Foto da semana.

Campos, 19 de agosto de 2017: O Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, celebra Missa Pontifical no Rito de São Pio V por ocasião do 15º aniversário de ereção da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney. Acompanharam a celebração, além de Dom Fernando Rifan, o Cardeal Dom Orani e outros bispos do estado do Rio de Janeiro.

Anúncios

6 Comentários to “Foto da semana.”

  1. O Núncio celebrando São Pio V? Por essa eu não esperava…

  2. Houvesse a pregação contra os erros atuais, estaria tudo perfeito. É difícil imaginar o futuro de uma obra que, em troco de uma paz política e injusta, põe o Evangelho debaixo do tapete vermelho (e passa por cima dele).

  3. Na perspectiva do sr Wimmer, Jesus também foi covarde! Não falou nada contra as idolatrias e prostituições no Imperio Romano. Imagina que S. João Batista perdeu a cabeça por causa de Herodes e Jesus nada falou. Nem contra a vida errada de Herodes. Seria politica? Sabemos que Jesus não era politico. E ainda multiplicou o vinho, e vinho bom, depois que, segundo o Evangelho, os convidados já tinham bebido bem.Existe modos de se resolver as coisas de uma moneira mais positivo. E como se vê, tem mais bons resultados. Certamento o sr Wimmer deve ter problemas em sua familia que não fala nada, mas resolve de um modo mais positivo. Portanto Sr. Wimmer acho que diante de sua inveja, é melhor colocar é sua lingua debaixo desse tapete vermelho.

    • Não vou nem me dar ao trabalho de refutar as suas grotescas blasfêmias “Jesus também foi covarde! Não falou nada contra as idolatrias e prostituições no Imperio Romano”. Seus insultos, inclusive quanto a minha família, honrada e numerosa aliás, são igualmente desdenhados.
      Mas … inveja de que? De roupas vistosas? Relações com os poderosos? Luzes, câmeras e ação…? Talvez sejam esses os objetos do seu inane e deslumbrado horizonte, não os meus.
      Veja bem, ó amargo grude: tudo isso é para gente simplória como os parvos da sua categoria e origem. Não vou, publicamente, inferir nada sobre suas quem são os seus. Seu vômito fala de per si.
      Note bem: se roupas vistosas, relações com os poderosos, luzes, câmeras e ação, se tudo isso não serve para a manutenção da fé, e a manutenção da fé EXIGE NECESSARIAMENTE que se combata o erro, então – ó amargo grude das passageiras vedetes do “poder” – essa parafernália vale pouco, e, afora a eficácia do sacramento que existe mesmo na missa nova, tudo isso serve apenas para embevecer incautos e deslumbrar os símplices enfurecidos como o senhor, manifestamente, mostra ser o seu caso.
      Reze bastante, desconfie sempre de si e peça lucidez ao Espírito Santo.