Bispo brasileiro diz que ordenará mulheres a diaconato, se Papa permitir.

Dom Adriano Ciocca Vasino (foto), bispo da prelazia de São Félix do Araguaia (MT), onde sucedeu a Dom Leonardo Ulrich Steiner e Dom Pedro Casaldáliga, disse no dia 12 de outubro que há mulheres em sua comunidade que já são formadas em teologia e “elas sabem que, se esse Sínodo, com a permissão do papa, abrir para a possibilidade do diaconato para as mulheres (…) eu as ordeno”.

Ciocca falou em uma coletiva de imprensa realizada durante o Sínodo dos Bispos sobre a Região Pan-Amazônica, um encontro entre os dias 6 e 27 de outubro no Vaticano sobre a vida e o ministério da Igreja nessa região.

O bispo descreveu aos jornalistas um modelo de formação que ele usa na prelazia de São Félix, com uma escola de teologia aberta a homens e a mulheres.

Após a conclusão do curso de quatro anos, pede-se aos homens que desejam se tornar padres que passem vários anos vivendo e trabalhando na comunidade local. Depois disso, eles são avaliados para a ordenação como diáconos ou padres, com base parcialmente na recomendação da comunidade em que vivem.

A ideia de que as mulheres podem ser ordenadas ou encarregadas de alguma maneira como diáconas na Igreja está em discussão desde que o Papa Francisco nomeou uma comissão para estudar o assunto em 2016.

 

24 Comentários to “Bispo brasileiro diz que ordenará mulheres a diaconato, se Papa permitir.”

  1. Acho que o Belchior é melhor como cantor do que bispo.

  2. O Chico Bento virou bispo?

  3. Reitero a minha previsão anterior de que, em breve no Brasil, as mulheres serão ordenadas sacerdotisas, na marra como se diz popularmente, mesmo sem a permissão papal.
    Em Conceição do Rio Verde, MG, assisti uma missa num sábado onde uma mulher paramentada leu o Evangelho e fez o sermão da missa, com o padre sentado assistindo.
    O que não espantou foi o óbvio: sermão de esquerda.

  4. Belchior, o cantor, certamente era mais honesto com sua vocação e seu chamado. Belchior, o cantor, certamente não enterrou o talento dele. E Belchior, o cantor, viveu e morreu sem ganhar nada em nome de Jesus, mas em nome dele mesmo.

  5. O José Sarney, alem de escrever mal, virou bispo?

  6. Eu achava que o Mazzaropi já tinha morrido!

  7. O que significa aquela mão feminina no braço direito do “bispo”? É apenas uma pergunta.

  8. “Uma imagem vale mais que mil palavras”.
    Como há joios misturados no trigo, meu Deus!
    Apenas um PEQUENO RESTO será fiel à Igreja.
    Quem viver, verá!

  9. Olha o nível do “bispado” (looking no indivíduo), pelo amor né!?

  10. Isso é um bispo, é?

  11. Vão ter padras agora na contra-igreja? Esse bigodudo é quem vai promover isso?

  12. Digno sucessor de Dom Pedro Casaldálaiga, ex-bispo de São Félix do Araguaia, que se autointitulou como “Monsenhor Martelo e Foice”…

  13. Que figura…
    Mas tem outras por aí. Vocês já viram em um desses canais católicos um padre com um mega topete?

  14. Quem assistiu aquele filme “Um Morto Muito Louco”? É justamente a situação dos bispos do sínodo: loucos e mortos.

  15. “Que restará, pois, de intacto na Igreja, que não deva por eles ou segundo os seus princípios ser reformado?”

    Papa São Pio X.
    Pascendi Dominici Gregis.
    8 de setembro de 1907.

  16. Bem, ao menos ninguém poderá chamá-lo de incoerente, pois sua postura externa é bem coerente com suas palavras. “Cacildis”!

  17. Não sei se choro ou caio na gargalhada!!!

  18. As coisas que ele fez na diocese de Floresta PE já anunciavam tais posicionamentos há anos.

  19. “com a permissão do papa”

    Então já sabemos de onde saiu a permissão caso isto aconteça.

  20. Já não se faz mais bispos como antigamente!!!

  21. “Pessoal, veja mais essa denúncia vinda de Belo Horizonte, cuja administração está a cargo do presidente da CNBB, Dom Walmor. Diz a nota do ISPA: “Infelizmente vivemos na Arquidiocese de Belo Horizonte uma triste situação.
    Militantes LGBT utilizam de ambiente católico para subverter a Doutrina, a fé e o verdadeiro sentido da misericórdia de Nosso Senhor, a quem não hesitam em ofender e blasfemar. No ano passado publicamos 4 vídeos em que expomos essa situação. A FAJE sediou um evento intitulado Jornada Teologia e Diversidade Afetivo-Sexual, organizado pelos líderes da Pastoral da Diversidade Sexual, que atua fortemente na Arquidiocese. Após a nossa denúncia, Dom Walmor pronunciou-se contra a pastoral e afirmou que puniria qualquer um que desobedecesse suas orientações. No entanto, parece que eles não entenderam o recado. O evento acontecerá novamente, na semana que vem, no dia 23 de outubro – só que será pior. Eles ousam se organizar para, mais uma vez, promoverem, em plena faculdade católica, a ideologia de gênero e o homossexualismo. Veja o absurdo a que eles chegaram, trazendo promotores evidentes do aborto, da ideologia de gênero e das maiores perversidades. ASSISTA o vídeo:

  22. Irmãos, rezemos muito pela Igreja, supliquemos a Nossa Senhora que nos dê um refrigério para que possamos permanecer firmes na fé, crendo em tudo que a Igreja de sempre, arraigada na tradição, professa. Salve Maria!