O impressionante milagre que levou o teólogo da Conferência Episcopal dos EUA a criticar o Papa Francisco.

Por Claire Chretien, 2 de novembro de 2017 – LifeSiteNews | Tradução: FratresInUnum.com – O padre que acabou de ser despedido pela Conferência dos Bispos dos Estados Unidos por publicar uma carta criticando o Papa Francisco afirmou que um “sinal claro” de Deus o convenceu que ele possuía um “mandato apostólico” de escrevê-la.

Padre Thomas Weinandy, antigo responsável para a doutrina da Conferência Episcopal dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB), escreveu uma carta ao Papa Francisco na qual afirmou que seu pontificado é marcado pela “confusão crônica”, desprezo da doutrina e cultura do medo.

Após publicar a sua carta, a USCCB pediu a Weinandy que renunciasse ao posto de consultor, o que ele fez. O presidente da USCCB então publicou uma declaração sobre o “diálogo” na qual ele garantiu a “lealdade” dos bispos dos EUA ao Papa Francisco. 

Weinandy afirmou ao site The Catholic Thing’s, de Robert Royal, que ele vinha pensando em escrever a carta enquanto estava em Roma, no último mês de maio. Ele estava “rezando sobre o estado presente da Igreja e as angústias que tinha sobre o atual pontificado”.

“Eu suplicava a Jesus e Maria, a São Pedro e a todos os santos papas que estão enterrados lá, que fizessem algo para corrigir a confusão e a agitação dentro da Igreja hoje, um caos e uma incerteza que eu sentia que o próprio Papa Francisco havia causado”, contou Weinandy.

Ele estava “ponderando” se “escrevia e publicada algo expressando minhas preocupações e angústia”, mas não tinha certeza se deveria.

De maneira atípica, ele não conseguiu dormir durante uma de suas últimas noites em Roma, e, em algum momento depois da 1:15 da manhã, rezou a Deus:

“Se quereis que eu escreve algo, dai-me um sinal claro. Assim deve ser o sinal. Amanhã, pela manhã, irei a Santa Maria Maior para rezar e, depois, vou a São João de Latrão. Mais tarde, voltarei para São Pedro, para almoçar com um amigo da época de seminário. Neste ínterim, eu devo encontrar alguém que conheço, mas não vejo há muito tempo e que nunca esperaria ver em Roma desta vez. Essa pessoa não pode ser dos Estados Unidos, Canadá ou Grã-Bretanha. Além disso, a pessoa tem de me dizer ao longo de nossa conversa: “Continue escrevendo bem”.

Após almoçar com seu amigo de seminário, “aquilo que eu havia pedido ao Senhor na noite anterior sequer estava mais em minha mente”.

Então, um arcebispo que Weinandy não via há 20 anos apareceu. O arcebispo, que não era americano, canadense nem britânico, “eu nunca esperaria ver em Roma ou em qualquer outro lugar, a não ser em sua arquidiocese”, disse Weinandy.

O arcebispo “disse ao meu amigo que nos encontramos há muito tempo e que ele tinha, naquela ocasião, apenas acabado de ler meu livro sobre a imutabilidade de Deus e a Encarnação”.

E “ele disse ao meu amigo que era um excelente livro, que o ajudou a organizar as idéias sobre o assunto, e que meu amigo deveria ler o livro. Então, ele se voltou para mim e disse: ‘continue escrevendo bem'”.

Naquele instante, “não havia mais nenhuma dúvida em minha mente de que Jesus queria que eu escrevesse algo”, disse Weinandy.

Ele pensou ser particularmente significativo que o “sinal” de Deus tinha vindo por um arcebispo: “Eu considerei isso um mandato apostólico”.

Image

Então escreva: ‹‹ Eles vos expulsarão da USSCB”… desculpe, quis dizer “Sinagogas” ›› . 

 

Weinandy “ponderou” e escreveu “muitos rascunhos”.

“Eu decidi escrever diretamente ao Papa Francisco sobre as minhas preocupações”, disse. “No entanto, eu sempre tive a intenção de tornar isso público, uma vez que sentia que muitas das minhas preocupações eram as mesmas que outras pessoas tinham, especialmente entre os leigos, e, assim, quis publicamente dar voz também às suas preocupações”.

Tags:

24 Comentários to “O impressionante milagre que levou o teólogo da Conferência Episcopal dos EUA a criticar o Papa Francisco.”

  1. Deus está agindo.

  2. impressionante, magnífico! O Céu fala; comunhão dos Santos

  3. Sabemos que Cristo disse que estaria com sua Igreja todos os dias mas tempos terríveis como os atuais nos fazem duvidar, mensagens como esta são um grande consolo. Deus não dormiu, o que Ele quer de nós neste momento?

  4. Assim é que é. Não tenho dúvidas de que o Rev. Padre está falando a verdade de como se deu sua decisão.

  5. Seguramente foi, sim, um sinal do Céu!

  6. No século XIII a Igreja possuía total e absoluta influência sobre o plano temporal.

    Levantou-se Francisco.

    Com humildade converteu o coração do Sumo Pontífice. Obediente, soube esperar. Não se viu no direito de argumentar contra o Santo Padre, alegando receber um sinal do próprio Cristo que lhe pedira para reconstruiu sua Igreja.

    O Espírito Santo que não pode nos enganar, nem enganar-se, deu o sinal: ao próprio Papa.

  7. É bastante crível esse relato do Pe Thomas Weinandy pois varios sacerdotes sem saberem a quem recorrer estão em situação de penuria de consciencia, deparando-se como situações atípicas, como nas abaixo:
    “Nessa situação ao menos tentar praticar a castidade é danoso? Não é que os 2 bispos de Malta ameaçaram até com severas penalidades os sacerdotes rebeldes às novas normas de concessão da S Comunhão a recasados?
    Numa uma entrevista a 03/2016, um jornalista perguntou a Sua Santidade se existiriam algumas
    possibilidades concretas para os divorciados recasados que não existiam antes da
    publicação de Amoris laetitia. Vossa Santidade respondeu: “Io posso dire, sì. Punto”. Ou seja:
    “Posso dizer que sim. Ponto”. Poderíamos aqui recordar S Vicente de Lérins a tal fato inovador de: “non nova, sed nove”.
    Dorothy Cummings McLean. NEWSCATHOLIC CHURCH Ter Set 19, 2017 – 10:51 am.
    O Bispo D Schneider: O Papa não é o “dono” das verdades católicas … Os que têm medo de enfraquecer a unidade da Igreja criticando os ensinamentos do Papa Francisco devem lembrar que o Papa é servo da Igreja, disse D Schneider. “Ele é o primeiro que tem que obedecer de forma exemplar a todas as verdades do Mistério imutável e constante, porque ele é apenas um administrador e não um dono das verdades católicas”…
    … O Papa deve “se ligar constantemente e Igreja a obediência à palavra de Deus “, acrescentou.
    D Schneider disse também que quando um papa tolera erros e abusos generalizados, os bispos não devem se comportar como os “funcionários servos” do papa” finalizou.
    O poder conferido por Cristo a Pedro e aos seus sucessores é, em sentido absoluto, um mandato para servir. O poder de ensinar, na Igreja, obriga a um compromisso ao serviço da obediência à fé. O Papa não é um soberano absoluto, cujo pensar e querer são leis. Ao contrário: o ministério do Papa é garantia da obediência a Cristo e à Sua Palavra. Ele não deve proclamar as próprias ideias, mas vincular-se constantemente a si e à Igreja à obediência à Palavra de Deus, tanto perante todas as tentativas de adaptação e de adulteração, como diante de qualquer oportunismo.” Papa Bento XVI 2005:
    Roratecoeli, 01/10/17.
    Na Colombia: “A menção das mulheres – nenhuma das mencionadas na genealogia tem a hierarquia das grandes mulheres do Antigo Testamento – nos permite uma abordagem especial: são elas, em genealogia, que anunciam que ATRAVÉS DAS VEIAS DE JESUS CORRE SANGUE PAGÃO… aqueles que se lembram de histórias de adiamento e submissão. Em comunidades onde ainda carregamos estilos patriarcais e machistas, é bom anunciar que o Evangelho começa enfatizando as mulheres que marcaram tendência e fizeram história”.
    “Todos os erros dos hereges sobre Jesus Cristo podem ser reduzidos a três classes: as relativas à sua divindade, a sua humanidade ou a ambos”. S Agostinho, Quæstiones Evangeliorum, 5,45.
    * https://w2.vatican.va/content/francesco/es/homilies/2017/documents/papa-francesco_20170908_omelia-viaggioapostolico-colombiavillavicencio.html.
    Essa declaração acima deveria a ser melhor esclarecida, pois além de nos dar a entender que a natureza humana de Jesus correspondia à nossa no referente à mancha do pecado original, poderia subtender-se mesmo que a Imaculada Virgem Maria – excepcionalmente livre do pecado original – a Qual Lhe repassou seu sangue seria igual a qualquer ser humano, como a nós, oprimidos pela dualidade bem e mal pelo pecado original, mais pendente a esse, como vemos o mundo atual ultra paganizado, apóstata, indo para o precipicio e procedimentos como esses tendem agravar as confusões e dúvidas…

  8. Aí fico imaginando a seguinte cena na Igreja Primitiva:
    – Saulo, você não pode questionar Pedro, ele é o chefe dos apóstolos, então se ele disse que a circuncisão deve continuar assim faremos…
    Questionar o papa quando ele não está de acordo com os ensinamentos de Cristo, como diriam os protestantes: é bíblico!

  9. O Padre Weinandy em sua carta ao Papa Francisco foi direto e só mostrou a realidade da Igreja e do papado atual. Mas, a verdade agora ofende. E parece que erros graves, mesmo descobertos, não são para serem reconhecidos e corrigidos. O que parecia um erro crônico da esquerda, agora se mostra bem presente no papado. Porque será??
    Bem, o Padre sofreu retaliação bem tipo atitude do papa Francisco, que demite, destitue, afasta, etc. todos aqueles que o questionam. No entanto entra Em acordo com muçulmanos, com a orthodoxia Católica estatal Russa, Chinesa, e etc.. Muito estranho este Papa. Acredito que Weinandy tenha razão, assim como dezenas de Cardeais e Bispos ultimamente.

  10. PREZADOS IRMÃOS

    Estive numa palestra ministrada pelo cardeal Dom Claudio Humes. Na hora das perguntas alguém questionou esse tema todo da dubia e da confusão do papado. A pergunta foi direta se o Papa Francisco estava no caminho certo ou não. Dom Cláudio contou que o Papa Francisco diante de todas as críticas que vem recebendo tem rezado muito este tema pedindo a luz de Deus e a intercessão de São Pedro.. Rezou muito na noite. No outro dia pela manhã ele recebeu uma carta DE APOIO com a assinatura de 46 teólogos. A tarde recebeu vários outros apoios.Várias dezenas de personalidades de 13 países já assinaram e centenas de pessoas já apoiaram uma carta aberta que teólogo tcheco e professor da Charles University Tomáš Halik liderou em apoio ao Papa Francisco e às suas posições sobre o matrimônio. Agora eu não entendo. Parece que Deus se dividiu.apoiando a todos. Em quem acreditar?. Me parece que o apoio do Papa para continuar assim é maior que o de voltar atrás. Os bispos do mundo inteiro estão com ele. 95% dos cardeiais estão com ele. 90% dos teólogos, doutores, mestres e professores das maiores universidades e faculdades de Teologia estão com ele. A Igreja tem 219 cardeias 99% ESTÃO COM ELE. Então toda a Igreja está errada? Me esclareçam.

    • Na heresia Ariana o orbe Católico estava quase todo contra Atanásio. Mas a verdade vence ao final.
      Bento XVI alertou que a Igreja poderia se reduzir a um número muito pequeno, mas as portas do inferno não prevalecerão.
      Buscar a porta estreita. Quem tiver ouvidos para ouvir, que ouça.

    • Prezada Rosane Rosa, Saudações cristãs!

      São Paulo disse a Timóteo: “Prega a Palavra, insiste oportuna e inoportunamente […]. Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação” (II Timóteo 4.2a.3a)

      Estamos enfrentando uma época de grande provação, mas olhando a história da Igreja, verificamos que já enfrentamos provações semelhantes e talvez até piores que esta. Veja o caso de Santo Atanásio, bispo e doutor da Igreja, que denunciou o Arianismo (heresia que declarava ser Jesus uma criatura inferior a Deus Pai).

      Qual foi a decepção dos que viveram na época de Santo Atanásio de Alexandria(+373dC), que viu o mundo inteiro virar Ariano. Só restou Atanásio no Oriente e alguns poucos bispos no ocidente fieis a fé Trinitária. Esse Santo foi exilado várias vezes, chegou ao cúmulo de ser excomungado pelo então papa romano Libério (352-366) na época do Arianismo. Pior. Não viu a vitória da sua tese na sua vida aqui neste mundo. E os católicos daquela época, como se sentiram vendo a heresia ariana contaminar praticamente toda a Igreja ? E aqueles nossos irmãos católicos que viveram sob o pontificado de Sergio III, João XII e Alexandre VI ? Este último até teve um filho durante o pontificado.

      A doutrina da fé não é do Papa, mas da Igreja. O papa é o guardião do depósito da fé. Rezemos por ele, pois “Roma perderá a fé e tornar-se-á a sede do anticristo” (La Salette).

      Que o exemplo de Santo Atanásio nos confirme na defesa da tradição apostólica e do depósito da fé, embora não sejamos mais escutados e, sim, publicamente criticados e escarnecidos.

      Em tempo:
      Em 1969, o futuro Papa Bento XVI, então Pe. Joseph Ratzinger, escreveu que criticar as declarações papais era não só possível mas até necessário, sempre que o Papa pudesse desviar-se do depósito da fé e da tradição apostólica. O Papa Bento XVI incluiu estas observações na antologia dos seus escritos, Fede, ragione, verità e amore, de 2009. Tais observações são particularmente relevantes à luz da correção filial ao Papa Francisco.

    • Resta saber para quem ele estava rezando.

      “Se o mundo for contra a Verdade, então Atanásio será contra o mundo” (Santo Atanásio)

    • Parece que até Deus está confuso.Estatísticas da ONU ?

    • Vamos esclarecer, Rosane:
      D Claudio Hummes foi o tal de 200 cardeais x 4 , recorda-se, e a verdade é superior à quantidade de quantos estejam errados em relação aos muito poucos corretos, pois no tempo do arianismo, 98% do episcopado caiu na heresia ariana, restando S Atanasio e poucos companheiros seus estavam sob sob extrema pressão dos contestadore; foi excomungado e depois o papa Honorio I que o excomungou foi ele quem provou do veneno que aplicou a S Atanasio.
      Não corresponderia à verdade o dito por D Hummes – ele mesmo estaria sem posição definida, perplexo, algo atordoado ao proferir:
      …”Parece que Deus se dividiu.apoiando a todos. Em quem acreditar?. Me parece que o apoio do Papa para continuar assim é maior que o de voltar atrás”.
      Analisem bem o vexame da lamentabilíssima postura duvidosa e ambigua de uma mente nebulosa desse cardeal titubeante, portador de uma mente confusa, ousando admitir que o Senhor Deus que não vacila em seus propósitos se dividiu – que absurdo: julgando-O por si mesmo? No entanto, um cardeal que tem se mostrado pró equívocos, indefinido e hesitante, perdido no tempo e no espaço, além de apoiador dos revolucionarios das esquerdas!
      Ele seria outro da equipe que ajudaria a semear mais dúvidas e confusão sem saber em quem ou em que acreditar, sendo diabolismo-divisionismo; ele mesmo é um dos a quem interessaria que a situação permaneceria dessa forma, ainda ajudando a semear perplexidades entre os fieis, seria um pastor desconhecedor dos caminhos, portanto, desorientador, e pareceria estar entre os da esquerda do “quanto pior, melhor”!
      Outra: os números seriam irreais de cardeais ali mostrados também: são cerca de 30 cardeais, 12 arcebispos, e mais de 30 bispos inconformados com certos ensinamentos do papa Francisco.
      O papa Francisco diz que gosta de fazer bagunça, missão cumprida, diz em seu blog o bispo americano D Thomas Tobin, de Rhode Islands, EUA e esse mesmo…
      *Tornou-se claro que a exortação do Papa Francisco Amoris laetitia é “marcada pela ambiguidade”, e que parece ter sido esta a intenção do Santo Padre, escreveu Bispo Thomas J. Tobin nesta quinta-feira.
      Em um post no Facebook, o bispo de Providence, Rhode Island, escreveu que o documento permite uma ampla gama de interpretações e é por isso que muitos prelados e comentadores têm diferentes pontos de vista sobre ele e anotou:
      Depois de refletir, tornou-se bastante claro que o documento do Papa Francisco sobre o casamento e a família, ‘Amoris laetitia’ é marcado pela ambiguidade, e isso é intencional por parte do Santo Padre, penso eu etc
      Claire Chretien – LifeSiteNews | Tradução Sensus fidei: PROVIDENCE, Rhode Island, 08/07/2016.

    • O povo todo estava com Barrabás também, números dizem o que?

    • Rosane Rosa,

      Do jeito que vc pensa, daqui a pouco vc sai gritando BARRABÁS pelas ruas de Santo André, junto com o Frei Mummes que, havendo fornicado com o incubus Mula, pariu o PT e o entregou a Dom Vigaristo Forquilha pra criar e mimar.

  11. Enquanto aqui no Brasil, vejam só na Diocese tão bravamente defendida por Dom Eu Eugênio, agora grassa a voz herética de Frei Betto é sua cantilena marxista auto intitulada teologia.No final deste mês, na paróquia São José e Nossa Senhora das Dores, localizada no bairro Andarai, Rio de Janeiro, administrada pela congregação dos Passionistas, infectada por este vírus embola da fé, irá vomitar as heresias de sempre e defender São Lula, São Che Guevara, Maduro e por aí vai. Ah, com certeza defender, com sofismas, o relativismo moral que por fim válida Judith Butler, aborto, casamento gay e todo harém de heresias de Satanás. Tudo isso com o silêncio amarelo dos católicos que não vêem incompatibilidade entre o cristianismo e o marxismo ou as consequências para a vida da fé desta mistura

  12. Dom Cláudio Humes amigo e apoiador do Lula , que já comungou por suas próprias mãos disse que era um homem honesto? Grande incentivador dos movimentos ditos sociais mst mtst cut etc…, realmente fico em dúvida para quem rezou, aliás ele tbm e um dos causadores desta babel que se encontra a atual igreja.

  13. Cara Rosane,

    Fazem parte da Igreja não apenas aqueles que estão hoje vivos mas também aqueles que já passaram por este Vale de Lágrimas e esperam por nós mais além.

    Pelo que sei, os 265 pontífices anteriores a Francisco não concordam com ele pois nenhum deles jamais ensinou que se poderia dar comunhão a divorciados e recasados. Nessa e em outras questões, Francisco tem contra si, todos os pontífices anteriores e mais São Paulo, Santo Agostinho, São Tomás de Aquino e centenas ou milhares de outros santos, doutores, bispos e cardeais que ensinaram precisamente o oposto do que Francisco agora prega.

    E se mesmo um anjo ensinar algo diferente…

  14. Só os argumentos da carta já são sinais eloquentes de que o Padre agiu de boa fé e, mais importante, corretamente. Afinal, agira amparado pelo Depósito da Fé.

    Essa graça que ele recebeu foi um empurrão necessário para ele fazer o certo.

    Que Deus o fortaleça!

  15. “O Senhor não abandona a sua Igreja, mesmo que, em alguns momentos, o barco esteja quase tão cheio ao ponto de afundar.” (Bento XVI, papa emérito)

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s