Papa nomeia cardeal Raymundo D. Assis Comissário dos Arautos do Evangelho.

A decisão do Papa foi tomada após a investigação iniciada em 2017. O Comissário Pontifício que guiará a Associação fundada por Monsenhor Scognamiglio Clá Dias é o cardeal brasileiro Raymundo Damasceno Assis.

Cidade do Vaticano – Vatican News – Após a visita apostólica iniciada em 2017, a Associação internacional dos Arautos do Evangelho, juntamente com os dois ramos de vida consagrada masculina e feminina, serão guiados por um Comissário com a aprovação do Papa. A comunicação é da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, guiada pelo cardeal João Braz de Aviz.

Em 23 de junho de 2017 – lê-se na declaração divulgada pela Sala de Imprensa da Santa Sé neste sábado – a Congregação, em acordo com o Dicastério para os Leigos, Família e Vida, havia anunciado “uma visita apostólica à instituição conhecida como Arautos do Evangelho, da qual fazem parte a Associação internacional pública de fiéis de direito pontifício dos Arautos do Evangelho, a Sociedade de Vida Apostólica clerical Virgo Flos Carmeli e a Sociedade de Vida Apostólica feminina Regina Virginum”.

“Depois de ter estudado atentamente as conclusões dos visitadores e obtida a aprovação do Santo Padre, a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica nomeou um Comissário Pontifício” para a Associação internacional e as duas Sociedades de Vida Apostólica.

O Comissário é o cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo emérito de Aparecida, que será coadjuvado por Dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, bispo auxiliar de Brasília e pela Irmã Marian Ambrosio I.D.P, superiora geral das Irmãs da Divina Providência, na qualidade de assistentes.

Os Arautos do Evangelho são uma Associação internacional de fiéis de direito pontifício, a primeira a ser ereta pela Santa Sé no novo milênio, em 22 de fevereiro de 2001. Eles estão presentes em diversos países do mundo e são reconhecidos pelo hábito marrom e branco, com uma grande cruz no peito, semelhante à de cavaleiros medievais. As duas Sociedades de Vida Apostólica dela derivadas obtiveram o reconhecimento pontifício em 2009.

Seu fundador é o monsenhor João Scognamiglio Clá Dias, ex-membro da associação católica tradicionalista brasileira TFP (tradição, família e propriedade), que mais tarde se desmembrou, e de um de seus ramos que se tornou completamente autônomo nasceram os Arautos do Evangelho.

As motivações para a visita apostólica e agora a decisão de nomear um Comissário para os Arautos estão ligadas ao estilo de governo, à vida dos membros do Conselho, à pastoral vocacional, à formação de novas vocações, à administração, à gestão das obras e à recuperação de recursos.

Também neste caso, como em casos semelhantes, a decisão da Santa Sé não deve ser considerada como uma punição, mas como uma iniciativa destinada ao bem das instituições comissionadas para procurar resolver os problemas existentes.

Tags:

19 Comentários to “Papa nomeia cardeal Raymundo D. Assis Comissário dos Arautos do Evangelho.”

  1. Não sei bem aonde irá parar mais essa nova intervenção, porém que D Raymundo D Assis era amicíssimo dos martelo e foice do PT-TL(PCs inclusos, sim), sim, pois durante o tempo em que permaneceu na CNBB ele e a quadrilheira Dilma andavam atrelados!
    Ela sempre acorria a ele às dificuldades, pedindo-lhe ajuda e, se foi nomeado pelo papa Francisco, pior ainda, pois ele que tanto condena o proselitismo como sendo um “gravíssimo pecado”, fá-lo-ia o das chantagistas esquerdas, caso recente encontro em Moçambique com o clero, ao levar-lhe a cartilha das esquerdas, a saber:
    “O que sai das palavrorio dele de sua futura igreja cristiislã? O que nós aqui tudo já sabemos de cor e salteado e suas barbaries!
    *Condenação a padres que se vestem, se comportam e falam como padres, no respeito à Doutrina Católica;
    Aceitação da pauta esquerdista global;
    Exaltação de livros com viés progressista para a Igreja, que defendem a paranoia esquerdista;
    Ataque contra os conservadores ou tradicionalistas, palavras contra todos que respeitam com ardor a fé católica;
    Condenação de missionários e qualquer um que ensine e defenda o catolicismo frente a outras religiões;
    Perversão das palavras de santos: ele usou as palavras de São Francisco que disse: “vá e evangelize, se preciso use palavras”, nas quais São Francisco diz que se deve evangelizar de todo jeito, com atos e palavras, mas defender que a “evangelização é livre”, isto é, o missionário não deve fazer nada, deve deixar a pessoa sozinha para decidir se quer ir para a Igreja. Um bispo que trabalhou para o sínodo na Amazônia disse que se orgulha de nunca ter batizado um índio. Isso é puro Papa Francisco.
    Uso de termos mal definidos, como “clericalismo” para atacar conservadores e padres tradicionalistas, ou de “populismo”, para atacar políticos conservadores;
    Falta de preocupação com libertinagem sexual (acha que que os pecados que envolvem moralidade sexual não são relevantes);
    Preconceito e ignorância em relação aos Estados Unidos”.
    É o Papa sem script e falando o que todos já sabem, apesar de muitos ainda não admitirem ou estão tão alienados à Igreja católica e à sua doutrina que suas mentes anuviadas, obscurecidas e corações endurecidos, não mais distinguem o bem do mal e nem se interessam pela verdade!
    *”O Papa às Claras em Suas Próprias Palavras” – do thyselfolord.
    Aguardemos os próximos lances, episódios ou, como sempre, agiriam os “interventores” do papa Francisco!…

  2. >>>Também neste caso, como em casos semelhantes, a decisão da Santa Sé não deve ser considerada como uma punição…
    Sim, claro, como alguém poderia pensar numa coisa dessas? Que acusação absurda, amigos!
    Agora com a devida licença, irei colocar meu gato para cuidar dos passarinhos do vizinho, alguém precisa vigiá-los como uma iniciativa destinada ao bem das aves barulhentas para procurar resolver os problemas existentes. (-.-)

  3. Sempre foi evidente que algumas coisas do funcionamento interno dos Arautos do Evangelho não são muito normais, e nem estou me referindo àqueles bizarros vídeos que motivaram as investigações vaticanas. O grande patrimônio que eles acumularam em tão pouco tempo, o envio de objetos religiosos pelos Correios junto com um sugestivo boleto bancário e o culto exagerado ao seu fundador (coisa que eles herdaram da TFP) sempre foram motivos para eu ter um certo pé atrás com eles, embora admire a sua piedade e cuidado com a liturgia.
    Então, não acho que os Arautos não necessitassem de uma intervenção, o problema é quem está realizando a intervenção: nós estamos vendo o que vem ocorrendo desde 2013 com ordens religiosas que tenham um mínimo perfil tradicionalista. Ordens piedosas e com um bom número de vocações estão sendo perseguidas e destruídas por quem se diz misericordioso e acolhedor, e com a ajuda de um brasileiro de cabelo tingido.
    Por outro lado, vemos congregações que são conhecidas por todos os tipos de desordens (financeiras, morais e doutrinárias), que não recebem nenhum tipo de visitação. O melhor exemplo disso são os jesuítas. Hoje mesmo o bolletino vaticano mostrou que o sr. Jorge Mário Bergoglio recebeu em audiência o conhecido herege e padre (?) James Martin. Aí eu me pergunto: um comissariamento como esse dos Arautos pode ser visto como legítimo?

    • Há dois anos havia muita gente ajudando a atirar pedras nos Arautos. Mas naquela época, esse pontificado não havia se deteriorado como está agora.
      Acho que muita gente se arrependeu de ter estimulado o ‘ prefeito de cabelo tingido’ a fazer o que está fazendo.

  4. Essa que era a Manobra Judite?

  5. Se incomoda esse pontificado, é mais uma prova de que estão no caminho certo. O Arautos é uma das poucas luzes ainda a brilhar na nossa Igreja. Deus os proteja. Deus nos proteja.

  6. O que eu ia dizer, já disseram num comentário aí acima. Os Arautos têm seus problemas sim, mas por que nomear alguém pra acompanhá-los e deixar livres, leves e soltos grupos abusivos dentro da igreja, como RCC?

  7. Toda a congregação com mínimo perfil tradicional é desmontada pela burocracia do Quemsoueu.

    Enquanto Isso, uns licham as unhas e tiram a cutícula; outros pintam surubas na igreja; outros tingem o cabelo pra ver se aparentam 40 anos a menos para efebos imaginados ou reais.

    Mas a prioridade é destruir a Eucaristia, inda que mal celebrada…

    • O ideal dos Arautos está acima do que muita gente imagina. Missa com rito pliniano, fazer da Lumen Prophetae o novo “Vaticano” e tudo mais. Alguns interpretam que o “homem” citado em Gênesis seja o dr. Plínio; que a “mulher” que sofrerá as dores do parto de Apocalypse seja dona Lucília. É muita fé nessa doutrina toda. Mas isso tudo teria que ser avaliado por teólogos do calibre de Joseph Raztinger. Esses comissários não parece ter capacidade para avaliar ideias dessa magnitude, no máximo vão implicar com o modo deles se vestirem, vão querer saber quanto têm na conta bancária e por aí vai numa visão meramente naturalista e materialista.

  8. Fazer o quê? Paciência. Vacilaram. Agora, aguentem as consequências.

  9. essa coisa horrível da Lumen Prophetae dá medo!

    • Já visitei essa sede Lumen Prophetae, e é como um imenso mosteiro com cotidiano comunitario. Tem uma capela de adoração perpétua ao Santíssimo, e também celebração de missas perpétuas (durante as 24 horas do dia sempre tem um padre celebrando uma missa). O Monsenhor João fica quase o tempo todo recluso em um apartamento, e só aparece para celebrar missas. Como é fechado para o público, as pessoas especulam demais

  10. Arautos contam com centenas de sacerdotes, centenas de seminaristas, ou seja, centenas de famílias católicas que os apoiam, sem dizer, é claro, milhares de colaboradores (cooperadores, etc). Praticam culto privado aos Fundadores? Sim. E qual o problema? O direito canônico permite. Cometeram algum desvio moral grave? Não. Apenas difamações e calúnias as quais os responsáveis estão respondendo criminalmente por elas. Têm simpatia pelo Papa atual? Quem com um mínimo de bom senso tem? Se tem algum procurando sarna para se coçar, talvez encontre … o problema é encontrar o remédio para passar a coceira!!!