Não existe ecumenismo, existe é comunismo!

Por FratresInUnum.com, 13 de setembro de 2020 – No último dia 7 de setembro aconteceu por todo o Brasil o conhecido “Grito dos excluídos”, um evento TL marcado pelo protesto panfletário, bem ao gosto dos comunistas de ontem e de hoje.

Na Arquidiocese de Vitória (ES), no Convento da Penha, a celebração foi ecumênica e inter-religiosa, e contou com a participação de uma mãe-de-santo do candomblé, um representante da umbanda e um pastor luterano, todos recepcionados pelo grande anfitrião, o arcebispo Dom Frei Dario Campos, franciscano.

Além de cânticos em comum, da leitura de um manifesto contra o governo, de um ofertório com frutas e comida (abençoado e partilhado-comungado por todos), o evento foi concluído com uma “bênção” de cada uma das religiões, em nome dos orixás, dos guias, dos ancestrais e até da “maternidade de deus”, como se pode ver no vídeo.

Chamou a atenção que, embora no pluralismo de religiões, havia um credo comum subjacente, uma mesma profissão de fé, unânime e dogmática, um símbolo que os unificava: os mesmos valores socialistas.

A nossa perspectiva católica frequentemente impugna a ideia do ecumenismo em si mesma, porque condenada unanimemente pela Igreja antes do Vaticano II. Contudo, passa-nos desapercebido, por vezes, que, entre estes modernistas e TLs, não existe apreço pelo ecumenismo em si, como uma ideia, mas, sim, por uma espécie de ecumenismo estratégico. Por baixo de suas “denominações religiosas”, como eles mesmos dizem, há um plano único e unificador: usar a Igreja Católica para que se autodestrua enquanto patrocina a revolução comunista.

Não parece estranho que esses mesmos que levantam a bandeira do ecumenismo sejam os que acusam as Igrejas pentecostais de fundamentalismo na política, como fizeram os 152 bispos em sua carta afrontosa, sem nenhum tipo de compreensão ou abertura ao diálogo? Por que eles nunca convidam para estes encontros ecumênicos os pentecostais ou membros de seitas cristãs congêneres? O chamado CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs) congrega apenas “igrejas” que professam o ideário esquerdista, liberal ou socialista, enfim, os TLs de sempre. Do mesmo modo, o tal do CEBI (Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos) é ecumênico na justa medida em que a TL lhe permite construir os subsídios subversivos para as CEBs, a fim de induzir, mediante a chamada leitura popular da Bíblia, o povo simples ao recrutamento comunista. Extra comunismum nulla sallus!

A ideia de que o ecumenismo em si seja um valor a ser defendido pelos grupos progressistas é ingênua (se o fosse, já seria execrável; mas é pior, muito pior!). Não se trata de ecumenismo, mas de comunismo mesmo, de comunismo que se vale das religiões para se auto-projetar, de comunismo que intercepta as religiões para usá-las como palanque, de comunismo que precisa destruir a Igreja Católica, pois ela é o grande empecilho para o seu desenvolvimento.

Quando dizemos “Igreja Católica”, sabemos que a maior parte da hierarquia já sucumbiu à TL e que, portanto, o alvo agora são os leigos, inclusive o alvo da própria hierarquia. Eles já conseguiram devorar toda a estrutura da Igreja e precisam desmotivar os fieis para que eles desistam da sua religião ou, o que seria pior, para que apostatem dentro dela.

Fato é que, embora promovam horrores como este, continuam sempre a ser um grupelho minoritário, cuja importância é ignorada pelo povo. Ninguém sabe o que é CEBI, CONIC ou mesmo o “Grito dos Excluídos”. Desgraçadamente, enquanto o clero católico se entretém com essas inutilidades e ainda sonha com uma cristandade socialista, como professa o antigo plano da TL, o povo já os abandonou e embarcou justamente nisso que eles não cessam de tentar hostilizar, enquanto se hostilizam a si mesmos: o povo está migrando em massa para os pentecostais e tem horror à feitiçaria, horror!

No final das contas, quando os padres perceberem, essa “brincadeira” de pluralismo os terá levado longe demais: ficarão sem comunismo nem macumba, estarão sozinhos e ridicularizados, e de nada lhes terá servido esta hipócrita estratégia ecumênica, que apenas esconde o mais absoluto dogmatismo por baixo: a crença nos princípios marxistas de destruição da civilização e do patriarcado. Chega a ser interessante ver como esses comunistas se bajulam, apesar de suas aparentes diferenças doutrinais, pois não há diferença alguma, eles apenas usam o rótulo de suas religiões para promover o mesmo objetivo revolucionário.

Quanto a nós, fieis católicos, perseveremos desprezando todos estes erros, do comunismo ao ecumenismo, e permaneçamos fieis à Igreja de sempre, cerrados em torno daqueles que militam rumo ao triunfo do Coração Imaculado de Maria. Um dia este pesadelo acabará e, quando tiver terminado, talvez muito não acreditem que presenciamos horrores como estes: idólatras e supérstites lado-a-lado com o clero, promovendo a horrenda revolução vermelha, inimiga figadal da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo.

10 Comentários to “Não existe ecumenismo, existe é comunismo!”

  1. Chega dar náuseas só de ver esse vídeo, profanando o sagrado …o altar de Nosso Senhor , e ainda com a participação de um Bispo
    Esses comunas TL não desistem…
    Mas no artigo está muito bem colocado, há um disfarce para q o Comunismo ganhe força dentro da Igreja..
    Gostei muito do título não existe ecumenismo e sim comunismo rsrsrs…
    Fiquemos fiéis..o coração Imaculado da Virgem triunfará..

  2. Grito dos Excluídos? Nunca ouvi falar …
    Aqui isso se chama “grito dos possuídos”

  3. Análise cirúrgica, como tem sido todas as análises desse blogue, afim de remexer esse miasma pútrido vegetante a que muitos chamam de Igreja Católica no Brasil. Meu horror ao ecumenismo começou cedo, antes mesmo de conhecer a tradição católica. Um ato ecumênico organizado em 2001 pelo meu colégio na praça da pacata Ipaussu, interior de São Paulo. Não havia grande variedade de cultos na pequena cidade: compareceram então os orgulhosos pastores e pastoras evangélicos, “bispos”, “bispas”, “missionários” de “igrejas” como nomes extensos e “internacionais”, ternos, longas saias e bíblias, “acolitados” por obreiros e por músicos. E veio o único padre católico da cidade, em mangas de camisa, sem nenhuma insígnia que lembrasse o catolicismo. Falou por último, tomando o cuidado de não mencionar a Santíssima Virgem Maria, nem nada que desagradasse o “castelo forte do senhor” ali representado.

    Pensando melhor, acho que aquilo nem foi um culto ecumênico, foi um culto pentecostal mesmo, que o titular da paróquia católica concelebrou.

    Entende-se o desespero dos bispecos da CNBB com a eleição de Jair Bolsonaro, pois o presidente ENCARNA a orfandade espiritual do católico brasileiro, que se diz “católico” e corre para a portinha pentecostal da esquina em busca do alívio espiritual negado pelo padre comunista sindicalista de bairro, que não sabe (e não quer) mais explicar aos fiéis onde fica o Céu e o Inferno, que caminho tomar para se chegar ao primeiro e que caminho evitar para não dar no segundo. Bolsonaro não é um luterano gaúcho de sobrenome alemão simpatizante do MST, não é um metodista chicoso da Mackenzie, não é um umbandista, um budista que quer desarmar a polícia, etc, Bolsonaro é um católico ABANDONADO que foi eleito por milhões iguais a ele, ex-católicos abandonados pela “Igreja popular” que espanta o povo. O Brasil pentecostal e a América Latina pentecostal são frutos das conferências de Medellin e Puebla.

    • ” O Brasil pentecostal e a América Latina pentecostal são frutos das conferências de Medellin e Puebla.”

      Resumiu TUDO sobre este assunto em uma única frase.

  4. Caros Fratres;

    Mas, espantar-se por quê?
    Essa é a igreja conciliar, com seu ecumenismo comunista, com seu palavrório vazio e superficial.
    Enquanto o arcebispo e seus Frades ficam a ecumenizar socialísticamente, a população capixaba vai buscar Jesus nas igrejas evangélicas!
    Basta consultar os dados.
    A cidade de Vila Velha, onde está o santuário da Penha, tem mais de 75% da população fiel às seitas evangélicas!
    Quando esses senhores acordarem dessa preguiça e descaso com os pobres fiéis, terão que alugar suas igrejas e catedrais – sem as imagens (na maioria delas já retiradas) – para a grande massa de “irmãos separador” que seu descaso e descura causaram.
    Essa gente se envergonha de parecer Católica…
    Lamentável.
    Que o Bom Deus tenha misericórdia de nós!
    Imaculado e Doloroso Coração de Maria, rogai por nós!

    • Sua bênção, Padre!

      Meu Deus, isso aconteceu aqui! Ainda bem que eu soube apenas pelo Frates.

      O Espírito Santo tem (ou tinha) a segunda maior quantidade de protestantes, atrás apenas de Rondônia. Uma lástima! Num local cuja colonização começou no Dia de Pentecostes, com tantos e tão bons católicos, onde serviu por último São José de Anchieta!

      Que nossa padroeira, Nossa Senhora das Alegrias, a Virgem da Penha, zele por todos nós!

      Que Deus se apiede de nós!

  5. “: o povo está migrando em massa para os pentecostais e tem horror à feitiçaria, horror!”

    Na verdade, quem conhece os pentecostais sabe que o “horror” deles à feitiçaria é só disputa de mercado.

    O pentecostalismo pegou a mentalidade mágica da população, se apropriou, demonizou a origem (incluindo aí qualquer herança pagã, sensibilidade individual, e até incluindo a piedade católica), multiplicou por 100, somou com a ignorância, e virou ele mesmo um plágio das sessoēs do mais baixo e primitivo espiritualismo (daqueles que as próptias religioēs pagãs aconselham as pessoas a tomarem cuidado).
    Alguém aqui já ouviu da boca de um “crente” que “crente ora até matar”? Já ouviram eles “exigindo de Jesus” que “cumpra a promessa” (que pode ser qualquer coisa que eles queiram e se acham no direito porque se dizem crentes)? Nada disso é fato isolado, quem conhece esse povo sabe a que sarjetas está caindo a espiritualidade média do brasileiro.

    Mas só posso concordar com o Fratres, a culpa disso é do clero, sem dúvida.

  6. A síntese dos sincretistas ecumenóides, vinculados aos terráqueos ideologistas marxistas TL e PCs globais, poderia ser resumida no abaixo – vantagem nossa, graças a Cristo Jesus e N Senhora, já que distinguimos o joio do trigo; parecem-se, mas são diferentes!
    “Filhinhos, esta é a hora derradeira e, assim como ouvistes que o anticristo está chegando, já agora muitos anticristos têm surgido. Por isso, sabemos que esta é a última hora. Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem nos abandonado revela que nenhum deles era realmente dos nossos. Entretanto, vós tendes uma unção que procede da parte do Santo, e todos tendes pleno conhecimento. Jo 2 19-20. …
    A CNBB, praticamente fundada por bispos catacumbóides, o esquerdista D Hélder Câmara(da) D Calheiros & Cia, aqueles à margem do Vaticano II, vêm continuamente realizando suas peripécias anti cristãs até hoje, só que agora chegaram ao ápice, sempre agindo na base da gritaria e impostura – saia da frente ou o atropelaremos – sendo o pior que muitos cederam por medo, o que nos pareceria, ao invés de os enfrentar e mandá-los baixarem noutro centro!
    A infiltração sistemática e recorrente desses malignos, basta-nos lembrar dos planos dos sinistros maçons Vindice e Nubius de 1822 adiante, mas a maior e extensa assimilada e ajuntada a essa provém da Russia da década de 20 adiante, sob auspícios pessoais do endiabrado Lênin, hoje encarnado no vermelho Vladimir Putin.

  7. Repudio com meus 77 anos de catolica dedicada aos mandamentos de Deus e da igreja Catolica. Quero saber como ficou a SAGRADA EUCARISTIA ( reduzida a que?) E O CREDO ROMANO CONTANTINOPOLITANO.( que rezei e rezarei com convicção durante toda a vida. É com pesar, muito pesar que remonto as Palavras de Jesus ” SERÁ QUE QUANDO EU VOLTAR ENCONTRAREI FÉ SOBRE A TERRA?”. OU “CHEGARÁ UM TEMPO EM QUE O AMOR SERÁ ARRANCADO DO CORAÇÃO DO HOMEM_ POR ISSO ABREVIAREI O TEMPO”.
    S. FRANCISCO COITADO TÃO FALADO NESTA CELEBRACAO FOI O SANTO HOMEM QUE CARREGAVA UMA CRUZ E A BIBLIA COM OS “ESTIGMAS.” NAO é o SANTINHO dos PASSARINHOS e dos LOBINHOS. MINHA IGREJA É A DE JESUS CRISTO DA SAGRADA DOUTRINA QUE TEM POR MÃE AVIRGEM MARIA NOSSA SENHORA DE NAZARE E POR BÊNÇÃO A TRINDADE SANTA DOADORA DO ESPIRITO SANTO DE DEUS. O DEUS DO MEU BATISMO.
    QUE VENHA SOBRE NÓS A DIVINA VONTADE DE DEUS (não a humana)ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU.

  8. ainda existe essa coisa de grito dos excluidos?? eu sempre imagino um grupo de pessoas gritando na porta da igreja rsrs