“Hoje, estamos em um rigoroso inverno”.

roma1

Francisco recebeu em São Damião esta mensagem: reconstruir a Igreja que está em ruínas. Hoje, estamos em um rigoroso inverno, e o próprio castelo que os dois últimos papas criaram está em ruínas. E agora um novo papa vem de fora dos muros de Roma, quase dos confins do mundo, como ele mesmo disse, externo àqueles círculos de poder. E eu acredito que, acima de tudo, ele trabalhará internamente à Cúria para resgatar a credibilidade da Igreja, manchada pelos imbróglios, pelos escândalos dos pedófilos e do banco vaticano… E depois fará uma abertura ao mundo moderno, porque tanto Bento XVI quanto João Paulo II interromperam o diálogo com a modernidade.

[…]

A nossa Igreja [latino-americana] não é mais o espelho da Igreja europeia. É uma Igreja fonte, que desenvolveu um rosto e uma teologia próprias, uma pastoral com raízes nas culturas locais. Francisco trará essa vitalidade à Igreja universal, para acabar com o inverno rigoroso e entrar em uma perspectiva de primavera. Bergoglio oferece essa esperança, e a promessa de que o papado possa ser vivido de forma diferente.

Leonardo Boff em entrevista ao jornal Il Manifesto, 15/03/2013

Na imagem, a basílica de São Pedro ontem, 26 de fevereiro de 2018, ainda a aguardar a tal “primavera” da era Francisco. Há anos não havia tamanha nevasca em Roma.

41 Comentários to ““Hoje, estamos em um rigoroso inverno”.”

  1. A crítica mais acertada e insofismável ao Papa Francisco são os mesmos elogios que lhe fazem Boff e “caterva simila”.

  2. Boff, servo de satanás, terás tua paga!

  3. a primavera dos pinguins

  4. O avanço da teologia da libertação e dos movimentos progressistas, estão causando sim um inverno rigoroso. Oremos a Deus pelo clero, para que unidos a santa fé, ao magistrado e sob a luz da Santa doutrina, possam estirpar o gelo que hoje recobre a nossa igreja.

  5. Por motivos práticos e econômicos meu filho de cinco anos, Afonso, nome em homenagem ao Padroeiro dos Moralistas e Doutor da Igreja, estuda numa escola adventista. Teria duas opções de escolas católicas no meu município, mas são ecumênicas e ensinam até o espiritismo. Em resumo, a tal da “todas as religiões são boas”. Quero chegar num ponto: quando um pai desesperado resolve por outra via não contaminar um filho consagrado a Nossa Senhora no Batismo com doutrinamento e ideologias que se sabe são malévolas… que se sabe desmerecem o Nosso Senhor Jesus Cristo… e tem de colocá-lo num ambiente judaizante da doutrina protestante… ai meu Deus! Com o Papa Francisco, Leonardo Boff, que andava esquecido, ressurgiu até lançando livro com o queridinho do “palestrantismo” Cortella, que frequentemente também escreve com outros queridinhos como o Pondé e o Karnal, que lançou livro com o Pe. Fábio de Mello.
    Prometi, no seu Batismo, educar meu filho para a Igreja, inclusive apoiando-o numa inclinação à vida religiosa. Espero ajuda, não dificuldade do próximo Papa, mesmo que este tenha vida longa… por enquanto, dentro das minhas misérias e limitações, acho que estou dando conta.
    Salve Maria!

    • Prezado,
      Ao matricular o seu filho numa escola confessional herética, virulentamente proselitista e marcadamente anticatólica, o senhor incorreu em gravíssimo erro. Sei que não há boas escolas, nem mesmo entre as que se dizem católicas. Fui aluno dos maristas – Colégio Arquidiocesano de São Paulo – e já à época (muito tempo atrás) as coisas estavam péssimas. Mas meus pais não tinham a in-formação religiosa que o senhor parece ter.

    • Prezado Rogério, devo confessar que se estivesse em seu lugar provavelmente teria tomado a mesma atitude. Os colégios adventistas são bastante rígidos em matéria moral, neste sentido acredito que são mais cristãos do que muitos colégios que se dizem católicos.
      Eu mesmo tirei meus filhos de um famoso colégio jesuíta de São Paulo, que nos últimos anos entrou em um processo de modernização relativista tão grande que conta até com um “coletivo feminista”, fundado pelo próprio padre (pasmem!). E assim estão muitos colégios católicos, poderia te dar vários exemplos de absurdos que estão ocorrendo em escolas católicas aqui na capital, sobretudo dos maristas, salesianos, jesuítas, agostinianos e da Santa Cruz. Deste modo, optei por levar meus filhos para uma escola laica, que acredito ser melhor do que receber uma falsa educação católica.
      Continue acompanhando seu filho. Que ele aproveite a boa educação formal que com certeza está tendo, mas sem jamais deixar de ser fiel a sua fé católica.

    • Em São Paulo, há o colégio São Mauro. É um ótimo colégio, as crianças aprendem além das matérias ordinárias, a acolitar (meninos) na Missa Tridentina, aprendem Canto Gregoriano, Francês, latim, além das aulas de catecismo.

    • Prezado Vitor, conheço o Colégio São Mauro. Apesar de ser a única escola católica “tridentina” que conheço, jamais entregaria meus filhos para serem educados pela Monfort.

  6. Uma súcia comunista invadiu a Igreja e envergonha os povos cristãos do mundo. O mais curioso é que ela se envergonha ao rubro, quando chamada de comunista e fica revoltada.
    Boff, Beto, CNBB, e outros párias do cristianismo são protegidos de O Globo, que jamais permite que seus artigos levianos e subversivos sejam comentados pelos leitores.
    Uma vergonha.

  7. Leonardo Boff acerta quando fala que a Igreja na América Latina não segue mais o modelo europeu, no sentido de uma igreja mais tradicional. Isso se deve à Teologia da Libertação, da qual ele é adepto e promotor. Porém, o antigo modelo de Igreja europeia, no sentido de uma igreja mais tradicional, também se acabou, não por completo, mas está sendo enfraquecida e substituída cada vez mais por um novo modelo de Igreja, que, a propósito, tem recebido grandes contribuições do modelo latino-americano de Igreja.
    Agora falar que João Paulo II interrompeu o diálogo com o mundo moderno é um equívoco. João Paulo II se empenhou durante todo o seu pontificado em aplicar o aggirnamento do Vaticano II. Já Bento XVI, embora também fiel ao Vaticano II, se empenhou muito em trazer de volta à Igreja a Tradição Católica ainda que com certa cautela e prudência.

  8. A Igreja europeia da qual tanto teme Leonardo Boff não existe mais. Também na Europa a Igreja passa por um crise, usando uma expressão mais branda. Nesse sentido, vejam este vídeo (quem quiser pode pular a propaganda no início do vídeo).
    A EUROPA SEM RAÍZES AGORA DERRUBA IGREJAS
    https://youtu.be/Or1Fem_UkXw

  9. É uma palhaçada infernal Genécio vir falar de “círculos de poder”.
    Mas que diabos Genécio procurou em sua maldita vida, e mesmo agora em sua velhice babona, senão o poder? Buscou-o avidamente no doente Brasil, nos miseráveis países latino-americanos e na carcomida Europa, especialmente na apóstata Alemanha e sobretudo na Roma modernista, Mãe de todos os desmandos? Será difícil escolher se foi Helder, o sagui sequioso, ou se foi Genéscio quem buscou mais avidamente o pudê.
    Que diabo é esse excremento seco e mofado – a tal Teologia da Libertação – senão um culto ávido e histérico ao poder, ao mando, ao holofote e, como temos visto ultimamente, à mais voraz das robalheiras? Tudo, é claro, feito em nome dos pobres.
    Mas… Genéscio dá dinheiro aos pobres? O dinheiro dos seus livrecos imbecis? Vive ele nas periferias de Petrópolis, periferias sujas, desabamento e com esgoto ao céu aberto? Vive ele em um barraco tendo que esconder os alimentos das ratazanas? Isso não… O “amor” de Genéscio à pobreza jamais chegaria a esses excessos.
    Criatura miserável e repugnante.

  10. L Boff é simplesmente um fantoche das esquerdas, ex sacerdote, hoje um modernista, alienado à fé e perversor das mentes para o relativismo ideológico e confirmado apóstata da Igreja, cuja falsaria Teologia da Libertação um dos capatazes, não passa de doutrinario marxista falsificado e montado em laboratorrios de engenharia social de forma sutil para enganar as multidões!.
    Referindo-se ao papa Francisco quando de sua nomeação, entusiasmou-se e disse que ele é “um dos nossos, que transformou a teologia da libertação num bem comum da Igreja – qual delas? – além de a ampliar. Quem hoje fala dos pobres também precisa falar da Terra, porque também esta está sendo depredada e violada. “Ouvir o clamor dos pobres” significa ouvir o clamor dos animais, das matas, de toda a criação torturada. A terra inteira está gritando. Portanto, diz o papa, citando o título de um livro meu, hoje precisamos ouvir o clamor dos pobres e ao mesmo tempo o da Terra. Ambos precisam ser libertos. Faz pouco tempo me ocupei intensivamente com essa ampliação da teologia da libertação. Esta também é a grande novidade “Laudato si”.
    Por falar em depauperados, porque todos os fariseus pobristas de plantão como o golpista o proprio L Boff um desses pró regimes escravagistas, amigo do PT e de todas as iniciativas dessa quadrilha, ele e outros jamais nada relatam da famélica e miserabilizada ao extremo Venezuela, onde nos hospitais faltam até 95% dos medicamentos básicos, atribuindo tudo isso ao falsario marxismo?
    E do povo tentando sobreviver recorrendo aos aterros sanitarios disputando restos alimentares contaminados com os corvos, levados à extrema penuria justamente pelas mesmas asquerosas ideologias que ele e aliados defendem?
    Assim, já que ele citou o papa Francisco como um dos nossos, ele o denunciou e o incluiu entre os seus do cortejo dos malfeitores, causadores das confusões não poucas dentro da Igreja católica!

  11. “Genésio, Genésio…” rsrsrsrsrs

  12. Boff e Betto são o ópio dos intelectuais da “IDEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO” e de alguns sucessores do apóstolo Judas Iscariotes, e talvez até do papa Francisco…
    Preparemo-nos, irmãos, com mantimentos (orações, jejuns, penitências, eucaristia, leitura bíblica…) pois “Winter is coming”.

  13. E por falar em educação seria bom que a FSSPX, em um futuro próximo, tivesse escolas no Brasil. É uma necessidade urgente.

    • Carlos BH, isso seria muito bom mesmo, mas acho que, na prática, isso seria impossível devido às leis brasileiras referentes à educação, as quais propugnam a liberdade religiosa, mas, na prática, favorecem o relativismo religioso.

  14. “PW
    28 fevereiro, 2018 às 1:32 pm
    Prezado,
    Ao matricular o seu filho numa escola confessional herética, virulentamente proselitista e marcadamente anticatólica, o senhor incorreu em gravíssimo erro. Sei que não há boas escolas, nem mesmo entre as que se dizem católicas. Fui aluno dos maristas – Colégio Arquidiocesano de São Paulo – e já à época (muito tempo atrás) as coisas estavam péssimas. Mas meus pais não tinham a in-formação religiosa que o senhor parece ter.”
    Curioso como os teólogos de internet, os sabichões das redes sociais, adoram dar pitaco na vida alheia e definir o grau de erro que os outros cometem. Chega a dar nojo.

    • Então, Rodrigues… Não precisa ser “teólogo de internet” nem ter uma lucidez SABICHONA, como a sua, pra lamentar que alguém tenha matriculado o próprio filho numa escola onde se faz o pior proselitismo possível.
      Se vc, com toda a sua olímpica e SABICHONA lucidez, sente-se enojado pelos comentários desse Fórum, então, por que vc os lê…? Ou será que vc, além de juiz olímpico dos comentários alheios, é também masoquista… Vc é um desses caras que até paga pra sofrer…

  15. Caro PW, comentando seu educado primeiro post, neste mês ocorrerá a semana da oração pelas famílias na escola adventista do meu filho católico e pedi informações. É um evento fechado. Só coisa deles. Fui coroinha à revelia dos meus pais, mais pelos meus quatros avós, todos católicos de piedade de romeiros de Aparecida. Como disse no meu post, dentro das minhas misérias e limitações, é o que está dando certo na formação religiosa do meu filho que não para de perguntar e eu de esclarecer. Já que não posso contar com a ajuda da Igreja, uso seus inimigos à favor dela para embutir caridade no coração do pequeno. Não é fácil, principalmente por ensinar o que as futuras catequistas, na idade certa, irão contra, já que a minha paróquia é relativista. Pela política da minha Diocese, o padre já será outro na época da Primeira Eucaristia do meu filho mas sei que não mudará quase nada. Enfim, conto também com suas orações!

    • Caro Rogério,
      Convivi com alguns adventistas quando da minha graduação. Para se ter ideia, não faziam provas no dia de sábado, por motivo de guardarem esse dia como sendo o de descanso. Eles manifestam uma firmeza e uma obstinação na divulgação de suas heresias – como vc já deve saber, eles são uma seita judaizante –
      que chega a causar espanto. Na verdade, pelo pouco que sei, as denominações protestantes não os consideram cristãos (como também é o caso de outra seita horripilante e insidiosa chamada “Testemunhas de Jeová” (!!!???##).
      Os colégios da seita adventista são constituídos com precípua finalidade de fazer prosélitos. Peça ao Espírito Santo para lhe iluminar nessa questão.
      Também eu conto com as suas orações!

    • Rogério, peço licença para aportar. Concordo com PW. A finalidade principal das escolas adventistas é justamente o proselitismo, principalmente com alunos ditos católicos.
      Na minha região tem algumas e conheço vários casos. Após alguns meses as crianças rejeitam completamente a Igreja Católica, isto quando não doutrinam os pais e os levam para a igreja deles.
      Como você acha que ele vai rezar uma Ave Maria se ele aprenderá que Maria é uma mulher qualquer e que você é idólatra por ter imagens em casa e não cumpre os preceitos da lei divina por não guardar o sábado e comer comidas proibidas? Olha a confusão que você mesmo vai provocar na cabeça dele. Porque será que o encontro de oração é fechado?
      Com toda a bagunça reinante, é possível você enriquecer seus conhecimentos religiosos para transmiti-los. Temos bons materiais e documentos da Igreja na internet, além do próprio Catecismo, Sua casa deve ser o primeiro local de formação religiosa, é o que prometemos quando batizamos os filhos, não dá pra esperar pela escola ou pela Paróquia.
      E por falar em educação fique atento ao que ensinam Independente da escola, pois a ideologia de gênero já é uma realidade presente no ensino. Como uma serpente, entrou silenciosa no projeto educacional. Defenda seu filho da apostasia enquanto há tempo. Aconselho você a repensar e boa escolha.

  16. Primavera prometida por Francisco?
    Como isto pode ser? A primavera é o momento da natureza onde se vê a explosão da vida, do belo, onde a diferenciação dos seres da natureza em todo seu esplendor fazem harmonicamente a beleza da estação.
    Bergoglio se autoproclama muitas virtudes, mas o tempo, através de suas atitudes, escritos, declarações e administração do Vaticano, mostram que se trata de uma pessoa taciturna, egoista, autoritário, ególatra, odeia ser contrariado, e tem o grande defeito de gostar da companhia dos adeptos da Teologia da Libertação, que nada mais é que uma história muito bem maquiada, enganadora e que tem um final infeliz.
    Quem puder esperar verá que a primavera de Bergoglio é cinza, nublada, ambígua, com muitos corvos a voar e pouquíssimas flores.
    Que Deus nos proteja e dê forças para supera-la. Como nossa esperança nunca deve esmorecer continuamos, em nossas preces, a pedir a conversão do Papa Francisco! Ou a eleição de um novo Papa cristão e católico.

  17. As falsas doutrinas como a comunista atraem aqueles que estão destinados à condenação eterna como vemos, não são movidos pelo Divino Espírito Santo e logo então são movidos pelo espírito satânico. Isso é óbvio. Nosso Senhor Jesus Cristo disse que pelos frutos conhecereis. E disse que quem não ajunta com Ele espalha. Quem não está com Ele está contra Ele. Simples em resumo. As falsas doutrinas e as obras contra Deus reúnem em si o joio e as obras santas obedientes a Deus reúnem em si o trigo. Toda árvore má dá maus frutos. De fonte salgada não sai água doce. Ninguém vai à força para o Inferno ou para o Céu, mesmo na possessão demoníaca do pecado original ou no estado de graça do Batismo cristão a pessoa não perde o livre arbítrio, portanto cada um escolhe livremente. Recordemos a cena do bom e do mau ladrões crucificados um ao lado esquerdo e outro ao lado direito de NSJesus Cristo no exato evento da quebra da maldição da lei, ou seja no exato acontecimento e consumação da Salvação: cada um fez a escolha…os obstinados como o mau ladrão são todos esses falsos e obstinados que criam professam e disseminam mentiras das mais absurdas e idiotas que nem eles mesmos acreditam realmente mas sentem prazer em viver se exibindo e enganado os outros. A cena sobre o Calvário das três cruzes é ja figura do juizo final: cada um escolhe e se julga a si mesmo como esses fantoches de satanás que são politicos e filósofos ao longo da história perseguindo e destruindo as boas obras e os filhos da luz do mundo que é Nosso Senhor Jesus Cristo o Salvador, o novo Adão vitorioso junto a Sua Mãe de Deus Santíssima, a nova Eva, a Sempre Virgem Maria, o Imaculado Coração. Ninguém se engane portanto. E aos rebeldes e maus ladrões devemos dizer como São João Batistas “Arrependei-vos!”. Amém.

  18. Cisma, intra e extramuros? Um prelúdio? Unidade, Santidade Catolicidade e Apostolicidade somente no resto fiel. Suportemos a nevasca, porque a tribulação já está sobre nós.

  19. A primavera árabe destruiu alguns países muçulmanos e por consequência afetou a Europa irremediavelmente. A primavera católica derrubou Bento XVI e instituiu o revolucionário Francisco. Curioso que tanto uma primavera quanto a outra tenham sido provocadas pelo governo Obama.

  20. Rogério e PW, quem sou eu para tecer críticas ao irmão que busca a melhor educação cristã para seu filho!! É claro que os Adventistas estão entre as seitas heréticas mais ferozes e virulentas contra o que denominam “Igreja romana”. Mas é certo também que o ensino religioso nas escolas católicas atuais é abaixo do sofrível, praticamente em todas as ordens. Meus garotos estudam em uma escola verbita (Congregação do Verbo Divino) e digo para vocês que os ensino religioso que lá se ministra é coisa de fazer chorar!! Se os meninos não forem catequizados adequadamente em casa, crescerão achando que a Igreja Católica é apenas uma espécie de ONG, criada para espalhar pelo mundo princípios gerais como “solidariedade”, “igualdade”, “ecologismo”, etc. Da Sagrada Doutrina e das Santas Escrituras, nada! É triste… Isso sem contar a massa de professores esquerdopatas em todas as séries, sempre prontos para inocular a sua vulgata demoníaca na cabeça de crianças e adolescentes. Portanto, Rogério, não se sinta culpado por haver matriculado seu menino numa escola herética. Educação católica transformou-se em artigo do passado. Além disso, a heresia que sai da boca de hereges é mais fácil de desmontar do que o “catolicismo” de fancaria e disfarçado que sai da boca de católicos postiços. Esteja com Nosso Senhor Jesus Cristo e que a Santa Virgem interceda por ti. Um grande abraço.

    • Lugumo, por falar no verbitas, a Verbo Filmes, está divulgando a TL no Youtube com muita força.

    • Sem querer justificar a baixa qualidade do ensino religioso das escolas católicas, acredito que no Brasil esse problema em parte tenha a ver com as leis referentes à educação, leis que propugnam a liberdade religiosa, mas,na prática, favorecem o relativismo religioso.
      Outra questão relacionada são as Congregações religiosas que mantêm essas escolas e que, devido a vários fatores, cada qual, mais atingida por um ou outro em um nível maior, como o modernismo, a TL, perderam o fervor católico, se assemelhando mais a ONGs humanitárias.

  21. Nós, aqui, falando sobre a sanidade escolas e sobre falta de colégios cristãos, mas o que esperar de um episcopado apóstata como o atual?

    O Avvenire, pasquim do episcopado italiano, publica caricaturas de Nosso senhor Jesus Cristo. A única solução pra dar um jeito nessa podridão debochada é, infelizmente, uma chuva de fogo. Tenho pena dos inocentes e das crianças. E também dos animais.

    http://www.lanuovabq.it/it/avvenire-ridicolizza-gesu-almeno-facesse-ridere

  22. Prezados, aproveitando o gancho…
    Nenhum protestante, de qualquer seita, e nenhum espírita respeita liberdade religiosa de ninguém.
    Se eles julgarem, segundo o critério da religião deles, que você está possesso de um espírito mal, eles vão arrumar um jeito de te exorcizar sem qualquer respeito à sua religião. Sei disso por experiência própria. Eu vi, não são os outros que me falaram não! E as intenções, entre elas: envergonhar a pessoa, destruí-la na sua reputação e envergonhar também uma verdadeira comunidade católica.
    Além disso, sei de muitos casos de protestantes que arrancaram medalha de Nossa Senhora das Graças, Escapulário do pescoço de pessoas doentes e não doentes, e sem consentimento da pessoa, pois a própria pessoa é que tinha solicitado o uso destes sacramentais e manifestou publicamente que não queria tirar essas coisas do pescoço; e depois vem um familiar protestante endemoniado pra arrancar à força essas coisas do pescoço dos outros.
    Pastores, missionários e irmãos que entram nas casas das pessoas para destruírem imagens de santos e insultarem Nossa Senhora.
    Grupos e mais grupos de protestantes que entram em enfermarias públicas e fazem seus cultos e preces, segundo a sua religião, tomando conta do quarto de enfermaria e sem consentimento de todos os doentes. Isso daqui eu vi!
    Médicos e enfermeiros que usam da profissão e do lugar PÚBLICO de trabalho para promoverem o Protestantismo e o Espiritismo. E quem está doente, entrevado numa cama, não tem como impedir. Isso eu também vi!
    Sobre o uso de escolas e faculdades para promoverem crenças estranhas, inclusive protestantismos, e denegrir a Igreja Católica, principalmente a Medieval, a Nova jamais, isso é muito evidente pra mim.
    Aí vem a Maçonaria e seus produtos ditarem as Regras nas próprias seitas religiosas, nos órgãos públicos e nas empresas privadas sobretudo…
    Não recorro nem vou recorrer, nem à Justiça nem ao Ministério Público.
    Desejo que caia fogo do céu e consuma tudo!
    O Mundo é essa porcariada toda aí. E o casamento da Igreja com o Mundo só produz…….

  23. Só gostaria de completar: Não pensem também que é combatendo só o comunismo e deixando o Liberalismo Inglês – já que o Capitalismo parece ser um “termo bom” para certas pessoas – que vai resolver o problema não. Estamos num Estado capitalista e liberal, e não Socialista nem Comunista. União Soviética acabou. Só restam alguns poucos como Coréia do Norte isolados do resto do mundo. Essa desgrancença toda que os Srs. e eu estamos presenciando nasceu e está ocorrendo em Estados Liberais e Capitalistas.

    Att, encerrando minha participação.

  24. Lugum, Rogério e PW,
    Hoje, jamais meus filhos estudariam num colégio católico, principalmente de Belo Horizonte-MG. Explico:
    Eu também tive um filho que estudou no Colégio Loyola (dos jesuítas). Foi uma lástima. Nas aulas de Teologia (2º ano do Ensino Médio) exibiam filmes gays (“Não gosto de meninos”), júri gay (Caso da cantora Cássia Eller: adoção do seu filho) etc.
    Nota:em nenhum momento, o Pe. Germano, diretor geral do colégio Loyola na época, pediu desculpas pela divulgação da agenda gay no colégio “católico” (com direito à distribuição de kit gay: vídeos e júri gay…), bem como omitiu dolosamente as graves advertências sobre a Castidade e a Homossexualidade, tais como:
    – Sagrada Escritura: apresenta a homossexualidade como DEPRAVAÇÃO GRAVE (cf. 1Cor 6, 15-20; Gn 19, 1-29; Rm 1, 24-27; 1Cor 6, 9-10; 1Tm 1,10, dentre outras);

    – Tradição cristã: sempre declarou que os “atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados”, pois são contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Portanto, em caso algum podem ser aprovados (cf. CDF, Declaração Persona humana, 8).

    Os colégios católicos mineiros (Belo Horizonte: Santo Agostinho, Loyola….) estão divulgando a Ideologia de Gênero para seus alunos. Essa Ideologia trata-se de uma grande Falácia, Engodo, Conto do vigário… e, por trás dela, há um Projeto de Poder Marxista da Cultura da Morte (implantação do comunismo, abolição da família tradicional…), visto que ela quer esvaziar o conceito milenar de Homem e de Mulher. O sexo biológico, portanto, é apenas um dado corporal de cuja ditadura (“burguesa”) nós devemos nos libertar aderindo a ideia totalitária de um gênero. Não faz mais sentido falar de mulher ou de homem, fala-se apenas em gênero. Cada ser humano criaria para si uma identidade que bem entendesse.
    Em síntese, o ser humano seria, para ideologia de gênero, um ser sexualmente indefinido e indefinível.

    Duas aparições proféticas explicam a infiltração marxista na Igreja católica:
    – A primeira, em Salette, 1846, exatamente no ano em que os escritos políticos de Marx ganhavam público na Alemanha.
    – A segunda, 71 anos depois, em Fátima, 1917, ano em que ocorreu a Revolução Russa, marcando o início dos “erros da Rússia”, que não se restringem unicamente ao comunismo. Ambas nos legaram mensagens duríssimas: Salette falou sobre o Filho de Deus ser crucificado novamente por sacerdotes consagrados e disse:

    “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se CLOACAS DE IMPUREZA. Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paira sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua INFIDELIDADE e má vida crucificam de novo meu Filho!”

    Fátima nos alertou que se a Rússia não fosse consagrada ao Seu Imaculado Coração, os erros daquele país se espalhariam pelo mundo. A Rússia não foi consagrada e os erros medram e abundam.

    Infelizmente somente a mensagem de Fátima tem ganhado notoriedade entre os católicos, o que já é bom. Mas as duríssimas palavras de La Salette à Maximin e Melaine, como lembrou Leon Bloy, foram completamente enterradas, talvez pela sua aspereza contra o clero e seus erros.

    Uma denunciou os erros que ocorreriam DENTRO da Igreja. A outra os erros que iriam ameaçar a Igreja e o mundo desde FORA.

    Nossa Senhora de La Salette, rogai por nós.
    Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós.

  25. Conheci este blog há cerca de menos de seis meses, veio aliviar minha aridez na fé por uma Igreja mais Santa e sobre o Afonso numa escola adventista quero agradecer a todos que opinaram, realmente não esperava tanta atenção dentro da mais pura caridade e amor católico. Nenhum relativismo, opiniões educadas, bem articuladas… está há apenas um mês na referida escola, pouco tempo pra notar alguma mudança no comportamento dele mas agora estou ainda mais de olho! Ficou claro que os opinantes mais se preocuparam com o próximo do que consigo mesmos e ainda sem mudar uma vírgula pra relativizar nossa Sagrada Doutrina. Temos o Depósito da Fé recebido direto do Nosso Senhor Jesus Cristo. Belo espaço e que sempre continue sendo aproveitado pro bem da Igreja e não nosso!

    • Prezado,

      Sei que sabe o que vou dizer.

      E é mesmo de amargar constatar a atual situação das escolas ditas católicas. Catolicismo nessas entidades modernistas é religião que não há regra e juízos. Aliás, isso é a verdadeira religião para esses pseudos católicos. “Acolher” sem qualquer exigência de mudança de vida. Em vez vida regrada, vida desregrada.

      É evidente que há virtudes católicas fora de Igreja Católica. Mas só a Igreja Católica as tem todas. Qualquer virtude fora da Igreja Católica está contida Nela. E só na Igreja Católica são suficientes. Fora, insuficientes. E insuficientes para a salvação eterna. Caso em que me parece que o senhor pretenda suprir matriculando seu filho em uma escola de profissão herética.

      E de fato, já ouvi muitos testemunhos de pessoas que matricularam seus filhos em “Fui aluno dos maristas – Colégio Arquidiocesano de São Paulo – e já à época (muito tempo atrás) as coisas estavam péssimas. Fui aluno dos maristas – Colégio Arquidiocesano de São Paulo – e já à época (muito tempo atrás) as coisas estavam péssimas. ” (citando o ótimo comentário do PW) e, hoje, esses mesmos filhos se tornaram indiferentes. Sem fé. Detalhe: foi justamente no governo do então bispo Dom Odilo – aquele mesmo que levou Nossa Senhora para um carnaval – que esses alunos hodiernamente são irreligiosos, ou tanto faz uma como a outra religião, o importante é ter alguma coisa espiritual para acreditar.

      Assim, por alguma virtude que vemos em escolas que são de outra profissão “religiosa”(heréticas) e não as achamos em escolas ditas católicas(neste caso, meras escolas comerciais), acabamos mesmo pensando no que seria melhor ou num mal menor para a educação dos nossos filhos. E – mais uma vez repito – o senhor pretenda suprir com uma educação verdadeiramente católica.

      Tristes constatações. Ainda mais quando vemos um drama desses, testemunhado por um pai preocupado com o destino eterno de seu filho.

      Que Nossa Senhora lhe conceda a graça para achar uma porta que mais assegure a educação de seu filho.

      São as minas orações.

    • Nota: a citação do PW saiu dobrada. Problemas no control “c” e control “v”. Mas creio que se pôde entender.

    • Prezado Rogério, Salve Maria!
      Desejo a você e sua família todas as graças necessárias do único Senhor Jesus Cristo. Sendo “oportunista”, eu aproveitei do seu comentário combinado com os dos demais leitores para expor algumas situações horrorosas e revoltantes que vivi. Não desejo com isso exercer qualquer influência sobre a sua escolha com relação à escola de seu filho. Vejo a dificuldade dos meus pais e de outros. Hoje em dia não é fácil! Não tenho família própria. Mas talvez você conheça pessoas, e mesmo aqui no site, experientes com educação dos filhos, que poderão te auxiliar nesta situação que é calamitosa não apenas para vocês, mas para o mundo todo. Não tenho competência e sabedoria para opinar sobre a questão que você colocou.
      Abraço! Meus cumprimentos!

  26. O que ocorre atualmente nos colégios particulares é que são como supermercados; o produto já vem pronto. Atualmente há os sistemas de ensino: (Anglo, objetivo e outros) que elaboram o conteúdo e o material didático. E todos eles são permeados pelo marxismo, ateísmo, esoterismo e todas as ameaças que já conhecemos.
    Ex.: data de grande destaque atualmente é o Halloween, que alegam ser cultura americana. Uma dança cultural é a capoeira (existe um batismo e também os graus ascendentes). Já está previstas (se já não praticam) a yoga (hinduísmo) e assim por diante. Ou seja, independente da escola, os conteúdos mais perigosos serão transmitidos sob a capa de cultura, esporte, ou filosofia. Quanto ao colégio adventista há um detalhe: Eles possuem o grupo de escoteiros, desbravadores, aventureiros, lobinhos ou qualquer que seja o nome, que, é uma espécie de maçonaria mirim, é só pesquisar sobre o assunto.
    Os filhos das trevas são mais espertos que os filhos da luz. Ou seja, fomos demasiados confiantes e em cima da nossa inocência, displicência ou boa fé as obras das trevas conseguiram contaminar praticamente todo o espaço formativo das nossas crianças. São pais que devem assumir o dever de formar os filhos na fé, Se eles terceirizarem este dever e não puder contar com a Igreja que dirá confiar nas instituições que combatem contra ela..

    • Para acrescentar mais uma experiência à discussão:

      Meus filhos estudaram alguns poucos anos num colégio beneditino do interior de São Paulo. Eles estão formando rigorosamente pessoas irreligiosas por lá. Seu “catolicismo” hoje é aquele doce, desfibrado, emasculado, humanista, inclusivo, aquele que atualmente diz que ensina “valores” para as crianças: os “valores” da “solidariedade”, da “ética”, do “respeito às diferenças “, do “não julgueis”, etc. A mesma cantilena que se vê nas odiosas homilias modernas, e que não formam ninguém, só deformam o caráter e não ensinam nada, não servem para nada, a não ser para mais tarde chancelar vícios.
      Diante disto, me vi obrigada a colocá-los num Objetivo da vida. Também é odioso e por razões semelhantes, mas pelo menos não é com a chancela da Igreja.
      O trabalho que tenho em ambos é semelhante: desmentir professores, explicar seus estúpidos erros, conferir cadernos e apostilas, enfim: viver num eterno desgaste para minorar-lhes o escândalo.
      É triste esse combate? Sim, muito. Mas felizmente a criança aprende a discernir cedo o nosso critério.
      Isto lhes causa um amadurecimento um pouco antecipado, o que também não é o ideal, mas o importante é ajudá-los a chegar ao céu, e precisamos escolher no catálogo de prejuízos qual é o prejuízo menor.
      Eu por uns poucos anos, quando de minha recém conversão à tradição, tive por vizinhos de porta um pastor adventista e sua esposa, que tinham uma filha que regulava em idade com os meus. Havia outras crianças no prédio, outras famílias, enfim. Mas aquele casal tinha uma predileção e uma especial curiosidade justamente pela minha casa e pela minha vida. Tentaram me dar livros. Eu devolvia. Convidavam para as não sei que sabatinas, escolas bíblicas, etc. Morriam de tentar ganhar minha confiança para levar meus filhos em seus “catecismos” sábado cedo. Sempre recusei tudo. Diante dessa predileção diabólica, eu jamais daria meus filhos a esses lobos para serem educados. Prefiro o combate com o mundo que pensa que é “livre”, do que com esses para quem nossos filhos são o artigo mais apetecível de todos, o que mais deleite lhes dará “converter” (isto é: matar neles a Graça, se possível já no berço ou no jardim da infância). Foi o que aprendi naqueles tempos de estranha vizinhança.

  27. Ao Alex,
    na verdade vc está confundindo. O estado é laico, mas apoia e facilita a educação religiosa ou confessional privada. Pq você acha que as PUCs da vida são tão grandes? Justamente por se beneficiarem também da isenção de impostos como filantrópicas. No caso da FSSPX ,que está se estruturando no Brasil, a dificuldade vai ser o apoio financeiro e profissional. Escolas católicas no Brasil ligadas ao rito tridentino são bem raras. Há uma em Anápolis que tem até um artigo muito bem escrito que vale a pena a leitura. “A escola católica, um oásis no deserto”