O novo livro de Antonio Socci, “O Segredo de Bento”, já é um sucesso editorial.

Por Campari e de Maistre, 22 de novembro de 2018 | Tradução: FratresInUnum.com: Não tem o que dizer! Antonio Socci, mais uma vez, soube captar a tendência. Bastou que se publicasse um link na sua página, relativo ao seu novo livro “O segredo de Bento XVI – Porque ele ainda é Papa”, para acabar no topo dos mais vendidos da Amazon, onde, no momento em que escrevo, está como o 20º livro mais vendido e obviamente o 1º na da sub-categoria dos livros religiosos. Isso quer dizer que, em pouco mais de 24h, foram compradas dezenas de milhares de cópias.

O problema é que o livro ainda nem foi publicado. Estará disponível em 27 de novembro. Portanto, foi comprado “na confiança”.

Mais uma vez, o grande público está bastante interessado pela hipótese de que Bento XVI seja ainda o Papa e os fiéis continuam a se perguntar o porquê da renúncia e quais seriam as consequências teológicas daquela escolha. Dificilmente, dizemo-lo a quem já está sugestionado, torcendo o nariz e gritando contra as “viúvas ratzingerianas”, ninguém aqui está querendo recolocar no trono o papa emérito… Mas entender o que aconteceu há cinco anos, isso queremos sim.

Veremos se o livro é apenas um blockbuster bem sucedido ou se explicará algo de novo.

Reportamos, neste meio tempo, a sinopse e o link:

O segredo de Bento XVI – Porque ainda é Papa. 

A Igreja atravessa a mais grave crise da sua história, segundo tantos observadores. Colocam-se sempre mais perguntas sobre aquilo que teria acontecido em 2013, com a surpreendente “renúncia” de Bento XVI, a sua decisão de se tornar “papa emérito” e a convivência de dois papas. Por que Bento XVI se tornou um sinal de contradição? O que estava acontecendo em nível geopolítico? Quem propunha uma revolução dentro da Igreja Católica? O papa realmente “se demitiu”? São as perguntas que Antonio Socci tenta responder através dos fatos, os gestos e as palavras de Bento XVI nestes seis anos, descobrindo, como em um apaixonante suspense, que ele ainda continua sendo o papa, e isto tem consequências ainda inexploradas. Nesta fascinante e documentada investigação, procura-se entender o que está acontecendo no Vaticano, mas sobretudo se indaga sobre a misteriosa renúncia à qual Bento XVI sentiu-se chamado, por causa da Igreja e do mundo. O autor ainda lança a hipótese de que tenham existido acontecimentos sobrenaturais na origem dessa escolha. Há que se decifrar, também, uma antiga profecia que diz respeito à Bento XVI, além de uma nova revelação que chega de Fátima, a qual não diz respeito apenas à Igreja, mas ao mundo inteiro.

19 Comentários to “O novo livro de Antonio Socci, “O Segredo de Bento”, já é um sucesso editorial.”

  1. Quando esse livro chegar ao Brasil avisem por favor!

  2. Certeza que irei comprar!!!

  3. E que tal este outro:
    AL CUORE
    DI RATZINGER.
    AL CUORE
    DEL MONDO.

    Il nuovo libro di Enrico Maria Radaelli.

  4. O Santo Papa Bento XVI não se apegou ao cargo, se sacrificou pela Igreja, preferiu o recurso da fé do que o confronto com os poderes mundanos que a desejavam punida e massacrada, um dia o seu gesto magnânimo será inteiramente compreendido e Deus que o conforta, lhe recompensará…

  5. Talvez não haja informações inéditas a respeito do assunto, mas creio que Antonio Socci vai sistematizar as informações de modo a evidenciar (mais do que já é) de que Bento XVI nunca deixou de ser Papa.
    Já existem desatinos de sobra para mostrar que J M Bergoglio não é um pontífice legítimo, mas um fato mencionado na carta de D. Viganó que revela muita coisa foi a demissão de Theodor Mc Carrick por Bento XVI e sua reabilitação com a posterior nomeação de Francisco.
    A meu ver foi a máfia gay (da qual tio Teddy é membro) que obrigou Bento XVI a se retirar e colocou Bergoglio para reger e apresentar ao mundo concerto LGBT que há muito ensaiava nos porões da Barca de Pedro. É só reparar o quanto essa gente ganhou força sob o “pontificado” bergogliano.

  6. Sei que não tem nada a ver, mas me intriga constatar como tantos jesuítas do século XX trabalharam intensamente pela corrupção doutrinal da Igreja. Lendo um artigo wiki sobre von Karajan, acho esse prego enferrujado e cheio de espórulos de tétano:

    Karajan read the works of *Father Hugo Enomiya-Lassalle SJ* on Zen Buddhism. He became [Karajan] a practitioner of Zen Buddhism. He believed strongly in reincarnation and said that he would like to be reborn as an eagle so he could soar over his beloved Alps.

    [!!!!]

    Desnecessário dizer que o tal cum-jesu-non-itis foi perito do vaticano dois.

    • PW, se você quiser se aprofundar nesse tema, recomendo o livro “Os jesuítas” de Malachi Martin. É um livro essencial para compreender como a Companhia de Jesus pôde mudar tanto após o Vaticano 2.

  7. “Há algo de podre no reino do Vaticano” (como diria William Shakespeare)

  8. Vamos ser claros.

    Ao que tudo indica, o “obscuro filho das trevas”, como disse certa vez uma assídua colaboradora deste fórum, é o Falso Profeta que precede a vinda do Anticristo. Sua principal e desastrosa obra até o momento consiste em um escárnio à memória de São João Batista, o último dos Profetas. Essa designação – “obscuro filho das trevas” – nunca me saiu da cabeça desde que a li. E as pessoas duramente provadas, como o caso daquela colaboradora, costumam dizer certas coisas que transcendem e antecipam outras que virão.

    E com este post, o qual não sei se será publicado, despeço-me temporariamente deste fórum. O silêncio vale ouro.

    Seria interessante saber se os moderadores deste fórum sentem-se, por vezes, como que alvejados por algo preternatural.

    A vitória é certa. Viva o Papa: Longa vida ao Santo Padre Bento XVI!

  9. Não me parece que renunciar ao posto diante da ameaça e pressão do poder global seja algo magnânimo, e benéfico à Igreja. Acredito que só a verdade seria benéfica, unicamente. Se estava Bento sendo pressionado, e sabemos que sim, cabia a ele relatar essa verdade, ao invés de sair e dar o lugar ao inimigo. Sei que isto seria um ato heróico, com certeza, assustadoramente heróico.

    • Certíssima, Gilmara. Não vejo nada de heroico nessa renuncia. Aliás, se o Cardeal Ratzinger em 2005 já antevesse que não teria força física para comandar a Igreja, não deveria nem ter aceitado a eleição como Sumo Pontíficie.

    • Talvez, quando se estiver ciente dos fatos ocorridos vc possa “julgar” melhor BXVI! Até lá, o que sabemos, é o que é e o que faz Bergóglio! Né!?

  10. Outra obra IMPERDÍVEL de Socci é: “A PROFECIA FINAL”.
    Saiba mais:
    https://adelantelafe.com/una-acusacion-historica-repaso-la-profezia-finale-antonio-socci/

  11. Tudo indicaria que o papa Bento XVI, antes de o poder acusar de ter sido covarde e doutros desqualificativos injustos à Sua Santidade, mais teria se afastado por extremas pressões internas, também, pois desde o travamento das operações do IOR impossibilitando todas as transações do Vaticano tornou-se refém dos mais poderosos desse mundo, além de mais não poucas ameaças à sua integridade física pela judaico-maçonaria, ele já bastante envelhecido, quem sabe, talvez teria sido melhor “renunciar”(?).
    Não duvido se ele tentasse se manter no pontificado o exterminariam de uma ou doutra forma, inclusive por varios tipos sofisticados de envenenamento e, depois do ato consumado, eles mesmos impediriam autópsia para detectarem de que vitimado!Não teria sido o caso do papa João Paulo I?
    Bastando comparar o pontificado de Bento XVI, fraudado e deturpado nas suas ações com o do papa Francisco desatendendo a fé cristã da Igreja, por outro lado regozijando-se demasiado os não poucos inimigos ferrenhos da Igreja com ele, há de se supor de algo muito estranho nessa relação!
    Notemos que esse está sempre incensado pela midia globalista que tem as pretensões de desmantelar a Igreja, embora esses vermes queiram destruir o proprio Cristo Jesus – uns celerados, arrogantes, petulantes e audaciosos – após a morte, desesperados e condenados, se depararão contra Quem conspiraram nesse mundo!
    “Por que tumultuam as nações? Por que tramam os povos vãs conspirações? Erguem-se, juntos, os reis da terra, e os príncipes se unem para conspirar contra o Senhor e contra seu Cristo. Quebremos seu jugo, disseram eles, e sacudamos para longe de nós as suas cadeias! Aquele, porém, que mora nos céus, se ri, o Senhor os reduz ao ridículo. Dirigindo-se a eles em cólera, ele os aterra com o seu furor: … Sal 2 1-5.
    * “É difícil acreditar que o Papa Bento XVI renunciou livremente ao seu ministério como sucessor de Pedro.”
    A carta, escrita por Sua Excelência Dom Jan Pawel Lenga, bispo emérito da Diocese de Karaganda, Cazaquistão, esperamos que sirva como um mais que providencial alerta para os católicos que enterraram a cabeça na areia por tanto tempo.
    Oremos para que mais outros irmãos seus no episcopado tenha a fé e a coragem de se levantar e fazer ouvir suas vozes antes que não haja mais nada o que defender.¨”
    * https://fratresinunum.com/2015/02/10/carta-aberta-de-um-arcebispo-sobre-a-crise-na-igreja/“

  12. O Papa chama-se Francisco. Quer agrade, quer desagrade.

  13. Avisem quando o livro chegar no Brasil!!!

  14. “O autor ainda lança a hipótese de que tenham existido acontecimentos sobrenaturais na origem dessa escolha. Há que se decifrar, também, uma antiga profecia que diz respeito à Bento XVI, além de uma nova revelação que chega de Fátima, a qual não diz respeito apenas à Igreja, mas ao mundo inteiro.”
    O que exatamente isso quer dizer? Que antiga profecia é essa que diz respeito à Bento XVI?