Editorial: A melhor Campanha da Fraternidade.

Por FratresInUnum.com | Quem poderia imaginar, cinco anos atrás, uma reação tão contundente da população católica contra a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil?

Depois de cinco anos de pontificado, o efeito que Francisco produziu na Igreja foi o surgimento de uma grande consciência católica. Antes, os católicos suportavam calados as absurdas inovações doutrinais, os abusos litúrgicos, os desvios de conduta. Agora, gritam. E o seu grito não pôde ser ignorado.

O episcopado brasileiro, habituado à bajulação, teve de suportar, com ostensivo desagrado, a indignação de seus fieis. As reivindicações não são excessivas, os protestos não são imorais: pedem transparência acerca do uso do dinheiro arrecadado na coleta nacional da Campanha da Fraternidade e que seus bispos deixem de concelebrar com pastoras protestantes, e de apoiar os partidos socialistas, e de tratar a Santíssima Eucaristia como um pão ordinário! Nada mais simples, nada mais justo!

Mas o que fazem os veneráveis bispos? Desconversam! Uns apelam, suplicando pela não-violência nas mídias sociais, outros exigem que a roupa suja seja lavada na sacristia (reconhecendo subliminarmente a sujeira), mas ninguém responde ao povo. Onde estão os dois milhões de reais não declarados? Como assim, o dinheiro dos fieis é gerido por uma ONG que promove o aborto, o MST e as bandeiras LGBTs?

Um bispo chegou a gravar um vídeo numa sala do palácio episcopal, com música emotiva, com palavras adocicadas e jeito de menino carente. Para que tudo isso? Para provocar comoção?

No auge da polêmica, Pe. Paulo Ricardo de Azevedo Jr. publicou um vídeo em sua página para “jogar água na fervura”, pedindo piedosamente um “silêncio quaresmal” em benefício do silêncio dos bispos. Muitos católicos se indignaram com a atitude do padre. Embora ele tenha apenas feito “sugestões”, não podemos deixar de notar o quanto as mesmas são imprudentes: quando o paciente está em tratamento, ou se toma os antibióticos até o fim ou a doença voltará com mais força. Caso contrário, o “silêncio” não seria nada terapêutico, mas, sim, um verdadeiro suicídio.

Fato é que o autor das denúncias assume corajosamente para si a responsabilidade única por seus vídeos, e tudo em homenagem ao ano do laicato. Saborosa ironia de Deus! Quem diria que o ano temático convocado pelos bispos se voltaria contra os próprios? Quem diria que os leigos se manifestariam com tanta ousadia, sem esconder-se por trás de nenhuma batina?

De nada serviram, porém, as tentativas de sufocamento ou de desvio do assunto. Enquanto insistem em discutir o comportamento dos denunciantes, o povo volta novamente às denúncias: onde está o dinheiro e o que se fez com o mesmo? Apresentem-se explicações ou reconheça-se o erro!

Realmente, parece que a autoridade moral da CNBB é mais um tema a ser consultado num livro de história da Igreja. Doravante, por se terem misturado com bandeiras ideológicas e assumido comportamentos tão suspeitos, os bispos mesmos se atiraram no lixo e sacramentaram o processo de ruptura levado a cabo nas décadas em que vigia a teologia da libertação: descolaram-se do povo real, ficando agarrados a um povo que existe apenas naquele espaço vazio entre as abas de suas mitras.

Esta seria a oportunidade perfeita para os nossos bispos refletirem e mudarem de conduta. Mas, não! Eles não mudam. Preferem se fazer de vítimas, posar de ofendidos e continuar com a mesma postura de sempre. Infelizmente, é isso: Ideólogos não mudam! Preferem morrer e se destruir que reconhecer o próprio erro.

E é bom que se preparem para mais momentos constrangedores, pois isso não vai parar. A fiscalização do laicato está só começando. Ao contrário de uma Quaresma silenciosa, nossos leigos preferem uma Quaresma profética, de denúncia verdadeiramente libertadora! Essa está sendo a melhor Campanha da Fraternidade de todos os tempos!!!

Enquanto isso, cresce vigorosa a Igreja católica brasileira, mesmo com seus padres sufocados e seus leigos ridicularizados, como numa longa procissão que avança, essa sim, silenciosa, empurrada com a força mesma daqueles que a desprezam. E tudo durante o pontificado de Papa Francisco, que, com seu estilo jesuítico e libertador, não faz senão retroalimentar aquilo que ele mesmo quer destruir: a Igreja de sempre!

64 Comentários to “Editorial: A melhor Campanha da Fraternidade.”

    • Olá Bernardo!
      Quem dera que, em Portugal houvesse um Homem ( com H maiúsculo mesmo) como o Bernardo Kuster, não porque eu ache que a Conferência Episcopal Portuguesa seja igual à CNBB?! Provavelmente não! Apenas seria útil para abrir os olhos “cegos” dos leigos para outro tipo de problemas?!
      Que essa coragem o santifique imensamente! Que Nossa Senhora de. Fátima o proteja!

    • Caro Bernardo, soubemos da sua vinda ao RJ, poderia dar mais detalhes sobre a palestra? Graça e Paz

  1. Perfeito. Não nos calaremos!

  2. Que ironia senhores, num livro desses da tl, o “monge” “beneditino” Marcelo Barros, comenta uma das últimas frases de Dom Helder, “não deixe cair a profecia.” E agora essa frase e tudo o mais, se volta contra os “libertadores” Que Nossa Senhora nos proteja.

  3. A Igreja de esquerda não se distingue em nada de um governo de esquerda e de um Congresso de esquerda.
    Nada há de honesto na esquerda. São corruptos todos, dentro e fora da Igreja.

  4. Parabéns pelo editorial, as percepções estão finas. Deus abençoe esse moço Bernardo e todas as almas sinceras que, como ele, também querem apenas que os Bispos sejam católicos.
    Sei que os Bispos não vão mudar, mas não importa: importa é mudar os leigos, para que abram os olhos e percebam que (ou quando) estão sendo guiados por mercenários (no sentido que Nosso Senhor mesmo se referiu aos maus pastores).
    É por isso que a Santa Tradição da Igreja só cresce e rejuvenesce, como um santo paradoxo da Providência. Cada vez aumenta em número e é buscada espontaneamente por gente muito jovem e até por crianças. Deus seja louvado por esse reflorescimento de sua Santa doutrina e por pequenas e grandes vitórias da verdade! A rigor, eu nem quereria saber o que esses Bispos fazem do dinheiro, não fosse por financiarem indiretamente o aborto ao se juntarem a gente tão ruim como essas ONGs e esse PT. Mas a misteriosa volta do trigo no meio do joio — as pedras falarão! — é o melhor fruto do fato Bernardo X CNBB.

  5. Esta sim é uma nota magistral! 😜

  6. Continuaremos no bom combate, em defesa da sã doutrina católica, com a fé firmíssima na promessa de Nosso Senhor Jesus Cristo: “as portas do inferno não prevalecerão”, pois a Igreja é rocha inconcussa.

  7. Parabéns Bernardo Kuster! Parabéns FiU!

  8. Excelente análise. Já não aguentava mais esta CF patética que temos.

  9. Conhecia bem as questões relevantes a respeito de a CNBB apoiar as esquerdas, “bons cristãos, como Plinio Arruda do PSOL e “movimentos sociais”(=milicias comunistas) etc., empregar dinheiro com movimentos esquerdistas em geral, parecendo-se tentáculo desses em seus varios segmentos, só que não retumbava nas redes, como agora, pois foi um documentario muito bem elaborado e apresentado em que as redes sociais estão muito mais disseminadas, apesar de diversas provas escritas anteriormente mostradas, destacando-se o frei Clemente Rojão.
    Quando blogueiro, mostrava desvios de verbas das CFs via CNBB pró esquerdistas, que a Igreja jamais apresentou aos governos fatura alguma e não era demagoga como a vermelha TL associada ao PT nessa farsa conhecida como “OPÇÃO PREFERENCIAL PELOS POBRES”, dos pobristas politiqueiros e mais associados ao plantel desses, usando os pobres como massa-de-manobra para chegarem ao poder e depois presentear a todos, mesmo a esses, com a escravatura, violencia, extrema opressão e miseria, similarmente à Venezuela.
    É bom frisar que o grande bispo D Manuel Pestana em seu tempo por *cartas advertira a D Luciano Mendes de Almeida, presidente da CNBB à sua época que “o Brasil se tornava antecãmara do comunismo” e perguntava a ele: seríamos nós os “CANES NON VALENTES LATRARE” de Is 56,10? Tudo indicaria que nem resposta deu a ele, pelos continuados apoios aos comunistas, até hoje, como ex a recente a **PJ em Manaus em 2017 em que dentre os homenageados constavam Che Guevara, Fidel Castro, Evo Morales etc!
    Excepcionalmente, não concordei com a sugestão do eminente Pe Paulo Ricardo – estaria sob pressão? – pois estaríamos colaborando no silencio às denuncias, portanto, implicitamente concordando, pois seriam erros muito graves e praticados publicamente, um escãndalo sem precedentes, colocar hereges, logo mulheres do sectarismo relativista protestante como sedizentes sacerdotisas numa concelebração eucarística católica e dezenas de bispos avalizando, já que dentre esses, nenhum teria vindo a público denunciar essa profanação do SS Sacramento, um descalabro!
    Salvas continuadas provas contrarias, não dá para crer na CNBB doravante disposta a mudar, de ser não ser mais trampolim das esquerdas e não continuar as apoiando; assim, não contribuindo nesse Domingo de Ramos para não sermos financiadores de esquerdistas!
    * http://www.providaanapolis.org.br/index.php/todos-os-artigos/item/266-a-morte-do-atan%C3%A1sio-brasileiro
    ** https://fratresinunum.com/2015/01/23/pastoral-da-juventude-revolucionaria/

  10. Frates,
    Há um protocolo de destruição da Igreja Católica em curso sob o comando de Francisco (“o papa do fim do mundo”, com reflexos na CNBB (ou CNBdoB para muitos). Os sínodos das trevas estão a todo vapor.
    Tire suas conclusões:

    i) O SÍNODO DOS JOVENS irá derrubar toda a riqueza da Igreja (liturgia, cultura da vida, sexualidade ordenada…)… veja os absurdos ocorridos num seminário pré-sinodal com Baldisseri:
    Um jovem “profeta” invocaria sua “experiência” para se queixar de como a Igreja está “fechada” para aqueles que têm opiniões “radicais” sobre questões como o transgênero.
    Uma voz de quatorze anos (pasmem!!!) percebeu “que ele precisa criar sua própria religião para encontrar uma que seja acolhedora”.
    Outro jovem “profeta” anunciou: “O Papa nos pediu para “fazer caos”, é exatamente o que estamos fazendo”.
    De fato, o Papa Francisco pediu aos jovens – em particular “agnósticos”, “estranhos” à Igreja e até “ateus” – “criticar” a Igreja invocando o profeta Joel 3: 1-2 (“O velho sonhará e os jovens profetizarão, isto é, com profecias que farão coisas concretas”). Então, os filhos e as filhas profetizam isso, de acordo com a lógica condenada por Ven. Fulton Sheen:
    Não existe mais inferno, não há mais pecado, nem juiz, nem julgamento, e o bem tornou-se bem e o bem tornou-se mau”.

    ii) O SÍNODO DA AMAZÔNIA será uma cruzada para sacerdotes casados e mulheres diáconos…

    Conclusão: É utopia dos falsos profetas, a loucura dos novos tempos em que todas as heresias serão aceitas por todos os “católicos” (a exemplo do tempo do Arianismo).

    Então, os falsos profetas vão chorar, juntamente com o velho sonhador, aqueles que dizem que “os tempos em que a Igreja podia falar de culpa de consciência acabaram”.

    Como é atual o recado de Jesus no Calvário:

    – “Mulheres, não chorem sobre mim, mas em vós mesmos e em seus filhos”.

    “A Igreja será salva, mesmo que tenhamos que voltar a ser 12” (São João Paulo II).

    Salve Maria!

    Em tempo:
    – Parabéns, frates, sobre a denúncia do Folhetim da Paulus (4º Domingo da Quaresma) com a foto do “Jararaca” Lula. Denúncia comprovada!
    – Seja bem-vindo GRANDE Bernardo, a casa é sua! Conte sempre com as nossas orações e apoios. Você é Dez! Como precisamos de Joões Batistas que clamam no deserto do mundo! Estamos vivendo os FINAIS DOS TEMPOS! Em breve, as profecias serão cumpridas (La Salete, Fátima, Sagrada Escritura…). Quem viver, verá! Saudações cristãs a todos.

  11. Não podemos nos conformar com o silêncio cúmplice dos bispos ditos BONS que fazem parte da CNB do B.
    Que eles se manifestem.Que eles venham a público e chamem seus irmãos no episcopado para a razão das coisas.
    Que nos expliquem tamanha impiedade com a Santa Eucaristia.Com assinaturas em documentos ecumênicos que são uma afronta a identidade católica.
    Ou será que vão sucumbir a covardia ?
    Farão um silêncio cúmplice com a apostasia para continuarem no comodismo ?
    De um tal de Jeremias de Londrina é claro que nada se pode esperar.
    Mas temos bispos que fazem parte da CNB do B que são considerados ortodoxos e nos dão esperança.
    Então chegou a hora de mostrar realmente de que lado estão.

  12. “o auge da polêmica, Pe. Paulo Ricardo de Azevedo Jr. publicou um vídeo em sua página para “jogar água na fervura”, pedindo piedosamente um “silêncio quaresmal” em benefício do silêncio dos bispos”.

    Sinceramente, o clero conciliar não serve pra muita coisa, exceto para o “ex opere operato” e olhe lá…! A doença doutrinal de desobedecer ostensivamente o Magistério SOLENE da Igreja para seguir o besteirol do Vaticano II, acaba por desnaturar, conspurcar e apodrecer as melhores das boas-intenções.
    Cavete!

    O inferno, como se costuma dizer, está cheio de boas intenções

  13. Parabéns aos que tiveram a coragem de levantar essa bandeira e enfretar a forte reação desta “conferência de bispos” que pastoreiam os lobos contra as ovelhas. Não seria essa a hora e a oportunidade de se fundar um “observatório de leigos católicos” para estar sempre alerta contra as ingerências epsicopais? Os bispos deste país sempre se sentiram livres para maltratar a Santa Doutrina Católica, e agora que foram apenas questionados, estão perdidos e raivosos. Se souberem que sempre haverá quem os observam, ou agirão com mais prudência, ou serão cada vez mais desmascarados. Não por perseguição aos nossos pastores, mas por amor à nossa Santa Religião. Mais uma vez, parabéns ao Fratres ao Bernardo, que já estão nessa batalha.

  14. Na cidade de Blumenau, na rua 7 de setembro há um grande sebo. Anos atrás era possível garimpar ali bons livros católicos e essa notícia se espalhou. Hoje tudo o que se encontra lá é o “lixo” da igreja católica, coisas do tipo Leonardo Boff (sta), ex-(sem)frei(o) Beto(neira), os livrinhos açucarados dos padres da Canção(desafinada)Nova e outros padres “inhos”. Tudo que havia de melhor se foi, sinal de que há muitos católicos procurando por conta própria aquilo que os padres já não sabem mais como lhes responder. E isso é gritante, já falei com padres que desconhecem a existência do Catecismo de Trento e a Suma Teológica de Santo Tomás de Aquino é mero livro de leitura opcional nos seminários, falam da Igreja como se ela tivesse começado a existir apenas no CVII e antes era apenas a “igreja primitiva”. Andam, padres e bispos de braços dados com comunistas, maçons, pastores protestantes, budistas, muçulmanos, judeus e umbandistas e agora ficam estes escandalizados quando os leigos os repreendem, tal qual um bêbado que não admite o problema e fica furioso quando alguém lhe chama de bêbado!

  15. A resposta de Dom Fernando Rifam é boa, pede moderação aos leigos, mas continua a questionar os bispos

  16. Tirou palavras de minha boca e tudo isso tem uma raiz maléfica. Concílio Vaticano II.

  17. Ontem assisti uma homilia muito contundente de um padre dos arautos do Evangelho, e que menciona o combate de São Pio X contra o modernismo, e também cita um fato lá nos anos 1940, em que um leigo brasileiro já advertia os bispos a respeito desse abismo que estava por vir. Obviamente não deram ouvidos. Mas quem sabe se eles não tivessem escutado um ‘leigo’ naquela época eles teriam evitado cair nessa humilhação pública em que estão agora?
    Um link para o sermão está aqui: https://www.youtube.com/watch?v=voQm3ekzXrM
    Obrigado a todos.

    • Assisti o sermão e gostei muito, é totalmente ortodoxo e verdadeiro. Todos padres deveriam fazer sermões assim… Eu faço parte da maioria dos brasileiros e brasileiras que são condenados a ouvir todos os domingos sermão marxista e materialista…
      Embora não tenha sido o assunto central, ele contou um fato desse Dr Plinio onde a reação do tal arcebispo de Belo Horizonte foi igualzinha as que temos visto em alguns bispos atuais contra o Bernardo: primeiro surtam e atacam como hienas quando se veem desmascarados, e depois ficam de chororô se fazendo de vítimas. A mesma reação dos fariseus diante de Pilatos, lobos se fazendo de vítimas para crucificar alguém que só disse a verdade. E é também a mesma tática de todos os petistas e esquerdistas que eu conheço!

  18. Sabe como começaremos a abalar os alicerces da CNBB? Ninguém dá dinheiro nenhum nas coletas destinadas à mesma.É certo que fará efeito…

  19. Desejo dirigir minhas palavras aos que integram a tal caravana… A tal caravana que um dos porta vozes dos que a compõe disse que passa enquanto os cães ladram (frase dita por Dom Geremias Steinmetz, bispo de Londrina, ao comentar as denuncias protagonizadas pom um de seus diocesanos, o ínclito leigo Sr. Bernardo Küster). E eu inicio minhas palavras dirigidas aos integrantes desta caravana (sejam eles leigos, padres, bispos ou outros religiosos) com a seguinte indagação: Onde vocês pensam que haverão de chegar com esta caravana ? Por favor, podem acreditar… Esta “caravana” nada mais é que uma triste locomotiva que além de desgovernada, anda, ainda por cima, fora dos trilhos e ruma em direção a um abismo. E, se houver quem duvide que esta triste locomotiva desgovernada e descarrilhada absolutamente nada tem a ver com a Santa Barca de Pedro, lembre-se que na nau petrina não há possibilidade de embarque para defensores de ideologias satânicas e monstruosidades luciferinas (como aborto e “teoria de gênero” ) não. Sinceramente… Perante estes infelizes que jazem neste terrível engano de fazer parte de uma caravana destas eu sinto aquele mesmo desespero que sentimos quando estamos diante de uma pessoa desacordada e queremos a todo custo que esta pessoa recobre a consciência. E este desespero todo, não só meu, mas de tantas e tantas outras pessoas mais, se reverte em muito sacrifício, oração e penitencia, em intercessão para que Deus ponha fim a este pesadelo delirante em que a CNBB (e os que a apoiam em seus erros) muito infelizmente jaz. (A propósito, em um país povoado por múltiplas origens imigratórias, como o Brasil, sobrenomes de matriz estrangeira são sempre mais do que comuns. O significado, porém de muitos destes nomes de famílias de origem que não a lusitana, na maior parte das vezes passa em desapercebido. Neste sentido, considero bem oportuno chamar a atenção ao fato de que o significado de “Küster” em alemão é SACRISTÃO…) Senhor Bernado, muito obrigado !!! (E Ferretti, parabéns pelo editorial !!!)

  20. Todos sabemos que no fundo, para esses que perderam a fé, tudo se resume a políticagem e DINHEIRO. De doutrina católica eles não querem saber – nem a CNBB, nem a nunciatura, nem mesmo o Vaticano estão preocupados com heresias.
    Então o diferencial desse vídeo do Bernardo é que, além do apelo popular para o público que tem preguiça de ler, ele mexeu diretamente no BOLSO.
    Aí realmente sacudiu a poltrona das excelências.
    Vamos fechar a torneira desses fariseus esquerdistas!

  21. Revolta da população católica contra a CNBB? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! Vcs estão loucos! Um grupelho de agitadores hereges olavetes , lefebvristas e outras seitas pseudo-católicas “tradicionalistas” barulhentos que de de católicas nada possuem e não correspondem nem a 0,00001% dos católicos do Brasil! Deixem de ser doentes mentais e parem de ser agitadores e criadores de encrenca. A máscara de vcs já caiu faz tempo de vc fanáticos excomungados não enganam mais ninguém! Causem agitações e façam mimimi lá na igrejola lefebvrista ou na seita dos olavetes. Vcs são tão covardes que só ´publicam o que lhes interessa: todos vcs são covardes EXCOMUNGADOS!

    • Francisco, por mais que olavetes ou lefebvristas possam por vezes ser irritantes e gostar de encrencas gratuitas, é certo que excomungado é quem defende heresias, quem apoia o aborto.
      Isso é tranquilo, óbvio, salta aos olhos.
      A doutrina da Igreja é clara. Excomunhão é algo sério, que envolve a relação com Deus, e não é simples penalidade para quem desagrada a bispaiada.

      E convenhamos, a CNBB apoiou uma convenção herética, deu dinheiro para ONG abortista. Se vamos falar de excomunhão (que o rapaz nem reforçou no vídeo) então veremos quem são os verdadeiros excomungados! Cargo episcopal, e nem mesmo papal, não é garantia NENHUMA de que o sujeito não seja um herege!

      Portanto, se há alguém excomungado nessa história, são aqueles clérigos da CNBB que apoiam conscientemente esse conluio com entidades anticlericais.

      E não ache que é historinha de uns poucos tradicionalistas….na região onde moro (interior), até os idosos estão recebendo esse vídeo via celular….claro que eles não vão brigar com o pároco, mas estão todos ficando cientes do jogo sujo da CNBB.

    • Será que o próprio Francisco, fracassado e já quase sem nenhuma audiência em Roma, exceto a das pastoras luteranas da Transilvânia, nos brinda com sua visita….?

      Será Francisco o pseudônimo de uma furibunda figura episcopal da CNB do B abortófila?

      Volta, querida, com seu sapatinho de verniz, pra realidade…!

      Pois enquanto vcs fingem sua opção preferencial pelos pobres, os pobres fazem opção exclusiva por Clodomiro Vendiabo… Vocês perdem pra Clordomiro Vendiabo: que vexame toda essa sauna…!

      O IBGE paira acima da sua demência e presunção.

      Vocês, viúvas saudosistas de Fidel, são um completo fracasso.

    • Sr. Francisco, o senhor tem um ganhar alegre, não?
      Só que não.
      Se acha que todos estão errados, em vez de rir, devia chorar. Mas quem disse que modernista puxa-saco da CNBB tem caridade?
      Seu destino é igualzinho ao dos moribundos da seita modernista que o senhor defende. Espere sua vez, que esse seu riso nervoso vai durar pouco.

    • Nossa… de onde saiu esse descontrolado? Kkkkkk
      Percebem que ele usa todos os chavões de quem não tem nenhum argumento, mas apenas ataques gratuitos?
      Enfim, dá um pouco de pena, mas fazer o quê? Continuo com a minha “igrejola lefebvrista excomungada que não representa 0,000001% da população católica do Brasil”… e Deus Nosso Senhor não me permita ser “católico” como o restante 99,99999% no Brasil, porque quero muito salvar minha alma!
      Ah, e quero deixar registrado que rezei uma Ave-Maria por você, Francisco. Não estrebuche, foi de coração.

    • Muito provavelmente só os 0,00001% dos católicos do Brasil são realmente católicos.
      Os outros apenas se declaram católicos.

    • Deixa de ser ridículo. Há uma acusação série de desvio de dinheiro. Covarde é quem usa indevidamente dinheiro de fiéis ou apóia a corrupção. O próprio papa reiteradamente condena a corrupção. Esse seu comentário só demonstra uma coisa: “rabo preso”

  22. “Agora, gritam”

    Não, esperneiam. Desqualificam qualquer argumento – por mais razoáveis que sejam os fatos – pela forma infantil com que os apresentam – ou melhor atiram.

    “A fiscalização do laicato está só começando”

    De fato, é o que está acontecendo, em vez do crescimento da consciência leiga: a profissionalização da Igreja; se os leigos fiscalizam, os pastores são funcionários e os leigos fregueses. Que lástima.

    Rezemos pela turba enfurecida; como o “gigante” que acordou nas manifestações por um Brasil livre de corrupção e desencadeou uma onda de violência sem par, um laicato reivindicante corre o sério risco de degringolar numa anarquia eclesiástica (como já está começando a ficar)…

    • Dr. Arnaldo,
      “Mas vale causar escândalo que esconder a verdade” (S. Gregório Magno)

    • Com esse nome ilustre de avenida paulistana, argumento tens, ainda que perfeitamente imbecil e ridículo, para justificares a remessa de dinheiro de coleta quaresmal aos açougues ideológicos do abortismo ?

      Quem disse que os leigos não podem fiscalizar o destinho que é dado às suas doações? Pois nem Nabucodonosor, do alto de seu trono, foi tão triunfalista e autoritário com seu miserável povo quanto o é o arrogante “clero” que escarra na cara dos (demais) cristãos.

      Por que tanta PeTofilia ?

      Teu título de Doutor foi outorgado nas catacumbas de Navarra?

    • Sr. Arnaldo, vamos ajustar as lentes e ver que a onda de violência desencadeada foi provocada por quem se incomodou ao ver o gigante despertando. Curiosamente os que militam em favor da não violência são os que reagem mais agressivos quando contrariados em seus planos.
      A anarquia eclesiástica já existia e quem causou foi quem se colocou na contramão do Magistério e da Tradição para conduzir os fiéis na luta de classes em vez de lutar pela salvação. Coleta não é imposto que fosse utilizada para vida regalada de alguns ainda passa, mas para alimentar a ideologia anti-cristã, aborto, gênero e afins…e ainda falar em paz e não violência…ignorar a gravidade deste fato é o cúmulo da alienação. Temos sim que manifestar indignação e questionar quem se dispôs ao pastoreio.
      O que acontece hoje é o vento da purificação, que vai dar a oportunidade a muitos de fazer uma opção consciente pelos ideais do Reino que não é deste mundo ou pelos “novos céus e nova terra” prometido pela cnbb marxista. Parabéns Fratres pelo editorial e firmes com o pequeno resto!

  23. Já passou da hora para reagir contra os embusteiros infiltrados na alta cúpula da Igreja. Está na hora de calar e expulsar a cnbb do nosso meio. Para os bons religiosos as nossas orações. Para os embusteiros as nossas orações, para eles, pedindo as suas conversões.

  24. Comunhão self service é novidade para mim. Até quando teremos que conviver com isso?

  25. O papel da CNBB é o de acelerador da revolução socialista no Brasil. Foi o que eu afirmei dez anos atrás numa entrevista sobre a CNBB. Nada mudou nesse organismo malsão. Pois ela continua, desavergonhada, com a mesma sanha socialocomunista.
    .
    É lamentável a defesa, feita por dom Fernando Rifan, dessa entidade subversiva, que passa por cima do múnus episcopal e exerce um mando ditatorial sobre os bispos. A única autoridade acima de um bispo, no Brasil, é o Sumo Pontífice, mas, na prática, a CNBB é um mecanismo administrativo de pressão que subverte a boa ordem dentro da Igreja, o que acontece desde que foi criada por Dom Helder Câmara nos anos 1950. Lamentável também a covardia do padre Paulo Ricardo por tentar com o “silêncio quaresmal” amordaçar o valente Bernardo Küster que fez a oportuna e necessária denúncia.
    .
    Eis o link da referida Entrevista: O Papel Nefasto da CNBB. http://www.sacralidade.com/igreja2008/0258.entrevista.html

  26. O Pe Paulo Ricardo decepcionou com essa postura. Todos sabem que ele sempre foi um grande crítico da CNBB, mas talvez tenha ficado receoso de sofrer retaliação. Enfim, reconheçamos que ele é um excelente professor, polemista, mas talvez não seja propriamente um paladino até as últimas consequências

    • Felipe: a CNBB é fruto desastroso do CVII, que por sua vez é fruto da desobediência dos papas à Nossa Senhora (por não consagrarem a Rússia como ela pediu). O Pe. Paulo impõe o “silêncio quaresmal” sobre esses três males. Receio basta para isso tudo? Não sei.

    • Realmente, o comentário do Pe Paulo Ricardo me fez lembrar o comentário de Pelé, ao pedir que os brasileiros esquecessem a corrupção e torcêssemos pela seleção que nos representava. Acredito que o Pe Paulo Ricardo pode estar sob pressão, afinal, se ele se opor de forma direta é capaz de ser mandado para uma paróquia lá onde Judas perdeu as botas. Mas há grandes forças em marcha nos nossos dias, veremos até quando esses padres que estão em cima do muro conseguirão ficar assim. Esta chegando a hora que eles terão de tomar partido. “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5.29).

  27. Veja o autor da foto do Lula no folhetim da Paulus: Nilo Luza. Esse lobo vestido de cordeiro reside em Belo Horizonte-MG. Como há joios misturados no trigo no campo do Senhor?https://www.facebook.com/nilo.luza.7

  28. O Estadão de hoje traz uma matéria sobre as novas reformas que Francisco vai implantar no Vaticano. Rezemos…

  29. Pois e. eu não percebo isso q o autor do texto alega no meu dia a dia. Não vejo as pessoas retornando a igreja de sempre, mas cada vez mais se afastando dela

    • Pessoal, Extra! Extra! Extra! Como é possível o papa Francisco tropeçar constantemente na sandália do pescador? Veja a última do Vaticano, divulgada amplamente pela Mídia corrompida dos senhores do mundo:
      O escritório de imprensa da Santa Sé não divulgou o texto completo da carta enviada por Bento XVI no passado dia 9 de fevereiro ao prefeito da Secretaria de Comunicação, Monsenhor Dario Edoardo Viganò.

      Viganò, no entanto, leu (ver foto) por ocasião da apresentação à imprensa da série “Teologia do Papa Francisco”, publicada pela Libreria Editrice Vaticana e feita de onze panfletos, de vários autores, sobre vários aspectos do ensino escrito e oral atual pontífice.

      A carta é datada de 7 de fevereiro e responde a uma carta anterior de Viganò datada de 12 de janeiro. Mas, como foi anunciado na noite de 12 de março, na véspera do quinto aniversário da eleição para papa de Jorge Mario Bergoglio, o público veio como se fosse uma espécie de “voto”, mais do que bom, dado por Bento. para o seu sucessor no final de seus primeiros cinco anos.

      Este comunicado de imprensa também foi encorajado pelo comunicado de imprensa emitido pela ocasião pelo próprio Viganò, que mencionou a carta apenas os segundo e terceiro parágrafos.

      Em que, no entanto, Bento XVI não rejeita um, mas um duplo “preconceito tolo”: tanto segundo o qual Francisco seria “apenas um homem prático sem formação teológica ou filosófica particular”, e o outro segundo o qual ele mesmo, Joseph Ratzinger, seria ” apenas um teórico da teologia que teria percebido pouco a vida concreta de um cristão hoje “.

      Para Francisco, Bento XVI reconhece o que é inegável: ter tido uma profunda “formação” em teologia e filosofia. Além de reconhecer uma “continuidade interna” entre os dois pontificados, onde o adjetivo “interior” é pelo menos tão bom como o substantivo “continuidade”, dado “todas as diferenças de estilo e temperamento”.

      E, em seguida, há o último parágrafo, omitido no comunicado de imprensa, no qual Ratzinger, com sincera sinceridade, dá prova de sua fina veia de ironia. Leia isso. E quem quer pretender pretende.

      Aqui está o texto completo da carta, desde o título até a assinatura final.

      *

      Bento XVI
      Papa Emérito

      Rev.mo Senhor
      Mons. Dario Edoardo Viganò
      o prefeito
      Secretaria de Comunicação

      Cidade do Vaticano
      7 de fevereiro de 2018

      O Reverendo Monsenhor,

      Agradeço sua amável carta de 12 de janeiro e o presente anexo dos onze pequenos volumes editados por Roberto Repole.

      Aplaudo essa iniciativa que pretende opor-se e reagir ao preconceito tolo de que o papa Francis seria apenas um homem prático desprovido de formação teológica ou filosófica especial, enquanto eu seria apenas um teórico da teologia que teria pouco entendido sobre a vida concreta de um cristão hoje.

      Os pequenos volumes mostram, com razão, que o Papa Francis é um homem de profunda formação filosófica e teológica e, portanto, ajuda a ver a continuidade interna entre os dois pontificados, apesar de todas as diferenças de estilo e temperamento.

      No entanto, não tenho vontade de escrever uma página teológica curta e densa sobre eles, porque em toda a minha vida sempre ficou claro que eu escrevi e me expressaria apenas em livros que eu também realmente lê. Infelizmente, mesmo por razões físicas, não consigo ler os onze volumes no futuro próximo, ainda mais porque já estou aguardando outros compromissos.

      Tenho certeza de que ele terá entendimento e eu o cumprimentarei cordialmente.

      seu,

      Bento XVI

    • Amigo, neste ponto concordo com você. Ainda que gostaria muito que fosse verdade, que estivéssemos mesmo num despertar católico tradicional visível, que o fervor estivesse aumentando, que as igrejas estivessem se enchendo de novo, que a busca pelos santos sacramentos tivesse crescido. Mas não é o que vejo, lamentavelmente. Porém, não devemos nos esquecer que a Igreja é obra divina, e, portanto, Deus pode nos surpreender de forma que nem podemos imaginar… permaneçamos em oração, sempre!

  30. Tudo foi desmascarado, frates! Veja isso:

  31. Algo que não foi aludido nos comentários é a terrível convenção assinada entre a CNBB, CONIC e outras seitas a respeito do que para nós católicos é um DOGMA: A Presença Real de Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento com toda sua Humanidade, Alma e Divindade. Assinar um documento em que se nega ou se põe em dúvida a transubstanciação, a Presença Real e a realidade do Sacrifício da Missa constitui propriamente uma heresia formal. Isso é mais escandaloso e perverso que o apoio a entidades mundialistas que preconizam o aborto, a ideologia de gênero e o socialismo-comunismo. De fato, Bernardo Küster tem toda razão em inquirir os senhores bispos do Brasil segundo o que aconselha São Tomás de Aquino.

    • Meu caro,

      Faz tempo que as comissões bilaterais e pentalaterais e absimolaterais da falida e trapalhona igreja conciliar assinam comunicados em que se negam a doutrina católica. E os mantenedores dessa impostura, e maiores promotores também, são os almofadinhas de clergyman e sapatinho de verniz, isto é, as teólogas conservadoras asseclas da escola “Pergunte e Deturparemos”. Quem precisa de comida,dentista e plano de saúde corre logo pro “Seminário”. Daí, descendo sempre mais, negociando sempre mais, vendendo-se sempre mais, eles perfazem a horda dos signatários de acordos com abortistas não hesitando sequer em enfiar sua putrefação moral nos exercícios de Via Sacra… Vale tudo… Na seita do Bom de Garfo, vale tudo. Garfo, tridente, enxofre, eucalipto de clerossauna e sobretudo hipocrisia e arrogância.

  32. A CNBB precisa se pronunciar urgentemente a espeito da denúncia de financiamento de ONGs promotoras do aborto e da ideologia de gênero.

  33. Quando os esquerdistas querem minimizar o alcance das ideias de um grupo adversário, quantificam sua representatividade na população (“uma minoria”, “nem 0,000001%”); quando é evidente sua desvantagem numérica, apelam ao argumento contrário: o de que a esquerda é uma vanguarda iluminada a conduzir o “Povo de Deus” à redenção. Eles aprendem a esgrimir argumentos de quaisquer lados, porque não acreditam em nenhum (por isso vêm sempre acompanhados de deboche). É preciso aprender a não se deixar pautar por eles em discussões estéreis, e buscar que atividades estão querendo camuflar com o bate-boca. Não bastou o exemplo do Lula, cuja conversa de camelô foi (e está sendo) usada como biombo para o maior assalto à soberania brasileira, com o Foro de São Paulo (a Pátria Grande ou U.R.S.A.L.)?

  34. Sinceramente, o Pe. Paulo Ricardo me decepcionou com sua postura acovardada de querer por panos quentes, e também de deixar o Bernardo P. Küster sozinho numa luta que ele mesmo iniciou, basta assistir vídeos antigos do Pe. Paulo em que ele criticava os temas abordados em Campanhas da Fraternidade anteriores e sua ligação com o ideal revolucionário. Mas nada que surpreenda afinal, como dizem as Escrituras, “Maldito o homem que confia em outro homem” (Jeremias 17, 5).

    • Eu já suspeitava que este fosse ser o comportamento do padre Paulo Ricardo. Não quero dizer com isso que ele é um mau sacerdote, mas em determinadas situações eu pensava que ele falava certas coisas para evitar o escândalo entre os fiéis porque a maioria das pessoas que o acompanham são pessoas que não tinham contato com a doutrina da Igreja Católica ou que vieram de uma má formação e estão retornando.
      Talvez seja isso, talvez não. Mas eu, particularmente, não o utilizo como referência.

      Quero deixar bem claro mais uma vez que eu não o vejo como mau sacerdote.

  35. Pessoal, acabaram de punir o Pe. Rodrigo Maria (após criticar a CNBB no caso das denúnicias contra ela). Na história da Igreja, excomungaram Santo Atanásio (que combateu a heresia do Arianismo). Censuraram ir. Lúcia (vidente de Fátima) e Faustina (a santa da Divina Misericórdia) e tantos outros mártires e santos. Sempre foi assim na Igreja, lamentavelmente. O conforto vem do próprio Deus que alertou: “Ai de vós quando todos os homens vos elogiarem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas” (Lucas 6, 26). Agora puniram o pe. Rodrigo Maria, um religioso que sempre defendeu os valores cristãos e denunciava com frequência os abusos da teologia da libertação e da CNBB. Há um projeto em curso para calar a voz dos profetas. O Frates já havia denunciado a demolição de dom Livieres (também destituído da diocese de Ciudad del Este) a pedido do ex-presidente do Paraguai, o bispo católico Fernando Lugo (que tinha vários filhos com várias amantes). Tristes tempos!
    https://fratresinunum.com/…/papa-francisco-destitui…/

  36. O mais engraçado é a CNBB tentando a todo custo descobrir ‘quem está financiando’ o Bernardo Kluster. É a mesma postura que a esquerda assume com todos que os confrontam de forma individual.
    para eles, sempre tem por trás a CIA, o FBI, os bancos, etc, etc.
    Parece que eles não acreditam que alguns erros são tão públicos e visíveis que qualquer pessoa esclarecida, de forma individual, pode sair a público e falar o que pensa.
    Parabéns ao Bernardo, e que ele continue assim.
    Toda a Igreja celeste está do lado dele!

  37. Pe Paulo Ricardo foi quem começou a denunciar a CNBB e nunca deixou por menos certos erros públicos de membros da Igreja, mas dessa vez pareceria que esteve sob forte pressão para acalmar os ânimos dada sua influencia – a CNBB está no sufoco – mas acho que não fez isso espontaneamente, a partir dele mesmo; mesmo assim, é um padre que merece nosso apoio, de menos nisso acima, pois mulheres sectarias juntas com bispos numa santa Missa é muito escandaloso, assustador e calar seria estar de acordo!

  38. Se a atitude morna do Pe Paulo Ricardo gerou decepção naqueles que o viam como apologista máximo, por outro lado, a atuação do Bernardo causou ânimo e deu fôlego para muitos. Afinal, é próprio dos santos fazer essas atitudes impactantes contra o erro descarado.
    Também assisti ao vídeo do sermão indicado pelo Antonio S., e igualmente me alegrei ao ver que os Arautos estão falando publicamente de Dr Plinio, que era inquestionavelmente ortodoxo, combativo e fiel à Igreja. Uma âncora segura para se apoiarem em qualquer circunstância.
    Ou seja, se uma referência se torna parda, outras aparecem para conduzir os bons!
    Saio mais feliz após ter vindo aqui!

  39. O dinheiro desviado é a ponta do iceberg. Os bispos brasileiros são sim os maiores responsáveis por tudo de ruim que se abateu na Igreja. Desde a migração de católicos para as diversas denominações protestantes, passando pela pobreza litúrgica e chegando na infestação comunista. Tem também uma parcela grande de responsabilidade por tantos anos da esquerda no poder da nação.
    Os leigos estão clamando pela Igreja de Cristo. Pela sua sã doutrina. Pela Verdade!

  40. Tristeza….A Igreja contaminda assim.