Foto da semana.

Ex-governador geral australiano e célebre ateu se converte a fé católica aos 85 anos.

Brisbane – Austrália (Quinta-feira, 20-09-2018, Gaudium Press) Bill Hayden, ex-governador geral da Austrália, que liderou o Partido Trabalhista Australiano, converteu-se à fé católica e recebeu o sacramento do batismo aos 85 anos de idade, após uma vida inteira de ateísmo público. O político pertencia a uma família católica, mas nunca havia sido batizado e sua falta de crenças religiosas o levou a renunciar a títulos honoríficos que representavam um apoio à religião. Um ataque cardíaco sofrido pelo político em 2014 e o exemplo de uma freira foram fundamentais para sua conversão, consumada no último dia 9 de setembro, na Igreja de Santa Maria de Ipswich, em Brisbane, Austrália.

 Ex-governador geral australiano e célebre ateu se converte a fé católica aos 85 anos
Foto: Catholic Leader

“A Irmã Angela Mary Doyle serviu por 22 anos como administradora dos hospitais Mater, em Brisbane, uma cidadela de cuidado da saúde para os mais pobres em South Brisbane, onde cresci no final da Grande Depressão”, escreveu o político em uma carta dirigida a seus amigos antes do Batismo e divulgada pelo portal Aleteia. “Dallas (sua esposa), nossa filha Ingrid e eu visitamos recentemente a Irmã Angela Maria no hospital Mater, onde ela era paciente. Na manhã seguinte, acordei com a forte sensação de que eu estava na presença de uma mulher santa. Então, depois de refletir sobre essas coisas, encontrei meu caminho de volta ao centro dessas crenças: a Igreja”, declarou.

Durante o tempo de preparação para o Sacramento do Batismo, o político enfrentou as dores de uma queda recente que ocasionou na ruptura de um ombro. O padre que o preparou, Peter Dillon, celebrou o evento como um grande encontro para o líder e “um ato de submissão ao fato de que, para ele ,não havia razão para negar que Deus é real e que ele veio descobri-lo”. Esta aceitação pública da fé é notável após gestos como a sua recusa em assumir o papel honorário de “Explorador em Chefe” tradicionalmente dado ao Governador Geral da Austrália pelos Escoteiros. O ateísmo que ele professou era incompatível com a promessa dos exploradores, pelo qual ele pediu para ser considerado em seu lugar como “Patrono Nacional da Associação Escoteira” durante seu governo.

Um aspecto significativo de seu recente Batismo é o fato de que os recentes escândalos da Igreja não influenciaram negativamente em sua declaração pública de fé. “Os problemas são causados por agentes humanos da Igreja, mas não devemos permitir que nossa fé seja prejudicada por agentes que não são tão bons quanto deveriam ser”, explicou Hayden. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Aleteia

Tags:

6 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Batizado na forma ordinária do rito romano e inspirado pelo exemplo de uma religiosa que certamente não faz parte de um instituto ligado à Pontifícia Comissão Ecclesia Dei.
    Obrigado, Sr. Hayden, por mostrar que a via de santificação não foi encerrada com o Concílio Vaticano II, como pretendem alguns.

  2. “Os problemas são causados por agentes humanos da Igreja, mas não devemos permitir que nossa fé seja prejudicada por agentes que não são tão bons quanto deveriam ser”, explicou Hayden.”
    Mais uma vez Deus nos dá uma resposta quando as sandices de Bergóglio e companhia e quanto aos crimes hediondos de pedofilia que assolam a Igreja, merecedores, sem conversão, da condenação eterna, nos fazem perder o rumo, que quem governa a Igreja e quem a fundou foi ELE…

  3. Deus seja louvado!!!

  4. Arcebispo de Santiago publica (e retira) uma polêmica orientação para evitar abusos do clero
    https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/01/internacional/1538391826_521182.html

  5. Um bálsamo em tempos como o nosso.