Foto da semana.

Uberlândia, MG, 17 de dezembro de 2017: O bispo diocesano Dom Paulo Francisco Machado conferiu o sacramento do Crisma no rito romano tradicional e, posteriormente, assistiu à Santa Missa.

Mais fotos no blog da Irmandade Nossa Senhora do Carmo.

 

Tags:

20 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Louvado seja Deus! Essa foto da semana é um alento aos mineiros em particular, dado que estas terras das Gerais estão tomadas por bispos modernistas e TLs, salvas as poucas exceções. O estranho, porém, até onde tenho conhecimento, é que esse bom exemplo do bispo de Uberlândia não é seguido pelas dioceses vizinhas ou próximas a Uberlândia.

  2. Sou da diocese vizinha de Patos de Minas e gostaria de fazer um desabafo sobre a situação da diocese de Patos de Minas. Aqui não há Tradição e nem mesmo os movimentos pós Concílio Vaticano II vingam neste lugar. Aparentemente a cidade está sob maldições, pois nada vai pra frente nessa cidade, nem materialmente nem espiritualmente. A cidade está tomada pelas drogas, pela violência e pelo desemprego. Espiritualmente, o clero é indiferente a tudo isso, se preocupando apenas com o seu próprio bem-estar. O atual bispo em seus 8 anos na diocese não fez praticamente nada para melhorar a situação espiritual dos fieis. Peço orações.

    • Se fosse só em Patos de Minas que a sitação fosse essa…

    • Domingos, a sua resposta não é muito consoladora; mas, em parte, ela é verdadeira. O PT destruiu o Brasil. Mas, um clero piedoso e fiel à Tradição da Igreja faria uma grande diferença.

    • Caro Filho de Maria, pode contar com minhas orações. E faça na sua cidade um movimento da reza do terço. Sugiro que faça o grupo do terço dos homens e o rezem pelo menos uma vez por semana em um horário acessível. Peça ao padre de sua cidade a permissão e rezem aos pés de Nossa Senhora. Ela não vai abandonar vocês. Convide os paroquianos, os parentes, os amigos. E tenha fé.

    • Cara Márcia Menezes, obrigado por suas preciosas orações! Eu já tentei reunir alguns pessoas com ideais parecidos com os meus, mas nunca deu certo. Parece que há um certo individualismo que impede as pessoas de se unirem em uma causa comum. Não se pode descartar também as interferências do Maligno que tenta frustrar os planos de Deus. Mas não perderei as esperanças, assim peço a Deus. Mais uma vez, obrigado por suas orações!

    • Perseverem nas orações

    • Meu amigo, num comentário abaixo, vc disse que tentou reunir um grupo com posições semelhantes a sua, mas não deu êxito: numa crise que faz o clero não saber de cor os 10 mandamentos, falo sério, isso não é de se espantar. Por isso, faça o que indicaram: crie um grupo de terço dos homens. Desse grupo, tentem fazer ações caritativas, p.ex., dar comida aos mendigos. No futuro, sólidas formações doutrinais aos membros do grupo. Mas aqui te dou um conselho: sem embates com o clero, pois isso pode fazer com que eles impeçam o movimento, e o que importa é a salvação das almas. Estude o catecismo romano, de são Pio X e o de São João Paulo II : o de S. JPII é muito bom nas questões morais(por ser majs atual) o romano é melhor em todo o resto (ao meu ver, o mais claro). Quanto ao Vaticano II, não sei sua opinião, mas isso pouco importa, dá pra ser católico sem se preocupar com suas reformas e questiúnculas que fazem teólogos ficarem de cabelo em pé. Não o critique, pois pode fazer com padres impeçam o movimento e o que importa é a salvação das almas. Reze a Virgem Maria, confie nEla e só nEla. Que Deus o ajude.

  3. TE DEUM LAUDAMUS!!!!!!
    Depois de assistir uma paródia maligna do CULTO CATÓLICO em Londrina, vemos uma beleza dessa em Uberlândia… TE DEUM LAUDAMUS!!!!!!!
    Uma gota no oceano??? Mas como dizia D. Pestana, de feliz e santa memória, “de gota em gota a galinha enche o papo”…
    Ele mesmo era uma gota numa CNBB quase totalmente esquerdista e apóstata…
    Diga-se o mesmo de D. Mayer e D. Lefebvre…
    Imaculado Coração de Maria sede a nossa salvação!
    IPSA CONTERET!!!

  4. Creio que por intermedio de alguns ou bastante bispos, deveriam esses se associarem e romperem com a CNBB de forma ostensiva, um grupo que publicamente desaconselhasse a seguirem suas normas e/ou a contradissesse em determinados pontos, mostrando ao povo que trataria de ela apregoar subversão eco-humanista sob forma de doutrina da Igreja, fraudada, enfim, que essa instituição não passaria de um apêndice da TL.
    Assim, de forma assumida, mesmo que esses bispos fossem alijados do convivio dela, falta alguma faria, pois se estivessem interessados em ideologia, entrariam nalgum PC por desde sua gênese a CNBB estar é ao lado das esquerdas e de seus projetos globalistas anti Igreja, embora dissimule aos incautos de ser católica – teatro, comprovado pelas CFs anuais, deturpando o tempo da Santa Quaresma da conversão pessoal para priorizar o materialismo.
    A comprovação dessa realidade é de ela estar em plena sintonia com o atual Vaticano do flanco esquerdista, o qual segue a agenda dos globalistas devido a varios dos seus nele que seriam infiltrados – os diversos heterodoxos – desafiando sua tradição e ensinamentos perenes dos santos padres e de concilios antecessores.
    Dessa forma, salvaria a parte aproveitável do Vaticano II, excluindo os infiltrados que nele adentraram visando transformar a Igreja numa ONG assistencialista ou numa das seitinhas protestantes quaisquer delas, a começarem das luteranóides, encarregados de causarem a perda da fé do povo para ser relativizado para aceitação de uma futura religião almejada pelos globalistas, mix de todas numa só reunida.

  5. Damos Graças a Deus pelo nosso pastor que, muito tem ajudado a resgatar a santa tradição em Uberlândia. Deo Gratias!
    Obrigado ao Fratres In Unum pelo apostolado que tanto contribui para a salvação das almas. Deus Nosso Senhor os recompense e a Santíssima Virgem a Senhora do Carmo lhes acompanhe.

  6. Meu Deus do Céu! Rito Tradicional aqui em terras mineiras? Será o alvorecer de novos tempos? De uma Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica?

  7. Pode ser que minha compreensão da política eclesiástica esteja equivocada, mas, me parece que, em teoria, quando um novo bispo toma posse de uma diocese, este pode dar apoio ou não a uma determinada causa; por exemplo, a missa tridetina. Digo isso não para contradizer os irmãos, mas, no desejo, de aprender mais. Por exemplo, em São João del-Rey, também há missa tridentina. Recentemente o seu bispo faleceu. Em teoria, o próximo bispo pode dar menos apoio a missa tradicional lá ou não?