Arcebispo de Manaus celebra Missa para Maçonaria.

Celebração pela fundação dos Preceptórios Templários e Priorados de Malta do Amazonas foi realizado na Área Sagrada Família

manaus

 

Por Arquidiocese de Manaus,  6 de maio de 2018 – “O que nos une é muito maior do que nos separa. Estamos às vésperas de Pentecostes, que traz como tema ‘Na força do Espírito, somos todos irmãos e irmãs’ que mostra que o quê nos une, é o Espírito de Deus”. Essa foi mensagem que deixou o Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castrini, durante a celebração pela fundação dos Preceptórios* Templários e Priorados de Malta do Amazonas Castelo de Tomar Nº 61 e de Rondônia Estrela de Porto Velho Nº 62. A celebração foi realizada no dia 6/5, na igreja Sagrada Família do Tarumã, concelebrada pelo pároco, Pe. Charles Cunha, auxiliados pelo diácono Messias Alencar.

“Esse dia é marco histórico que ficará em nossos corações e deixa visível que nós somos cristãos, somos Cavaleiros de Nosso Senhor Jesus Cristo e que somos servos de Deus”, disse Jurimar Collares Ipiranga, Secretário de Educação e Cultura do Grande Oriente do Brasil (GOB) Amazonas.

Após a proclamação do evangelho, realizada pelo diácono Messias, Dom Sergio iniciou sua homilia dando ênfase no amor de Deus pela humanidade. “Deus é amor e o caminho do conhecimento é o amor. O amor é sempre uma resposta, principalmente a Deus que nos amou primeiro. A cruz que vocês trazem em suas insígnias e vestes, é o sinal do amor de Deus pela humanidade”, disse. Dom Sergio também aproveitou a oportunidade para falar sobre a verdadeira vocação do leigo. “Esse ano a igreja católica está celebrando o Ano do Laicato, e a vocação do leigo é isso, é ser Sal da Terra e Luz do Mundo, na família, no trabalho e sobretudo sermos bons cidadãos”, comentou.

O arcebispo finalizou a homilia falando da viagem do clero à Terra Santa no início do ano, onde visitaram as igrejas construídas pelos templários no tempo das cruzadas e deixou um pedido aos maçons. “Pedro em sua primeira leitura, descobre que os pagãos também eram chamados a seguir a Deus, fez essa descoberta na casa de Cornélio e ficou muito entusiasmado, foi um fato fundamental na história do Cristianismo e muitos demoraram para entender que, quando deixamos de ser uma seita judaica, nos tornamos uma igreja universal. Esperamos que continuem sempre prestando esses serviços à sociedade e principalmente fieis aos princípios cristãos e a comunhão com a igreja, porque a igreja pode ser diferente na superfície, mas somos todos unidos em Cristo”, disse.

Para Armando Corrêa Junior, Grão-Mestre do GOB Amazonas, a celebração quebrou um grande paradigma e a ideia agora é tentar tornar a solenidade uma tradição anual dentro do estado do Amazonas. “Nós fundamos ontem o Preceptório e Priorado Castelo de Tomar, e nós desejávamos fazer uma missa de agradecimento a Deus por esse momento conseguido dentro da maçonaria amazonense. Ficamos muito felizes com a presença de Dom Sergio que veio pessoalmente presidir essa missa e que não tenho palavras para agradecer e expressar a emoção da importância desse momento, onde vencemos um grande paradigma e, pretendemos repetir esse ato nos anos seguintes, mas dependemos do arcebispo, pois o respeito à autoridade de Dom Sergio é 100%”, comentou o grão-mestre.

 

22 Comentários to “Arcebispo de Manaus celebra Missa para Maçonaria.”

  1. Excomunhão latae sententiae para o Arcebispo. A confusão que ele armou é grande e destrói a fé e prudência dos fiéis, levando à apostasia, essa em que ele mesmo-Arcebispo – incorre

    • Infelizmente excomunhão pós CVII é cabível àqueles que guardam a Fé. A todos que “interpretam” o CVII a favor da tolerância, da fraternidade, liberdade, igualdade e tudo aquilo que o pai da mentira traz são bem- vindos à ceia nova. Guardar a Liturgia Tridentina que é uma barreira a protestantes, judeus é liberais: está excomungado. Combater, criticar as atitudes da CNBB engajada em ideologias que afrontam a Deus: são excomungados. Rezar pela conversão dos protestantes e dos Judeus, mesmo dentro dos templos católicos: intolerantes, radicais, portando excomungados. E assim tomando os fatos das autoridades da Igreja no Brasil, e até no Vaticano, só resta tirar por “A” mais “B”, que não há necessidade mais de oração, penitência, conversão. O que Cristo trouxe ao mundo foi a convivência pacífica, harmoniosa e tolerante entre todas as “religiões”. O “deus” é o mesmo, o que muda são os caminhos, assim o caminho largo que,segundo Nosso Senhor conduz a perdição, também é aceito atualmente. Então, pela concepção atual de reino de “deus”, é perfeitamente cabível a convivência das diversidades de religiosas, de ideologias, de valores. Bem e mal, aceitam o caminho do meio.

  2. Só mesmo no Brasil, desculpem. Aqui em Portugal eles escondem-se como ratos.

  3. A maçonaria é a pior coisa que existe na face da Terra. Enquanto esta organização não for extinta, e mais importante que isso, todos os seus membros forem removidos de posições de poder, não vamos ter paz. Eles vão prosseguir com suas tentativas de destruição do tecido social.
    Antigamente eu já cheguei a pensar que nem todos os maçons fossem pilantras safados, que boa parte deles era apenas manipulado, mas qualquer um que entre nesta organização o faz pensando na rede de interproteção e troca de benefícios de seus membros em prejuízo dos outros membros da sociedade.
    Dizem que para entrar na maçonaria é necessário ter uma conduta de vida ilibada, mas todo mundo aqui nesse país conhece notórios bandidos que são maçons e que não são expulsos. Além disso é conhecida a busca da maçonaria para os seus quadros de pessoas que estão em posições de poder.
    Vocês não têm ideia da quantidade de safadeza que eu já vi este pessoal fazer com apenas uma assinatura.

  4. Missa Sacrilega, pois não se Celebra Missa para uma seita do Demônio excomungada pela Igreja. Requer reparação Urgente!

  5. Ele está seguindo o exemplo de Bergoglio – está pastoreando os lobos

  6. A origem da maçonaria está em Herodes Agripa que, a mando de Salomé, mandou cortar a cabeça de São João Batista, portanto, data de 2000 anos os crimes que esta sociedade causa e provoca dentro da humanidade. Não é cabível um bispo católico rezar uma missa para este tipo de sociedade. Só mesmo uma missa negra.
    Satanás agora, não passeia em garbo somente dentro dos muros do Vaticano mas também dentro das fronteiras brasilianas.

  7. A maçonaria hoje governa o mundo e a sua invenção tão alardeada pelos políticos, a democracia, esta se corrompendo a passos largos. Todo político quer democracia, mas ela nada mais é que um meio para eles atingirem os fins particulares desejados. Vivemos hoje uma escravidão disfarçada de liberdade, tudo o que esses malditos queriam!

  8. Eis aí a MAÇONARIA ECLESIÁSTICA (PANTERA NEGRA) infiltrada nas fileiras da Igreja.

  9. CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ

    DECLARAÇÃO SOBRE A MAÇONARIA

    Foi perguntado se mudou o parecer da Igreja a respeito da maçonaria pelo facto que no novo Código de Direito Canónico ela não vem expressamente mencionada como no Código anterior.

    Esta Sagrada CongregaçAo quer responder que tal circunstância é devida a um critério redaccional seguido também quanto às outras associações igualmente não mencionadas, uma vez que estão compreendidas em categorias mais amplas.

    Permanece portanto imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçónicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja e por isso permanece proibida a inscrição nelas. Os fiéis que pertencem às associações maçónicas estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão.

    Não compete às autoridades eclesiásticas locais pronunciarem-se sobre a natureza das associações maçónicas com um juízo que implique derrogação de quanto foi acima estabelecido, e isto segundo a mente da Declaração desta Sagrada Congregação, de 17 de Fevereiro de 1981 (cf. AAS 73, 1981, p. 240-241).

    O Sumo Pontífice João Paulo II, durante a Audiência concedida ao subscrito Cardeal Prefeito, aprovou a presente Declaração, decidida na reunião ordinária desta Sagrada Congregação, e ordenou a sua publicação.

    Roma, da Sede da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, 26 de Novembro de 1983.

    Joseph Card. RATZINGER
    Prefeito

    + Fr. Jérôme Hamer, O.P.
    Secretário

    http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_19831126_declaration-masonic_po.html

  10. … “O que nos une é muito maior do que nos separa. Estamos às vésperas de Pentecostes, que traz como tema ‘Na força do Espírito, somos todos irmãos e irmãs’ que mostra que o quê nos une, é o Espírito de Deus”… De fato, na força do Divino Espírito Santo, dentro da Igreja e os estiverem unidos pelos laços da verdadeira caridade, esses sim, pela graça são irmãos e irmãs. Resta saber o porque de D Sergio desconsiderar as infinitas distancias entre Nosso Senhor Jesus Cristo e o Reino de Satã representado em primeiro lugar pela maçonaria, sequencia natural da Serpente do Éden, portanto, resta discernir qual o espírito santo foi o propulsor dessa proeza, de declarar vínculos entre esses dois irreconciliaveis opostos, cristianismo e maçonaria!
    Nunca teria visto falar no Código de Direito Canônico, de nº 2332 acerca das penalidades impostas aos maçons, hoje mitigada para gravíssimo pecado, portanto, enquanto se mantiverem vinculados à maçonaria, são membros que se separaram da Igreja e aos eclesiásticos penas bem maiores por publicamente defenderem esses diabolistas, inclusive excomunhão automática?
    A direção da CNBB, como sempre, ao lado dos comuno-maçonistas-NOM, que se saiba não protestou, embora haja lógica nisso, pois as esquerdas são tributarias da maçonaria, portanto, pertencem ao mesmo clã, e quem apoiar um desses segmentos, igualmente o outro!
    Certo é que os acontecimentos acima causaram-lhe extremo desgaste e o bispo D Sergio comportou-se como um escandaloso “ecumenista”!
    … “foi um fato fundamental na história do Cristianismo e muitos demoraram para entender que, quando deixamos de ser uma seita judaica, nos tornamos uma igreja universal”… só se for da universalidade da seita IURD-Edir Macedo e das outras relativistas protestantes, bem ao estilo da futura religião do anticristo, cujos caminhos já estariam bastante aplainados para sua chegada…
    Mais recentes fatos deprimentes já não mais nos atordoam, depois dos sucedidos no Chile de a Conferencia Episcopal dessa nação, unissonamente ter solicitado ao papa Francisco, ele ter se negado em atendê-la, assim como teria preferindo pessoalmente elevar o atual D Juán Barros ao episcopado, desconsiderando todas as denuncias atinentes a esse colossal escândalo acobertando esse uma terrível perversão que lhe causaram extremo desgaste, mais ainda ao papa Francisco ainda teria se considerado como parte do problema…
    O pior teria acusar os bispos chilenos de omissão posteriormente às denuncias deles – considerando-se muito ofendidos – motivando-os terem-lhe colocado seus cargos à disposição – um especie de protesto coletivo!
    Ainda, o papa Francisco teria se considerado apenas parte do problema, não quem teria sido o responsável direto por ter negado por cerca de treis anos, teria motivado levar duras palavras injuriosas das mais contundentes, pois teria se omitido ao reconhecer-se culpado ao todo, mas em parte, como procedeu, apesar de imensos clamores, também das vítimas e do povo em geral.
    Acaso necessitariam mais testemunhas, inclusive condenações do Santo Oficio e desmentido pelo cardeal O’Malley que lhe teria entregue a carta com foto?

  11. Absurdo! Lamentável! Com o advento da internet, a maioria de nós sabe que a Maçonaria cultua “Baphomet”, o Demônio, etc. No Pontificado de Papa Bento XVI, foi instaurada uma comissão de especialistas alemães, que examinaram os três primeiros graus de iniciação, sendo o bastante para anunciar a total incompatibilidade da Maçonaria com o Cristianismo. Esta foi a segunda tentativa da Maçonaria de adentrar na Igreja Católica pela porta da frente. Papa Bento XVI lançou um documento oficial e definitivo da Igreja Católica com a recusa da participação da Maçonaria, e, individualmente, maçons, em qualquer celebração ou Missa, a partir dos termos expedidos pelos examinadores.

  12. “Permanece portanto imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçónicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja e por isso permanece proibida a inscrição nelas. Os fiéis que pertencem às associações maçónicas estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão.” …..http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_19831126_declaration-masonic_po.html

  13. O beato Paulo VI disse: “Por alguma brecha a fumaça de Satanás entrou no templo de Deus: existe a dúvida, a incerteza, a problemática, a inquietação, o confronto. ”
    Agora a fumaça virou incêndio, que Deus tenha piedade de nós…

  14. O que não diria o Grande Bispo Don Vital. É o fim.

  15. As palavras do Arcebispo são audazes:

    “a Deus que nos amou primeiro” (palavra do arcebispo) – sentido: dando a Lúcifer mais que aos outros anjos. Quiçá precedendo um povo a outro (!!!).

    “quando deixamos de ser uma seita judaica, nos tornamos uma igreja universal” (palavra do arcebispo) – sentido: Sinagoga de Satanás.

    “Esperamos que continuem sempre prestando esses serviços à sociedade e principalmente fieis aos princípios cristãos…” (palavra do arcebispo) – sentido: Os serviços que a igreja “defensora dos pobres” presta à sociedade. “Amor” preferencial pelos pobres (!!!). Um conjunto de máfias que assume o comando do Estado, pervertendo-o aos interesses destes mafiosos grupos intermédios, em detrimento da Justiça.

    Estamos diante de uma das imagens mais nítidas do Demônio entrando num pseudo-templo de Deus (contudo, é certo que se trata de uma casa desolada), sendo aplaudido por uma multidão pseudo-católica e sentando-se num trono, já que nem altar tem mais.

    Entre o trono e a assembléia uma estranha mesa de comilança e bebedeira.

    “A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Tinha na mão uma taça de ouro, cheia de abominação e de imundície de sua prostituição. Na sua fronte estava escrito um nome simbólico: ‘Babilônia, a Grande, a mãe da prostituição e das abominações da terra’. Vi que a mulher estava ébria do sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus; e essa visão encheu-me de espanto.” (Ap. 17, 4-6).

    “A mulher que viste é a grande cidade, aquela que reina sobre os reis da terra.” (Ap. 17, 18).

    “Tornou-se morada dos demônios, prisão dos espíritos imundos e das aves impuras e abomináveis, porque todas as nações beberam do vinho da ira de sua luxúria, pecaram com ela os reis da terra e os mercadores da terra se enriqueceram com o excesso do seu luxo.” (Ap. 18, 2-3).

    “Ouvi outra voz do céu que dizia: ‘Meu povo, sai de seu meio para que não participes de seus pecados e não tenhas parte nas suas pragas, porque seus pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das suas injustiças. Faze com ela o que fez (contigo), e retribui-lhe o dobro de seus malefícios; na taça que ela deu de beber, dá-lhe o dobro. Na mesma proporção em que fez ostentação de luxo, dá-lhe em tormentos e prantos. Pois ela disse no seu coração: Estou no trono como rainha, e não viúva, e nunca conhecerei o luto. Por isso, num só dia virão sobre ela as pragas: morte, pranto, fome. Ela será consumida pelo fogo, porque forte é o Senhor Deus que a condenou’.” (Ap. 18, 4-8).

    “Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominação da desolação que foi predita pelo profeta Daniel (9, 27) – o leitor entenda bem -, então os habitantes da Judéia fujam para as montanhas. (…)

    Então, se alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo! Ou: Ei-lo acolá!, não creiais.

    Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas,

    que farão milagres a ponto de seduzir, se isso fosse possível, até mesmo os escolhidos. Eis que estais prevenidos. Se, pois, vos disserem: Vinde, ele está no deserto, não saiais. Ou: Lá está ele em casa, não o creiais. Porque, como o relâmpago parte do Oriente e ilumina até o Ocidente, assim será a volta do Filho do Homem. Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres.” (Mt 24, 15.23-28; Mc 13, 14.21-23).

    “Os dez chifres que viste, assim como a Fera, odiarão a Prostituta. Hão de despojá-la e desnudá-la. Hão de comer-lhe as carnes e a queimarão ao fogo.” (Ap. 17, 16).

    “Com tal ímpeto será precipitada a Babilônia, a grande cidade, e jamais será encontrada. (…) Foi em ti que se encontrou o sangue dos profetas e dos santos, como também de todos aqueles que foram imolados na terra.” (Ap. 18, 21.24).

    Esta mulher prostituta, Babilônia, é uma seita parasita das estruturas do antigo Israel e mais recentemente também da Igreja Católica. É a Sinagoga de Satanás, a igreja das sombras. Parece ser Igreja, mas não é, parece Católica, mas não é. “quando deixamos de ser uma seita judaica, nos tornamos uma igreja universal” (palavra do arcebispo).

    —————————-

    Proposição Herética: “A igreja pode ser diferente na superfície, mas somos todos unidos em Cristo.” (Dom Sergio Castrini, Arcebispo Metropolitano de Manaus).

    “Que a Igreja é um corpo, ensinam-nos muitos passos da sagrada Escritura: ‘Cristo, diz o Apóstolo, é a cabeça do corpo da Igreja’ (Cl 1, 18). Ora, se a Igreja é um corpo, deve necessariamente ser um todo sem divisão, segundo aquela sentença de Paulo: ‘Nós, muitos, somos um só corpo em Cristo’ (Rm 12, 5). E não só deve ser um todo sem divisão, mas também algo concreto e visível, como afirma nosso predecessor de feliz memória Leão XIII, na encíclica “Satis cognitum”: ‘Pelo fato mesmo que é um corpo, a Igreja torna-se visível aos olhos’. (cf . AAS 28 (1895-96), p. 710) Estão pois longe da verdade revelada os que imaginam a Igreja por forma, que não se pode tocar nem ver, mas é apenas, como dizem, uma coisa ‘pneumática’ que une entre si com vínculo invisível muitas comunidades cristãs, embora separadas na fé.” (Pio XII, Enc. Mystici Corporis, n. 14).

    —————————-

    Os termos “católico” e “cristão” já estão banalizados demais.

    Alguém ainda necessita de prova melhor de que a igreja progressista não é a Igreja Católica?

  16. Pensem bem, logo os que deveriam ser os mensageiros de Nosso Senhor Jesus, agora varios também se ajuntaram aos filhos do deus GADU – o Grande Arquiteto do Universo – e a maçonaria dos <> é tão alienada que basta que v creia em um certo deus e está tudo certo, mesmo que seja deus futebol, deus Neymar, deus Messi, deus Fidel Castro, deus Lênine etc.
    Um mau exemplo de um bispo nesse caso em nosso tempo de redes sociais que levam mensagens para milhões de pessoas ao mesmo tempo, seria um desconforto espiritual para muitos e recordo D Demetrio Valentini, chegadão nesse troço, será que os dois não são do plantel?

  17. Conheçam o Livro:
    Conjuração Anticristã, de
    Monsenhor Henri Delassus
    Um Livro elogiado por S. Pio X.
    O templo maçônico que quer se erguer sobre as ruínas da Igreja Católica

  18. Como todos nós sabemos, alguns bispos e padres que encorajam esse tipo de prática, nos dias atuais, não serão chamados a se explicar ou se emendar, nada disso! Ao contrário continuarão como se estivessem fazendo um bem a Igreja, pisoteando seus ensinamentos e admoestações a cerca de tal seita. Num futuro não tão distante, esotéricos, satanistas e muitos outros inimigos de Fé Católica, convidarão outros bispos a se juntarem a eles e cuspirem mais uma vez na Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo, feito com sorriso nos lábios por Dom Sergio.

  19. Isso já chegou ao sr. núncio apostolico ? para que ele serve mesmo?