Esta é a paz da Igreja.

E sim, peçamos a paz, tal como é compreendida e desejada pelos filhos de Deus. Uma paz digna deste nome, que a Sagrada Escritura de nenhum modo separa da Verdade, da Justiça e da Graça. Esta é a paz da Igreja: o tranquilo cumprimento da lei cristã, o pacífico desenvolvimento das obras da Fé e da Caridade, a afirmação pública da Verdade e dos preceitos do Evangelho, a conformidade das leis e instituições humanas com a doutrina e o ensinamento moral de Jesus Cristo, a contínua resistência ao Príncipe das Trevas e a todos aqueles que propagam as suas perversas máximas.

Dom Giuseppe Melchiorre Sarto, então bispo de Mântua — futuro São Pio X, alocução de 3 de setembro de 1889. Citado em Dal-Gal, Pie X, apud Saint Pius X, Restorer of the Church, Yves Chiron, Angelus Press, 2002, p.297 – Tradução: Fratres in Unum.com

*Publicado originalmente na festa de São Pio X, 3 de setembro de 2012

Tags:

6 Comentários to “Esta é a paz da Igreja.”

  1. Sem dúvida, passamos pela provação final de antes do advento de Cristo, que diz o Catecismo em seu parágrafo 675.

    Glorioso São Pio X, rogai pela Igreja que atualmente sofre o seu calvário, até que ressuscite esplendorosa como seu Esposo!

  2. Se quiser o mundo ter a paz de fato, verdadeiramente incontestável e que ainda trará a salvação é e será sob o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo, pois qualquer outra será instável e, no mínimo caótica, pois automaticamente ser a dos homens, nascidos no pecado e cada qual querendo suplantar o outro, a qual não prevalece e subsiste sob muitas convulsões!
    Hoje em dia vivêmo-la e percebemos quão maléfica é, cada vez mais agravada e piorada, à medida que que afasta daquela!
    Mesmo o Vaticano essa preferindo, as das sinistras ideologias das esquerdas, interessadíssimas no também relativista “Sínodo da Amazonia”, percebemos quantas confusões adicionais ainda ao mundo presente, já que optou viver sob a neo paz denominada pacifismo!

  3. Como a Igreja precisa de um novo S. Pio X…
    Papa Santo, rogai por nós nessa confusão infernal que vive a Igreja de Deus…

  4. Meus queridos senhores

    Não me admira nada que o Cardeal Hummes estivesse entre a extrema esquerda do País. Ao menos, não é hipocrata. É da esquerda e manifesta-se como tal. Aliás, hoje, as cabeças da Igreja, a começar pelo Papa Francisco, e os seus conselheiros são todos da esquerda, da extremo-esquerda. Esse cardeal Hummes, embora seja dificílimo dizer que ultrapassa outro cardeal no seu amor à esquerda, parece ser o comandante da cavalgada que nos conduz ao inferno. Ao menos ele, está tranquilo: o inferno não existe, o diabo não existe, diz o seu Papa.

    Essa ideia de o Senado o convocar é maravilhosa. Oxalá não se perca apenas como uma ideia sem consequência.

    Os meus cumprimentos

  5. Consegiu-se “encapar” o mal com um suposto bem. Desde o começo do Mundoo Demônio atacou o povo de Deus diretamente. Algumas vezes na cara dura, como na tentação de Cristo, onde deseja ser adorado em lugar do próprio Deus. As persguições pela espada, pelos dentes das feras, sendo obrigados a se esconderem nas catacumbas. Mas mesmo assim a Santa Igreja, Povo de Deus, resurgia imbatível. As heresias, as falsas religiões, os cismas, também usados para destruir a Igreja de Cristo, não obtiveram o resultado desejado pelo Pai da Mentira. Infelizmente, como diz o velho ditado, o Demônio peca mais por ser velho do que por ser diabo, usou de uma artimanha bem esperta. Sem atacar diretamente a Igreja, se infiltrou nela, e arrebanhou seus ministros, por consequência usando a virtude da Obedência, enganou e engana muitos cristãos. São Pio X enxergou isso e mais que depressa condenou o modernismo e alertou sobre esse mal. Mas infelizmente seus sucessores, embora tementes a Deus, não tiveram tamanha força como ele, São Pio X, e os inimigos lançaram suas sementes nos altos postos da Igreja. Conseguiram preparar o terreno o ápice do CVII. Liberdade Religiosa, relaxamento nas casas religiosas e do clero. Tolerância ao comunismo, aos pecados públicos, etc. Hoje o que temos é um Mundo mergulhado na lama do pecado. Onde Deus Nosso Senhor não tem mais direito a ser o único de adoração. Restaurar as coisas em Cristo, lema de São Paio X, parece impossível nesse mundo. A Santa Igreja desfigurada pelos seus maus ministros, que levam o povo a um estado de apostasia sem volta. Peçamos ao Grande São Pio X, que rogue a Deus pela sua Igreja, e que ao menos nela, na Igreja, seja restaurada em Cristo.

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s