Ajude a Capela Santa Maria das Vitórias, em Anápolis (GO).

Missa no Rito Tridentino em Anápolis para defesa da tradição imutável da Igreja.

Endereço: Rua Espírito Santo. Q.: E L.: 27 Vila Santa Rita – Anápolis/GO.

Mapa: https://bit.ly/2Huj20B

Colabore com a construção do nosso centro comunitário, para a preservação da inocência de nossas crianças e maior glória de Deus!

http://santamariadasvitorias.org/centro-comunitario/

44 Comentários to “Ajude a Capela Santa Maria das Vitórias, em Anápolis (GO).”

  1. A existência dessa capela é uma grande graça na vida de todos quanto a frequentam. Quem quer que seja que a visite nota que ali há algo especial: o sincero esforço de se viver segundo a vontade de Deus.

  2. Salve Maria!
    É uma alegria ver o crescimento desta comunidade que conheço há algum tempo! São famílias vindas de vários estados do Brasil, que encontraram na Capela Santa Maria das Vitórias um pedacinho do céu, para educar seus filhos na fé e crescerem em santidade!
    Este Centro Comunitário será de grande utilidade para toda a comunidade! Belíssimo trabalho, super apoio!

  3. Tenho 13 anos e passei grande parte da minha infância nessa abençoada Capela e, agora, passo minha adolescência nela. Posso dizer que nesta comunidade reina principalmente a caridade e o amor ao próximo. Não existe lugar como este!

  4. Essa Capela é um pedaço do céu! E precisamos muito de ajuda. MUITO. Todas as atividades listadas pelo senhor padre (link na postagem) são feitas ou ao ar livre, ou num espaço improvisado no caminho da pequena cozinha do nosso sacristão (onde o teto é de “Eternit” e é aberto em um dos lados para o jardim). Na época das chuvas, temos que alugar uma tenda para algumas atividades. Não temos nem uma salinha para o Catecismo das crianças. No entanto…. que lugar rico em amor, em virtudes, em coragem! Não há lugar como esse!

  5. Há pouco mais de um ano vou à essa Capela. É um tesouro preciosíssimo… A simplicidade, fraternidade e caridade que existe lá não pode ser explicada senão pelo amor a Jesus! Tudo lá é doado com a maior boa vontade: o padre dá aulas de latim sem cobrar nada, dá catequeses, atende a quaisquer pedidos dos fieis; os bazares beneficentes sequer tem um preço fixo, paga-se quanto puder pagar! A generosidade é regra. Desejaria poder fazer mais, doar-me mais, para poder retribuir esse grande presente que o Senhor me deu. É a antevisão do paraíso, a reunião de alguns dos que querem morrer todos os dias por Cristo. Que Deus nos ajude com esse projeto!

  6. Eles poderiam fornecer uma conta bancária, seria mais fácil. Para mim é um transtorno imprimir boletos…

    • Salve Maria!

      Está no site da Capela: “Deposite seu óbolo na conta bancária da Associação Santa Maria das Vitórias Banco Itaú, Ag. 0208, CC nº 55658-9.” Para quem não tem conta no Banco Itaú, segue o CNPJ da Associação: 07.347.303/0001-24.

      Deus lhe pague!

  7. Essa capela é realmente um oásis da tradição. Quem conhece, difícil não voltar! Além do excelente sacerdote, Padre João Batista, que cuida dos fiéis como nunca vi! 👏🏻👏🏻👏🏻🙏🏻😍

    • Sinto não poder frequenta-la por morar no Paraná. Quisera que minha cidade LONDRINA tivesse IGUAL. MISSAS Tridentinas

  8. O ideal para esse excelente projeto é o de abrir uma conta bancaria, não doar recursos para paroquias TL, se for o caso, e a seus vigarios e lhes explicando o porque doravante desse veto, assim deixarão que os “católicos” modernistas se arranjem sozinhos!

  9. Gostaria muito de que os srs. divulgassem sempre paróquias sérias assim em todo o Brasil. Moro no Rio de Janeiro.

  10. Participo da Capela Santa Maria das Vitórias a muitos anos, o trabalho do Pe. João Batista é admirável, somos muito grato também a toda a comunidade são para nós realmente uma família!
    Quem puder ajudar a capela estará ajudando uma obra realmente católica. E quem puder conhecer este lugar santo, faça-o, será com certeza uma excelente experiência!

  11. A capela Santa Maria das Vitórias é um grupo de famílias que sentiram no Pe. João Batista antes de tudo um pai espiritual. O pe. João consegue atrair tantas famílias com seu esforço por uma liturgia mais do que digna! O apoio do Coral São Pio X, dos músicos, dos acólitos, dos coroinhas, torna tudo muito digno e piedoso. Suas homilias, sempre bem preparadas em profunda meditação diária, confortam como um bálsamo e preparam nossas almas para os sacrifícios do dia-a-dia.
    Nem tudo são flores, certamente. O pe. não recebe soldo. Tudo ali foi construído com recursos da comunidade, de benfeitores de fora e da própria família do padre – garanto que foi o milagre da multiplicação, pois somos na maioria famílias de condições realmente precárias. Mas olhando para além do aspecto material, pensem em quantos batizados já ocorreram ali: centenas. Quantos terços já foram rezados. Nós rezamos por nosso capelão. Todo ano fazemos um ramalhete espiritual, em que cada família, dos pais ao menor dos filhos, oferece alguma oração pelo sacerdote. Quem tiver a curiosidade, que peça para ver o livro de ramalhetes da Capela. As famílias ali acordam de madrugada – ou mesmo passam a noite – para preparar o tapete da procissão de Corpus Christi. O bazar da capela reúne roupas, brinquedos e outros itens aos milhares, sendo distribuídos para toda a comunidade e até ajudando outras. O dia de São Lucas conseguiram oferecer ajuda médica a mais de uma centena de pessoas. Os encontros de moçinhas e o encontro de rapazinhos são dias de formação espiritual e de confraternização entre as famílias e o padre. É difícil esgotar o que falar bem da capela. O padre incentiva ainda a Consagração a Nossa Senhora segundo São Luis Maria Grignon de Montfort. Todas as criancinhas batizadas são ali consagradas a Nossa Senhora.
    Mas gostaria ainda de chamar atenção para os bens espirituais da capela, que extrapolam em muito todo o esforço meramente humano que ali se encontra. E que justifica, por assim dizer, todo o esforço em pedir ajuda _extra murus_. O padre reza a liturgia das horas com o capelão e alguns fiéis, todos os dias. Todos os dias são rezados ali o Rosário, e é feita adoração do Santíssimo Sacramento. Tudo isso com a finalidade espiritual que a Missa Tridentina seja restaurada em toda a Igreja Católica do Brasil e pela santificação do clero: ESSA É A MISSÃO INSTITUCIONAL DA CAPELA. Se hoje se está inaugurando a missa tridentina em tantos lugares do Brasil e até em Goiânia, não é sem o efeito das inúmeras graças concedidas por Nosso Senhor por infinitas súplicas ali oferecidas.
    Até hoje tudo ali aconteceu fora de holofotes e fora da internet. Poucos ali sabem mexer com isso. Por isso pedimos ajuda agora pelas redes sociais para que espalhem este pedido de ajuda. O projeto educativo está adiantado. O mais difícil que é o aspecto humano, temos N educadoras dispostas e prontas, já aplicadas na educação integral dos filhos. Falta realmente apenas um pouco de infraestrutura. Precisamos MUITO de ajuda.
    Agradeço ao Fratres a publicação desta.

  12. Neste santo lugar se vive a verdadeira doutrina católica e a santa liturgia por meio da celebração do Santo Sacrifício no rito Tridentino. Eu e minha família encontramos aqui um ambiente fraterno e extremo respeito ao Sagrado. É um pedaço do céu!

  13. Um lugar simplesmente maravilhoso!

  14. Conheci a Capela em um dia de Nossa Senhora do Carmo. É um lugar em que reina a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.

  15. Boa capela, merece toda a ajuda possível para continuar fazendo o grande trabalho que já vem sendo feito até agora. S.M.

  16. A Capela Santa Maria Das Vitórias é um presente, uma grande graça divina à todas as famílias que buscam viver a tradição, a verdadeira doutrina da igreja deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo. Só tenho à louvar e agradecer à Deus pela vida do Padre João e por todas as famílias que frequentam à Capela. Nos ensinam, são exemplos para nós de santidade, de piedade.

  17. Já li alguns artigos do Pe. João Batista e é bem visível que ele é um sacerdote bastante “ortodoxo” e “tradicional” (estou usando esses termos somente para ser entendido pelos que lerem), o que é pouco comum fora dos grupos Ecclesia Dei (agora que ela não existe mais, como devemos chamar tais grupos?) e comunidades análogas. Isso me deixou com uma dúvida: como é o relacionamento do Pe. João com o restante do clero diocesano e com o seu bispo? Ele é bem aceito? Há quem coloque empecilhos ao seu apostolado? Faço essa pergunta pois conheci sacerdotes semelhantes aqui em São Paulo que foram colocados na “geladeira” por seu bispo. Ficaria feliz se algum irmão de Anápolis pudesse me falar um pouco sobre…

    • Em uma palavra, “geladeira”, mas sem brigas. Por isso a importância do apoio das famílias e por isso precisamos de toda ajuda possível.

    • O Apostolado exercido pelo Pe. João é maravilhoso! Tive a oportunidade de conhecê-lo, bem como de conhecer alguns dos fiéis. Anápolis é muito abençoada com o Pe. João e com o Pe. Fernando!

      Quanto a relação do Pe. João com o clero local, é algo que só ele próprio poderá dizer ao senhor, qualquer coisa que alguém disser, vai soar como fofoca e em nada vai agregar. Ele é muito cordial para com o bispo, clérigos e com todos os fiéis, mas sem deixar de ser firme e fiel para com as suas convicções e com a verdade perene da Igreja!

  18. Essa Capela é maravilhosa…
    Um pedaço do céu na terra.😍😍😍

  19. Padre João, o modelo do Bom Pastor! Dizia São João Maria Vianney – patrono dos Sacerdotes: “O Sacerdote é o amor do Coração de Jesus. Quando virdes o padre, pensai em Nosso Senhor Jesus Cristo.”

    Conhecer o Padre João, é saber que ainda existem sacerdotes conforme o coração de Nosso Senhor.

  20. Desde que vi uma postagem no Fratres sobre a Capela Santa Maria das Vitórias, decidi sair de Curitiba e levar minha família para este lugar abençoado, graça essa que o Bom Deus permitiu no final de 2012.
    Coisa comum na nossa comunidade, pois temos famílias que se mudaram do Ceará, de Minas Gerais, tudo por causa dessa Capela.
    Vendo as mensagens aqui postadas, gostaria de ressaltar um ponto que talvez seja distante para quem não frequenta a Capela: o Pe. João Batista é um verdadeiro Pai Espiritual!
    Como a grande maioria das pessoas, conheci primeiro (e pela internet) o padre Intelectual, debatedor de ideias, defensor da Santa Igreja. Entretanto, não imaginava nunca que, pessoalmente, existisse um pai espiritual que se preocupa e reza por cada um de seus fiéis; que se alegra com suas conquistas; que sofre com suas tribulações; e que acompanha de perto as famílias da Capela. Esse é o padre que somente as pessoas da Capela conhecem.
    E as homilias? Imagine toda a tradição/beleza/cultura/sabedoria/simplicidade do Catolicismo, de uma maneira acessível a toda e qualquer pessoa, sem afetação intelectual; imagine um padre que é sempre o primeiro a se acusar publicamente de suas faltas e limitações; imagine um padre firme e seguro, mas ao mesmo tempo doce… nossa Capela é verdadeiramente um local sobrenatural, repleta de graças e também de muitas provações (que Deus permite).
    Não vou mais me alongar, mas não poderia deixar de me manifestar também. E só o fiz com um propósito: que você, caro leitor do Fratres, irmão em Cristo, inclua o Pe. João e a nossa Capela em suas orações, para que continuemos vigilantes, e rumo à santidade.

  21. O que dizer desta Capela maravilhosa? Aqui encontrei um tesouro e vendi tudo o que eu tinha a fim de o possuir. E já que “onde está o teu tesouro aí está o teu coração”, enterro aqui meu coração, aos pés de Santa Maria das Vitórias, minha boa Mãe que até aqui conduziu a mim e à minha família. Costumo dizer que esta Capela é um oásis em meio a este “vale de lágrimas” em que vivemos. Dificuldades, tribulações, angústias e demais sofrimentos por que passamos, tornam-se pequenos diante de tão grande consolação: a de ter a graça de pertencer a uma comumidade que busca viver a fé Católica em seu sentido maia genuíno, uma comunidade cuja marca principal é a caridade (não uma filantropia, mas aquela caridade escondida, sincera, lincada ao Amor de Deus), uma comunidade cuja vida gira em torno do Sumo Bem encontrado diariamente na Santa Missa celebrada no Rito de sempre, guardando, assim, a fidelidade a Nossl Senhor e seus Apóstolos. Enfim, melhorPadre, melhorSacristão, melhorCoral, melhorCapela!

    Se puder, não deixe de nos ajudar. Somos famílias simples, abertos à vida (no sentido pleno da palavra, isso é, aceitamos de bom grado quantos filhos Deus quiser nos confiar, seja um, sejam 15!) e buscamos zelar pela educação Católica dos nossos filhos. E isso será grandemente facilitado quando tivermos um espaço mais apropriado para nossas muitas atividades com este fim: encontros de mocinhas (as meninas aprendem desde pequenas a serem boas donzelas, filhas de Maria, esposas, mães, do lar, cristãs. Pensa na importância dessa atividade para minha família que acaba de celebrar o nascimento da nossa QUARTA MENINA! Minha primogênita começa a frequentar este ano e grande é a nossa alegria!); encontros de rapazinhos (os meninos aprendem desde a mais tenra idade a serem homens, internalizando e praticando os valores virís da masculinidade. Temos esperança de que, além de gerar bons pais de família, bons cidadãos e bons profissionais, que gere alguns bons Sacerdotes!); encontro de Mães que se reunem para se ajudarem mutuamente; encontros diversos de sã convivência fraterna; a tão esperada Festa de Todos os Santos e muito mais! A nossa alegria é estarmos juntos, rezarmos juntos, como num ensaio para a eterna convivência na Pátria Celeste, a qual aguardamos alegremente.

    A Capela é formada por famílias advindas de várias partes do Brasil. Num rápido depoimento, eu e meu esposo viemos de Belo Horizonte. Achamos a Capela em uma pesquisa no google com os dizeres: “Missa Tridentina no Brasil”. Vimos em vários lugares. Mas, providencialmente, os olhos brilharam quando vimos uma Capela numa tal cidade chamada Anápolis, em Goiás, que tinha a Santa Missa TODOS OS DIAS! Naquele momento tínhamos apenas ma certeza: vamos nos mudar para Anápolis. Aquela Capela abrasava o nosso coração antes mesmo de conhecê-la! Largamos tudo e viemos na total confiança na Divina Providência que nunca falha! Ao assistir pela primeira vez a Santa Missa nesta Capela, numa segunda-feira (10/02/2015) chuvosa, poucas pessoas, a impressão que tive e que guardo viva na memória ainda hoje era a de que eu havia morrido. Sim, tive a sensação de que a morte havia chegado para mim e que instantaneamente eu estava no Céu, direto, sem passar pelo Purgatório! Minha felicidade naquele momento é simplesmente indescritível. (E olha que eu já havia assistido Missas em Rito Tridentino!). Imaginen, então, quando chegou o domingo? Missa cantada (anjos cantando! Um coral maravilhoso!), famílias numerosas, lindas crianças por toda parte, uma paz profunda na alma… Enfim, tive uma certeza: nunca mais arredo o pé desse lugar! E, se assim for da vontade de Deus, eu e minha família pretendemos seguir todo o nosso tempo de peregrinação em torno da Capela Santa Maria das Vitórias.

    Se não conhece, te convido a conhecer! E ajude-nos! Deus há de lhes recompensar a caridade! Contamos também com suas orações. Rezem por nós, sobretudo pelo Padre João (melhorPadreDoUniverso!) ao menos uma Ave Maria!

    Deus lhes pague!

    Salve Maria Santíssima!
    Salve Rima Eterna!
    Viva Cristo Rei!

  22. Há quatro anos fomos agraciados com a Capela Santa Maria das Vitórias!
    A cada missa que vamos, vemos famílias jovens com seus veículos simples, que pela Graça de Deus cabem tantas crianças, um padre humilde e muito inteligente, que nunca larga sua batina e está sempre na porta a despedir-se de nós, somos os seus filhos.
    Precisamos muito de ajuda MUITO. A capela precisa ter estrutura para manter tantas atividades(aulas de catecismo, encontro de mocinhas e rapazinhos etc.)
    Quem pudesse ao menos uma vez na vida a ver com os próprios olhos os efeitos da missa de sempre, a missa que permite nada além de Cristo! Nada voltado para nós, tudo voltado para Deus, saberia o que estou falando!
    Eu AMO este LUGAR!
    Pedacinho do CÉU!

  23. A Capela Santa Maria das Vitórias precisa da sua ajuda!!!
    Para quem sabe da importância da Tradição Católica, colaborem e que Deus retribua a caridade.
    Ali as famílias tem o acompanhamento do querido padre João Batista, um sacerdote muito querido, zeloso, que cuida de cada um dos fiéis com toda atenção.

  24. Reforço os comentários positivos e peço que colaborem com orações e doações. Eu também tive a graça de participar da Santa Missa na capela e fui muito bem acolhido pelos fiéis. Salve Maria!

  25. Pois é Anna Maria Villac de Faria. É uma pena que muitas dioceses do nosso Paraná ainda estejam tão longe do Rito Tradicional. Pertenço á Diocese de Ponta Grossa, moro na cidade conhecida como “celeiro das vocações”, que mais fornece sacerdotes à Diocese, no entanto o que vejo é um clero acomodado, que está mais preocupado com o resultado do jogo do Palmeiras e em ir passar o dia de folga em um pague e pesque do que com o respeito à tradição. Não à toa se escandalizam com a simples sugestão da colocação de um arranjo beneditino sobre o altar, não que isso resolvesse os problemas do Novus Ordo (que cada vez descubro mais, graças à sites como este), mas já seria um primeiro passo. Nunca pensei que ouviria que a cruz, instrumento utilizado por Cristo para a Redenção, colocada sobre o altar atrapalharia o memorial da própria Redenção!
    Não à toa minha cidade tinha um dos maiores seminários capuchinhos do país (hoje transformado em campus universitário, onde os professores implicam com os resquícios das imagens sacras e a outrora bela capela está entregue à intempéries do tempo). Não há toa tínhamos um colégio das irmãs franciscanas, hoje também abandonado, uma escola apostólica dos padres vicentinos, hoje transformada em colégio estadual, e uma escola ligada ao instituto Nossa Senhora das Graças comandado pelas Irmãs da Caridade de São Vicente de Paulo (a única que sobreviveu, ainda que em menor escala). E tudo isso numa cidade interiorana que, se hoje conta com menos de 60 mil habitantes, na década de 50 nem metade disso! Hoje, o que temos é um “apêndice” do seminário diocesano entregue às traças. Não há toa cada vez mais seminaristas desistem de seguir os estudos neste seminário diocesano, vejo muitos regressarem desapontados após um ou dois anos. Enquanto isso, o bispo, que parece mais preocupado em se lançar na carreira de cantor, recebe loas das CEBS por visitar assentamentos sem-terra.
    Como seria bom um pouco dessa tradição da Capela Santa Maria de Anápolis em nossas dioceses! Nossa Senhora do Rosário do Rocio, padroeira do estado, que nos ajude a tê-la algum dia!

  26. O que dizer desta Capela? Realmente um pedacinho do céu!!! 😍Somos sempre muito bem acolhidos cada vez que ali estamos. É uma família, ali se vive o verdadeiro sentido da palavra comunidade. Um lugar maravilhoso que precisa da ajuda de todos para dar andamento a projetos magníficos e piedosos do qual nossas famílias necessitam.

  27. Da capela posso dizer como no salmo 83: “como é amável vossa morada, ó Senhor dos exércitos! A minha alma suspira e anseia, enternecida, pelos átrios do Senhor!”
    Nela estamos, eu minha família, desde seu início e um sem número de graças ganhamos em tão abençoado oásis.
    Agradecemos e reiteramos a toda ajuda para que os esforços de nosso sacerdote em ganhar almas para Deus seja cada vez mais possível.

  28. Você que ainda não conhece este lugar: o que está esperando? Ora ora. Não perca tempo e venha logo conhecer este lugar extraordinário!
    E não se esqueça de ajudar esta causa maravilhosa.

  29. Essa capela é realmente um bálsamo para nossas almas. Num mundo onde impera uma aridez espiritual, a Capela com sua arquitetura barroca, seu silêncio devoto, seu coral polifônico ( como anjos cantando), a Sacralidade do Rito Tradicional, realmente nos traz refrigério! Há cinco anos fui abençoada com essa graça de conhecer esse lugar que foi responsável por minha conversão, a conversão de uma fiel que nasceu dentro da Igreja mas que desconhecia seus Ensinamentos, como ainda existem muitos “católicos” assim! Quem dera fossem eles agraciados como eu fui. Uma capela que se preocupa com seus filhos, que como uma família estendem as mãos uns aos outros, e que agora quer fazer mais: uma escola verdadeiramente Católica e um Centro Comunitário para atender seus fiéis e a comunidade com aulas, bazar, atendimento médico e o que mais for preciso para auxiliar quem precisa! Por isso, precisamos de almas bondosas que mesmo com pouco possam contribuir com esse Apostolado do Pe João, para maior engrandecimento do Nosso Senhor e o bem de nossas almas! Ad Majorem Dei Gloriam

  30. Um presente de Deus para as famílias! O padre João Batista é verdadeiramente nosso pai, que com muita dedicação, amor e zelo por cada família, cultiva em nós a verdadeira fé e piedade católica! É uma imensa graça poder fazer parte dessa capela e poder criar meus filhos nesse belíssimo lugar!

  31. Esta comunidade é uma das graças que Deus concedeu ao povo goiano. Um trabalho magnífico tanto espiritual quanto no social para com as famílias, e, para podermos continuar com dedicação e afinco os projetos de catequese e outros apostolados mais, que venham a ser feitos com as famílias que ali frequentam e que venham a frequentar, para a Honra de Nosso Senhor, precisamos ampliar nosso espaço. A capela vem crescendo e a necessidade de continuar com os projetos, que muito auxiliam a Educação e formação moral cristãs de nossas crianças e jovens, também.

  32. Essa capela é o céu na terra, um grande exemplo para todo o mundo. Que Nossa Senhora abençõe as pessoas que estão juntas, ajudando nessa tão necessária e grande causa!

  33. Esta capela com o fez crescer meu desenvolvimento espiritual a ver coisas que jamais passavai pela minha cabeça. Me fez crescerto tanto que já nem me lembro de como eu era .Obrigada Padre João e os paroquianos que sem dúvida me ajudaram muito.

  34. Tenho 15 anos e participo desta comunidade desde praticamente a fundação da capela em 2007.
    Tenho que concordar que esse é um lugar único e muuuuuuuito abençoado pela graça de Deus.
    :-D

  35. Que essa magnífica obra suscite grandes Santos. Com a contribuicao e generosidade de todos e o abnegado zelo apostólico de nosso querido Padre João Batista.

  36. Salve Maria Santíssima a todos os colaboradores e leitores desse brioso site Frates in Unun,

    “Pois que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro se perder a sua alma?”. Essa edificante exortação do Nosso Senhor Jesus Cristo narrado no Santo Evangelho de São Marco VIII, 36 tornou-se para mim uma tramontana, uma vez que, estava passando por uma angustiante “noite escura”. Depois de tanto estudar filosofia, teologia, a história dos santos doutores da Santa Madre Igreja, minh’alma sedenta estava em querer viver como um autêntico católico, em torno de uma simples capela, com um padre que vivesse realmente sua vocação, e eu aberto aos números de filhos que o generoso Deus nos enviasse, em suma, ser um marido, um pai, um profissional católico, e como nada disso encontrava em minha cidade essa “noite escura” só aumentava. Eu minha esposa, tínhamos uma vida razoavelmente boa em BH, eu lecionando e com projetos paralelos profissionais que gerariam uma possível instabilidade financeira, contudo o vazio em mim já era insuportável. Quando mais eu lia sobre a vida dos santos, mais queria imitá-los; eu e minha esposa queríamos viver como aqueles santos casais que tinha descoberto o “Verdadeiro Tesouro”. Por este motivo, decidimos juntar nossas trouxas e partir, e Deus por sua imensa benevolência nos levou para Goiás, uma terra distante que não conhecíamos ninguém, mas viemos simplesmente por um único escopo, viver ao redor de uma capela que celebrasse a Missa de sempre, e conseguimos bem mais do que isso; encontramos famílias com os mesmos desejos de viverem a santidade, um padre que é um verdadeiro pai espiritual, um sacristão devoto, e pessoas oriundas de todos os cantos para simplesmente assistirem a Santa Missa. Assim, com todas as dificuldades de adaptação a qual passamos, uma só certeza tenho, a da escolha certa para mim e os meus, estamos em um oásis ao meio desse deserto modernista enfrentada pela Santa Madre Igreja.
    Por esse e por todos os testemunhos publicados nesse inestimável site, peço aos senhores meus amados em Cristo, que aqueles que puderem nos ajudem na realização desse nosso sonho de construir o Centro Comunitário, a conta para contribuições se encontra no final. Já aqueles que no momento não nos pode ajudar financeiramente, uma ajuda é de suma importância, reze pela as famílias da Capela Santa Maria das Vitórias, de modo especial pelo o Padre João Batista Ferraz e o sacristão Nelson.

    Ah! Venham nos conhecer, estamos de portas abertas para recebê-los.

    Deus lhes pague a sua generosidade e quero finalizar dizendo que tudo que vocês fizerem por nós seja “in laudem gloriae Dei”, ou seja, “em louvor à glória de Deus”.

    In Corde jesu et Mariae Semper

    Jean Carlos Lopes.

    (Deposite seu óbolo na conta bancária da Associação Santa Maria das Vitórias Banco Itaú, Agência 0208, Conta Corrente nº 55658-9). Para quem não tem conta no Banco Itaú, segue o CNPJ da Associação: 07.347.303/0001-24.

    Deus lhe pague!!!

  37. Toda minha família é imensamente feliz e gratos a Deus e a Nossa Senhora por conhecer a Capela Santa Maria das Vitórias! Será uma grande alegria e excelente a toda comunidade. Salve Maria! 😊🙏