquia, do topo dela mesmo, assim como a decadência e miséria de outros membros desta mesma hierarquia. Não esqueçamos que houve traição dogmática na prática depois do CVII, apesar de na teoria o mesmo não ser dogmático, não esqueçamos que não houve um Monsenhor Lefebvre que foi massacrado e ignorado por nós mesmos católicos fracos e débeis, que há uma Fraternidade São Pio X que agora está afundando, e tudo o que daí decorre há quase 60 anos. Se queremos que algo melhore, comecemos por aceitar integralmente a Verdade, que tenhamos coragem em fazer face a ela, e não agir como tíbios e fracos, mentindo para nós mesmos, e crer que ele é o único herói. Não, apesar de ser um alívio e um respiro nos momentos atuais, Cardeal Burke apenas começou a falar, e só sobre Amoris Laetitia em 2014. Mas onde ele estava nos últimos 55 anos? Portanto, sejamos sensatos e prudentes, caros irmãos. Não mintamos para nós mesmos, não coloquemos coroa de louros antes do tempo. Que nosso sim seja sim, e que nosso não seja não. A Verdade dói, mas liberta. Essa excesso de esperança misturado com omissões é sinal já de fraqueza e autotraição para com a Verdade, que é o Cristo.

  2. Só uma dúvida: vocês traduziram as nossas mensagens, ou o Cardeal sabe ler em português?

  3. Estava olhando o site das arquidioceses por onde passou o cardeal Burke e não encontrei sequer uma nota referente a visita dele. Também não me consta que algum dos respectivos arcebispos tenha encontrado ou concelebrado com o cardeal.
    Agora se visitasse o território nacional algum “digníssimo” prelado do naipe de Maradiaga, “Trucho”, Marx, Dannells, Bonny, De Kesel, Marini (Piero), Sodano, Cañizares (ontem era o “pequeno Ratzinger”, hoje é o “pequeno Bergoglio”), Tobin et caterva, aposto que toda a CNBB estaria em peso até para recebê-lo no aeroporto, e teria a sua visita devidamente noticiada na imprensa dita católica, e claro, certamente não iria faltar uma palestra ou congresso em alguma PUC ou colégio “de padre ou de freira”.

  4. Participei da missa ponticial de Corpus Christi na Igreja do Rosário dos Homens Preto em Belém do Pará. Gostaria de entender a participação de um senhor de fraque (e condecorações), que pareceu desenvolver alguma função. Ele adentrou junto com padres e acólitos na procissão de entrada e se posicionou do lado de dentro do presbítero, à vista dos fiéis. Por caridade me ajudem a entender, pois ensinar um ignorante é um ato de misericordia