E-Book grátis: “Como o Vaticano II serve à Nova Ordem Mundial” – A conferência escrita de Mons. Viganò.

FratresInUnum.com, 1 de novembro de 2020 – Nesta solenidade de Todos os Santos, queremos presentear os nossos leitores com a nossa tradução de um texto epocal, a Conferência do arcebispo Carlo Maria Viganò sobre “Como o Vaticano II serve à Nova Ordem Mundial”.

O vídeo da Conferência, amplamente compartilhado esta semana, causou imenso impacto entre os católicos, não apenas porque Mons. Viganò é uma testemunha privilegiada de tudo que ele está dizendo (trabalhou na Cúria Romana, foi membro do corpo diplomático da Santa Sé e foi núncio apostólico de dois papas), mas sobretudo porque tudo que ele diz é flagrantemente verdadeiro e muito bem dito, especialmente nestes tempos sombrios que estamos vivendo.

O texto completo de sua conferência (que não foi integralmente lido por ele no vídeo referido) foi disponibilizado em inglês pelo site The Remnant. O nosso trabalho foi simplesmente o de traduzir (aliás, se algum leitor quiser melhorar a tradução, fique à vontade; não somos tradutores profissionais e fizemos apenas aquilo que podíamos para o quanto antes disponibilizar para o público brasileiro este texto excepcional).

Tivemos também a iniciativa de diagramar o texto num formato que facilite a leitura, bem como colocá-lo sob a forma de e-book — basta clicar aqui ou na imagem acima para baixá-lo –, para ser mais facilmente compartilhável (sempre de maneira gratuita).

Agradecemos a Deus pela coragem de Mons. Viganò e pedimos a intercessão da Santíssima Virgem e de Todos os Santos para que esta obra de restauração da fé católica prospere grandemente, para a maior glória de Deus. A nossa parte consiste em resistir firmemente, em fazer o que é correto, em lutar pelo trinfo do Reinado de Jesus Cristo e do Coração Imaculado de Maria, bem como pela glória da Civilização Cristã!

11 Comentários to “E-Book grátis: “Como o Vaticano II serve à Nova Ordem Mundial” – A conferência escrita de Mons. Viganò.”

  1. Espetacular! Era o que precisávamos par nos dar alento nessa “noite escura” em que atravessamos.

  2. No meu livro “Um Raio na Basílica”, eu falava da impressão que se tinha de haver “duas igrejas”, uma sobrepujando a outra, algo assim (as imagens do joio e o trigo, os bons e maus peixes, etc.), sem saber o que realmente estava acontecendo. Mas Viganò agora esclareceu (o que vou colocar na abertura do livro: “Obviamente, não há duas igrejas. Seria algo impossível, blasfemo e herético. Nem podemos dizer que a única verdadeira igreja de Cristo tenha hoje falhado na sua missão e se pervertido numa seita. A Igreja de Cristo não tem nada a ver com aqueles que nestes últimos sessenta anos executaram o plano de ocupá-la. A sobreposição entre a hierarquia católica e os membros dessa igreja profunda não é tanto um fato teológico, mas uma realidade histórica, que desafia as nossas categorias usuais, conforme podem ser analisadas. (…) A Igreja Católica vive sob o olhar de Deus; ela
    existe para a Sua glória e para a salvação das almas. A anti-igreja vive sob o olhar do mundo, favorecendo
    a blasfema apoteose do homem e a condenação das almas. (…) A única maneira de vencer essa batalha é voltar a fazer o que a Igreja sempre fez e parar de fazer o que a anti-igreja nos pede hoje – aquilo que a
    verdadeira Igreja sempre condenou. Coloquemos Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei e Sumo Sacerdote, de
    volta ao centro da vida da Igreja; e, antes disso, no centro da vida das nossas comunidades, das nossas famílias, de nós próprios. Devolvamos a coroa a Nossa Senhora, Maria Santíssima, Rainha e Mãe da Igreja”. Sim, mais uma obra que vou incluir entre os livros de cabeceira.

  3. Mas Viganò agora esclareceu (o que vou colocar na abertura do livro): “Obviamente, não há duas igrejas.(…) A Igreja Católica vive sob o olhar de Deus; ela existe para a Sua glória e para a salvação das almas”. Que tenhamos a graça de estarmos acordados para dizer, de joelhos: “Eis me aqui Senhor!”, com fé sólida e provada, quando Ele retornar!

  4. Nossa ficou ótimo como arquivo de livro…
    Deve ter cido trabalhoso mas ficou perfeito..
    Guardar isso como uma relíquia.
    Muitas coisas boas esplanadas.e de muita sabedoria e verdade.

  5. Impecável! Parabéns! Precisam fazer chegar a todos os bispos do Brasil!

  6. Desde que o papa João XXIII teria dito que a Igreja não mais condenaria a ninguém, foi uma lufada de ar fresco para as mentes de seus inimigos, os quais perceberam nessa oportunidade uma chance e mais oportunidades para a infiltrar e a corromper de seu interior para fora – ou seja, causar-lhe uma irreversível implosão – quer dizer, doravante, estaremos à vontade sem que a Igreja Tradicional seja-nos nenhum impecilho a nos tolher, e assim está até hoje com esses seus inimigos, estando cada vez mais ousados e audazmente agindo ostensivos, sem receios quaisquer.
    Embora nos pontificados de S João Paulo II e Bento XVI os anti Igreja católica tenham sido de vários modos retraídos e incomodados, no entanto, sucede que no pontificado do papa Francisco pareceria terem voltado à carga com significante e redobrado empenho, estarem muito mais à vontade por não serem importunados e, dessa forma inaudita, poderem agir à vontade, ainda que existam revoltas e repreensões dos poucos conservadores, porém, o papa Francisco, quando questionado com todo respeito por esses, nem resposta alguma lhes concede – mais que sabido e visto, principalmente considerando de uns tempos para cá sobre tópicos relevantes referentes à fé!
    Assim sendo, não seguir as novas propostas dessa igreja inovadora, optando por um ecumenismo às custas de cessões da Igreja de 2000 anos a esses desejosos de uma “igreja adaptada aos novos tempos, ao modernismo – servindo a NOM!

  7. A Igreja “Católica do VaticONU” vai desaparecer em breve levada de roldão rio abaixo pela rejeição de todos os católicos, surpreendentemente um número cada vez maior de pessoas que agora é capaz de a identificar com tudo o que há de errado e falso nela.

  8. Agora que o conservadorismo pôde retornar à cena política e social, as pessoas o estão comparando com a agenda revolucionária e percebendo quão ridícula e absurda é. A estratégia de não sufocar as teses esquerdistas, mas permitir que voltem ao debate com maior virulência, expõe toda sua fealdade e mentira. É semelhante à estratégia de Aníbal que permitiu o avanço do exército inimigo para o seu território, cercando-o e atacando-o pelas laterais. Vemos o mesmo efeito em programa de debates na RedeTV, em que a aplicada debatedora politicamente correta parece um papagaio repetindo argumentos fantasiosos ao absurdo em contraste com o apresentador e o debatedor conservadores. A esperança é que ela acorde para a realidade, porque parece sincera na sua defesa da revolução (ela ainda não tem o olhar cínico dos verdadeiros revolucionários).

  9. Discordo da afirmação de Mons. Viganó, existem sim duas igrejas. O que ainda não existe é o cisma, ainda!

  10. A Igreja católica começou a ser infiltrada desde a década de 20, sob cuidados pessoais de Lênin-maçonaria e isso remonta aos planos dos carbonários Vindice e Nubius de destruir a Igreja a partir de dentro, pois esse tipo de ação seria muito mais garantido.
    Assim denunciaram os arrependidos de servirem os comunistas aos russos, como Bella Dodd, Yuri Bezmenov e Mihail Pacepa que mudaram de idéia e resolveram denunciar os erros dentro da Igreja, que não provinham dela em si dos seus membros, mas de infiltrados dentro dela, entretanto pertenciam a maçonaria!
    A Igreja nunca teve que se saiba, um serviço de contra-espionagem para notar qualquer tipo de infiltração de sacerdotes e mesmo em alguns prelados suspeitos de serem comandados de fora, desde o Vaticano até nos seminarios e centros de formação de religiosas, promovendo todos tipos de maus comportamentos claramente de infiltrados, assim como nas Universidades Católicas e poderem despachar esses intrometidos e maus elementos para fora da Igreja.

  11. Deus lhe pague pelo trabalho.. que presente celestial!!!