A calmaria antes da tempestade. O que Bergoglio está preparando para os três Bispos da “Correção Oficial”.  

Por Fra Cristoforo, Anonimi della Croce | Tradução: FratresInUnum.com – Já era de se imaginar. Todo esse silêncio por parte da mídia do Vaticano (e aqueles intimamente ligados a eles) sobre o tema da Correção Oficial, não prometia nada de bom. Na verdade, Bergoglio prepara seu contra-ataque.

Minha fonte no Vaticano me revelou que na noite passada Bergoglio permaneceu em Santa Marta com vários “assessores de imprensa” do Vaticano e vários “conselheiros” para uma reunião sobre como lidar com essa nova e “inesperada” correção por parte dos bispos de Astana. A fonte me disse que o Pontífice estava furioso. Ele teria surtado porque não tolera qualquer oposição. Eles o ouviram gritar: “Eles vão se arrepender! Eles vão se arrepender amargamente! “. Obviamente que ele se referia aos valentes Bispos que “ousaram” contrariar o neo-evangelho da nova Igreja: Amoris Laetitia.

Minha fonte conseguiu pegar uma notícia interessante, que torno pública para que os três bispos e os demais que se juntem a eles possam preparar sua defesa. Também faremos de modo que este “rascunho” possa ser divulgado às todas as partes interessadas como fizemos com nosso link de suporte.

Em suma, Bergoglio e seus acólitos estão preparando um “programa de contra-ataque”. Traduzido significa: Bergoglio não enfrentará frontalmente os Bispos “Correccionistas”, mas já deu carta-branca aos seus “oficiais de imprensa” oficiais e não-oficiais para iniciar uma “campanha mediática” visando denigrir os oponentes. Como sabemos, a comunicação do Vaticano está agora nas mãos dos Jesuítas. Operação clássica de regime ditatorial sul-americano. Para Bergoglio, portanto, é muito simples agora simplesmente liberar jornalistas.

Esta “campanha denegritória” servirá (na opinião deles) para “desacreditar” aqueles Bispos, publicando talvez algo do seu passado (verdadeiro ou não verdadeiro) ou construindo uma “notícia” fabricada, para fazê-los perder sua credibilidade.

Em suma, um pouco “como foi feito e é feito em regimes comunistas quando você quer “eliminar”um dissidente.

Nos próximos dias, certamente esses “assessores de imprensa” começarão a publicar algo. Talvez até Bergoglio certamente não deixará de emitir uma ou outra piadinha.

Temos o dever de defender e proteger esses bispos heróicos.

Um regime reina no Vaticano. Sabemos que as ações de controle de Bergoglio tornaram-se quase “obsessivas”. Correio, telefones celulares sob controle, pequenos espiões espalhados pelos dicastérios … no Vaticano agora são a ordem do dia.

Considere que agora a Santa Sé estabeleceu um aplicativo que todos os sacerdotes do mundo podem baixar, onde todas as semanas já existe um sermão pronto para o domingo. Sermão preparado pelos delegados de Bergoglio. Com os temas de Bergoglio. Com as palavras de Bergoglio. Hoje, o download deste aplicativo é opcional. Em alguns meses, será calorosamente sugerido. Em um ano “será imposto”. Porque todos os sacerdotes serão obrigados a repetir, todos os domingos, apenas e exclusivamente as palavras do Líder Máximo.

10 Comentários to “A calmaria antes da tempestade. O que Bergoglio está preparando para os três Bispos da “Correção Oficial”.  ”

  1. Muito interessante esse texto! 2018 já começou com novidades bombásticas! Não quero ser pessimista nem alarmista, mas fico com a impressão de que está se formando um cisma na Igreja, embora pareça que o Papa Francisco e a maioria dos bispos estejam tentando evitar que isso aconteça.

  2. Ai, Ai, Ai: teremos nós em breve a reedição da KGB, hoje FSB, dessa vez versão Vaticana, século XXI daquela farsa “PIO XX, O PAPA DE HITLER”, dessa vez contra os treis bispos cazaquistaneses dois aderentes posteriores àqueles, cobertos de razão?
    Se for fato, o que não é de se duvidar, já que haveria uma especie de patrulha para arresto ou acuo dos discordantes, daqueles que placidamente não assentirem com as novas ideias do Vaticano atual que se inseriria no “Politicamente Correto”!
    Interessante que antes jamais se contaria com um novo e moderníssimo aparato os eventualmente caluniados, pois os que discordam dos pontos de vista pessoais dos assessores e do papa Francisco não estão dormindo com os olhos dos outros e, se necessario, haverá desmascaramento de eventuais tentativas de se arremeterem sem haver contra-ofensiva!
    Felizmente, hoje dispomos das redes sociais, sites atuantes, anti modernistas que têm recorrentemente também ajudado a depor esquerdistas mundo afora do poder, acabando de vez com o reinado desses de apenas eles terem acesso á imprensa, podendo se mencionarem varios deles despejados até do poder temporal, a começar do depravado Obama, numa imensa cascata, inclusive o proprio papa Francisco, ele mesmo reconhecendo que uma minoria o mantém sob pesado assedio, e, sendo nessas condições, está de plantão!
    “Será que a situação se enquadraria num ou em mais desses itinerarios?
    “CHAME DOS OUTROS DO QUE V É E ACUSE OS OUTROS DO QUE V FAZ”? – Lênin.
    “A IMPRENSA É A MAIS NOSSA PODEROSA ARMA DE NOSSO PARTIDO”? – Stálin.
    “SOMOS A FAVOR DO TERRORISMO ORGANIZADO E ISSO DEVE SER ADMITIDO FRANCAMENTE”? – Stálin.

  3. Errata: Pio XX = Pio XII

  4. Reflexo desesperado do medo de que esta salutífera reação dos bispos do Cazaquistão comece, sem demora, a pipocar em outras partes do mundo. Aí já viu, né… A alcateia luciferina fica em polvorosa e não mede esforços para, inutilmente, tentar conter o inevitável. De nada adianta estes lobos ferinos espernearem e tripudiarem. Quem os vencerá será o Cordeiro Imolado, cuja Verdade Revelada eles insistem em falsear.

    “Campanha denegritória”… Coisa bem própria daqueles folhetins marrons da mais baixa categoria. Até quando este gente patética insistirá em fingir acreditar que alguém ainda leva a sério suas lorotas ?

  5. A estrela cadente, bem em cima do presépio da Praça de São Pedro, sugere Apocalipse 9, 1-2
    ” vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. 2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar. 3 E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra”.
    A interpretação mais corrente, inclusive a de Santo Agostinho, é que tal estrela é satanás. E o lugar paralelo a que fazem remissão muitos comentaristas patrísticos e medievais é o seguinte: “Eu vi satanás, como raio, cair do céu.” (Lc 10, 18).
    Quem não se lembra do raio sobre a cúpula de São Pedro?

  6. É um momento dramático. Três bispos tentando serem bispos. Sabemos que no episcopado mundial e mesmo no Brasil, ainda que minoria, vários bispos subscreveriam cada vírgula do texto divulgado. Aí entra o problema das conferências episcopais como a CNBB que como um órgão corporativo sufoca e inibe qualquer tentativa de voz discordante. A palavra “pobres” hoje virou um jargão eclesiástico, onde qualquer padreco sem preparo usa e abusa do termo em qualquer situação. Isso vem desde dom Helder Câmara que uma vez em rede nacional nos anos 60, segundo relato de Nélson Rodrigues, foi questionado sobre a permissividade de então e o mesmo, parou, pensou e saiu-se com essa: “Para quê falar de costumes se há gente passando fome no nordeste!” Pronto aí está a referência de profeta-demagogo e santo dos novos tempos. Que Deus inspire para que outros bispos saiam do “episcopoliticamente correto” e se lembrem das palavras de Jesus em Lucas 9:26
    “Porque se alguém se envergonhar de mim, e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na sua majestade, e na de seu Pai e santos anjos.”

  7. A desgraça que Papa Francisco está fazendo na Igreja é colossal!
    Tomara que eu esteja enganado, mas concordo com os signatários da Correcio Filialis quando afirmam que tal situação gerada levará o Papado a uma crise da qual será muito difícil desvencilhar-se.
    Todos os cismáticos de todas as denominações não católicas têm grandes dificuldades teológicas com o dogma do Primado do Papa e o da Infalibilidade Pontifícia.
    Diante desta situação vergonhosa a que o Papado chegou, será difícil tratar da questão para converter os cismáticos.
    Outra desgraça ainda pior é que a própria Infalibilidade da Igreja está sendo posta em xeque no plano teológico.
    A Igreja está perdendo todo o resto de prestígio, credibilidade e seriedade que ainda possuía!
    Era mais fácil provar as verdades sobre a Igreja, por causa de sua ligação histórica com o próprio Cristo. Mas agora, com esta derrocada do Papado, a fé na Infalibilidade da Igreja está e será gravemente comprometida.
    Na mente das pessoas, não basta ser comprovado historicamente que a Igreja Católica é a única Igreja de Cristo; é preciso provar também que a Igreja Católica, mais precisamente na Sé Apostólica (ou no Papado), é infalível e fiel à sua doutrina de sempre.
    Apenas dizer que é crise, apostasia, período de exceção etc, a meu ver, não basta. Se tudo for explicado pela razão, a coisa fica “sem graça” e artificial demais, e assim, não há porque ter fé! Se a Igreja é divina, ela tem que provar isso. Não pode coisa como a que ocorreu acontecer. Onde está a Divindade que sustenta a fidelidade doutrinária da Igreja na Sé Apostólica? Se tudo for explicado apenas como um período de crise, então a Igreja não se destaca o suficiente das demais instituições puramente humanas. Como o povo poderá ser convertido nesta situação extremamente caótica?
    Uma coisa muito grave aconteceu: Não era para o Papado ter negado a Doutrina da Fé, pois é ele quem confirma até os concílios ecumênicos, desde a antiguidade. E agora, o que dizer para os católicos e não católicos? A traição que ocorreu é muito grave.
    Já estava difícil levar as pessoas a amarem a Deus e saírem da tibieza. E agora com este problema que atinge a Igreja, acho que a coisa deve piorar.
    A teologia está atualmente fraca para encarar os problemas recém gerados. Também a teologia ainda não encarou questões importantes levantadas de diversas formas na contemporaneidade. Há um despreparo real. E o simples regresso às fontes tomistas não vai conseguir responder às questões da contemporaneidade. Torna-se necessária uma nova ordem de pregadores, apologetas e missionários.
    Espero estar enganado!
    Não vão conseguir reconverter o Ocidente; este já era!
    Mãe da Igreja! Rogai por nós!

  8. Na Fala do Trono de hoje, D. Magnus Nabuchi, Epíscopo Bi-Ritualista e Administrador, fez saber que ainda não assinou o Manifesto Episcopal por haver-Lhe faltado, justamente agora, a tinta azul (lápis-lazúli do Himalaia) da sua caneta Montnoir Minus.
    No aguardo, os fieis mais antigos, na casa dos 85 anos.

  9. mt bom texto!
    desconhecia esse aplicativo. de fato mais uns anos e será obrigatório.

  10. PW, eu interpreto aquele raio que caiu no cruzeiro da cúpula da Basílica de S.Pedro horas depois da renúncia de Bento XVI, conforme disse S.Paulo aos romanos de que a ira de Deus se manifesta do céu contra toda a impiedade, contra todos aqueles que retém a verdade pela injustiça. O raio é um símbolo da ira divina e que caiu bem perto de um cão danado como Martinho Lutero, durante uma tempestade que o pegou e que quase que o raio àquela altura acertou como uma flecha o traseiro do javali selvagem da floresta.