Mais católico que… os bispos!

FratresInUnum.com, 5 de abril de 2021. – O dia da mentira já passou, mas há verdades tão inverossímeis que parecem não verdadeiras. Antigamente, quando alguém queria usar uma hipérbole para se referir ao excesso de devoção de alguém, dizia que fulano “é mais católico que o papa”. Bem… Chegamos ao fundo do poço. Agora é oficial: um ministro do STF pode ser mais católico que um bispo. Explicamos.

images

No último sábado, o Min. Kássio Nunes, do STF, emitiu uma liminar autorizando as Igrejas a realizarem cultos públicos com a lotação de 25% da sua capacidade: isto não equivale a uma restrição, mas ao reconhecimento de que o Estado não pode exigir menos do que isso, dado ser o culto público reconhecido como uma atividade essencial, direito que a Constituição chama inviolável.

Ora, o que se esperaria de um prelado da Igreja Católica em pleno domingo de Páscoa? Que rapidamente organizasse celebrações para os fiéis, seguindo as normas sanitárias. Mas…, nem na ficção jamais se viu tamanha impiedade e cegueira ideológica: muitos, diríamos mesmo a maioria, dos bispos mantiverem a decisão de conservar as Igrejas fechadas e de privar os fiéis dos sacramentos.

Em outras palavras, um ministro do STF é capaz de reconhecer a essencialidade do culto, essencialidade que um bispo nega em favor de uma genérica “defesa da vida”.

Ora, mas seria realmente impossível que se organizassem serviços religiosos sem aglomeração? Por exemplo, uma paróquia não poderia distribuir a Comunhão fora da Missa, como sempre se fez na Igreja, num intervalo largo de tempo, em que as pessoas entrassem e saíssem? Os liturgistas modernos desdenham dessa alternativa, pois supervalorizam a “participação comunitária”, esta mesma que agora eles inviabilizam com o seu fanatismo liturgicista do “tudo ou nada”.

Obviamente, a decisão monocrática do ministro pode ainda ser revertida pelo plenário do Supremo, mas, neste ínterim, ao menos fica escandalosamente respondida a questão que se faz parodiando a Escritura: “mas algo de bom pode vir do STF?”, pelo jeito ao menos não algo tão ruim quanto o que vem da cabeça destes nossos “pastores” (as aspas aqui são propositais, pois eles se comportam como mercenários – para utilizar a linguagem de Nosso Senhor no Evangelho de São João –, mercenários que apenas querem o dinheiro do povo, enquanto dispersam as ovelhas à mercê dos lobos).

Os neopentecostais é que se aproveitarão muito bem da situação e promoverão seus cultos de curandeirismo e exorcismo, atirando os católicos na sua superstição, enquanto os padres bons-moços desertam da batalha, com o consolo de serem mui obedientes aos seus bispos e de viveram a “comunhão”.

A situação tem algo de paradigmático, mostra exatamente a essência desta nova religião humanista professada pelo novo clero, formado segunda a mentalidade da teologia moderna: não importa mais a vida espiritual, a oração e os sacramentos; a única coisa que importa é a vida natural, a saúde e os direitos humanos. O novo credo dessa religião não admite a transcendência de Deus e a salvação da nossa alma, quer apenas imanentizar a esperança cristã, ensinando o homem a ter bem-estar e justiça social. As celebrações litúrgicas e os sacramentos não são vistos por eles como um bem em si mesmo, mas apenas como um momento para doutrinar o povo segundo as suas ideologias.

Realmente, o mundo virou de ponta-cabeça. Nós podemos esperar mais fé de um ministro do supremo do que de um pastor de almas. Se mesmo durante uma epidemia, como o povo não pode contar com o amparo dos padres, não é de se admirar que encontre guarida nos braços de um pastor evangélico. O cenário de um Brasil católico se torna cada vez mais longinquamente pretérito; o que se vai desenhando é um triste panorama: o futuro do Brasil é a confusão e o protestantismo.

Tags:

19 Comentários to “Mais católico que… os bispos!”

  1. Canalhas! Mil vezes, canalhas!

  2. “Os comentários devem ser respeitosos” mas fica difícil não usar uns palavrões

  3. Foi muito triste 😔…os Católicos fiéis ansiosos ficaram a ver navios !
    Enquanto, bem disse no artigo os Evangélicos rapidinho abriram seus cultos.
    Triste realidade q estamos vivenciando , os Bispos na minha opinião tiveram preguiça de organizar ..muito mais cômodo ficar como estava!
    Bem, na verdade quem terá q prestar contas a Deus serão eles ! Sem desculpas…
    Enquanto isso .. nós vamo s ficando firmes seguindo a Cristo ! Esse sim não decepciona.

  4. Ora, abrir igrejas e fazer cultos dá muito trabalho.
    Nada mais natural que bispos de esquerda, avessos ao trabalho como são como todos os esquerdistas, socialistas, petistas etc., façam corpo mole e aproveitem os males do mundo para repousar em berço execrável.

  5. O futuro do Brasil não: o futuro do mundo, do nosso Ocidente já combatido de tanto secularismo.
    Ora, vejam todos os discursos do Papa Francisco, da esmagadora maioria dos Bispos no mundo. Seja sincero, que elemento da Igreja militante ( militar é lutar, combater) você encontra nas falas deles? É só fraternidade, união no amor, sermos bons que o mundo ficará melhor, etc.
    De boa, assim sendo, uma boa pregação protestante de um pastor, em um templo/seita, onde se ensina que se deve lutar e pregar o evangelho, viver a vida moral, ser “crente no Senhor”, vai convencer mais uma ovelha perdida sem um padre. Essa realidade os protestantes levarem os fiéis católicos faz a Igreja sangrar há décadas, e isso foi um triste fruto da teologia da prosperidade. Veja: já está provado que é assim e mesmo com ampla prova, os prelados do Brasil insistem nessa visão de ONG da Igreja à serviço do homem e do estado por um mundo melhor. Claro que nos alegramos com as raras excessões entre os padres Católicos ( Frei Gilson do Monte coloca 100 mil pessoa pra rezar o terço às 4h da manhã e o Pe. Paulo Ricardo com suas excelentes formações) mas são poucos em relação ao todo.
    Cara, dá vonta de xingar muito amigo…não é pouco não.

  6. Que vergonha Dom Odilo… que vergonha… Eu que comprei briga na PUC para defender o senhor cardeal quando todos lá queriam a cabeça da eminência no episódio da escolha da reitora menos votada… chegaram a queimar um boneco do cardeal no pátio da universidade… e agora com essa atitude, o nobre prelado parece querer agradar aos que ontem queriam a sua cabeça…
    Enquanto isso, Dom José Negri, já no sábado a noite mandou todas as paróquias da diocese de Santo Amaro reabrirem…
    Aí nós vemos quem é pastor de verdade.

  7. O socialista D Walmor segue a mesma trilha dos antecessores, desde D Hélder, como dizia d Pestana, uma antecâmara do comunismo!
    Parentes meus me disseram que em BH funcionou o lockdown eclesiástico!
    Ah sim, invertidamente entendi o justo e o socialista:
    1 – “Ao que Pedro e os demais apóstolos afirmaram: “É necessário que primeiro obedeçamos a Deus, depois às autoridades humanas”.
    2 – aos socialistas atuais: os neo Judas afirmaram: “é necessário que primeiro obedeçamos por primeiro às autoridades humanas que a Deus”!
    Conf Is 5,20: “Ai dos que usam o mal como sinônimo de bem e chamam o bem de mal, que fazem das trevas luz e da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, fel!

  8. Parabéns a Diocese de Petrópolis, manteve suas paróquias abertas e os fiéis puderam celebrar a Semana Santa.

  9. Os caminhos do Inferno serão pavimentados com os cranios e ossos desses apóstatas.

  10. Eu acho inacreditável que neste país haja lei contra o sacrifício de animais, a exploração sem limites nem cabimento de fiéis neopentecostais de baixa instrução, mas que se proíba que as pessoas voluntariamente expressem sua fé em Deus onde por livre e espontânea vontade o façam. Estamos vivendo como se somente houvesse a vida enquanto bate o coração, sendo que diariamente centenas de milhares de pessoas deixam esse plano e nos mostram através das perdas nos noticiários e nos nossos círculos de convivência que a vida é passageira. Por que não podemos exercer fé na vida eterna?! Justamente durante o período que nos remete a Ressureição de Cristo. Preguiça das autoridades em permitir que o cobrador de ônibus esteja nas ruas e que um fiel não possa frequentar a sua Igreja! Canalhice! Estamos instituindo o ateísmo e proibindo as pessoas de serem eternas em seus espíritos. O pior é pensar que existam cúmplices disso dentro da própria Igreja. Oremos!

  11. Olhem o Instagram do Bispo auxiliar de Belo Horizonte Dom Vicente…
    Está lá exigindo a saída do presidente…
    Lástima estamos assistindo

    • O que faz um bispo auxiliar? Vive de que? Deveria nesse momento confirmando na Fé o rebanho que lhe foi confiado, mas pelo visto está ocupando seu “rico” tempo de autoridade remunerada, e bem remunerada, da Igreja para fazer políticagem? Acredito que o rebanho de Cristo, a quem esse bispo deve respeito, deveria pedir sua saída também. Aliás, a todos os bispos, padres, que deixam de cumprir com sua missão sacerdotal para fazer campanhas políticas. Como já não bastasse termos que sustentar os políticos e magistrados que desonram nosso país, agora temos que contribuir para bispos e padres que ficam fazendo politicagem e sabe o que mais as custas do dízimo e doações para o culto.

  12. Não podemos esquecer que foram as “autoridades da igreja” que levaram NSJC a morte. Ao poder temporal de Pilatos coube apenas pressionado fazer o que eles queriam. De outro lado tínhamos Nicodemos que defendeu a Nosso Senhor diante do Sinédrio. Qualquer semelhança com a atualidade é mera coincidência. As forças das trevas atacam ferozmente a Santa Igreja, os que deveriam defender o rebanho condena-o às feras, as autoridades seculares se rendem a pressão do mal, e uma pessoa “estranha” tenta defender um direito de todo cidadão comum.

    • Isso João Paulo.
      Por isso nossa oração pelos nossos pastores deve ser a de Nosso Senhor: “Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem”.
      E não sabem mesmo. Em minha localidade liberaram os cultos na segunda-feira. Mas no domingo de páscoa estavam proibidos. Meu pastor seguiu obsequiosamente os ditames estatais.
      E nós fiéis devemos pensar que a diferença entre um genocídio em massa e a salvação de vidas está em um dia. Reunir-se para adorar a Deus num domingo de páscoa seria um ato de desrespeito à vida; mas na segunda-feira está tudo bem.
      Por que reclamar!? Só perdemos um domingo… Agora na segunda-feira podemos voltar às missas.
      Foi só um domingo… o de páscoa…
      Pai, perdoa-lhes. E tende misericórdia de nós.

  13. Como já não bastasse esses modernistas proibirem que se celebre à Missa Tridentina nas suas dioceses, agora eles proíbem até Missa Nova em suas dioceses.

  14. O único problema deste artigo é supor que a decisão do ministro teve a fé como inspiração.

    • Pode não ter sido a fé, nobre autor e Leonardo. Mas quando é Deus que manda, até o diabo obedece. Infelizmente, certos bispos andam ouvindo mais a cantoria de satã que as súplicas do povo pela comunhão com Nosso Senhor Jesus Cristo. Se houvesse um mínimo respeito ao catolicismo neste país, isso de fechar igrejas sob a idéia de preservar a vida terrena jamais seria sequer discutido. A vida espiritual é muito mais importante que a deste mundo. Ou as autoridades (eclesiais ou não) são eternas? Que vida miserável a do homem sem Deus!

  15. …Salve Maria.

    fiquei de queixo caido apos saber que tem padre em Limeira que diz nao atender confissao por medo do coronavairos.
    os padres nao atendem enfermos morimbundos nos hospitais…desgraça aqui eé pouco…Limeira interior do estado do senhor governador e proprietario J.D. – e claro aqui é terra de ninguem.
    ate cachorro (animal quadrupede) comunga.

    TERRA DE NINGUEM,ESTADO DE DIREITO (ZERO,ZERO,ZERO)

    PARABENS PADRES,PARABENS BISPOS OS SENHORES ESTAO FAZENDO UM OTIMO TRABALHO PARA N.O.M

    SM.

  16. Muito bom texto. Bom também é ver pessoas em canais como esse para não ficarmos dependentes de Alphabet e Facebook.

%d blogueiros gostam disto: