RIP + Dom Henrique Soares da Costa.

10 Comentários to “RIP + Dom Henrique Soares da Costa.”

  1. Dom Henrique, vitimado pelo vírus chinês, foi um sacerdote exemplar e um Bispo extraordinário na Tradição e Magistério bimilenar da Igreja de Cristo. Seu testemunho pastoral e doutrinal encorajaram fiéis de todo o Brasil a perseverar no Caminho. Hoje descansa na beatitude inefável do Senhor. RIP !!

  2. Elegia ao magnífico Príncipe da Igreja, o exemplar e santo prelado, segundo o Coração de Cristo, o futuro oficialmente venerável, D Henrique Soares da Costa!
    Ele figurava entre os poucos, muito raros prelados brasileiros que, ainda nos tempos do maldito PT-TL-PCs-maçonaria-NOM e asseclas, corajosamente denunciava aberta e destemidamente e ainda atacava esses acima, os membros da camarilha de malfeitores e refinados punguistas comunistas, sem receio algum, como nas redes sociais!
    *Dom Aldo Pagotti assemelhou-se a ele, agindo muito parecidamente no combate aos pestíferos crias e títeres de Marx, enquanto isso, muitos outros da CNBB, por conivência e/ou mesmo omissão desses, permitiram a imposição por mais de 20 anos de uma ditadura comunista alienando o povo, iniciada desde o desgoverno do social-comunista FHC, sequenciando o sinistro PT, ambos empenhados na disseminação de um doutrinário dessa devassa e perversora ideologia via comunistas sacerdotes da TL, sedutora de muitos para o alienante e anti cristão catolicismo transmutado para o imanente relativismo – mais que comprovado seu combate à TL!
    Será que o papa Francisco das esquerdas “chateou-se” com o falecimento desse santo prelado conservador, comparando-se aos Boffs da vida?…

  3. Foi o melhor dentre muitos que estão em ativa no atual cenário da Igreja no Brasil. Podem discordar, mas eu gostaria muito que fosse bispo na minha cidade. Cansei de tanta politicagem nas homilias.
    (Arq. do Rj)

    • Verdadeiro Sacerdote. Um EXEMPLO AOS BISPOS CARDEAIS CLERO MAIS POLITIQUEIROS NAS OMILIAS…QUE PREGAR O EVANGELIO. UM MAGNIFICO SEGUIDOR DO PATRONO DOS SACERDOTES : O CURA D ‘ARS. EXEMPLO A SEGUIR POR DITOS PADRES “GLOSTORADOS NAS TVS AO LADO DE GLAMOUROSAS ARTISTAS DANDO AULAS DE TUDO MENOS DO EVANGELIO DE CRISTO

  4. https://padrepauloricardo.org/blog/por-favor-nao-me-canonizem-em-meu-funeral

    Agradeço a Deus pela vida desse grande Bispo … Se hj estou na vida religiosa é graças a ação de Deus através dele…

  5. Que Deus o tenha em bom lugar! Demonstrava ser um ótimo bispo. Ele era ativo na internet desde quando era padre. Que Deus o receba na glória eterna e conforte sua família e diocesanos. Amém.

  6. Pela misericórdia de Deus, D. Henrique continue a fazer o bem: que Cristo seja conhecido, amado e obedecido.

  7. É realmente muito triste, logo tão agora que a sua plataforma foi organizada, logo quando haviam tantos planos para o ensino dos leigos.
    Realmente, os bons se vão quando mais precisamos! Mas Nosso Senhor ao menos poupou seu irmão, também vitimado pela doença das terras comunistas; o tempo de morte é também o tempo de vida.

    Que Deus, Misericordioso, o tenha em vista, que dê ao nosso bispo aquilo que ele—nem ninguém—merece, que é o seu calor de amor infinito.
    Fogo, Deus de Abraão, Deus de Isaac, Deus de Jacob, e não dos políticos e dos acadêmicos.

  8. Os bons indo ao encontro de Jesus Cristo e Maria santissima, os maus que ficam, sabemos a quem vão encontrar.
    R.I.P Dom Henrique Soares da Costa.

  9. Não poderiam os católicos apostólicos romanos calarem-se diante de tamanha efeméride, diante de um fato de tão grande importância para a nossa comunidade cristã, para a nossa Igreja, quiçá para o Brasil, e porque não dizer, para a Igreja presente no mundo! O fato a que nos referimos poderia passar desapercebido, dissolvido no cotidiano, afinal de contas, quantos bispos não morrem por ano? Muitos, sem dúvida, mas ninguém como ele, o nosso querido pastor Dom Henrique Soares da Costa, cujo lema episcopal: “IN CHRISTO PASCERE” (Apascentar em Cristo).

    Dom Henrique, um dos poucos pastores remanescentes que reconhecia o cheiro de suas ovelhas a quilômetros de distância. Reconhecia em todo ser humano o Jesus humilde, castro e obediente. Para dom Henrique, o sacerdote não representava apenas um alter Christus, mas verdadeiramente um ipse Christus (o Sacerdote é Cristo mesmo). Foi retirado dentro dos seres humanos e colocado a serviço do povo de Deus em marcha rumo ao Céu. Administrando as coisas de Deus com zelo e paixão. Considerava o episcopado um serviço e não uma honra. Pregava a Palavra de Deus, quer agradava, quer desagradava. Admoestava com paciência. Orava e oferecia sacrifícios pela conversão do povo que lhe foi confiado. Na Igreja local que lhe foi confiada, distribuía com prudência os mistérios de Cristo. Amava com amor de pai e de irmão todos aqueles que Deus lhe confiava, especialmente os presbíteros e diáconos, seus colaboradores diretos no serviço de Cristo. Amparava os pobres, os doentes e todos que tiverem necessidade de seu acolhimento e de sua ajuda. Exortava os fiéis a colaborarem com ele na missão apostólica. Jamais recusava ouvir os clamores do povo e sempre tinha boa vontade em ouvi-los. Mostrava um zelo incansável pelos que ainda não pertenciam ao rebanho de Cristo, como se fossem entregues a ele pelo próprio Cristo.

    Para este alagoano, como tantos, que há 57 anos, humildemente, deixou sua pequena, querida e pacata Penedo (AL) a fim de enfrentar a vida, e que encarou sem temor, vale a máxima de São Paulo: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará”.

    O Céu está em festa e a Terra em luto!