Excomunhão “facebook sententiae”.

Por FratresInUnum.com, 24 de setembro de 2019 – O número de protestos dos católicos contra o ativismo de esquerda do Vaticano bergogliano se tornou tão clamoroso, que a página brasileira do facebook oficial de notícias da Santa Sé teve de sair do armário e declarar a exclusão de todos os que reputam “agressivos e desrespeitosos”, representantes de algum “magistério paralelo”.

 

Em franco descolamento da população católica, o Vaticano optou por se isolar no mais rigoroso autismo. Incapaz de escutar qualquer crítica, o pontificado atual sucumbiu à fome de likes, à necessidade de ser exclusivamente louvado, ignorando completamente as queixas dos leigos e consagrando-se no mais narcísico clericalismo. Mas, a realidade é dura. Diante da chuva de negativações e comentários revoltados de fiéis que só querem permanecer católicos, a cúpula bergogliana faz beicinho, bate o pé e rola no chão, como uma criancinha mimada que não pode ser contrariada.

Acostumado a apontar o dedo aos outros e desfiar rosários de rotulações e acusações, o atual pontífice não hesitou em imputar a culpa pelos abusos sexuais dos padres ao “clericalismo”. Pois bem, “xingue-os do que você é”, dizia Lênin.

Em todo caso, os católicos brasileiros estão cumprindo muito bem a sua missão e merecem todo o louvor, pois não estão se escondendo por trás de um covarde isentismo. Diante da “Cnbbização” do Vaticano, os fiéis brasileiros não se conformaram ao ver as patacoadas, costumeiras do episcopado tupiniquim, também na Cidade Eterna.

Os gritos contra o Sínodo da Amazônia, as denúncias amplamente documentadas, o levante popular, tudo isso doeu muito, — muito mesmo! — aos ouvidos do Vaticano, mesmo que finja superioridade inafetável, nada além daquele esnobismo habitual dos ditadores.

A postagem do Facebook do Vaticano News brasileiro foi uma clamorosa confissão de desespero e impotência: o Sinodo deles não está emplacando e, além disso, só tem reclamações do povo de todos os lados. Realmente, está bem chato pra eles!

17 Comentários to “Excomunhão “facebook sententiae”.”

  1. Sabe qual o problema desses protestos? “Too little too late”. Muito pouco e muito tarde! Qual o sentido de protestar para que autoridades notoriamente modernistas ajam como se não fossem modernistas? Por acaso nós esperávamos algo diferente, depois de tudo que estamos vendo nos últimos 50 anos?

    O protesto correto seria não RECONHECER a legitimidade de bispos/padres notoriamente modernistas. Era assim que os Santos Padres lidavam com heresias como o arianismo.

    • Concordo plenamente contigo Ricardo, que padres hereges deixem de ser tratados como padres católicos. Está demorando para separar o joio do trigo.

  2. Estão.com medo do povo ! Católico fiel..
    Sao uns soberbos e orgulhos, Tipico de esquerdistas …
    Não aceitam críticas!

  3. “E quando no Concílio de Éfeso houve uma discussão sobre a divina maternidade de Maria, o povo – isso é histórico – ficava na entrada da catedral quando os bispos entravam para fazer o concílio. Estavam lá armados com paus. Eles os mostravam aos bispos e gritavam ‘Mãe de Deus! Mãe de Deus!’, como se dissessem: se vocês não fizerem isso, esperem por … O povo de Deus sempre conserta e ajuda.”
    Papa Francisco, encontro com jornalistas na viagem de ida e volta à África (Moçambique, Madagascar, Ilhas Maurício; 4-7 de setembro de 2019)

    • Portanto, seguindo o conselho do Santo Padre o Papa Francisco I, vamos nos armar de pedras e paus brandindo diante dos bispos do Sinodo …. eles vão entender porque.

    • Seria bom lembrar as palavras de Francisco, numa viagem de avião, a um repórter lembrando a revolta de alguém caso xingasse a sua mãe e que deveria revidar com um soco na cara.
      Isto ocorreu logo no início do seu pontificado, quando a sua imagem não estava nem um pouco ainda afetada pelos acontecimentos.
      Soou-me muito estranho na ocasião, tal recomendação partir de um representante de Cristo na Terra, porquanto, tal como nos Evangelhos, Cristo recomendava a outra face para ser batida.
      Hoje entendo perfeitamente a postura de Francisco.

  4. Graças a Deus a cabeça da cobra descolou da calda.

    Isto é, não estão conseguindo levar o povo, como querem.

  5. Eita, acho que serei banida,pois não consigo me calar ante ao que é publicado lá. Deus vult! Salve Cristo Rei!

  6. Por onde andam, desaparecendo do papa Francisco, a misericordia, o acolhimento, a não discriminação, a tolerancia e bem vindos mais no estado em que se encontram, ou era uma peça de circo-teatro, gratuitamente, assim propagandeava na midia geral?
    Acabaram-se, eram chamariscos, encenações teatrais, armadilhas, algo de sereias querendo devorarem os outros via engodos?
    “CHAME OS OUTROS DO QUE V É E ACUSE OS OUTROS DO QUE V FAZ” – Lênin;
    Acima, eis aqui de como agem as intolerantes esquerdas e sabemos acusados por muitos de sua Congregação Jesuítica o papa Francisco de ser não um comunista “intrínseco”, mas profundamente devotado à esquerdista Teologia da Libertação-TL(PCs do mundo inteiro-ONU-NOM-MAÇONARIA ECLESIÁSTICA) que diferença faz a TL-PT aqui de nosso Brasil, do báculo martelo e foice das pestes vermelhas mundo afora?
    Aqui no Brasil existe a idem CNBB + muitas centenas de pastores vorazes protestantes, compartícipes dos desgovernos dos mafiosos, patifes, chantagistas e canalhas do PT – sendo a tirânica e genocida TL,delas existem no heréticos protestantes, sendo ela uma obra-prima da KGB, onde os comunistas soviéticos reelaboraram a doutrina católica em seus laboratorios de reegenharia social, experts, especialistas nessas falcatruas e montagens de falsos dossiês contra os desafetos, mestras na perversão e lavagens cerebrais das mentes dos incautos!
    De uma, “Seu” Vaticano – apenas os adotantes da camarilha associada à cartilha dos vermelhos, de nossas pesadas, recorrentes mais contundentes críticas, das quais jamais escaparão – por apenas 24 H/dia!
    Preparem-se – estão cercados de todos os lados – cairam nas teias de aranha que fabricaram para si, das quais não se desvencilharão – por si mesmos, preferiram ser nossos reféns!
    Ou optem, então mudando dos comportamentos dos sanguinarios e genocidas hordas demoníacas dos comunistas e, caso ao contrario, desferiremo-lhes cada vez mais cassetetadas, incessantes, e mais inclementes!

  7. Que os fiéis tem o direito de expressar sua opinião isso é fato! Mas quando vejo os posts no twitter do vatcan News e leio também os comentários, observo que realmente há palavras agressivas contra o Magistério e o Papado atual! Um desrespeito! Supostamente há aproveitadores que tenham raiva da igreja e se passem por “católicos” para descarregar sua ira! O Católico que tem base doutrinária sabe criticar sem denegrir!

    • Isso não existe, coleguinha — não há como combater o erro sem denegrir quem erra, não é o próprio erro razão de menosprezo? Não é condição de estar errado ser tratado como lixo que é? Ora, quem não gosta de ser tratado como lixo, que não venha errar. A sujeira se limpa esfregando, se não quer sentir o esfregar, seja limpo ou se suje mais ainda, pois terá de chegar em um ponto de sujeira onde a ofensa dignifica mais você do que qualquer outra coisa, chegou finalmente num passo de se tornar um demônio em corpo e alma humana.

  8. “Magistério paralelo” ? Pois quem exerce um “magistério paralelo” é justamente quem deixa a perfeita fidelidade à Sagrada Escritura, à Sagrada Tradição e ao Sagrado Magistério multi-secular da Santa Igreja. O ensino magisterial de um verdadeiro sucessor de Pedro não pode contradizer a Pedro. Mas se o contradiz é porque simplesmente não se trata de um verdadeiro sucessor de Pedro. Ou seja, esta mesma alcateia que estabeleceu um “magistério paralelo” em franca oposição a Cristo e a Sua Santa Igreja, quer que o rebanho venha a aderir a, tais desvairos, por fiel e filial obediência ao “múnus petrino” (que também eles mesmos tanto se empenharam em destruir). Acontece que se o sólio pontifício é ocupado por alguém que deixa de corresponder à digna sucessão apostólica os fiéis são de fato verdadeiramente obrigados não a aderir mas a resistir.

    • “Magistério Paralelo” é uma denominação que demonstra absoluta ignorância por parte de seu criador.
      Por acaso existe outro magistério agindo simultaneamente?
      Não, pelo que sabemos.
      Poder-se-ia falar em magistérios anteriores, como seriam os de Bento XVI, João Paulo II, João Paulo I, Paulo VI, João XXIII, Pio XII e assim sucessivamente até Pedro.
      Quem definiu tal asneira de magistérios paralelos desconhece o conceito básico de paralelismo e não sabe (e obrigatoriamente deveria saber) que nada tem a ver com anterioridade.
      Fica claro, portanto, que a tal página no Facebook está entregue a néscios.

  9. Mais um excelente artigo. Parabéns ao Frates!
    Se me permitem, gostaria de fazer uma sugestão : não usem a expressão “rosário”…(Acostumado a apontar o dedo aos outros e desfiar rosários de rotulações e acusações) como algo penoso e ruim. Acho que passa uma má impressão dessa excelente oração para os não crentes. Obrigado.

  10. O FOICEbook chegou no Vaticano!

    Os métodos stalinistas – com luvas de pelica – estão a todo vapor na Barca de S. Pedro, com o advento do timoneiro (Francisco), que se diga de passagem, foi aluno aplicado do famigerado comandante italiano Francesco Schettino (Cruzeiro Costa Concórdia).

    Moral: não há mais confronto ou disputa na Igreja. Se você não pensa nisso como líder, você é identificado, catalogado e excluído. É o efeito prejudicial da ideologia do diálogo, que é bom contanto que você pense nisso como alguém que o prega.

    Para confirmar o “pluralismo e a sinodalidade”, eis a CENSURA PRÉVIA dos católicos no site Vatican News por razões ideológicas ou mesmo em defesa do autêntico magistério da Igreja.

    Para consolo, resta-nos a profecia do próprio Filho de Deus:

    “Quando virem estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa salvação está próxima” (Lucas 21:28).

  11. Agora o magistério milenar dos papas é um ‘magistério paralelo’?
    Essa afirmação absurda deveria ser suficiente para fazer mais gente descer a lenha nesses miseráveis.