Foto da semana.

Jair-Bolsonaro-no-Santuário-de-Aparecida-8

Aparecida, SP, 30 de novembro de 2018: O presidente eleito Jair Messias Bolsonaro visita a imagem de Nossa Senhora Aparecida, no Santuário Nacional.

Tags:

18 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Isso é muito bom…
    De outro lado o D. Leonardo continua recebendo NA CNB DO B o ateu e a toa e pervertido Guilherme B.,,,
    Que vergonha D. Leonardo…
    Volte lá para S. Félix do Araguaia, o sr. é tão libertador…
    O Presidente eleito também passou pela Canção Nova, recebendo a bênção do Pe. Jonas, cacife do carismatismo no Brasil, junto com o Pe, Eduardo. Aí foi um tal de sharalailalalalalallalalririiririir, que Deus nos livre e guarde, parecia mais uma seita pentecostal, jamais, a IGREJA CATÓLICA…
    Mas, dos males o menor, com o FUNESTO e PERVERSO ECUMENISMO advindo do Vat II, a Igreja Católica foi esfacelada, quer dizer, humanamente…Hoje todos tem lugar na Igreja, menos o que foi feito, pelo menos, pelo menos, durante 450 anos e deu uma plêiade de santos, isso é prejudicial e PROIBIDO…
    Rezemos pelo nosso Presidente eleito e que ele deixe o Brasil sob o manto da Mãe Aparecida, longe do comunistas e cnbebistas aloprados que perderam o trem da história e ficaram atolados na década, PERVERSA, de 70…
    Nossa Senhora da santa Esperança, rogai por nós!!!

  2. Glória a Deus ! Que ano importante e emocionante estamos vivendo. Ouvi a pouco o padre Paulo Ricardo falando na ‘Marcha pela Vida’ na Av. Paulista, vídeo ao vivo do Nas Ruas. Emocionante.

  3. Sem adentrar em juízo de mérito ou valor sobre o Estado laico — um assunto que, por sinal, é muito chato — o Chefe de Estado e Chefe de Governo da República Federativa do Brasil deve demonstrar publicamente o seu respeito e reverência para com a Tradição religiosa católica romana, haja vista ser o Comandante-em-chefe do maior país católico do mundo e deve ser a personificação simbólica, cerimonial e representativa do povo brasileiro que é fidelíssimo a Sanctae Romanae Ecclesiae e que teve sua história construída sob os pilares do Cristianismo. Assim fala a voz que clama no deserto.

  4. Um presidente neopentecostal batizado três atrás na igreja Assembléia de Deus… e vcs fazendo festa com isso. Se apropriando da fé que não professa para angariar apoio político. Muita hipocrisia… e o pior é ter comemorando.

    • Marcos, você pode nos dizer qual candidato católico (praticante) concorreu às eleições presidenciais de 2018 e que, portanto, devia ter merecido os nossos votos?

    • O Sr. Leonardo, não estou dizendo para votar em candidato católico. Estou, apenas, dizendo que, pelo fato do candidato eleito não ser católico, não convém o blog fazer festa por que ele foi visitar o Santuário Nacional de Aparecida. Porque todos nós bem sabemos que a impostação politica do candidato não é a fé católica, e nem seu grupo político comunga com os ideias da Igreja. Bem sabemos do conluio neopentecostal formado há anos em torno dele para atingir o objetivo politico-eleitoral. Portanto, é inútil comemorar a visita dele no Santuário porque aquilo é apenas a expressão da sua hipocrisia de agregar sentimento católico onde não existe. O que existe é o sentimento neopentecostal.
      Abraços, fique bem.

    • Publicar uma foto num blog jornalístico, apenas relatando um acontecimento, virou festa?!

  5. Finalmente! Creio firmemente que tudo o que se passa no Brasil é obra do Altíssimo e fico mais tranquilo agora com a Intercessão de Maria Santíssima, Generalíssima do Exército Brasileiro! Ir a Aparecida demonstra, e eu tinha preocupações, que ele ainda é católico e tem a marca do verdadeiro cristão amando a Mãe de Deus e Nossa! Malafáia et caterva não devem ter gostado! Não precisaria ir lá e nem fazer o que fez, isso demonstra humildade e comprometimento… os fariseus não vão gostar… e há muitíssimos hj em dia!

  6. É a religião do “depende”. Com Pelé foi assim. Quando ele foi viver com uma evangélica, que cantava gospel, ficou evangélico. Vi ele junto com o Galvão Bueno (que também se converteu ao depende em virtude de sua mulher) dizendo que “agora somos de Deus” (como se católico não era de Deus). Quando levou um pé da cantora mudou, e vi ele comentando o quanto sua mãe era religiosa porque era devota de Nossa Senhora de Aparecida. Oh, depende, rogai por nós!

  7. Que vergonha para o Brasil que sempre se vangloriaria ou se atribuiria ser o maior país católico do mundo, em breve ser governado por um protestante pentecostalista, daqueles “receptores e mantenedores de diálogo sem intermediarios de revelações diretas do Senhor Deus”, mutuamente não confrontantes à maçonaria, a qual nunca se insurge contra eles!…
    “Que é o homem, digo-me então, para pensardes nele? Que são os filhos de Adão, para que vos ocupeis com eles? Sal 8,5.
    Quantitativamente até tempos atrás, por certo, porém, o Brasil muito mais de tradição que de prática: qualitativamente muito deficiente por falta de muitos pastores comprometidos com a fé, a começar da CNBB pós Vaticano II adiante, associada às esquerdas e à TL, ambas corruptoras das mentes do povo para o fraternal socialismo “católico”, compartilhando as muitas centenas de relativistas pastores protestantes, os quais com suas lavagens cerebrais e ameaças de inferno aos não pagantes de no mínimo o dízimo, eles desde já os condenam à eterna danação!
    Que foi mesmo fazer junto a N Senhora Aparecida se ele e seus pares a rejeitam? Só de o Bolsonaro ser pentecostalista é mau sinal – embora inexistisse opção política menos ruim no atual Brasil e haver um fortíssimo sentimento de rejeição ao maldito lulopetismo, IMPOSTOR MATERIAL-ATEÍSTA DA DITADURA COMUNISTA – desgraça maior de uma nação cair sob as patas e garras afiadas desses incorrigíveis delinquentes, revolucionarios e filhotes do Dragão Cor de Fogo!

  8. Penso que a visita do Jair ao Santuário diz mais sobre o respeito e consideração dele para com os brasileiros católicos, que defendem os valores tradicionais familiares e da vida humana. Na luta pela preservação destes valores devemos estar unidos aos protestantes, espíritas e inclusive aos ateus.

    • Ratifico as palavras do cometário acima, afinal houve de fato uma batalha entre o bem e o mal nesse último pleito. Infelizmente dói muito saber que muitos que se dizem “católicos” terem adotado o mal maior, inclusive céricos abertamente. Deus Nosso Senhor há de julgar nossas ações e omissões. Ainda que haja questões teológicas de suma importância que coloca católicos e protestantes em lados diferentes, e até mesmos outras denominações, novamente ha de se unir-se forças para defender ideias boas, ideais que mais se aproximem do fim do Homem, chegar a Deus. No caso concreto, não havia dúvidas que até a omissão seria a favor do mal maior, e infelizmente mutos cristãos assim se posicionaram. Felizmente, Deus Nosso Senhor, acreditem ou não, olhou para aqueles poucos que o temiam e não permitiu que o mal se consumasse. Deus age por meio dos homens até mesmo sem esses se darem conta. Basta vermos que bastou o presidente eleito se colocar nas disputas, que todos aqueles que pregam a liberdade sexual, religiosa, a decadência da natureza humana, inclusive volto a repetir, dentro da própria igreja, se levantaram como um cão raivoso. A mídia impulsionou ainda mais afrontas a delia natural e a Lei Divina. Que o presidente eleito não seja católico, que viva fora dos ensinamentos na sua via conjugal, bem, infelizmente o divórcio já está até sendo aceito por autoridades da igreja, padres(entenda-se todo ordenado) vivem quer uma vida hétero e mais grave ainda, homo, amasiados. Aí cairmos nas palavras do Santo Padre: Quem sou eu para julgar? Não temos o Estado Democrático digno de Deus, por que não somos nem um terço verdadeiramente cristãos-católicos. porque se de fato fôssemos, teríamos a maioria sim no parlamento, no executivo, judiciário e na própria igreja. De sorte que foi eleito sim, dentro do possível o menos ruim. Até ele próprio em uma de suas falas, ainda que sem saber, disse que ele não era o Messias. Em vez de ficarmos como sepulcros caiados, vamos desde já, como católicos, rezar e nos penitenciar pela nossa conversão de dos outros. Como cidadão, agirmos dentro da lei em tudo que não for contra Deus, sendo bons contribuintes, dando a César o que é de ;César( isso é para os socialistas que se dizem cristãos), sendo bons pais e mães de famílias, ensinando nossos filhos a não assistir porcarias na televisão e na web. Acompanhar nossos filhos de perto quer nas escolas públicas, quer nas privadas, e inclusive as que se dizem católicas, muito cuidado com essas. Nosso jovens nas universidades sobre tudo públicas e as ditas católicas, essas então são verdadeiro berços do mal. Como empregadores, empresários sermos retos e justos com nossos empregados, colaboradores, recolher devidamente os impostos e as contribuições trabalhistas. Novamente; a César o que é de César. Empregados, servidores públicos, autônomos, em nossos trabalhos agirmos como servos de Cristo, honrando pelos nosso trabalho a Deus,para ganharmos honestamente e merecidamente nosso pão e da nossa família como o suor do nosso rosto. Em tudo que fizermos, como diz São Paulo, quer comamos, quer bebamos, quer trabalhamos, tudo em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Só assim seremos dignos, ao menos, o mais próximos que pudermos, de Nosso Senhor. Que a Santíssima Virgem, cuja festa da Imaculada Conceição celebraremos no próximo dia 8, proteja seu País da Santa Cruz, e como disse o comentário acima, o presidente eleito que compareceu na Casa da Mãe, seja convertido por essa Doce Mãe, que nunca condena àqueles a quem seu Divino Filho deu aos pés da Cruz. Não sejamos como os maus que querem o mau para os bons, mas sim o bem: a Salvação de nossas almas.

  9. Muito digno ele ir (apenas) depois de eleito.

    • Ora, não foram 10 ps curados? Onde estão os outros 9? Realmente, pois se fosse antes, como aqueles que aparecem nas igrejas em véspera de eleição, ou nas festas para tomarem o lugar de honra, ou ainda aqueles que comparecem quando o bispo, ou algum dignatário visita a paroquia, sem dúvida seria campanha eleitoral. Agora ira depois, e pelo que se sabe, nada foi agendado, sem contar ainda que pelo atos dele, católico não é, se bem que tomou bandeiras, não todas, mas algumas que deveria ser tomada pelas bispos omissos. De qualquer forma, a parábola dos 10 leprosos se aplica muito bem, afinal ele sabe que católicos voltaram nele. Ele sabe que dentro da igreja católica( letra minúscula de propósito) há autoridades totalmente contra ele e a favor do socialismo infame, logo perderia se contasse com o apoio da CNBB. Foi ao arcebispo do Rio de Janeiro, pois bem ou mal comungam de algo em comum frente ao mal maior. E agora, um mês apos as eleições, já eleito veio ao mairo templo católico, uma visita cordial, e ainda como qualquer romeiro, foi até o trono da Virgem do Senhor do Bonfim, como canta a canta a Canção do Expedicionário. Assistindo a um vídeo da Formatura dos Paraquedistas do Exército, notei que o hino deles há 2 versos que diz : ” Vai ele( o paraquedista) planando no templo de Deus, lutar em defesa do nosso país.”;algo que para nós católicos que muita das vezes repetimos orações e canções, sem darmos conta da letra. Se bem que tem algumas que é melhor não repetir, mas as boas que têm, passamos direto sem meditar seu significado. Hás nas forças armadas, letras de canções das armas, escolas, destacamentos mas religiosos que hinos que se cantam nas igrejas. Bem, tudo isso para ressaltar que o gesto do presidente eleito deve ser para nós um ponto de reflexão: os de fora dão mais valor para nossas riquezas espirituais, do que nós que estamos dentro. Muitas das vezes só sabemos pedir, pedir e pedir, mas agradecer? Ainda que seja ele, protestante, católico do IBGE e maçom, está se prestando a algo nobre, que é combater um mau maior, ainda que não sabemos se será até o fim, mas por enquanto é esse o caminho que aparece. E visitar o Santuário Nacional, que infelizmente tem sido usado para chancelar ideias contrárias a Deus, ele um soldado apresenta-se diante da Rainha do Brasil, tal ato não deve ser menosprezado.

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s