Politicagem no altar de Aparecida e clero conservador monitorado

FratresInUnum.com, 1º de agosto de 2022 – Segundo informações de um perfil do facebook, que teria sido testemunha ocular, a homilia registrada em vídeo teria acontecido no último dia 21 de julho, na Santa Missa das 9h da manhã, no altar do Santuário de Aparecida. O padre em questão aproveita para fazer politicagem de esquerda, para propagar discurso de revolta e indignação contra o governo atual e a direita. Tudo com sabor socialista e panfletário.

Ao mesmo tempo, um padre de uma diocese do interior de São Paulo fez uma homilia cujo recorte circulou entre o clero progressista, padres, bispos e ex-padres. No trecho, ele dizia que Deus nos chamou para salvar almas e não árvores. Bastou a frase, retirada do contexto, ser propalada pelos semeadores de ódio e divisão, para o Pe. Zezinho fazer um post de crítica, em que ele, como sempre, colocando-se acima e no centro, julga quem está de um lado e de outro.

Há um efetivo monitoramento do bom clero. Suas postagens e vídeos são cuidadosamente seguidos pelos progressistas para, no primeiro escorregão, serem impiedosamente massacrados, com aquela “misericórdia” cheia de ódio, típica dos tempos atuais. Enquanto os padres conservadores são amordaçados politicamente, os progressistas podem bradar nos altares de Aparecida e de todo o Brasil, com a liberdade que sonegam àqueles a quem censuram e difamam.

Politicagem no altar de Aparecida

13 comentários sobre “Politicagem no altar de Aparecida e clero conservador monitorado

  1. Sinceramente, se eu estivesse lá , teria dado um brado, e acabaria com todo respeito. Dessa palhaçada!
    Maior discurso de ódio!
    Ótimo artigo, dando voz a nós todos!

    Curtir

    1. O clero conservador só é perseguido e censurado porque pensam ter algo a perder vivendo sobre o teto da Igreja conciliar.
      Se descobrirem que para ser católico não se faz necessário beber do cálice do modernismo, ou seja: rezar missa nova e praticar a doutrina modernista, daí certamente a expulsão destes clérigos sejam para eles ocasião para começar do zero, sem paróquia, sem capela, sem dízimos, nem nada, então talvez entendam que têm liberdade.
      Liberdade para ser católicos como seus ancestrais, sem modernismo de nenhuma natureza.

      Curtir

  2. Salve Maria

    Esse senhor travestido de Padre deveria ser excomungado por apoiar a esquerda (comunismo). Essa é a imagem da Igreja Católica do (falso) Papa Francisco. Decadência e sacrilégio.

    Curtir

  3. É repugnante o baixo nível desses padrecos.
    Nunca emergem do bueiro de suas podridões e ainda arrastariam todos para lá, se pudessem!

    Essa conversinha de comício só compra os que já estão comprados.

    Curtir

    1. O Santuário, no meu humilde entendiento, deveria ser um lugar sagrado, de respeito e adoração ao Senhor nosso Deus, criador de todos os seres e coisas.

      Curtir

  4. Um lugar tão abençoado e se vê claramente que se transformou num campo de batalha! Além dos discursos, por toda a parte há obeliscos e monumentos que destoam das Basílicas. Que a Nossa Senhora Aparecida, que curou aquela menina cega de nascença, cure a visão dos sacerdotes do Santuário Nacional.

    P.S.: Ano que vem, se Deus quiser estarei lá de novo, pedindo à Virgem que nos ajude nesses tempos tão difíceis!

    Curtir

  5. Mas se o próprio arcebispo de Aparecida tem esse discurso, como é amplamente conhecido e já foi noticiado por este blog, imagina os padres. O (mau) exemplo vem de cima!
    Desde a minha infância costumava assistir a missa de Aparecida aos domingos às 8hs, mas hoje em dia é impossível, pois o atual arcebispo não fica uma homilia sequer sem atacar os “malvados e perigosos” tradicionalistas ou fazer esse tipo de discurso politiqueiro.

    Curtir

  6. Que Santo Afonso e S. João Maria Vianney, cujas memórias essa semana se celebram, intercedam para que ainda tenhamos verdadeiros sacerdotes — embora esses que aí estão sejam o que mereçamos por nossos pecados.

    Curtir

  7. O dono de uma empresa de construção disse que há uma parede conhecida por todos, na basílica de Aparecida, que verte umidade sem parar, sem explicação nos conhecimentos de construção.

    Curtir

  8. Sinceramente, este é o exemplo do que é o clero de Aparecida, há tempos… Nada de novo no front. Tudo como era antes no castelo de Abrantes.
    Falar “cade o bispo” é chamar o pai das raposinhas. De fato devem ser todos excomungados e ja demorou e muito para isto.
    É so acessar o documentario “Cancelados ” do Brasil Paralelo parea ver o que acontece com os bons padres e bispos.
    Precisamos de sacerdotes a altura de nossos Patriarcas e Padres da Igreja e nao esta corja de enganadores de rebanhos

    Curtir

LEIA ANTES: os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição de Fratres in Unum.com. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. O espaço para comentários é encerrado automaticamente após quinze dias de publicação do post.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s