Papa intima religiosos belgas a deixar de oferecer eutanásia a doentes mentais.

Cidade do Vaticano (RV) – A Sala de Imprensa da Santa Sé confirma que o Papa Francisco ordenou ao ramo belga do Instituto religioso dos Irmãos da Caridade para por fim até este mês de agosto à prática de oferecer a eutanásia aos pacientes psiquiátricos internados nas estruturas que administra.

A ordem foi transmitida pela Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica ao Superior Geral do Instituto, Frei René Stockman. Caso não for atendida, será ocasião para severos procedimentos canônicos, que podem incorrer em excomunhão.

O próprio Stockman havia afirmado à Agência dos bispos estadunidenses CNS que o Papa havia aprovado pessoalmente a intimação para que os métodos em uso fossem interrompidos até agosto pela instituição, que administra 15 centros para pacientes com problemas psiquiátricos.

Uso da eutanásia

O grupo dos Irmãos da Caridade havia anunciado em maio que permitiria que os médicos realizassem a eutanásia em seus 15 hospitais psiquiátricos na Bélgica – país que junto com a Holanda autoriza o uso da eutanásia em pacientes com problemas de saúde mental. A instituição de caridade disse em uma declaração que a eutanásia só seria realizada caso não houvesse “nenhuma alternativa de tratamento razoável”. A eutanásia vai contra os princípios da Igreja Católica e a Santa Sé começou a investigar a decisão do conselho de administração do grupo em permitir a prática da eutanásia. Magistério da Igreja.

Os religiosos que fazem parte do conselho do Grupo Irmãos da Caridade deverão assinar uma carta a ser enviada ao Superior Geral declarando que “apoiam plenamente a visão do Magistério da Igreja Católica, que sempre confirmou que a vida humana deve ser respeitada e protegida em termos absolutos, desde o momento da concepção até seu fim natural”.

Os irmãos que se recusarem a assinar tal declaração sofrerão sanções com base no Direito Canônico, enquanto o grupo poderá sofrer ações legais, o que contempla até mesmo a expulsão da Igreja caso não houver mudança nos métodos usados. “O grupo – acrescentou Stockman – não deve mais considerar a eutanásia, em nenhuma circunstância, como solução para os sofrimentos humanos”. (JE/AP)

Tags:

24 Comentários to “Papa intima religiosos belgas a deixar de oferecer eutanásia a doentes mentais.”

  1. Deo gratias.

  2. Papa irá visitar a Russia? O número dois do Vaticano, Pietro Parolin, viajará a Moscovo de 20 a 24 de Agosto para tratar de uma eventual viagem do Papa Francisco à Russia, a primeira do género de um Papa, disse Pietro Parolin esta quarta-feira passada numa entrevista no diário Corriere della Sera. http://www.mensagemdegarabandal.com/l/visita-do-papa-a-russia/

  3. Essa notícia é uma boa ocasião para discutirmos a situação dos doentes mentais na sociedade, mas também na Igreja. Infelizmente os doentes mentais são considerados, ainda que silenciosamente, como o lixo da sociedade (perdoem-me as palavras duras), como algo a ser descartado.

    Os doentes mentais hoje em dia são estigmatizados e isolados socialmente como antigamente eram os leprosos.

    Essa notícia mostra o futuro sombrio que o mundo tem preparado para as pessoas que sofrem de alguma doença mental.

    Aqui no Brasil não se pratica a eutanasia para doentes mentais, mas a situação dessas pessoas é de abandono, pois a lei Antimanicomial (lei 10.2016), proíbe a internação dessas pessoas doentes, só a permitindo em casos excepcionais; quando sabemos que muitas pessoas pobres que sofrem de alguma doença mental precisariam de cuidados constantes, os quais as suas famílias não têm condições de dar.

    Sem me permitem, gostaria de partilhar um vídeo sobre o assunto.

    Reforma Psiquiátrica no Brasil – Programa Sem Censura

    Sobre a atitude do Papa Francisco, creio que dispensa comentários.

  4. Acredito que a atitude do Papa Francisco dispensa comentários. Por isso, gostaria de aproveitar esse tema que toca na dignidade dos doentes mentais e chamar a atenção para a ajuda espiritual que a Igreja pode dar a essas pessoas doentes.

    Sabemos que a psicologia moderna e a psiquiatria tratam as doenças mentais como tendo causas meramente biológicas ou bioquímicas, quando são males predominantemente espirituais. Sabemos também que cada caso é um caso, mas, por exemplo, muitas doenças mentais têm alguma causa espiritual, um pecado que pode ter dado abertura ao demônio para causar algum transtorno mental na pessoa. Os exorcistas por exemplo costumam relatar curas de pessoas com problemas mentais, depois de realizados exorcismos. Mas isso não significa que toda doença mental seja causada pelo demônio, mas onde há a doença está ligada a algum pecado não se pode excluir a possibilidade de influência do demônio.

    A oração pela cura da árvore genealógica também é algo espiritual muito importante que a Igreja, através de seus sacerdotes, pode fazer para ajudar os doentes mentais e até mesmo trazer a sua cura.

    • Que tipo de superstição é essa, a da “cura da árvore genealógica” ? Uma vez que a pessoa morreu, não pode mais ser alcançada por cura alguma, a menos que imaginemos, como os “espíritas”, que há uma espécie de hospital das almas no além-túmulo (ou além-crematório para alguns…). Se tal hospital kardecista não passa de uma aberrante fantasia diabólica, que não encontra fundamento algum na Revelação, então, como alguém pode ser “curado” de algo?
      Nem se diga que isso se dá no purgatório, pois no purgatório as almas apenas expiam as penas temporais.

    • PW, eu usei a expressão “cura da árvore genealógica” porque é a expressão mais conhecida e mais comumente usada para se referir a cura dos vivos através da oração pelos antepassados, tendo em vista o perdão e a expiação dos pecados destes, lembrando que o pecado dos antepassados provoca o castigo de Deus sobre os seus descendentes conforme Números 14,18 ([O Senhor] castiga a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e a quarta geração.) Tais castigos se dão na forma de doenças e outros tipos de males que podem se acometer sobre um indivíduo e outros membros da família deste. Outras expressões que podem ser usadas no lugar de “cura da árvore genealógica” são cura entre gerações ou quebra de maldições hereditárias. Acredito que o tema seja desconhecido porque pouco se divulga a teologia mística. Um padre católico que abordou o tema de forma bastante ampla é o Pe. John H. Hampsch no livro “Healing Your Family Tree”. Outros padres também já abordaram o tema; inclusive um brasileiro, o Pe. Jorge Tadeu Hermes, cujo livro “Para Curar Sua Árvore Genealógica”, infelizmente, é de difícil acesso, pois só é divulgado em ambiente carismático. Nunca vi esse livro do Pe. Jorge Tadeu fora de um ambiente carismático.

  5. É horrível saber de religiosos envolvidos com homicídios. Parece mesmo não haver limites para a corrupção do clero pós-Vaticano II: até com sangue estão sujando as mãos. Mas pelo menos Francisco agiu bem neste caso (ufa!)…
    Alguns anos atrás eu soube também de um padre no sul do Brasil que havia instalado uma clínica clandestina de abortos dentro da casa paroquial: que a Santíssima Trindade tenha misericórdia de nós, e nos livre desses asseclas do inferno, que, não contentes com matar as almas, ainda violam até a vida corporal do seu próximo!

  6. Toma! Viva o Papa!

  7. O mesmo deveria estar fazendo o papa Francisco com relação ao aborto, insistindo no tema recorrentemente por se tratar de extrema maldade, homicidio doloso, premeditado, agravado de muitas penas adicionais por ser cometido contra seres indefesos, sumamente praticados e implementados por partidos de ideologias de esquerda, além desses serem facilitadores de surgimento de pessoas desequilibradas, psicóticas e outros males psiquiátricos por causa dos odios entre pessoas e grupos que incrementam, necessitando serem rigidamente combatidos!
    Igualmente, ao mesmo tempo, estar censurando a campeã mundial de abomináveis práticas, como a China – que descarta os desequilibrados mentais, industrializa crianças abortadas as dessecado, como para soborizantes, tipo caldo de carne, rações proteicas e até produtos de beleza – assim como os carniceiros Obama, Castro, Hollande e outros demonios ambulantes que defendem essa nefastas pragas a unhas e dentes, caso desses comunistas e os do Brasil e doutros na A Latrina, assim como o Maduro, Correa, Evo Morales e mais vilões, escorias da humanidade!
    Que “irmãos da caridade” eram esses acima da terrinha de D Daneels, mais de parecendo a turma dos “direitozumanos” do abortista PT?!

  8. Reforçando meu 2º comentário, penso que a Igreja não pode relegar as pessoas que sofrem de alguma doença ou transtorno mental apenas ao tratamento psiquiátrico e medicamentoso. É muito importante também a ajuda espiritual. Nesse sentido, a oração de cura pela árvore genealógica é uma forma interessante de ajuda que pode ser dada aos doentes mentais.
    Se me permitem, partilho uma palestra sobre o assunto. Ao final dessa palestra, dois padres católicos de rito armênio fazem uma oração pela cura da árvore genealógica.
    Cura de Gerações
    https://youtu.be/2tnbQtPALCQ

    • Alex, isso é prática muito comum de seitas pentecostais evangélicas – já vi varios anuncios deles, como do E Macedo e outros prometendo curas totais da árvore genealógica, sabe, eles acreditam piamente nisso, e de carismáticos e padres deles, os das “curas e libertação”, e acho que o Pe Manzottti adotaria isso!
      Acabam negando o batismo e a confissão, sendo como se as pessoas tivessem que pagar por pecados de parentes que já faleceram e as culpas e envolvimentos deles com magia cairem em cima dos da familia, como herança maldita, isso é coisa de espíritas.
      “Tiramos heranças malditas de v e de sua familia”, são os anuncios protestantes pentecostais que já vi em folhetos, e é o diabo querendo curar, só pode ser!

    • Paulo, não é porque igrejas pentecostais pregam determinada coisa que isso necessariamente vai deixar de ser verdade. Se partirmos de Números 14,18 (“[…] [O Senhor] castiga a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e a quarta geração.”), não será difícil admitir que sofremos as consequências dos pecados dos nossos pais e de outros antepassados nossos, seja em forma de doenças físicas, mentais ou espirituais.

  9. “Uma no prego e um milhão na ferradura.”

  10. como é possível religiosos, matarem pessoas indefesas?

  11. O grupo dos Irmãos da Caridade [cujos membros encontram-se de férias nas praias de Cancun e de Ibiza] havia anunciado em maio que permitiria [com muito gosto] que os médicos [que não querem ter trabalho com doentes trabalhosos] realizassem a eutanásia [com injeção letal asfixiante] em seus 15 hospitais [construídos, outrora, com a esmola dos católicos, para o atendimento dos pobres, mas que agora só atende aos bem pagantes] país [que será o primeiro totalmente islamizado da Europa] que junto com a Holanda [brejo aderente do niilismo mais corrosivo] autoriza [cotra a lei natural e a caridade] o uso da eutanásia [eufemismo para extermínio “legal” de incapazes] em pacientes [que apesar da doença são seres humanos de pleno direito natural] com problemas de saúde mental [que pode afetar qualquer um de nós, mas sobretudo os habitantes do flat Santa Marta]

  12. Não conheço Padre Manzotti, mas conheço padres católicos que fazem orações de cura e libertação e não negam a confissão nem o batismo, aliás a confissão é sempre o primeiro remédio que aconselham quando se trata de problemas espirituais. Se houver confissão bem feita, (missa e oração diária do Rosário) por vezes o problema desaparece por si só. Há vários videos do Padre Duarte Sousa Lara falando disso.

  13. Partilhando uma reflexão sobre os processos de legalização da eutanasia na sociedade; (essa reflexão) mostra como isso está relacionado com o totalitarismo do estado.

    https://algolminima.blogspot.com.br/2016/03/a-tentacao-totalitaria-da-nossa-epoca.html

    O mundo está num processo de desumanização cada vez mais feroz. É de se temer pelo futuro das pessoas mais fracas e indesejadas da sociedade, como, por exemplo, os doentes mentais.

  14. Que diferença há entre Holanda e Bélgica e a Alemanha Nazista que exterminou as pessoas indesejáveis, entre elas os doentes mentais?
    – Nenhuma!!!
    A desumanidade demoníaca dos nossos dias é pior do que as havidas anteriormente, pois aquelas foram combatidas e derrotadas enquanto que as de hoje são tidas como sinônimo de civilidade! Louvo a atitude de Bergóglio e rezo para que ele mude os rumos da Nau e atraque nos pilares seguros, pois a tempestade não tarda.

  15. O Papa Francisco é uma montanha russa! Uma hora deixa o mundo feliz e a Igreja triste, outra hora golpeia o mundo e enaltece a Igreja. Que sufoco, mas que bom que em meio a tanta confusão de vez em quando o papa dá uma bola dentro! Oremus pro pontifice nostro.

  16. Deixa ver se eu entendi direito…os tais “Irmãos do Assassinato por Caridade” tem ainda até o final deste mês de agosto para deixar de oferecer a eutanásia aos pacientes psiquiátricos internados nas estruturas que eles administram?
    Quer dizer que até o final do mês de agosto eles ainda tem tempo pra acelerar a matança antes que Bergoglio resolva tomar “severos procedimentos canônicos, que podem incorrer até em excomunhão”?
    Me parece que a “caridade assassina” de Bergoglio não esperou até o fim do mês de agosto pra lançar uma sentença de excomunhão contra um octogenário na Colômbia que ousou questionar sua legitimidade!
    Que uma instituição que se diz Católica, administrada por “religiosos” que se dizem Católicos estejam dando injeção letal em pacientes com poblemas psiquiátrios é um escândalo que brada aos céus!
    Talvez o fato desse escândalo ter vindo à tona seja um daqueles primeiros frutos do sacrifício de Charlie Gard.
    De fato, pegava muito mal para a Igreja se engajar na campanha contra a eutanásia daquele menino, enquanto um hospital mantido por religiosos que se dizem Católicos fazem o mesmo e por tanto tempo com ou sem o conhecimento da hierarquia.

    • Em alguns casos como a ditadura do Maduro e o caso da eutanásia do menino Charlie Gard , a Igreja está se “manifestado” com cartas ou notinhas no site do vaticano e sempre feitos por cardeais, nunca feitas com veemência e pelo Papa.Em alguns casos que não “interessam” a Igreja, temos apenas fofocas, em outros que interessam mais o mundo , como a nova ondem mundial e o comunismo, nós já temos gritos.

  17. A maior surpresa dessa notícia não é a de que tal punição seja ciceroneada por Francisco que dá “um no prego e um milhão na ferradura”,mas a de que “religiosos católicos” pratiquem a eutanásia e que tenham ganho até prazo para deixar de praticá-la como se fosse outorgada,até o dia tal,a prática da eutanásia e que,depois desse dia,fazê-la seria repugnável.

  18. Vejo que temos alguns idolatras, alguns adoradores do Papa que estão escrevendo no site. Vamos com calma, o Papa está “intimando” que o ramo belga do Instituto religioso dos Irmãos da Caridade para pôr fim até este mês de agosto à prática de oferecer a eutanásia aos pacientes psiquiátricos internados nas estruturas que administra, ou seja, nada de pressa, nada de preocupação e nada de prender esses criminosos.
    O Papa só fala forte contra o tal do “capitalismo”, não fala contra o aborto, o casamento gay, a ideologia de gênero, a eutanásia, o socialismo/comunismo (não adianta pedir para um cardeal falar contra o Maduro mandar dizer que está rezando pelo povo, que isso não engana mais ninguém, fale você mesmo contra a ditadura comunista do Maduro),etc.
    Pena que ele engana muita gente ainda.