Não é de hoje…

Por FratresInUnum.com, 6 de agosto de 2019 – A foto divulgada no Twitter de Leonardo Boff é a prova cabal daquilo que sempre soubemos: Jorge Mario Bergoglio foi preparado por décadas para ser o pontífice que anistiaria de vez o teólogos da libertação.

boff1

Bergoglio é o quarto, da direita para a esquerda, na fila de cima. Boff é o segundo, da esquerda para a direita, de gravata, na fila de baixo.

Segundo Boff, a foto lhe teria sido enviada pelo próprio papa argentino, em correspondência privada. A relação entre os dois, como comprova a foto, é bastante antiga. Não é de se admirar das antecipações feitas por Boff, que incluíram até a anunciação do nome “Francisco”, escolhido apenas no dia seguinte pelo “eleito” no último conclave.

A falsidade, a simulação, a teatralidade com a qual os progressistas se disfarçaram nas últimas décadas demonstra o quão inescrupulosos são, o quanto são psicopatas. Eles não têm sentimento de culpa, são incapazes de sinceridade, organizaram um paciente plano para a tomada do poder, uma extensão daquele traçado pela esquerda latino-americana para conquistar o poder em seus respectivos países.

O grande problema que enfrentam, porém, é que de pouco serve alcançar os cargos de comando e não possuir a hegemonia intelectual e imaginativa de seu povo. Francisco é a cabeça dos progressistas, os quais são um corpo estranho na totalidade dos católicos, incluídos aí muitos clérigos. Eles perderam completamente o controle intelectual sobre a Igreja: quanto mais agem, mais se desprendem da multidão dos fiéis. O resultado disso não pode ser um impeachment, figura desconhecida no direito canônico e incongruente com a natureza do poder papal; mas, certamente, serão expurgados, cedo ou tarde, pela totalidade dos fiéis. O teatro está acabando.

E não poderia ser diferente. As esquerdas tentaram chegar ao poder pelas armas, mas não conseguiram. Depois, obtiveram o controle dos meios de produção intelectual, mas, como estes por natureza não poderiam se prestar à formação de verdadeiros intelectuais, mas apenas à de militantes obedientes, obtiveram uma horda de papagaios retardados.

A foto comprova apenas o êxito de um fracasso, a genealogia de uma grande estupidez cujas últimas aparências de sanidade estão se desfazendo como a fumaça ao soprar do vento.

36 Comentários to “Não é de hoje…”

  1. Tudo está dentro da “normalidade”. Não disse Nsa Sra de La Salette que Roma perderia a fé e se tornaria sede do Anticristo ? Logo, coisas piores virão, pois a “casa babilônica” precisa ficar bem arrumada para receber o seu “ilustre” morador. E estes episódios só confirmam a veracidade da citada profecia. É claro que a Igreja Católica, a verdadeira Igreja Católica, vai se desprender deste pântano miasmático, que é esta estrutura demencial mimetizada de Igreja de Cristo. Resta-nos lutar com as armas disponíveis, porque cremos nas promessas de Cristo. Salve Maria Imaculada !

  2. Sobre esse sujeito, eu dedico uma palavra que simboliza tudo o que ele representa:
    EXCOMUNGADO

    • O Vaticano está lotado de covardes demais para excomungar alguém, eles só excomungam se você for tradicionalista — aí a coragem surge do nada.

  3. Papa Francisco não segue a teologia da libertação, mas sim a teologia do povo, criada pelo jesuíta Juan Carlos Scannone, um discípulo do herege modernista Karl Ranher (assim como nosso “Papa emérito”).

    • “Segundo o teólogo jesuíta Juan Carlos Scannone, a “Teologia do Povo” é uma versão argentina da Teologia da Libertação.”

  4. É verdadeiramente asqueroso este relacionamento entre Francisco e Boff. Ambos têm por missão destruir a Igreja de Cristo.

  5. Pra quem ainda tinha dúvida!…
    Oremos!

  6. Reforçar-se-iam-se temores que Bento VI teria sido mesmo é afastado e, como o Vaticano no presente estaria de fato e verdade talvez dominado pela maçonaria eclesiástica, cada mais menos se creria que o papa Bento XVI afastou-se por situações pessoais, inclusive questões de saúde!
    O caso D Vincenzo Paglia noutro post do site, de nomeação para o Instituto João Paulo II, por ex., esse daí deve mesmo ser um infiltrado da maçonaria e apoiado pela mafia acima muito atuante no Vaticano, cremos ao todo nessa possibilidade ser verdadeira!
    A extasiante alegria da maçonaria e de varios inimigos da Igreja em coro saudando o papa Francisco após sua eleição são-nos o bastante incontestável, assim sem dúvidas quando o esquerdo-TeeLista Leonardo Boff muito à vontade e satisfeito, proclamou em tom de total aprovação nas redes e de forma retumbante: “esse é um dos nossos”, o que então seria adepto, já que no Brasil L Boff sempre demonstrou que era apoiador das esquerdas?
    Impressiona-nos de como o papa Francisco aprecia tanto acercar-se de maus elementos de todos as especies, inimigos radicais da Igreja católica, de vida desregrada e desinteressados na fé católica de sempre, não tem sido um fato para lá de comprovado?
    Além disso, e cada vez mais ousado e audaz em suas “reformas”, demonstrado à vista de todos qual seria sua missão, previamente acertada dentro dos prenuncios para um futuro algo distante, mas que “até que enfim, conseguimos chegar à nossa meta”, de Vindice e Nubius, da liderança dos carbonarios, lá pelos anos de 1822?

  7. PARA PENSAR.

    Os tradicionalistas não fazem reuniões? Não traçam suas estratégias? Os líderes de vocês não se reúnem e discutem como tomar o poder? Os Cardeais e bispos Tradicionalista não fazem conchavos por debaixo dos panos? Sempre fizeram. No CVII fizeram de tudo para seguir no poder e perderam.

    O tema é que vocês perderam e irão continuar perdendo. A Igreja dos Pobres e do CVII venceu e seguirá vencendo e vocês terão que aceitar. O Espírito Santo está conosco, está com Francisco. Não lutem contra Ele.

    Paz e saúde a todos.

    • Leopoldo, o diabo pode até conseguir escamotear a Verdade, mas não consegue segurá-la e vencê-la. Os padres da TL não fizeram sucessores. A escaramuça acabará no último sopro de vida do último herege, assim como tantas outras acabaram ao longo de dois milênios. Game Over.

    • Leopoldo Weber, como é ter o QI de um digito?
      >>>Os tradicionalistas não fazem reuniões? Não traçam suas estratégias?
      Sim, se reúnem e traçam estratégias, mas fazem como resposta, porque primeiro são os subversivos [como você] que se reúnem nas escuridão dos prostíbulos romanos para atacar o Corpo Místico de Deus, que agora, com as espadas de Pedro, é furado do outro lado do peito também, sangra e agoniza na cruz do altar.
      Comparar as tentativas de defender o sagrado que os católicos fazem com as tentativas malignas desses retornos de Judas é simplesmente ridículo. Pior é ver essa tua passivo-agressividade, como Judas beijando Jesus; me faz até lembrar Francisco Popstar, sorrindo nas rodas com seu cheiro de ovelha, enquanto nas escuras está tirando o pelo e a pele dos pastores de Cristo que “ousam” dizer que o rei está nu.

      >>>Os líderes de vocês não se reúnem e discutem como tomar o poder?
      Tomar? Não é tomar, mas retornar — não deveria a pessoa roubada tentar recuperar aquilo que foi roubado pelo ladrão desprezível? Não deveria o Povo de Deus retomar Israel do julgo dos helenistas com a revolta dos macabeus? Assim foi feito, e do sagrado gozamos. Não deveria o Povo de Deus retomar a Igreja do julgo dos hereges com a incursão dos arianos? Assim foi feito, e do sagrado gozamos.

      >>>Os Cardeais e bispos Tradicionalista não fazem conchavos por debaixo dos panos?
      Para preservar a Igreja de Cristo, como deseja o próprio Jesus, Nosso Senhor.

      >>>Sempre fizeram. No CVII fizeram de tudo para seguir no poder e perderam…
      Parabéns, acabou de CONFESSAR que houve uma revolução e que agentes subversivos corromperam a Igreja — se estavam [os tradicionalistas] no poder e foram derrotados, logo há de se considerar que aquilo que derrotou e assumiu o poder não é aquilo que estava, segue assim com clareza que você confessou que a Igreja de sempre foi derrotada pela nova igreja, e a nova igreja tomou o lugar da Antiga Igreja.
      Eu sei que a coerência discursiva não é forte de todo progressista, mas você tem que se esforçar um pouquinho no estudo da lógica, pois ela é muito útil para a mentira.

      >>>O Espírito Santo está conosco, está com Francisco. Não lutem contra Ele.
      Ele está em quem estiver na Igreja, e certamente esteve gloriozamente em São Leão II por todo tempo, mas ele esteve sempre com Papa Honório I? Para Francisco há o futuro, o tempo dirá com quem esteve, e ele já disse, está com a Igreja, Corpo de Cristo que vive nas firmezas de 2000 anos.

      >>>Paz e saúde a todos.
      Não, eu não quero essa sua paz e essa sua saúde, é certo que o seu tipo nos quer morto, enforcado nas tripas do último padre celibatário.

    • Leopoldo Weber,

      Você deve ter caído do caminhão de mudanças e não está sabendo nem que dia é hoje. Vou lhe ajudar: ‘O Reno se Lança no Tibre’, ‘Carta Aberta aos Católicos Perplexos’, ‘Iota Unum’, ‘A Missa Nova de Paulo VI’, ‘Do Liberalismo à Apostasia’. Pode começar por esse.

    • Hoje, acordei um tanto deprimido e desejando notícias péssimas, na verdade pra que tudo passe logo. O presente artigo e saber que o Sr. Paglia estará à frente do Instituto João Paulo ii cumprem perfeitamente os escritos do Apocalipse 17 e 18. Agora é agarrarmos à verdade do Evangelho e da Tradição, sempre de olho em Gálatas 1, 6-10. Sugiro que cada família se assemelhe à uma pequena Arca de Noé. Precisamos nos isolar e esperar passar esse turbilhão, e, se perserverarmos, veremos a Vitória do Cordeiro. Amém.

  8. Boff, tal qual os comunistas: acuse-os daquilo que faz.

  9. A igreja-diálogo e montini (1972) só poderia dar na seita-em-saida de bergoglio (2019). Por essa, Dom Modernistancourt, da “Pergunte e Deformaremos”, não esperava….Mas colaborou muito com a cenografia conservadora. Ele e tantos outros teologúmenos e filosofastros.

    • Não esperava? Certamente esperava, Dom Estêvão era masoquista, adorava chamar para um café da tarde aqueles que queriam empala-lo vivo num estandarte de bandeira vermelha. Quem tem como hobby deixar o portão e a porta aberta não pode esperar nada além de um marginal dentro de casa.

      Que Deus o tenha, com muita misericórdia.

  10. Game over, Bergoglio!

  11. “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és”…

  12. Aceita que doi menos.

    Os escombros e ruínas da Igreja catolixa nas Provincias do Sul, especialmente a do Rio Grande do Sul, continuam a abrigar cogumelos venenosos. Esses cogumelos são fundamentalmente, frades nonágenarios, muitos deles ex-franciscanos, que deixaram o ministério nos anos de 1970 para se casar ou rebolar pelas universidades católicas. Marcados, porém, pelo sacramento da Ordem e pela beleza da vida conventual, nunca conseguiram se desvincular da Igreja. Viraram medievalistas, comunistas, jornalistas, petistas, panteistas, presidentes de associação de bairro, plantadores de repolho…
    Como a raposa da fábula, desprezam o cacho, não o que nunca tiveram, mas o que desprezaram e jogaram fora. Essa ambiguidade de sentimentos, amar o que já não está vivo, posto que mataram suas vocações, e odiar a vida boçal que passaram a ter, faz com que vivam como cogumelos, sem vida real, exceto a de tirar substância vital do que está morto. Vivem de lembranças. Conheci um sujeito que certa vez me disse: ” Eu sonho com o convento todas as noites, sem exceção”. Ele saiu para se casar. E sonhava todas as noites…

    E assim como há vocações verdadeiras que se foram, há as vocações falsas que ficaram. Há também outras anomalias, como os casos inclassificáveis dos Genéscios e dos Bofes e outras formas de psicopatologias “eclesiais” que dependem dos poderes deste mundo, do poder das trevas, para serem algo. Estão em situação pior que a dos cogumelos.

  13. Este comentário encabeçado pela diretiva de que é “para pensar” leva-nos à triste constatação de que a cegueira modernista além de embotar a visão, é capaz, até mesmo também, de comprometer o raciocínio das pobres pessoas dominadas por tal heresia. Sim, pois esta mesma pessoa que escreve tal comentário, cujo cabeçalho diz “para pensar”, revela, ao que parece, ela própria, não ser capaz de pensar. Pelo menos, não com suficiente clareza ao ponto de evitar tamanha absurda sucessão de disparates, como os arrolados ali. Pela leitura do texto, fica patente, de forma clara, a ideia, profundamente equivocada, de que o que orienta a fidelidade à sagrada tradição multissecular da Santa Igreja, seja alguma espécie de preocupação com algum desvairo revolucionário, como qualquer intenção de algo como “tomada de poder”, quando na realidade o real eixo norteador é nada além do que puramente uma autentica intenção de manter verdadeira fidelidade a Cristo, ao Evangelho, à Sagrada Tradição, e ao magistério bimilenar da Santa Igreja. Mas claro, naturalmente, não há de ter passado em desapercebido para ninguém, no texto do comentário em questão, o quanto o patético jargão esquerdopata, personificado pela expressão “tomada de poder”, se faz, expresso direta ou indiretamente, recorrente. Conceito paranoico esquizoide delirante, derivado inicialmente das sanguinárias mentes distorcidas dos psicopatas revolucionários franceses, e posteriormente recalcitrado por Marx e Engels, em sandices, como a desatinada “teoria da luta de classes”. Em seguida, mais uma boa dose de anos e anos de persistente gramscismo e “vois là”, temos aí um resultado doloroso destes: Alguém que chega a um fórum cuja preocupação é servir a Deus, um portal cujo foco é Sua Santa Igreja… E realiza aqui uma abordagem destas, com ilação de preocupação com “tomada de poder”, com ilação de “conchavos feitos por debaixo dos panos”, como se estivéssemos em algum comitê de eleição sindical ou algo congênere que o valha. Como pode uma mente humana estar assim tão tomada pela esquerdopatia ao ponto de não perceber que o assunto aqui é fé, é sã doutrina, é autêntico amor ao próximo (e não ensinamentos abertamente contrários ao Santo Evangelho de Cristo e nem o astreamento de uma bandeira em prol dos mais necessitados, apenas como pano de fundo para o real objetivo escuso da disseminação de doutrinas de demônios, como aborto, teoria de gênero, desagregação das famílias, liberação das drogas e toda esta cloaca defendida pelos socialistas). A alcateia modernista anda tão desmascarada em suas lorotas, dissimulações, trambiques, manipulações, tendenciosidades, perseguições e tendenciosidades, que já fazia tempo que não aparecia algum assecla em sua defesa. E olhem que desta vez apareceu um que dá uma até de “profeta” e nos faz um vaticínio. Diz ele ali que iremos continuar perdendo e que o Concílio vaticano II seguirá vencendo. Vejam só uma coisa destas… Quem diria… Só que para desconsolo, desassossego e desespero de todos estes hereges modernistas, as profecias de Santa Hildegarda, São Francisco de Assis, Santo Alfonso Maria de Ligório, São Vicente Ferrer, São Nicolau de Flue, São João Bosco, Beata Ana Maria Taigi, São Pio de Pietrelcina, além de tantos outros santos, beatos e bem aventurados, e especialmente, as profecias de La Salete, de Fátima, de Akita… Dizem coisa muito, mas muito diferente mesmo do que diz esse fajuto oraculo tupiniquim.

  14. Está faltando Dom Helder Câmara, o demiurgo dessa seita execrável. O Dom Helder Câmara, o queridinho de João Paulo II, que o considerava um bom bispo e desejou que D. Cardoso Sobrinho fosse um bispo tão bom quanto ele, Dom Câmara.
    Na verdade, considero essa cambada da TL menos nefasta que os intelectuais sofisticados e pernósticos da Nouvelle Theologie.

  15. RESPOSTA: MEU PREZADO AZALIYYAH.

    Dois pesos e duas medidas. Quando os Tradicionalistas se reúnem é para lutar pelo o bem. Já os progressistas é para o mal. COMO ASSIM ? Quem sempre mandou na Igreja ? O poder sempre esteve nas mãos dos Tradicionalistas. A IGREJA FICOU 300 ANOS SEM MUDAR NADA. Isso é o que? Progressistas?

    Q quando Pio XII faleceu quem indicou o nome do Papa João XXIII ? Foram os Tradicionalistas. Escolheram um Papa idoso que não durasse muito e que não fizesse nada para depois escolherem um culto etc, etc. . O tiro saiu pela culatra e ele convocou o Concílio.

    Com o surgimento da Teologia da Libertação e a luta da Igreja da América Latina pelos direitos humanos no Brasil nos regimes ditatoriais, os Tradicionalistas fizeram várias reuniões e maquinações que ocasionou numa perseguição sem precedentes a Padres, Bispos e Teólogos. Foram condenados mais de 100 Teólogos no reinado do Woytila e Ratzinger. Sem falar do boicote a vários Bispos como Dom Oscar Romero que não foi recebido pelo Papa João Paulo II, como Dom Ivo Loscheider que não nomearam Cardeal por causa da sua luta na CNBB contra a ditadura, como a divisão da Arquidiocese de São Paulo para diminuir o poder de Dom Paulo Evaristo Arns. Em todas estas perseguições lá estavam os TRadicionalistas maquinando e se reunindo com o Núncio Dom Agnelo Rossi, Dom Eugênio Sales, Dom Vicente Scherer e o presidente do Celam Alfonso Lopes Trujillo.

    SEMPRE HOUVE REUNIÕES DE AMBOS OS LADOS. Há um choque de visões de Deus, visões de Igreja e visões de sociedade. No início da Igreja Tiago e Pedro brigaram com Paulo que estava pregando aos gentios. Depois chegaram a um acordo. Mas te asseguro que pela luta do poder vocês Tradicionalistas são muito mais atuantes que os progressistas. Tu acha que nas eleições da CNBB não houve reuniões para discutirem o futuro da entidade???

    PENSO que precisamos aprender a conviver uns com os outros. Aceitarmos uns aos outros. E cada um rezar a sua maneira. Mas a vida segue para frente e único retorno deve ser a essência, aos fundamentos e não aos acessórios como vocês querem. Para vocês os acessórios ficaram mais importante que a essência. As regras, as vestes, a forma isso muda com o tempo. Mas a essência é o amor e isso deve prevalecer.

    Por isso, insisto e lhe desejar paz e saúde.

    • Só de ler esse nomezinho “Leopoldo Weber” já se imagina o típico velhaco sulista, decrépito, de camisa social de mangas curtas, eternamente preso no Zeitgeist dos anos da Guerra Fria. Uns servos dedicados de prelados socialistas, outros fiéis de estrita observância do MST, outros paridos das entranhas infernais da Unisinos. Parece que foram fabricados em escala industrial.

      A diferença que a tua inteligência rara não percebeu é que “tradicionalista” consiste num epíteto infame a católicos em comunhão com dois mil anos de tradição apostólica, enquanto “progressismo” nada mais é que uma categoria política alheia e inimiga do que a Igreja ensina. Se um batizado torna-se progressista, o faz a despeito da ortodoxia de sua fé. Não é preciso sequer chegar à teologia da libertação ou teologia do povo. A nova teologia é flagrantemente modernista e não tem espaço no depósito da Fé católica. Se é “tradicionalista” quando se ama a Igreja e se quer preservar suas definições assistidas pelo Espírito Santo, se é progressista quando a empáfia e seu vício cardeal da soberba antepõe o amor dos cuidados do mundo ao amor a Deus, e produz o fruto acre da obstinação ferrenha no erro.

      Não existe “progressismo” compatível com o Magistério da Igreja. Não à toa religiosos de ordens apóstatas tentam suprimir definições do Denzinger em edições uma mais sem-vergonha que a outra.

      Psicopatas empedernidos como você não passam de mais uma seita de hereges obstinados no erro e na dureza de sua cerviz, fechada à pobreza de espírito e à humildade.

      “Convertei-vos e crede no Evangelho.”

    • Leopoldo Weber,

      Você deve estar de brincadeira se acha que o que mudou na Igreja foram coisas acessórias. São poucos os católicos que acreditam nos artigos do Credo, todos os sacramentos vem sendo relativizados e você acha que estamos falando de coisas acessórias.

      Repito, você não sabe nem que dia é hoje.

    • Meu prezado Leopoldo Weber, paz e bem!

      Somente um cego espiritual não vê que há um CISMA em curso que logo logo será aberto e proclamado.
      As autoridades católicas estão recusando a Santa Tradição, a Sagrada Escritura e o autêntico Magistério da Igreja. Pior. Às escondidas, a sinagoga de Satanás (Ap 2,9) prepara um NOVO RASGÃO NA TÚNICA UNICA DE BRANCO (CISMA). A apostasia se difunde sempre mais na Igreja. 99% das heresias católicas foram difundidas por religiosos e não por leigos católicos. Aliás, “os leigos salvarão a Igreja”, segundo as proféticas palavras do venerável Fulton Sheen. Estamos, pois, às portas de um novo Cisma, que será consumado no afastamento geral do Evangelho e da verdadeira fé. Na Igreja, entrará o homem INÍQUO, que se opõe a Cristo e que levará a seu interior a abominação da desolação, dando cumprimento a profecia de Daniel (Mt 24-15). Tal abominação consistirá na supressão do Sacrifício Eucarístico: FIM DA MISSA!

      “A teologia da libertação não entra em nenhum esquema de heresia até hoje existente… ela é a negação radical do Cristianismo” (disse o então cardeal Joseph Ratzinger. Penso que o papa emérito Bento XVI não discorda disso).

      “É dever dos fiéis católicos esclarecidos expor a seus irmãos e ao público o que é a TL” (Dom Estevão Bettencourt, OSB).

      “Nem só de pão vive o homem” (Jesus Cristo).

      “Pobres sempre tereis” (Marcos 14, 7)

      Por fim, deixo para a sua reflexão uma crítica bastante sensata, atual e pontual que o frei Clodovis Boff (teólogo católico da Ordem dos Servos de Maria, que conheço pessoalmente e, por por ironia do destino: irmão do Leonardo Boff), fez ao denunciar o grave erro epistemológico da Teologia da Libertação-TdL, no seu artigo:

      “Volta ao fundamento: réplica de Clodovis Boff”, publicado na Revista Eclesiástica Brasileira (REB), no. 268, intitulado “Teologia da Libertação e volta ao fundamento’.

      Vamos aos exemplos:

      “Para ilustrar esse encurtamento da ideia de pobre na TdL e na pastoral que nela se inspira, permito-me relatar duas experiências. A primeira se refere a uma ocupação dos sem-terra na região Centro-oeste do Brasil. A igreja local interveio aí, dando aos lavradores cobertura moral e social, e oferecendo os serviços jurídicos da “pastoral da terra”. Três meses depois da legalização do assentamento, vem-se a saber que todo o mundo, ou quase, se tornara “evangélico”. Por que? Simplesmente porque a Igreja católica garantira o social, mas não o religioso. Este, deixado vazio, fora ocupado pelos pentecostais. Menos mal, dir-se-ia com São Paulo, “contanto que de todas as maneiras… Cristo seja anunciado” (Fl 2,18), mas não o foi pela “Igreja da libertação”, o que depõe em seu desfavor. E agora uma experiência pessoal. Depois de ter trabalhado mais de vinte anos nas favelas do Rio numa linha “liberacionista” e tendo que me transferir para outra cidade, fiz um balanço daquela atividade toda e constatei, decepcionado, que deixava instalados trabalhos sociais de toda a sorte, mas não uma Comunidade cristã realmente consistente. Agora, em meu novo lugar de trabalho, os voluntários da pastoral social não descuidam do trabalho religioso e evangelizador. Depois do atendimento direto aos pobres, realizam com eles uma hora de adoração e louvor, entremeada de catequese. Fazem, assim, jus ao nome do centro social em que trabalham: “Marta e Maria” e mostram que o verdadeiro agente social há de ser uma “Marta com alma de Maria”.
      Durma-se com um barulho desse!

      Moral: há dois papas vivos, morando no Vaticano, usando hábitos brancos (prerrogativa exclusiva de papas) e sendo tratados como Vossa Santidade, algo inédito na historia da Igreja. Bento XVI mantém inclusive seu brasão de armas e as chaves cruzadas (sem citar o RAIO que caiu na cúpula do Vaticano no dia de sua renúncia). Detalhe importante: Francisco foi eleito pela Máfia de St Gallen (Suíça). Pesquise, leia, reflita e saia da Matrix, companheiro!

    • Não Leopoldo, a essência é a verdade e é a verdade que liberta e a verdade não muda. Só quem conhece a verdade é capaz de amar e você não diz a verdade por isso não sabe o q é amor.

    • Devemos manter as regras, as vestes E a essência. Quem disse que uma coisa deve excluir outra? Boa sorte se você for a uma missa na China e tentar entender as preces, já que vocês destruíram o uso do latim. Boa sorte ao se confessar e ouvir de um padre que isso é desnecessário, de outro que isso é ridículo e de um terceiro, que isso deve ser feito, já que vocês destruíram a unidade mundial da Igreja em nome do “progresso”. E isso foi feito a troco de que? Cada vez há menos católicos no mundo. Perderam a Europa ateia e futuramente muçulmana à força, perderam o Brasil cada vez mais evangélico. Estamos perto do abismo mas você insiste que devemos continuar seguindo em frente. É loucura, mas te desejo boa sorte e que algum galho amorteça sua queda.

    • Quem te disse q João Paulo II , dom Eugênio Sales e os demais que o senhor sitou eram tradicionalistas?
      Reveja suas informações, irmão.

    • Disdainus,

      Exatamente o que eu quis dizer mais acima.

      Que continuem falando seu alemão forquilhinha-vampiresca do século XIX. O futuro é nosso.

      Aos não-arrombados mentalmente, recomendo a leitura do último capítulo de “Histoire de la Philosophie Allemande”, de Brehier, disponível na web. Recomendo também os devastadores artigos de Mons. Derisi sobre Kant (igualmente na web). Recomendo também “Hegel: a Study in Sorcery”, de Voegelin.

      Chega de repolho! Sumam, seus doentes da “história” e da “sujetividade” !

    • Renato Assis,

      Vc diz; “prepara um NOVO RASGÃO NA TÚNICA UNICA DE BRANCO (CISMA)”.

      Prezado: a túnica de branco de mque vc tanto fala NÃO pode ser rasgada nunca, pois o Espírito Santo, que é a alma da Igreja não pode se dividir em partes nem o Corpo Místico de Cristo se esquartejar. Essa doutrina, da igreja dividida, é a leprosa e infecta doutrina do Vaticano II. Poupe-nos dela, por caridade.

    • Assis,

      Penso que deve haver uns milhões de homônimos seus na Ré Pública do Brasil, e alguns milhares no Além Mar, em África, em Ásia…
      Quanto à sua erudição cartorial e bacharelesca, digo que, por ser monarquista, faço ardentes votos que a Ré Pública e a sua “constituição cidadã” de 1988, tão brilhantemente criticada por Roberto Campos, tenham vida curta e que a Constituição de 1824 ressurja do seu injusto paradeiro.

      No que concerne à sua ignorância obstinada e grotesca da natureza da Igreja, recomendo a leitura da célebre Satis cognitum, de Leão XIII; da Mortalium animos, de Pio XI; do “De motione ecumenica” (1949) e da Mystici corporis de Pio XII documentos que condenam a doutrina infecta e promiscua da Igreja dividida, da túnica rasgada e do babydoll mofado…

      Boa leitura, Renato Assis, e não se canse tanto lendo periódicos, como sao as Constituições de certos países que se tornaram periféricos por terem lhes roubado a alma.

  16. Bergoglio foi nomeado em 1972/1973 mestre de noviços na residencia Villa Barilari, em San Miguel, na Argentina. E no mesmo ano foi eleito superior geral dos jesuítas. De 1980 a 1986, foi reitor da faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel. Quantos católicos ele impregnou com as mentiras do demônio? Quantos vocacionados ele perverteu com o veneno da teologia da libertação? Como Papa, ele está acabando com a Igreja Católica, enquanto conservadores ficam parados vendo a fogueira queimar tudo, sem sequer terem a inciativa de acabar de vez com o fogaréu.

    • PW,

      Vc diz: “Essa doutrina, da igreja dividida, é a leprosa e infecta doutrina do Vaticano II”.

      Na história da Igreja, verifica-se o primeiro rasgão na túnica branca única: leia-se: Cisma (Ortodoxo), o segundo rasgão (Lutero)… e estamos próximos do terceiro rasgão: Futuro Cisma.

      Poupe-nos de culpar o Vaticano II por todas as mazelas da Igreja. No seu comentário, beira uma esquizofrenia atípica.

      E, por fim, a Constituição federal brasileira garantiu a liberdade de expressão, mas vetou o ANONIMATO. Nas próximas críticas, favor não se esconder no pseudônimo de PW. Será que vc pertence a uma seita secreta ou vc tem medo de se expor?!? E melhore nos seus vocabulários: “aceita que doi menos…”

  17. renatobhblog, que então chame a quadrilha maçônica militar e invada a Cartuxa da Medianeira para prender todos, pois lá se expressa livremente de acordo com Cristo, mas se guarda o ANONIMATO tradicional dos cartuxos! Parece que a mensagem do anônimo foi muito incômoda, logo voltou-se a atacar a identidade, como se fosse preciso tê-la para falar a verdade, que não reside no meu e no nome de quem quer que seja, mas no Santo Nome de Deus.
    Quem você serve, a constituição do corpo e sangue derramado de Nosso Senhor ou a do Brasil de verdadeiros agentes ocultos? A resposta está clara.

    • Então você se esconde no PW e no Azaliyyah?!? Não existe crime perfeito!.

      “Quem você serve, a constituição do corpo e sangue derramado de Nosso Senhor ou a do Brasil de verdadeiros agentes ocultos?”

      Resposta:
      Tomo como minhas as palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo:
      “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”. Resumindo: Todo cristão deve obediência às leis de Deus (decálogo) e as leis Igreja (5 mandamentos), além de cumprir a Constituição nacional. Sou monarquista e cumpro as leis da República, sob pena de anarquia. Mais. S. Paulo nos alerta que devemos rezar por nossas autoridades, sejam elas monarcas ou presidentes.

      Vc tem uma obsessão sexual, todos os seus comentários há uma conotação erótica, tais como:

      “babydoll mofado… aceita que dói menos…”.

      Sugiro que você procure – URGENTEMENTE – um tratamento, ainda há tempo antes do “Dies Iræ”.

      E muito cuidado em criticar um religioso (seja um padre pecador, bispo e até o papa).

      Explico: O respeito aos religiosos é sempre sinal de boa formação cristã. Ai dos religiosos que perdem sua chama apostólica, disse Jesus. Mas ai também de quem acha que lhe é licito desprezá-los. Porque são eles que consagram e distribuem o Pão verdadeiro que desce do Céu. Aquele contato os torna santos como um cálice consagrado, mesmo se não são santos. Eles terão que responder a Deus por isso. Aliás, o Criador tem toda a Eternidade para punir os maus (seja no Inferno ou no Purgatório).

      PW / Azaliyyah, não seja mais intransigente do que o Nosso Senhor, que por ordem deles (sacerdotes) deixa o Céu, e desce para ser elevado por suas mãos. Se eles são cegos, se são surdos, se tem a alma paralítica e o pensamento doente, se são leprosos por muitas culpas em contraste com a sua missão, se são Lázaros em seu sepulcro, vamos clamar a Jesus para que os cure e ressuscite. Salvar uma alma é predestinar a própria alma ao Céu.

      Mas, salvar uma alma sacerdotal é salvar um grande número de almas, visto que todo sacerdote santo é uma rede que arrasta almas para Deus. E quem cair nessa rede é uma luz que se acrescentará à nossa eterna coroa da justiça.

      Esta é a minha última réplica aos seus comentários.
      Não vamos fugir do tema principal do debate.

    • Você está delirando, lol!

      Acho que até uma criança consegue reconhecer diferenças brutais entre os meus vícios estilísticos e os vícios de PW — mas parece que a sua sensibilidade está bem abaixo; não poderia ser de outra forma, já que provou ter nem capacidade de ler, mas também nem de responder, pois nada tem pé e cabeça.
      Não há razão para não preservar meu pseudo-anonimato, a desculpa de que o governo maçônico interioriza uma razão, que devida sua natureza maçônica não expõe claramente aos outros, pois não somos iluminados suficientes para isso, não serve de justificativa para meu dever de abandona-la; é claro que muito menos justifica esse seu protestantismo, de quem quer instrumentalizar o evangelho para a causa de uma aberração histórica que é a tentativa de criminalizar o anonimato, de usa-lo para a defesa do Estado.
      Devo aceitar a injustiça que me oferecem, mas não devo defender e fazer cumprir a injustiça para escapar duma outra, a insubordinação “esclarecida” é uma característica da vida cristã, te falta muito conhecer a vida de Girolamo Savonarola.

      E pelo bem da sua esquizofrenia, desligue o seu projetor, pare de ficar transmutando seus personagens imaginários na realidade. Parece que está conversando no espelho.