Papa Francisco: Renúncia? Nem passa pela minha cabeça.

FratresInUnum.com, 22 de junho de 2022 – Com informações de InfoCatólica – O Papa Francisco confessou aos bispos brasileiros que não passa pela sua cabeça renunciar como dizem alguns meios de comunicação e  que quer continuar sua missão “enquanto Deus permitir “.

O arcebispo de Porto Velho, Roque Paloschi, assegurou ao Vatican.news que Francisco lhe disse “que tem muitos desafios, mas que o que aparece na imprensa (referindo-se à sua possível demissão) não passa pela sua cabeça”, quando a questão de sua saúde foi abordado durante o encontro desta segunda-feira com o grupo de bispos brasileiros em visita ‘ad limina

Dom Lúcio Nicoletto, administrador diocesano de Roraima, acrescentou que viram Francisco com uma evidente “fragilidade”, mas “também com uma força muito grande” . A força do Papa dá força a muitas pessoas: “Às vezes até temos vergonha de estar lá e reclamar de tantas coisas, e depois olhamos para o Papa com toda a sua vitalidade”.

Papa Francisco recebe um cocar dos bispos em visita “ad limina“.

6 comentários sobre “Papa Francisco: Renúncia? Nem passa pela minha cabeça.

  1. Anos atrás quando foi questionado sobre a Dúbia ele falou que isso não lhe tirava o sono.
    Seis anos se passaram e nada aconteceu.
    Eu não acredito que o papa Francisco vá renunciar, ele lembra muito os caudilhos latino-americanos e estes tinham sede de poder.
    Outra coisa que percebo em seus discursos é aquele ódio que a extrema-esquerda tem para com a civilização ocidental.
    A ideologia esquerdista costuma bradar contra a Europa, taxando-a de destruidora de civilizações e exaltando o paganismo dos povos americanos.
    A Pachamama me parece uma evidência.

    Curtir

  2. A frase final do primeiro do parágrafo, para mim, serve de consolo e ao mesmo tempo é motivo para questionamento: “enquanto Deus permitir”.

    Ela me consola pois sei que absolutamente nada acontece na Igreja, no mundo ou no universo sem que Deus permita e, quando Deus permite é sempre por um bem maior ou um mal menor.

    Ela (a frase) me trás questinamento quando penso que se eu tivesse nascido um pouco mais de um século antes, nao veria esta barbárie que estao fazendo com nossa Igreja, não seria necessário viajar quase 1 hora e meia para poder assistir uma missa aceitável, e nao passaria por tantos outros sofrimentos diarios que temos que aguentar por sermos fiéis a uma Igreja que está se destruindo a cada dia.

    Portanto, fico me perguntando se não há um motivo muito forte para que nós estejamos neste mundo hoje… Sera que estamos sendo testasdos assim como Jó ? Sera que Deus espera de nós uma atitude maisenérgica contra os destruidores ? Qual o motivo de nossa passagem por esse mundo, justamente quando a Santa Igreja, protetora e guia das almas fiéis a Cristo, esta destruida ? Por que Senhor ?

    Curtir

  3. Acho lamentável que a população de origem indígena ainda seja representada por um cocar. Eles são cidadãos como qualquer um de outra raça. Como pode a igreja católica entrar nesse engodo dos comunistas. Os povos da selva desejam a integração como o restante das raças. Além essa política é contrária a ação social do atual governo que é no sentido de integração e valorização da vida pelo progresso. A exploração dos povos indígenas para projetos pessoais ou realizações de cunho vaidoso e de desejo de poder e notoriedade não cabem na igreja de Jesus Cristo.

    Curtir

  4. Francisco não vai largar esse “osso” tão cedo, ele é um artista, gosta dessa demagogia, gosta de palco, apesar de sempre dizer o contrário. Ficará no cargo até se achar como João Paulo II e todos tiverem dó de ver um homem tão velho à frente de uma Igreja, tanto sofrimento e tantos trabalhos realizados, enfim…No fundo ele sabe muito bem o que fez e faz à Igreja e parece não ter arrependimentos, quer se passar por um bom velhinho de branco, prestes a deixar esse mundo e um legado “santo”. Um artista e nada mais!

    Curtir

  5. Jorge Mário Bergoglio é uma pessoa odiosa e uma pessoa que odeia. Bergoglio odeia profundamente o restolho de católicos que sobrou dentro do mastodonte dirigido por ele. O “santo padre” nos odeia e não nos dará o lindo presente da sua renúncia. Chico vai segurar o chicote “enquanto Deus permitir” como Deus permitiu os açoites e o assassinato do seu Filho.

    Curtir

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s