Dois Papas: a ira de Bergoglio contra a mansidão de Ratzinger.

De onde vem a raiva de Francisco?

Por FratresInUnum.com, 2 de janeiro de 2020 – Agressão física. Este é o ponto ao qual chegamos! Já não bastasse a agressão moral aos fiéis católicos, o Papa Francisco parte para a pública agressão física.

Aconteceu na terça-feira, após a recitação do Te Deum na basílica Vaticana. Francisco quis visitar o presépio da Praça de São Pedro e, no trajeto, enquanto ele se aproximava saudando os fiéis, uma senhora asiática fez o sinal da cruz, agarrou-lhe bruscamente a mão e tentou dizer-lhe algumas palavras em seu desespero.

Do que pôde se escutar, segundo Miguel Aguilera Neira, que traduziu as palavras da senhora, ela teria dito ao papa: “Espere! Espere! Cuide do povo chinês, eles estão perdendo a fé”.

Francisco ficou completamente furioso, como demonstra bem o seu rosto, e estapeou a mão da pobre mulher, que ficou visivelmente terrificada, em estado de choque. Ela esperava encontrar aquele que Santa Catarina de Sena chamava de “o doce Cristo na terra”, e encontrou a ira de um homem violento e furioso, uma agressão indigna daquele que leva a batina branca como sinal da pureza da fé e da paz.

Porém, esta cena não é um fato isolado. Meses atrás, em Loreto, os fiéis vinham cumprimentar e beijar as mãos de Francisco, enquanto ele violentamente as retirava. O escândalo dos católicos pelo mundo não foi suficiente para causar algum constrangimento no papa argentino.

Francisco também já tinha perdido a compostura gritando com fiéis no México, enquanto alguns puxaram-lhe a mão. “Não sejam egoístas”, gritou, com a cara de raiva.

Na Missa do dia seguinte, dia 1º, Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus, Francisco afirmou sem hesitações que “as mulheres são fontes de vida; e, no entanto, são continuamente ofendidas, espancadas, violentadas, induzidas a prostituir-se e a suprimir a vida que trazem no seio. Toda a violência infligida à mulher é profanação de Deus, nascido de uma mulher” (Solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus (1º de janeiro de 2020). Em seguida, porém, na oração de Angelus, disse que “o amor nos faz pacientes. Tantas vezes perdemos a paciência; também eu, e peço desculpa pelo mau exemplo de ontem” e completa o redator do texto publicado pelo Vaticano: “provavelmente ele se refere à reação para com uma pessoa que, na Praça, o tinha puxado” (Angelus, 1° gennaio 2020, Solennità di Maria SS.ma Madre di Dio).

Embora a mídia tenha antipatizado a figura do papa Bento XVI junto aos fiéis, é inegável a diferença entre a sua mansidão e a sua humildade com a arrogância autoritária e furiosa de Francisco. Ratzinger, sim, além de ser inteligente e refinado, era um homem doce e respeitador, incapaz de agredir qualquer pessoa, mesmo quando violentamente agredido, como ocorreu em 2009.

Aos poucos, a máscara vai caindo, e os fiéis começam a perceber a verdadeira face daquele que Henry Sire muito bem definiu como “o Papa ditador”, aquele que agride uma mulher e, no dia seguinte, faz uma sermão contra a agressão de mulheres, dizendo que isto é uma profanação a Deus. Ele se coloca acima da lei e, portanto, há muito pouco a se fazer em relação a ele.

Obviamente, os cleaners, mal começada a divulgação do fato, já se dão ao trabalho de criar a narrativa que inverte a posição entre agressor e vítima: a culpa é da mulher, que puxou o papa ancião bruscamente; ele é humano, assustou-se, sentiu dor, quase caiu. Enfim, os mesmos argumentos que todo canalha utiliza para justificar a violência e a covardia, imputando à vítima a culpa pela ação.

As palavras da mulher deixam muito claro o fato de que a violência de Bergoglio pode não estar relacionada somente ao gesto físico que ela realizou, mas também ao conteúdo das suas palavras: ficou ele irado quando ela falou sobre a defesa dos chineses que estão perdendo a fé? O Cardeal Zen tem acusado formalmente a política Vaticana de cumplicidade com a ditadura comunista na China como uma traição à Igreja perseguida, aos milhares de mártires e confessores da fé que não cederam à cumplicidade da seita chamada “Igreja Patriótica”.

Na verdade, Jorge Mario Bergoglio está profundamente irritado com os fiéis católicos que não estão nem um pouco entusiasmados com o seu pontificado. Para além da corte de bajuladores de que ele se cercou, não existe apoio. Ele está com raiva porque está perdendo! A cada dia fica mais clara a sua verdadeira posição. Não é mais possível disfarçar.

Um dos nossos erros pode ser subestimar fatos como esse. Contudo, assim como o final da Idade Média começou com um tapa — o atentado de Anagni, o final deste pontificado pode começar pelo tapa de Francisco nas mãos daquela mulher asiática. Ele não estapeou apenas as mãos dela. Naquele gesto, ele estapeou a devoção — exasperada pela dificuldade de ser católico hoje, que seja! — dos católicos pelo papado e mostrou que não está à altura dessa sublime posição.

Tags:

35 Comentários to “Dois Papas: a ira de Bergoglio contra a mansidão de Ratzinger.”

  1. Os chineses católicos deveriam encher a praça de São Pedro numa destas ocasiões, com cartazes lembrando a perseguição católica dentro da China.
    Nada mais a se esperar de um papa comunista, que tem ódio demonstrado a quem o interpela.
    Próprio de um Stalin.
    Mao Tsé Tung vibra em seu túmulo.

  2. Perfeitíssimo, Fratres in Unum.
    Quanto desgosto esse pontificado nos dá. Imagino a desolação dos católicos chineses diante de uma patifaria como essa! Imagino a dor dessa pobre mulher, que aguardava a passagem do Santo Padre para dirigir-lhe uma súplica, até se benze instantes antes, e, como bem na sua vez Bergoglio como que termina o contato físico com os peregrinos e retoma a marcha, a mulher, num ato desesperado, o alcança e o agarra, e é violentamente rechaçada por aquele de quem ela esperava justamente a misericórdia. Quanta confusão essa pobre não sentiu e está sentindo até agora! Sua fé e até sua sanidade mental correm muito risco. Ela certamente esperava outra coisa do Vigário de Cristo! Quem em sã consciência espera “apanhar” de um Papa, por mais “Francisco” que seja?
    E agora? Como ficará a fé dessa mulher, e até mesmo de todo o povo que ela representou naquele momento, diante de uma contradição tão odiosa, repentina e violenta? O ser humano não suporta conviver com a contradição. Ela o quebra, o transtorna, o arrebenta psicológica e emocionalmente. As vitimas do comunismo pelo mundo, esse mesmo comunismo de que Francisco é servo, sabem muito bem disso.

  3. Eu tinha quase certeza que era sobre o que está ocorrendo na China:  “Espere! Espere! Cuide do povo chinês, eles estão perdendo a fé”.

  4. Francisco apenas apelou, num gestou de puro reflexo, pelo qual se desculpou, ao “excedente de ilicitude” que vocês tanto apreciam e idolatram em terras tupiniquins.

    • Dá para notar que V. não tem a menor noção do que escreve.
      Quiçá entendido a notícia que leu.

    • O maneira como a pessoa reage com o seu “primeiro reflexo”, mostra quem ela é. Se é inteligente, tem a bondade no coração e prima pela respeito, o reflexo será ponderado e calmo. Já o Bergóglio…

    • Talvez, você, Pedro, tenha querido fazer alusão com graça aos Artigos 23, 24, 25 do Código Penal. Mas, o Tapa Francisco praticou o Artigo 129, claro que, em terras tupiniquins!
      Excedente de ilicitude são as ações do Tapa Francisco, tapa-castigo!
      Irritado, mal-humorado e sem educação, o Tapa Francisco pediu desculpa porque no dia seguinte teve fazer discurso contra a violência contra a mulher e pedir paciência ao mundo kkkkkkkkkkkkkkkkk
      A mulher AGREDIDA prestou um grande serviço à Igreja: Tapa ilícito!

  5. Emblemático. A devota foi pedir auxílio justamente a quem entregou seu povo aos algozes, no dia em que a liturgia menciona o anticristo.
    Ela ainda se persigna antes de falar com ele. O sinal de reverência e devoção surtiu efeito inesperado.
    Esta mulher representa a muitos que defendem com bravura o prelado argentino e se mantêm cegos e surdos às barbáries ditas e realizadas pelo mesmo. Como muitos, acha que estão defendendo a Igreja quando bajulam este senhor, mas nunca se dispuseram a ler seus bombásticos documentos ou meditaram em suas declarações venenosas. São pessoas bastante equilibradas.
    Amam a Instituição mas pouco importa o Fundador dela. Menos ainda sua doutrina, sua Tradição e sua Mãe. A rigidez não condiz com a civilização pós moderna.
    Mas o Fratres já postou a resposta que todos e cada um ganhará a seu tempo: “Receba o troco. Com juros e correção monetária”!
    Aos rígidos dos Fratres um abençoado 2020, e que muitos “equilibrados” despertem do sono.

  6. nobreza = simplicidade

  7. Uma aberração. Esperando que aquela senhora seja interiormente bem forte e que tenha sido amparada logo após o ocorrido.

  8. Caríssimos Fratres:
    Uma ação vale mais que mil palavras!
    Este gesto de fúria e violência demonstra a falta de humildade e de paciência deste pontífice.
    Muito acertado aquele frater que em seu comentário adaptou a passagem bíblica!
    Mas, há que se refletir se a fúria bergogliana foi despertada pelo toque daquela fiel ou pelo que estava suplicando…
    Afinal, a nova política vaticana tem se revelado muito ao gosto dos populismos de esquerda sul-americanos…
    Rezemos!

  9. Realmente o Papa Francisco não tem as qualidades de Ratzinger e pelo visto ele se afasta a casa dia mais do verdadeiro catolicismo. Mas não concordo com a leitura de que o povo está se afastando dele e de seu pontificado. O que mais vejo atualmente são pessoas que se derramam em elogios ao atual Pontífice. Na verdade vejo que os críticos formam pequenos grupos que de fato sabem o que está acontecendo. A grande maioria dos fiéis, infelizmente têm Bergoglio como um quase santo e não notam as mudanças drásticas, até mesmo porque estão como sapos na água que se aquece lentamente.

    • Como já se costuma dizer no Brasil, se os petistas concordam então há algo errado.
      Se os teólogos da libertação, se a ONU, se os comunistas do mundo inteiro e da China, porque não dizer, se os muçulmanos ou todos estes que se dizem “católicos” também derramam-se em elogios a Bergoglio, então, meu caro, há algo bem grave e preocupante.

  10. Os comunistas agem dessa forma: por trás, apenas palavrões uns x os outros, mas à frente de uma camera são doceis e afaveis – a mais pungente bondade!

  11. Urge que saibamos de quem se trata, o seu nome e a real história e motivação para estar lá.
    Espanta-me o fato de o papa, arrependido como se diz, não tenha recomendado o imediato acolhimento da peregrina asiática (quanto a esta origem não há a menor dúvida), mormente quando ouviu os seus apelos em inglês, língua que não lhe é, em absoluto, desconhecida.
    Seria o mínimo a fazer depois do rompante e da agressão inesperados.
    Não bastou ir para uma sacada e de seu púlpito reconhecer o erro.
    Esperamos que os católicos da Itália busquem esta senhora e traga tudo à tona.

  12. Foi um ato nefando, abominável e execrável de Francisco.
    Não há como escamotear a situação.
    A senhora até benzeu-se antes e tudo…
    Terá visto o demônio por perto?

  13. Eu me pergunto se aquela mulher não era um anjo, ou se serviu de instrumento aos anjos para acordar a muitos. Só o tempo dirá!

    • Baita observação… Nós mesmos estamos tão materialistas que esquecemos destes detalhes.
      Que Deus o abençoe!

  14. Foi indigna a atitude do Papa Francisco com a senhora asiática, após a recitação do Te Deum
    , na terça feira

  15. Está claro que ele sentiu dor quando ela lhe puxou o braço, ela fez com força, ele é idoso, mas não justifica ele ter dado aquele tapa, inclusive depois que conseguiu soltar a mão. Desnecessário.

  16. O papa entende chinês ?

  17. Quem me conhece sabe bem que estou longe de ser um cleaner. Mas vamos a uma análise ponderada do que constatamos visualmente. Aberto para críticas.

    Pensemos em alguns aspectos humanos: o Papa é idoso (pode ser ranzinza, não é um efeito raro entre as pessoas da idade dele), o Papa é jesuíta (conhecidos por terem ações rápidas e efetivas. Isso o atraiu quando ele ingressou como religioso), o Papa é argentino (conhecidos por terem pavio curto e nem sempre serem corteses), o Papa vem de uma agenda extensa (irritabilidade é comum diante do cansaço), o Papa tomou um susto (poderia ser um atentado, ou algo severo. Quando ele viu que não era nada, descarregou sua autoridade na cena, é normal) e, como bem disse o PeMateus Antonio Pezzi, o Papa é um ser humano.

    Entretanto, concordo com a Sueli, que bem colocou do quão desnecessária foi a cena. Poderia ser bem evitada com empatia ou sedia gestatória! Sonha, Marcio. Sonha…

  18. O papa não seria o doce Cristo na Terra (Sta. Catarina)?!?

    PS.: Imaginem se esse gesto (leia-se agressão física) fosse praticado pelo presidente dos EUA (Trump) ou do Brasil (Bolsonaro), como agiria a ONU, os DIREITOS HUMANOS, a Greta Thunberg, o Macron, a CNBB, a Imprensa mundial, Meios de Comunicação…

  19. Vale lembrar que quando um jornalista perguntou sobre o caso Maciel para o Cardeal Ratzinger, levou um tapa na mão como resposta.

    • Não duvido. A fruta não cai longe do pé.
      No entanto, força é reconhecer que BXVI é um homem infinitamente mais inteligente e educado que o papa grosseirão. Ademais, é bem difícil crer na similitude das circunstâncias.
      O senhor não teria os vídeos ou indicação, para mostrar para os seus irmãozinhos cleaners?

    • Leonardo,

      O seu comentário não condiz com os fatos.
      O Papa Bento XVI (J. Ratzinger), afastou Maciel das suas funções sacerdotais e aconselhou-lhe uma vida de oração e penitência pelos pecados cometidos. O Vaticano, em 2010, referiu-se ao seu “comportamento séria e objetivamente imoral” e acusando-o de levar uma vida “desprovida de qualquer escrúpulo e autêntico sentido de religião”.
      No papado de Bento XVI, que foram aplicadas duras penas ao Marcial Maciel, fundador dos Leginários de Cristo, a saber:
      – As datas relativas à pessoa de Maciel (nascimento, batismo, onomástico e ordenação sacerdotal) não devem ser festejadas, enquanto o aniversário de sua morte, dia 30 de janeiro, será um dia dedicado especialmente à oração
      – Os escritos pessoais do fundador e suas conferências não estarão à venda nas editoras ou nos centros e obras da congregação.

      Confira:
      https://fratresinunum.com/2010/12/14/roma-afasta-atuais-superiores-dos-legionarios-de-cristo-de-comissao-que-reformara-a-ordem/

  20. Mais trabalho para os cleaners:

    • Complementam-se os “Dois Tapas”, clássico da Vatiflix, onde o que já fora desnecessário no caso do caput, agora se vê mais desnecessário ainda… Em tempo, gostei do Globo de Ouro, que para o filme do Meirelles não premiou nem pra melhor tentativa.
      Na construção de bons tempos, o portal A12 recomenda o filme Dois Papas para os fiéis…
      Vou pedir um pouco do colírio alucinógeno do José Simão para enxergar esses tempos com um pingo de sobriedade.

  21. Não é novidade, desde de o início Bergíglio vem espancando desde a cúria até o mais humilde Católico que se mantém fiel à doutrina e a tradição da Igreja.

  22. Estamos vivendo tempos difíceis,peçamos a Deus e a Maria que nos proteja.