Ditadura de Maringá: o Padre silenciado.

Por FratresInUnum.com, 17 de dezembro de 2020 – Nero foi um ditador sanguinário e paranoico, não se limitou a cometer desmandos brutais como também fez injustiças bárbaras, quer matando sua própria mãe, quer fazendo com que Sêneca, seu antigo pedagogo e conselheiro, cometesse suicídio como prova de sua própria obediência e submissão. São assim os ditadores: além de abusarem de sua autoridade, responsabilizam suas vítimas e as penalizam com o voluntário desaparecimento.

Ontem, publicamos um artigo em que comentávamos o absurdo simulacro de decreto emitido por Dom Severino Clasen, ofm, ex-aluno de Leonardo Boff, que aparece, muitíssimo à vontade, numa foto ao lado do ex-presidente e atual condenado Lula. Mostramos que não apenas a arbitrariedade do texto, como a oniprensença de nonsenses, que denunciam a mais absoluta inépcia do prelado, o seu completo despreparo, somado a uma féria vontade persecutória.

Hoje, fomos surpreendidos com uma mensagem da vítima, o Pe. Rodrigo Gutierrez Stabel, em que realiza o seu próprio auto-amordaçamento: ele se culpa por um eventual escândalo produzido pela divulgação da carta (escândalo que jamais teria acontecido se a carta não tivesse sido escrita) e diz que deletará permanentemente a sua postagem (a qual permanecerá devidamente arquivada, segundo o princípio: “você vem com a sua versão da história, mas a gente tem o print da conversa”), e reafirma sua obediência, comunhão, submissão, em nome das quais se afastará das redes sociais.

Os ditadores não brincam em serviço, tudo o que querem é neutralizar por completo os seus desafetos e criarem a completa hegemonia. Um padre, nos dias atuais, pode ser facilmente vitimizado por toda a estrutura eclesiástica sem que possa fazer nada em sua própria defesa.

Se o “Decreto” do arcebispo era a ditadura documentada, a mensagem do padre é a documentação da ditadura consumada, de um tirano que de maneira ostensiva obriga a sua vítima a voluntariamente se destruir, quando as únicas coisas alegadas contra ela eram apenas disparates e generalidades oblíquas.

Não se trata de especulações sobre a vida pessoal e o ministério de um padre, mas sobre um modus operandi iníquo, que revela o caráter tirânico de uma autoridade eclesiástica, a qual age a despeito da lei e por puro autoritarismo.

Fazemos votos de que os fieis não deixem o padre abandonado à mão de seu tirano e o ajudem, pois não falamos de um criminoso que precisa ficar encarcerado para o bem da sociedade. Temos de ficar atentos, pois abusos de autoridade como esse não podem passar desapercebidos. É hora de nós, leigos, acordarmos e nos posicionarmos contra desmandos dessa natureza.

24 Comentários to “Ditadura de Maringá: o Padre silenciado.”

  1. A pergunta que fica é: “O que realmente é necessário para ser Bispo na Igreja Católica em nossos dias ? Ser piedoso, defensor da tradição, líder e ter capacidade de guiar o rebanho com sabedoria, OU ser amiguinho da patota mesmo que não tenha nenhuma vocação para episcopado ?”

  2. O problema é que a maioria dos fiéis é tão ignorante ou mais que padres e arcebispos.
    A maioria nem sabe o que são leis canônicas e o latim não vai além do “dominus vobiscum” decorado.

  3. Nossa o que fazer em favor do padre…?
    Esse arcebispo é realmente é um tirano
    Pobre do padre !
    Orar para q nossa Senhora o.guarde !…

  4. Deuteronômio 22:24 — só é ajudado quem pede por ajuda, assim é a lei divina.
    O arrego foi real e ridículo, mas espero que nesse dito período de oração e silêncio tenha seu tempo de pedir ao Senhor pelo conserto dos males, pois quanto o pedir também aos outros ele já deu seu parecer.

  5. DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS.

    Comparar o Bispo a um ditador é de uma má fé muito grande. Eu conheço o Bispo e ele exerce o seu Bispado de forma colegiada e participativa. Ele escuta os Padre e os leigos. Ele fez e participou de várias assembleias com os Padres e leigos onde se montou um plano pastoral. ELE OUVIU E ACATOU A OPINIÃO E SUGESTÃO DE TODOS. Ditadores não fazem isso?

    A Igreja que vocês defendem não faz isso. João Paulo II e o Ratzinger que teologicamente eram conservadores, condenaram e calaram mais de 100 Teólogos e vocês aplaudiram de pé..

    O Teólogo Leonardo Boff que foi professor do Bispo escreveu um livro chamado IGREJA CARISMA E PODER onde ele questiona a forma de poder na Igreja e por causa disso foi chamado a Roma para uma conversa com o Ratzinger que acreditava no poder da hierarquia. Por causa das suas posições o Leonardo Boff não pode mais lecionar. Foi convidado a um silêncio “OBSEQUIOSO”.

    Essa atitude do Ratzinger é o quê? Democrática ou ditadura? Vocês aplaudiram e agora não aplaudem o Dom Severino que chamou o Padre para a um silêncio.

    Dois pesos e duas medidas.

    Se o discípulo segue o mestre, Dom Severino segue a cartilha do livro Igreja carisma e poder, é democrático e participativo como sempre foram AS CEBS.

    O Padre em questão foi agressivo e ultrapassou os limites do bom senso e o Bispo teve que agir.

    Como não é do lado de vocês, VOCÊS FAZEM TODO ESSE BARULHO.

    Pensem nisso.

    • Condenar uma pessoa que espalha heresias e inverdades é obrigação moral do seu Superior.
      Condenar um inocente, que não faz nada de errado, é um abuso de poder ditatorial.
      É chato ter de explicar o óbvio.

    • Furibundo Policarpo do tacape eclesial, boa noite.

      O que Genéscio Boff diz em “Igreja carisma e Poder” foi dito, antes, por Calvino nas “Institutas”, a saber, que o clero expropriou os leigos (e que Roma expropriou as igrejas particulares).Nada de novo no inferno.

      Ademais, a suposta contraposição Igreja-carisma versus Igreja-instituição está tão obsessiva e maniacamente descrita por Ernesto Buonaiuti em seus pastiches historiograficos (muito mal avaliados academicamente hoje em dia) que é dificil nao supor a adesão de Genéscio às teses esotéricas do falastrão modernista Buonaiuti, amiguinho do papa bom (de garfo), João XXXIII, outra gorda figura “eclesial” a ser embarcada na canoa da pachamama nas águas do rio Lethe. Seria melhor um catamarã pra não afundar logo na saida.

      Bom? Bom pra quem…?

      Porém, descendo um pouco mais nas aguas podres de E. Buonaiuti, que foi presbítero assistente da funesta ordenação de Angelo Roncalli, quero apenas lhe lembrar, Policarpo Ternura, que este sujeito obstinado, Buonaiuti, excomungado vitando, em seu miserável livro “Il Gnosticismo” tece um sôfrego e histriônico elogio a Helena Blavatsky… Quem desconhece essa ocultista e mistificadora, inimiga figadal da Igreja e de Jesus Cristo…?

      Pois é: uma cambada de hereges e ocultistas.

      A primavera de Roncalli…? Quais os frutos?

      Pois coma, Policarpo… Coma deles

    • Prezado Policarpo Ternura,

      Bom dia.

      Não me furto de prestar homenagem ao seu Santo padroeiro, São Policarpo, Bispo de Esmina, discípulo direto dos Apóstolos, o qual, segundo Ireneu em sua “História Eclesiástica”, sentava-se aos pés de São João, Apostólo e Evangelista.

      Pois é, Policarpo Ternura, defensor das cretinices de “Igreja Carisma e Poder”: como vc deve saber, São Policarpo, no ano 155, foi a Roma tratar com o papa Aniceto diversos assuntos, dentre eles a data da Páscoa, celebrada em Roma aos domingos, enquanto as igrejas da Ásia celebravam-na no mesmo dia que os judeus. Policarpo apelou para a autoridade de João para justificar o uso, mas Roma continuou celebrando a Páscoa aos domingos…

      Por que teria São Policarpo ido a Roma? Turismo “eclesial”? Por ser uma “igreja-irmã” ? Por reconhecer na Igreja de Roma uma invencionice política para expropriar os direitos das igrejas particulares inclusive a sua…? Policarpo foi designado bispo de Esmina pelos próprios Apóstolos…

      Pense Policarpo Ternura… Esqueça os slogans: confie em seu bom senso…Será que você já passou dos 50 e usa boné? Pinta o cabelo como o cardeal Braz de Avis? Precisa de aplauso, de reconhecimento pela “caminhada”, precisa de um lugarzinho ao sol?

      Pense, Policarpo…

      Deixe de repetir a cartilha… É dificil na sua idade, mas…

      Slogans e doutrinação são coisas tão degradantes.

      Uns 30 e poucos anos depois da visita “ad limina” de Policarpo, a polêmica sobre a data da Páscoa voltou a esquentar, e o papa Vitor I enviou cartas a diversas igrejas, inclusive e sobretudo às igrejas da Ásia Menor, instando para que se resolvesse a questão (adotando o uso romano). Por fim, o papa resolveu excluir da comunhão com Roma as igrejas refratárias que insistiam no uso quartodecímano (celebrar na data dos judeus).

      Ué, Policarpo? Uma igreja – a de Roma – perseguida e enfiada nas catacumbas: de onde ela tirava o poder de interferir nas vida das demais comunidades? Do legalismo romano? Peloamor..

      Pense, então, Policarpo: veja que a autoridade da Igreja de Roma não é, como queria o safado Calvino e como quer o picareta Genéscio Boff, uma invencionice medieval e um “copy-cola” do Direito Romano…

      Há tantos testemunhos patrísticos contra essa tese mentirosa, espúria e fracassada que passaríamos dias apenas para enumeŕá-las.

      Pense Policarpo. Ninguém poderá fazê-lo por vc.

      * *

      Certa ocasião, São Policarpo deparou-se com Marcion, cabeça dos gnósticos tão apreciados por Buonaiuti e seu parsa Roncalli. Com a empáfia habitual dos hereges, Marcion pergunta a Policarpo se ele o conhecia. Resposta de Policarpo: “Era só o que me faltava! Como não ia reconhecer ao primogênito de satanás!?” (Ireneu, Adv. haer. III, 3, 4).

      Pois é…textão.

      Não dá pra aguentar essa leviandade toda.

    • Sr. Policarpo.
      Se faz necessário enteder que a Igreja NUNCA foi nem nunca poderá ser uma democracia por uma simples razão: não existem duas, três, quatro ou cinco verdades, existe apenas uma.
      O papel de TODO católico, seja ele sacerdote ou leigo, é defender esta verdade exercendo seu “papel” de maneira plena dentro da Mãe Igreja.
      No caso, o “papel” dos Bispos e do Papa (que por sinal também é Bispo) tem, entre outras funções, detectar, corrigir e, se necessário, expurgar qualquer tipo de Ideia ou comportamento que vá contra está ÚNICA verdade.

    • Estamos falando de um bispo ou de um chefe de um sindicato?

    • Policarpo, Policarpo…

      Antes de tecer qualquer comentario a cerca de sua defesa apaixonada de ideologos e de livros que mal servem para acender churrasqueiras (estamos em uma boa epoca para praticar este bem as futuras gerações) peço licença para render homenagens ao Santo Bispo de Esmirna, Martir da Igreja de Cristo, Coluna e Sustentáculo da Verdade, Bispo este, que jamais levaria a serio as teorias do sr Genesio, por serem elas contrarias a fé Catolica.

      O que esta descrito em Igreja carisma e puro e suco de um protestantismo ainda mais visceral do que o promovido por Lutero ( cuja a imagem foi adornada com um cachecol, possivelmente por quem acredita que não esta quente o suficiente no inferno) e portanto todo o conteudo deste livro e dos outros escritos por Genesio devem ser ignorados pelos Catolicos e deixado apenas para que os eco-religiosos-politeistas (nome correto do que que Genesio tenta a todo custo embutir no seio da Igreja).

      A Atitude de São João Paulo II e S.E.R. Ratzinger a epoca foi quase que 100% acertada, na verdade o sr Genesio deveria ter sido suspenso de Ordem e declarado leigo, afinal quando o Sumo Pontifice e o Prefeito do Santo Oficio tomam ciencia de que um religioso esta a propagar heresias e inverdades, extirpar o “galho seco” da videira não é apenas uma opção, é obrigação moral e um dever para com as almas.

      Eu tenho dores de barriga de tanto rir todas as vezes que ouço/leio alguem dizer que a CEBs é democratica e participativa, exeperimente não seguir a cartilha da CEBs em uma Paroquia dominada por ela pra ver o que acontece! Eu ja passei por poucas e boas e só não deixei a Igreja porque pouco me importa o que a CEBS diz ou faz, porém conheço muitos que por causa da democracia das CEBs hoje são protestantes ou nem mesmo frequentam a Igreja, afinala CEBs é um “cemiterio de religiosidade” tão vasto quanto o protestantismo.

  6. O báculo episcopal é para afugentar os lobos e não para ser usado como tacape contra as ovelhas, nem contra os pastores coadjuvantes, que são os presbiteros. Em caso de heresia, cabem medidas canonicas, jamais arbitrárias.

  7. MEU CARO IRMÃO PW.

    Tens razão que o tema sobre o poder na Igreja é antigo. Estas teses sobre o exercício do poder na Igreja vem sendo discutidas e faladas ainda antes de Lutero e de Calvino. São Francisco de Assis questionou essa estrutura de poder e de riqueza.

    Mas já na obra História Eclesiástica de Eusébio de Cesareia (306-324) esse Bispo daquela época já comenta sobre o poder imperial de constantino que foi contaminando os bispos e papas mais adiante.

    De fato tu bem lembrou o Padre e teólogo Ernesto Buonaiuti que foi colega de estudos e amigo do BOM PAPA João (para mim e milhões de pessoas ele era muito bom – leia Fioreti do bom Papa João – uma pintura) e era modernista sim, tinha teses bem avançadas para época e foi perseguido não só pela Igreja como pelo Mussolini foi expulso e proibido de lecionar na universidade assim como o ex-Frei Leonardo Boff. Buonaiuti era anti fascista. Mas teve uma influência grande no pensamento do Papa João.

    Talvez pela perseguição que ele sofria ele mais afrontava com teses que mexiam a doutrina católica.

    Mas o Papa João sempre gostou dele.

    Essa onda de mudanças, ESSE AGIORNAMENTO, abrir as janelas da Igreja era um tema recorrente de todas cabeças pensantes da época.

    O Padre Ernesto Buonaiuti escreveu muito sobre o tema do modernismo e da espiritualidade, misticismo. Ele gostava do pensamento oriental. Para entendermos estes temas temos que conhecer outras fontes fora dos muros da Igreja. O Hinduismo e o Budismo formam grandes santos.

    Imagino que você saiba que quem inventou a vida monástica não foram os católicos, mas foram os Hindus. Há 5 mil anos antes de Cristos eles já procuravam o silêncio como um caminho de conecção e encontro com Deus.

    E os santos deles fazem os mesmos milagres de Jesus. Eu estudo as religiões.

    Conheça Babaji, Lahiri Mahasaya, Paramahansa Yogananda. Esse último foi guru de Gandi.

    Certamente que como estudioso Ernesto tenha lido não só Elena como outros. Ele gostava desse tema do esoterismo.

    E NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE JESUS É ORIENTAL. Jesus foi para o deserto.

    São João Batista pertenceu ao grupo dos essênios que eram esotéricos e João Batista teve grande influencia na vida de Jesus, foi o Guru de Jesus. Jesus o considerava o maior de todos os homens. Ele era esotérico.

    Por fim lhe convido a crescer sempre na discussão das idéias e Dispenso os seu adjetivos e predicados.

    Podemos trocar idéias sem ter que nos agredir.

    Fique com Deus.

  8. PREZADO IRMÃO PW.

    Obrigado pela belas informações sobre o meu nome. Não sabia de todos estes detalhes. Dispenso seus predicados e adjetivos a mim referido nos seus comentários. Vamos debater as idéias sem nos agredirmos.

    Mas vamos aos pontos.

    De fato no seu outro comentário você ou o Senhor – ( eu tenho 64 anos) falou certo que esse tema tratado pelo Frei Leonardo Boff no seu livro Igreja Carisma e poder foi tratado não só pelo Ernesto Buoniauti, pelo Lutero, por Calvino, por Francisco de Assis e por outros santos e doutores e no livro a História Eclesiastica de Eusébio de Cesaréia (306-324) falando do poder imperial de constantino.

    Ernesto era anti-facista e sua idéia eram bem avançadas pela época por isso foi perseguido não pela Igreja mas por mussolini lhe proibindo de lecionar na universidade.

    Mas ele era muito amigo do Bom Papa João, foi colega de estudo e com certeza teve grande influencia no Cardeal Roncali.

    Mas essa idéia de AGIORNAMENTO era grande neste período. O CVII tem a aprovação de 99,99 dos Cardeais, Bispos, Padres, freiras e TEÓLOGOS SÉRIOS E UNIVERSIDADES.

    Outro ponto é que Ernesto gostava e escreveu muito sobre espiritualidade e gostava muito do pensamento oriental. MAS JESUS É ORIENTAL.

    Quanto ao esoterismo que lhe causa arrepios não se esqueça que São João Batista pertenceu a um grupo de esotéricos dos essênios. E Jesus não só aprendeu com João mas o elogiou.

    Os Hindus e os Budistas formam santos que fazem os mesmos milagres de Jesus. Deus nunca foi uma exclusividade nossa. Os Hindus existem há 5 mil anos antes de Cristo. Os Budistas 500 anos.

    Existe pessoas fora dos muros da Igreja quem tem algo a nos ensinar. Aliás, todos os místicos foram profetas e foram PERSEGUIDOS pela hierarquia, porque todos questionavam o poder e a riqueza da Igreja.

    Fique com Deus

    • Prezado Policarpo

      Em respeito aos seus 64 anos vamos aos fatos relatados na sua missiva.
      Me chamou a atenção como um elefante sentado numa auto-estrada a seguinte frase da sua lavra: ” E Jesus não só aprendeu com João mas o elogiou. ”

      Parafraseando Didi Mocó: ” CUMA ??? ”

      Jesus Cristo, se você reza o Creio: Deus de Deus, Luz da Luz, Consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. O que é que São João Batista teria como criatura para ensinar a Deus Encarnado, por mais santo que fosse o nosso amado profeta? Ou você ignora que ele se declarou indigno de desamarrar as sandálias de Cristo?

      Puxa vida, caro Policarpo, nesses 64 anos de vida você ainda não consegue aderir a fé em Cristo? Será que a leitura de teólogos modernosos, ou budistas, ou orientais, ou sei lá onde seus olhos e sua mente estão passeando que você ainda não conseguiu aprender ou apreender as verdades mais básicas da fé católica, verdade estas expressas no creio?

      Aí fica difícil… o que você quer comemorar no Natal? A vinda do Salvador? De Deus encarnado? Mas se Ele é Deus não tem nada que possa aprender com mortal ou criatura nenhuma, nem mesmo os Anjos…

      Prezado Policarpo, rezarei por você neste Natal para que você possa recuperar ou receber a fé. Mas não muito…. faça sua parte. Lembre-se que para ser salvo é necessário crer e ser batizado. Primeiro crer.

      Em Deus Menino, que nada tem para aprender nem com essênios, profetas, teólogos ou anjos, me despeço desejando um Feliz….. Natal.

    • Rapaz, espera um pouco, essa posta é séria? Não creio.

  9. PIEDOSO, ZELOSO E GUARDIÃO DOUTRINÁRIO PW

    Vamos para o debate:

    Você diz no seu comentário: “Pense, Policarpo: que a autoridade da Igreja de Roma não é, como queria o Calvino e como quer o Genéscio Boff, uma invencionice medieval e um “copy-cola” do Direito Romano”

    As Tese do DR. Teólogo e Escritor Leonardo Boff que você chama de picareta, mas que já escreveu quase 100 livros traduzido para vários países, artigos em vários jornais e revistas e que o Papa Francisco leu o livro dele sobre a ecologia antes de escrever a LAUDATO SI, e que pregou retiro para vários Bispos, padres, leigos em Vários países, e que ministra palestras em várias universidades portanto não é tão picareta assim

    a tese dele sobre como deveria ser exercido o poder na Igreja VEM DE 4 FONTES:

    1 – DE JESUS – Da sua prática e do seu relacionamento com os Apóstolos.

    2 – DA IGREJA PRIMITIVA – Atos dos apóstolos e a Igreja até Constantino.

    3 – DO CVII – LUMEM GENTIO – A Igreja é povo de Deus – é assembleia.

    4 – E DO POVO – Deus fala através do povo pobre. Ouvir o povo – ouvir os pobre.

    E de alguns Santos entre eles São Vicente Palotti que pregou várias destas idéias do Concilio Vaticano II bem antes do concílio sobretudo a do Papel do leigo na missão da Igreja. TODOS SÃO APÓSTOLOS. Isso era extremamente revolucionário na visão DA SUA IGREJA PIRAMIDAL.

    Mas quero que você me cite a fonte da tua visão de Igreja – o que justifica voltar a ser como vocês querem.

    1 – O Papa Usar uma coroa de ouro cravada de diamante. Me cita um texto da vida de Jesus que justifique isso.

    2 – Usar a cadeira gestatória – me cita um texto dos evangelhos.

    3 – Usar estas capas vermelhas – me cita um texto dos evangelhos.

    4 – Usar anéis de ouro. Me cita um texto dos evangelhos.

    5 – Usar luvas brancas. Me cita um texto dos evangelhos.

    6 – Ter riqueza e luxo. Me cita um texto. (O filho do homem não tem onde repousar sua cabeça)

    7 – Rezar só em latim. Paulo pregou para os gregos e não rezava em hebraico ou aramaico.

    Esta turma que você tanto condena beberam destas fonte do evangelho, do CVII, de grandes santos e da prática popular.

    E a sua visão de Igreja vem da onde? De constantino – dos reis da terra – dos exercitos – das ditaduras – do sinédrio. Me cita um texto do evangelho ou dos cristão primitivos que pregam esse modelo de uma Igreja poderosa, rica, luxo, ostentação e dureza – inquisição – intolerante.

    Me cita que eu te citarei os meus textos.

    Fique com Deus meu nobre cavaleiro da Rainha e de um Deus Glorioso e Soberano.

  10. Prezado H.S.J. RANMSAY, PW E DEMAIS INTERESSADOS.

    VAMOS CENTRAR NO NOSSO TEMA, Afinal a atitude do Bispo Dom Severino foi Ditatorial? Esse é o tema do artigo.

    O que temos que refletir também é o que referido Padre fez para que o Bispo tomasse uma posição forte?

    Que fique claro irmãos, que a Igreja é como uma galinha que abriga vários tipos (diria carismas) de pintinhos debaixo das suas asas. E a Igreja ama e aceita todos igualmente. Temos a RCC , o Caminho neo-catecumenal, temos a CPT – as Cebs, o Cursilho, a legião de Maria, o Apostolados da oração e os católicos Tradicionalistas que querem rezar no rito antigo.

    SEM PROBLEMAS E TODOS OS BISPOS RESPEITAM ISSO E PERMITEM sempre dentro de uma certa ordem.

    O que precisamos é aprender a conviver entre nós. Temos que nos respeitar cada um a sua maneira sem querer impor a todos a nossa maneira de ver a religião.

    JAMAIS DARIA CERTO impor a toda a Igreja a maneira de rezar da RCC como não daria certo impor a forma Tradicionalista.

    Que há alguns exageros, estou de acordo. Também não gosto e não me sinto bem em certas cerimônias cheias de sincretismos. Mas eu respeito.

    MAS NINGUÉM PROIBE VOCÊS TRADICIONALISTAS DE REZAREM DA FORMA ANTIGA.

    Pelo sei esse Padre tinha uma atitude agressiva com o Bispo e com os Padres atacando verbalmente
    e querendo exigir que todos os padres rezem e acreditem nesta forma antiga. NÃO FAZ SENTIDO. A maioria votou no CVII pelas mudanças e vocês são a minoria.

    Veja esse Pe. Paulo Ricardo. É uma pessoa agressiva que vive atacando todo mundo. Também lá os Padres se manifestaram contra ele.

    Agora, Imaginem uma situação contrária. Uma Diocese toda Tradicionalista e aparece um Padre rebelde querendo celebrar a missa nova e atacando todos os Padres e o Bispo. Duvido que Dom Lefrebvre ou Dom Antonio de Castro Mayer iriam deixar? Imaginem na FSSPV um Padre decidir rezar a missa nova e aderir ao CVII? Seria convidado a sair.

    Não está mais em discussão se o CVII é válido ou não. Isto está fora de questão. A maioria optou e concorda que esse é um caminho sem volta.

    Mas torço que você tenham seu espaço e Sigam rezando tranquilamente no rito antigo.

    Temos que aprender a Conviver com as outras crenças. O ecumenismo deve acontecer primeiro dentro da Igreja.

    Existe uma parábola Budista que fala de um grupo de cegos que não conheciam um elefante e depois de cada um apalpar o elefante começaram a defini-lo e cada um tinha uma definição diferente do outro conforme a sua percepção. Mas nenhum conseguiu definir um elefante.

    Há um fato relatado por um missionário Franciscano que foi pregar na China e quando um chinês lhe perguntou porque deveriam acreditar nele, o missionário apelou para a verdade. ESSA É A VERDADE disse o missionário. É a única verdade.

    Então um chinês lhe respondeu: existe a sua verdade. Existe a nossa verdade. E existe a verdade verdadeira.

    Um forte abraço a todos. Na paz da Mãe Divina e de Nosso Senhor Jesus Cristo.

    • É … Infelizmente é impossível manter diálogo com uma pessoa que diz em letras maiúsculas: “MAS NINGUÉM PROIBE VOCÊS TRADICIONALISTAS DE REZAREM DA FORMA ANTIGA.” Chega a ser engraçado….
      Só esta frase já deixa bem claro que não conhece de fato a forma como a Igreja tem funcionado.
      Sendo assim, paro por aqui a tentativa de argumentação.

      Que Santa Catarina de Alexandria interceda pelo senhor e lhe dê a sabedoria de perceber o que se passa com a sua Igreja.

      Abraço, um santo e feliz Natal.

  11. Pelo comentário em resposta aos outros comentaristas, vemos que o defensor do bispo dom Severino está a uma distância doutrinária e existencial inatingível pela doutrina católica; só por um milagre da graça de Deus. Parece que esse comentarista está em frequência de onda diferente da dos outros comentaristas que tentaram elucidar seus equívocos: incomunicáveis. A lavagem cerebral revolucionária produziu um resultado aterrorizante. Como o ensinamento da Igreja chegou a esse grau de inconsistência para produzir consciência tão firmemente invertida da essência da mensagem de Cristo?

    • O mais triste disso é que se trata de um senhor de 64 anos de idade.
      Foi-se o tempo em que podíamos aprender com os mais velhos…hoje precisa ter um filtro MUITO bom se não, cai na cilada também.

  12. Coitado do Policarpio. Disse que a Igreja é como uma galinha, mas quem disse que TL é pintinho? É cobra, jararaca, urutú. Vocês progressistas sem ponto final, acreditam numa religião que evolui em seus dogmas, seus sacramentos e chamam isso de pintinhos. Desconhecem os dois milênios de uma Tradição à qual vários bispos, padres, diáconos, as donas maricotas da sacristia e agremiados como você, todos vestindo vermelho e incensando “moluscos” e “pachamamas” costumam franzir o cenho em desprezo e náusea. Sabe pq? Porque estão tão costumados com o esgoto que escorre nessas dioceses que deixaram de ser católicos há décadas, apenas, mantém sob custódia os templos que profanam diariamente com suas pantomimas mundanas.

  13. PW (provavelmente o mesmo que se apresentava antigamente como “Paulo Wimmer”), sem dúvida seus comentários são os mais divertidos e esperados deste portal. Agora, uma dúvida: qual seu Índice de Massa Corporal? Dia após dia o Sr põe em relevo a obesidade do Papa, de João XXIII, do cardeal Tempesta e outros. Ao mesmo tempo, nota-se que seu estilo de escrita sem dúvida é de “gordo” com, no mínimo, um sobrepesa. Vamos, esclareça essa nossa curiosidade.

%d blogueiros gostam disto: