Foto da semana.

Utrecht, Holanda, 12 de novembro de 2017: Dom Bernard Fellay, superior geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, realiza cerimônia de reconciliação da Igreja de São Vilibrordo, primeiro bispo de Utrecht e apóstolo dos Países Baixos. A Igreja, um tesouro artístico do gótico na Holanda, foi adquirida pela Fraternidade e restaurada, após ter sido abandonada nos anos que seguiram ao Concílio Vaticano II e quase ter sido demolida.

Fotos: SSPX.org

Tags:

13 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Ainda existe gente que não sabe que o clero defensor do Vaticano II odeia a arquitetura clássica da Madre Igreja e quer destruí-la?!

  2. Só imagens lindas como essas para apaziguarem a tristeza por receber a informação de que um padre decidiu entrar e iniciar a Santa Missa, pasmem, descendo em uma tirolesa e levando a Virgem junto com ele. Tal situação ocorreu em Espírito Santo do Pinhal e pode ser conferida aqui:


    Rezemos!

    • Que isso? O ET de Varginha?

    • Esses padres estão transformando a liturgia em verdadeiro picadeiro de circo. Tudo porque não tem mais nada a ensinar de verdadeiro. Fazem qualquer(malabarismos feitos macacos) coisa para conter o “povo de Deus” em saída da Igreja para outras bandas….Triste mesmo.

  3. Viva a Santa Igreja Católica Romana mais do que viva, ainda que no exílio…
    A Holanda, outrora, sementeira de vocações e de padres, depois do Concílio,tornou-se um cemitério a céu aberto, onde as investidas do diabo, a afundaram na lama mais putrefata das idéias liberteiras e asquerosas que quase detonaram a fé divina e católica!!!!
    Continue firme, FSSPX!!!!

  4. A Holanda precisava urgentemente disso!! Parabéns, defensores da fé!

  5. Atualmente, é difícil ter confiança em grupos específicos (congregações, ordens, comunidades novas, etc), de uma forma ou de outra, sempre acabam por decepcionar, com exceção da FSSPX, quem mantém uma atuação coerente e formidável desde sua fundação. Fora dela há alguns padres, bispos (?), e leigos tão coerentes quanto, mas geralmente de forma isolada.

  6. Grande alegria da minha vida, essa congregação santa.

  7. A Europa tem tantas igrejas lindas, mas que estão vazias e sendo transformadas em espaços profanos. Muito louvável que a Fraternidade Sacerdotal São Pio X tenha salvado essa linda igreja na Holanda! Já aqui no Brasil (pelo menos em algumas dioceses, não todas), as igrejas estão cheias, mas, esteticamente falando são simples, não têm nada de mais (algumas são até mesmo feias) e as missas são celebradas no “espírito do Concílio”, com muita pregação à la Teologia da Libertação.
    P.S.: Off-topic. Alguém ficou sabendo da notícia de que a Irlanda iria realizar um Rosário de multidões em suas fronteiras como foi feito na Polônia? Alguém sabe se esse Rosário de fato se realizou. (Acredito que sim, mas até agora não se publicou nada na internet…).

  8. Pergunto sinceramente, irmãos: Se pelos frutos os conhecereis, como posso defender que a FSSPX é cismática? Quais os argumentos que Sua Eminência o Cardeal Burke utilizou para dizê-lo? É genuína a pergunta.

  9. É o viés legalista do Cardeal, Glaucio. Se dizem dela que sua comunhão é “imperfeita”, “não está em plena comunhão”, não tem um estatuto jurídico reconhecido pela Igreja, etc, então, em conclusão, ela estaria em cisma. Note, essas expressões todas são contraditórias em si mesmas. Não existe meia comunhão. Ou está ou não está! Mas inventaram uma coluna do meio e a botaram dentro, só para não a declararem católica.

    Ao argumento de falta de estatuto jurídico-canônico, as minhas impressões são as seguintes: é como se o aspecto formal valesse sozinho, independente do aspecto material da coisa. Isto é: para esses positivistas eclesiásticos, católico é quem tem um “carimbo” de católico, e não quem professa a fé de 2000 anos, guarda a doutrina, etc. Acontece que, fazendo uma analogia, hoje o carimbo pertence a um burocrata estatal, que está prevaricando, se é que você conhece este tipo penal, a prevaricação. Ele se recusa a carimbar o estatuto da Fraternidade, ainda que ela ela seja 100, 200% católica, por que este ato, sozinho, derrubaria o edifício (horroroso, de apenas 50 anos) chamado de Concílio Vaticano II. E por isto a Fraternidade seria cismática!

    Outra analogia: é como dizer que uma criança só é filha de alguém se assim estiver registrada no cartório. Se não existir esse registro, não é filha de ninguém! Entendeu?

    Dizer que a FSSPX não é católica, das duas uma: ou é ignorância, ou é má-fé.

  10. Como é triste um cristão achar que “seu” modo de viver o cristianismo é melhor, o certo, mais “santo” que o do outro. Se Jesus Cristo voltasse na certa iria pegar um bom chicote e expulsar todos. Estão se endeusando a si, julgando se melhores católicos, os mais fervorosos, colocando-se acima até de Deus, digo do Deus que Jesus pregou. Quer se domesticar Deus. Estão contra tudo o que Jesus pregava. “Pai, perdoai-lhes, pois não sabem o que dizem e nem o que fazem…” Leiam e ponham em prática Mt 25,31…. O cristianismo não está assim por causa do Papa Francisco. Se Jesus aparecesse em nosso meio iria sofrer as mesmas críticas que fazem dos outros. Não vi nenhuma autocrítica. Nós somos os certos. Como os pentecostais mais ferrenhos. Estranho muito…