Adiós, amigo.

Por FratresInUnum.com – Segundo Corrispondenza Romana, o Papa Francisco teria demitido hoje o Cardeal Gerhard Ludwig Müller, até então Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, ao término de seu mandato de 5 anos — para chefia de dicastérios, tal mandato é apenas “pro forma”, pois são quase sempre renovados.

el-cardenal-gerhard-muller

Müller se destacou recentemente por criticar os “intérpretes” mais heterodoxos de Amoris Laetitia, sempre buscando apresentar uma leitura do documento à luz do magistério precedente.

O mínimo pudor que o Papa Francisco tinha em relação aos “remanescentes” mais próximos de Bento XVI parece, definitivamente, ser coisa do passado.

 

 

 

 

Anúncios

4 Comentários to “Adiós, amigo.”

  1. Ouvi dizer que uma bispa anglicana pró eutanásia, aborto e uniões sapatonisticas, já nomeada cardeoa in pectore, irá suceder Muller. Sua companheira de 47 anos de união instável será secretaria da Congregação da falta de doutrina e de fé.

  2. a igreja está num caos, num verdadeiro caos, como é que ninguém quer ver o que se passa?

  3. Se a situação continuar na destituição dos remanescentes mais conservadores do Vaticano, caso D Muller, mais varios desses nomeados pelo papa Bento XVI e aí instalando apenas relativistas, a Igreja degradaria-se a ponto de ficar irreconhecível à anterior de 2000 anos!
    Assim, estaria na direção de uma nova doutrina à la D Coccopalmerio, D Daneels, do ultra subversivo Catecismo Holandês, do pentecostalismo protestante, de subsidiarios da maçonaria acantonados em partidos ou movimentos ideológicos falsarios, como na Heresia da Libertação – a TL – etc., apoiando a tudo quanto são ensinamentos contrarios à Doutrina de sempre. Dentro em breve teríamos uma nova igreja, quer a “católica renovada”, ou a “católica restaurada” e/ou mais denominações melhor convenientes.
    Certamente, manteria similarmente os ritos para ludibriar os incautos, e teria muitas adesões dos apreciadores de uma doutrina mais interessante; por outro lado, teria as mesmas opções dentro do protestantismo de atendimento a uma clientela diversificada, possibilitando até o inicio até uma competição – qual delas seria a mais atraente e qual arrebanharia mais adeptos?

  4. Como fazem as crianças: “Tu não brinca mais”!