24 países consagrados ao Sagrado Coração de Jesus, enquanto o mundo luta contra o coronavírus.

Cardeal português António Marto recitou a oração de consagração em Fátima.

Por LifeSiteNews, 26 de março de 2020 | Tradução: FratresInUnum.com – Na festa da Anunciação, que os católicos celebraram nesta quarta-feira, 24 países foram consagrados ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria. A consagração foi iniciada pelos bispos de Portugal em resposta à pandemia de coronavírus.

Featured Image

Além de Portugal, os outros 23 países consagrados foram Albânia, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Eslováquia, Guatemala, Hungria, Índia, México, Moldávia, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, Quênia, República Dominicana, Romênia, Espanha, Tanzânia, Timor Leste e Zimbábue.

Na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, em Fátima, Portugal, o cardeal António Marto, bispo local de Leiria-Fátima, recitou a oração de consagração.

O cardeal rezou: “Coração de Jesus Cristo, médico das almas e Filho da Virgem Santa Maria, pelo Coração de tua Mãe, a quem se entrega a Igreja peregrina sobre a terra, em Portugal e Espanha, nações que, desde há séculos, suas são, e em tantos outros países, aceita a consagração da tua Igreja”.

“Ao consagrar-se ao teu Sagrado Coração, entrega-se a Igreja à guarda do Coração Imaculado de Maria, configurado pela luz da tua Páscoa e aqui revelado a três crianças como refúgio e caminho que ao teu coração conduz”, continuou Marto.

Ele pediu que Nossa Senhora do Rosário de Fátima fosse “a Saúde dos Enfermos e o refúgio de seus discípulos nascidos aos pés da cruz do seu amor”.

Durante a consagração, Marto pediu a Deus que concedesse diversos favores.

Ele começou: “assiste a tua Igreja, inspira os governantes das nações, ouve os pobres e os aflitos, exalta os humildes e os oprimidos, cura os doentes e os pecadores, levanta os abatidos e os desanimados, liberta os cativos e os prisioneiros e livra-nos da pandemia que nos atinge”.

Em seguida, acrescentou: “ampara as crianças, os anciãos e os mais vulneráveis, conforta os médicos, os enfermeiros, os profissionais de saúde e os voluntários cuidadores, fortalece as famílias e reforça-nos na cidadania e na solidariedade, sê a luz dos moribundos, acolhe no teu reino os defuntos, afasta de nós todo o mal e livra-nos da pandemia que nos atinge. ”

Por fim, ele fez a seguinte súplica a Deus:”acolhe os que perecem, dá alento aos que a Ti se consagram e renova o universo e a humanidade”.

A cerimônia de consagração, assistida ao vivo por dezenas de milhares de fiéis, também incluiu o rosário, orado em português, espanhol, inglês e polonês.

A princípio, apenas os bispos portugueses anunciaram sua intenção de consagrar seu país ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria. Logo depois, os bispos espanhóis pediram para participar dessa consagração. No início desta semana, os bispos de Portugal começaram a aceitar pedidos de conferências de outros bispos [nota do Fratres: lamentavelmente, a brasileira, aparentemente também quarentena religiosa, não está entre elas].

Em Fátima, Nossa Senhora apareceu várias vezes a três crianças em 1917. Duas dessas crianças morreram nos anos seguintes após contrair a gripe espanhola, uma pandemia que levou a pelo menos 25 milhões de mortes em poucos anos.

As duas crianças, os irmãos Francisco e Jacinta Marto, foram canonizadas pelo Papa Francisco quando ele visitou Fátima, em 2017.

Uma das mensagens de Nossa Senhora aos três filhos de Fátima foi: “Reze o rosário todos os dias, a fim de obter paz para o mundo e o fim da guerra”.

Como os católicos em muitas partes do mundo são incapazes de ir à missa, eles mais uma vez recorrem ao rosário. Como explicou a irmã Lúcia, a criança de Fátima que se tornou freira e viveu até 2005, o rosário é “algo que todos podem fazer, ricos e pobres, sábios e ignorantes, grandes e pequenos”.

Para ler a oração completa da consagração do Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria: https://cleofas.com.br/portugal-espanha-e-outros-22-paises-solenemente-consagrados-ao-imaculado-coracao-em-fatima/

Tags:

12 Responses to “24 países consagrados ao Sagrado Coração de Jesus, enquanto o mundo luta contra o coronavírus.”

  1. E os nossos cardeais e bispos?! É bom cuidar, eles poderão querer consagrar o Brasil para o Che,e ou Lenin, e ou Fidel, e ou Stalin.

  2. Deo Gratias.
    Uma pena, o Brasil não ter sido incluído.
    Uma curiosidade, seria o Cardeal Antonio Marto parente de Jacinta e Francisco?

  3. “Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino”

    Poderíamos repetir uma as palavras de São Pedro:”Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.(João 6:68)” A quem queremos enganra então? Enquanto o Mundo ser desvai em si mesmo, e por incrível que pareça muitas autoridades da Santa Igreja também enganam o povo, renegando o caminho, a verdade e a vida. Após alimentar no deserto milhares de famintos com pão e peixe, Nosso Senhor desmacara o porquê queriam-No como Rei. Sem se preocupar pelo “politicamente correto”, é pelo pão que comerdes que me querem para Vosso Rei. Trazendo para a situação atual, estamos recorrendo a Nosso Senhor, shows pirotecnicos em transmissões criativias via net; carreatas com imagens, helicópteros; procissões com o Saníssimo Sacramentos e etc; se apenas queremos “nos” salvar(cura do corpo”. Não serámos dignos de ouvir as mesmas palavras: me querem como rei pelo “bem” deste mundo. Seremos capazes de irmos além? Jesus queria que aquele povo fosse digno de recebê-lo na Santíssima Eucaristia: Seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade. Mas eles, O acharam louco. Estamos de barriga cheia, não temos mais que ficar ouvindo essas maluquices. Deram as costas e se foram. A história sempre nos traz isso: em momentos de desesperos, se recorre a Deus, depois que tudo ser normaliza, esquecem da Misericórida de Deus. Esperamos que dessa vez, o mairo número possível de almas se volte para a Salvação. Mais uma oportunidade a Jusitça Divina está concedendo a nós para nosso bem. Relembrando as aparições de Fátima, quando Lúcia pedia pela cura de algumas pessoas, Noss Senhor era direta; alguns Deus não curará pois não acredita neles. Para esses, a doença serviria por meio de Salvação. Podemos então deduzir que muitos que passando por essa provação seja uma forma de garantirem sua fidelidade a Deus e assim se salvarem por uma santa morte. Para outro tantos infelizmente não souberam ou saberão aproveitar essa graça. O cristão enxerga nas doenças, sobre tudo aquelas que aparecem sem provocarmos, uma forma de se unir aos sofrimentos de Cristo, e com diz São Paulo, cumprir a parte que nos foi confiada. Lendo a o final da vida de São Francisco Marto e Sana Jacinta, mesmo sendo esses contemplados com a grande grança de serem os videntes de Fátima, tiveram que sofrer antes da santa morte. Vítimas da epidemia da Gripe Espanhola. Muitos diriam, as aparições eram farças, ou do que adiantou ver Nossa Senhora, agora estão morrendo. Eles e suas famílias sofreram pacientemente e resignados a vontade de Deus. Aproveitaram cada instante para oferecer ainda mais pelos pecadores (por nós). Francisco, que tanto adorava o “Jesus Escondido”, sempre lembrava de oferecer seus sofrimentos em desagravo a Deus das ofensas do homens. Jacinta, mas pequena, teve que se afastar de sua família dado pela doença. contudo até o fim em reparação ao Imaculado Coração de Maria. É uma ótima leitura para esses dias, a vida dos Pastorinhos. Enfim, tudo deve ser para a Maior Glória de Deus e a Salvação das Almas. A atitde de Consagração ao Sagrado Coração é bonita e louvável. contudo não basta ser de um momento, é para todo o sempre, afinal a quem iremos, se só Ele tem palavra de vida eterna? Junto com essa Consagração, ainda que nosso país não tem se prontificado, tomemos a resolução de praticarmos a Devoção das Nove Primeiras Sexta-Feiras. Posso falar com toda propriedade, tenho na minha família testemunha de um devoto do Sagrado Coração. Morreu assistido pelos últimos Sacramentos, aspirando a Santissima Eucaristia. Devotos do Sagrado Coração de Jesus, nunca se perdem.

  4. Infelizmente, ao invés de elogiar tão grandiosíssimo ato, a questão que salta aos nossos olhos: cadê o Brasil? Após terem vendido a Amazônia aos interesses europeus e estadunidenses, já receberam a sua recompensa com uma arquidiocese primaz.
    GIre a roleta, jogue a bolinha, Dom Odilo logo se aposenta, façam suas apostas. Nossa igreja doméstica é tão autossuficiente que “não se mistura com os pobres”. Vergonha!!!

  5. O Brasil já é Consagrado ao Sagrado Coração de Jesus, conforme informado pelo Padre Paulo Ricardo em um de seus vídeos; e o Brasil também já foi Consagrado a Nossa Senhora de Fátima pelo chefe da Nação, Presidente da República Jair Bolsonaro. Bendito seja Deus, para todo o sempre, Amém!!!

    • O ato em Portugal foi de renovação da Consagração, o que invalida o argumento de que o Brasil, já consagrado, não precisava participar da cerimônia.

  6. Sagrado Coração de Jesus, Confio e espero em Vós por nossa salvação em qualquer que seja o momento de sofrimento –

  7. O presidente não consagrou o Brasil a Nossa Senhora de Fátima. Na cerimônia, ele não leu a consagração e demorou meses para assiná-la, mas se ajoelhou ante Edir Macedo e outros pastores evangélicos.

  8. Com todo respeito, eu o vi consagrar a Igreja de Portugal. O resto foram menções a Portugal, entre muitas outras menções.

  9. A CNBB é um órgão do Partido Comunista atualmente e desde tempos idos. Consagrações são coisas que não lhe interessa mais.
    Os interesses dos atuais bispos no Brasil, com raras e honrosas exceções, resumem-se a seguir as orientações do PC chinês de acordo com a política da Igreja Estatal da China e que estejam acordes às orientações da ONU, segundo os dogmas de George Soros.
    Como católicos devemos cumprir a nossa parte: rezar o rosário diariamente segundo os pedidos de N.S. de Fátima.
    Ela não irá nos faltar.

Trackbacks