Burke: O Papa deve destituir os bispos alemães caso não abandonem suas heresias.

FratresInUnum.com, 19 de maio de 2022 – Com CatlhicAction – Em uma entrevista publicada pela Ação Católica pela Fé e a Família, o Card. Burke afirmou que o Papa Francisco “deve chamar a atenção destes bispos (alemães) e pedir-lhes que renunciem às heresias e também às posições contrárias à sã disciplina da Igreja (…) E, se não renunciarem aos seus erros e se corrigirem, então, deve destituí-los. Esta é a situação à qual nós chegamos”.

“O pontífice romano, sucessor de Pedro, é por definição o princípio da unidade da Igreja. É sua tarefa corrigir esses bispos. E, se não aceitarem a correção fraterna, se não aceitarem a sua correção hierárquica como bispos da Igreja universal, devem ser aplicadas as medidas oportunas para que os fieis saibam que estes bispos não os estão guiando na fé católica”.

Imagem de divulgação da entrevista do Card. Burke ao Catholic Action to the faith and the family

Um irmão leigo poderá ser superior de um instituto de vida consagrada ou sociedade clerical

FratresInUnum.com, 18 de maio de 2022 – Num Rescrito publicado hoje, o Papa Francisco concedeu à Congregação dos Religiosos “faculdade de autorizar, de forma discricionária e em casos individuais”, que um religioso não clérigo seja nomeado superior maior de um instituto religioso ou de uma sociedade de vida apostólica clerical de direito pontifício. Trata-se dos membros não clérigos de uma família religiosa, aos quais se chama habitualmente de “irmãos”.

O documento contém quatro artigos: no primeiro, diz que o “irmão não clérigo” pode ser nomeado superior local; no segundo, também superior geral; no terceiro, que necessita de Confirmação escrita da Congregação dos religiosos; e no quarto que a Congregação precisa analisar as motivações.

O bispo de Lula.

O casamento de Lula, que ocorrerá hoje, será celebrado por dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emerito de Blumenau e histórica figura da CNBB. Informações de UOL:

dom-angelico-e-lula-1652837315790_v2_450x450.png

“Eu sou amigo do Lula”, confirmou à coluna. “Nos conhecemos no tempo em que ele era metalúrgico, em São Bernardo, e eu era o bispo da pastoral do mundo do trabalho, aqui em São Paulo. Durante muitos anos nós cultivamos essa amizade”. Garante que Lula vai se casar no religioso porque “é católico pra valer”.

Deputado Douglas Garcia denuncia intromissão politiqueira, esquerdista e vingativa da CNBB

FratresInUnum.com, 12 de maio de 2022 – Do Twitter do Deputado Douglas Garcia

Arcebispo lança livro sobre “A arte de beijar”

FratresInUnum.com, 11 de maio de 2022 – Caminante Wanderer – Monsenhor Víctor “Tucho” Fernández, firme candidato a ocupar o arcebispado de Buenos Aires, relança em Fátima-Portugal o seu clássico dos anos 90: “Cura-me com a boca. A arte de beijar” (Lumen: Buenos Aires, 1995).

Ele mesmo explica o propósito de seu trabalho:

“Esclareço que este livro não foi escrito tanto a partir de minha própria experiência, mas da vida das pessoas que se beijam. E nestas páginas quero sintetizar o sentimento popular, o que as pessoas sentem quando pensam em um beijo, o que os mortais sentem quando beijam. Para isso, conversei longamente com muitas pessoas que têm muita experiência no assunto, e também com muitos jovens que aprendem a beijar à sua maneira. Também consultei muitos livros e queria mostrar como os poetas falam sobre o beijo. Assim, tentando sintetizar a imensa riqueza da vida, essas páginas saíram a favor do beijo. Espero que eles te ajudem a beijar melhor, que te motivem a liberar o melhor de seu ser em um beijo”.

Fotografia de Mons. Tucho Fernández em Fátima

Secretaria do Sínodo dos Bispos e a hospitalidade às “comunidades LGBTQ”

FratresInUnum.com, 11 de maio de 2022 – Com informações de SynodResources – O site da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos publicou uma News Letter, na seção de editoriais, em que pretende explicar “o que significa ser uma Igreja sinodal, uma Igreja de escuta, uma Igreja numa viagem com toda a humanidade na história. Para esta edição da newsletter, propusemo-nos descobrir isto através da metáfora da fronteira e do tema do acolhimento das comunidades LGBTQ no seu caminho sinodal”.

A metáfora da fronteira explica três tipos de concepção das fronteiras: a política, em que as fronteiras são lugar de autodefesa e são defendidas por guerras; a econômica, em que a fronteira é um lugar de comércio, de intercâmbio; e a eclesial, em que a fronteira é lugar de hospitalidade, de acolhida.

Continua o autor: “quis usar esta metáfora para apresentar esta newsletter sobre as comunidades LGBTQ e o seu caminho sinodal, porque a nossa atitude para com estas comunidades eclesiais – bem como as de tantas pessoas diferentes – tem sido com demasiada frequência a de enfatizar a diferença e erguer barreiras em vez de dar testemunho do amor misericordioso de Jesus, que não faz distinção entre os seus discípulos, todos eles imperfeitos, limitados e marcados de alguma forma pelo pecado”.

Além de adotar a linguagem do movimento LGBTQ (incluindo aí o “Q”, de Queer), o autor considera estes grupos como comunidades eclesiais – antigamente existiam as CEBs, comunidades eclesiais de base; agora, virão à luz as CELGBTQ, comunidades eclesiais lesbo-gays-bissex-transex-quuer?…).

Não é sem razão que, no dia 6, foi publicada no mesmo site do Sínodo a notícia de um documentário dirigido pelo Pe. James Martin, jesuíta engajadíssimo no movimento LGBT, que trata da aceitação dos homossexuais na Igreja Católica. Vê-se por onde caminha o próximo Sínodo.

O arco-íris de pessoas significa realmente a diversidade em sentido LGBT

Card. Zen foi preso!

FratresInUnum.com, 11 de maio de 2022 – Com informações de Avvenire – Ontem à noite o Card. Joseph Zen foi preso pelas autoridades de Hong Kong, de onde foi arcebispo por longos anos.

O cardeal foi preso por estar ligado à administração do “Fundo de Auxílio Humanitário 612”, que lutava pela abertura democrática de Hong Kong e da China. O fundo foi dissolvido em outubro do ano passado. A investigação policial se concentra sobre a acusação de “conluio” do “Fundo” com forças estrangeiras, que violaria a draconiana Lei de Segurança Nacional imposta desde Pequim.

O cardeal está há tempos na mira do governo chinês. Ele criticou duramente o intervencionismo da ditadura do Partido Comunista sobre as Igrejas, celebrou a memória de mártires que são vítimas do regime e se opôs publicamente ao acordo entre o Vaticano e a China.

Card. Zen, um confessor da fé!

Menos vocações religiosas preocupa comissão da CNBB

FratresInUnum.com, 11 de maio de 2022 – Com informações de VaticanNews – Em entrevista ao Vatican News, D. João Francisco Salm, bispo de Novo Hamburgo/RS, falou sobre a vertiginosa queda de vocações para os institutos de vida consagrada e que há congregações cujos membros são inteiramente idosos.

A causa deste fenômeno seria, segundo ele, a “mudança de época” (famílias menores, por exemplo) e um “modo mais superficial de viver a fé”.

O mais interessante, porém, é que, “para tentar mudar essa realidade… irá partir um Ano Vocacional no Brasil”, aprovado pela CNBB. Será que vai adiantar?

Por que será que ninguém quer ser freira ou frade?

Entrevista de Francisco sobre homossexuais

FratresInUnum.com, 10 de maio de 2022 – Com informações de Avvenire – O padre James Martin, jesuíta, muito entusiasta da pastoral com pessoas homossexuais, praticamente um homem fascinado pelo tema, fez uma breve entrevista com o Papa Francisco sobre o problema, a qual reportamos na sequência.

Qual é a coisa mais importante que as pessoas LGBT devem saber sobre Deus?

Deus é Pai e não renega nenhum de seus filhos. E o estilo de Deus é proximidade, misericórdia e ternura. Ao longo deste caminho você encontrará Deus.

O que gostaria que as pessoas LGBT soubessem sobre a Igreja?

Eu gostaria que eles lessem o livro dos Atos dos Apóstolos. Ali encontrarão a imagem da Igreja viva.

O que pode dizer a um católico LGBT que foi rejeitado pela Igreja? 

Gostaria que o visse não como ‘a rejeição da Igreja’, mas por ‘pessoas da Igreja’. A Igreja é mãe e chama todos os seus filhos. Tomemos como exemplo a parábola dos convidados da festa: os justos, os pecadores, os ricos e os pobres, etc. Uma Igreja seletiva, de “sangue puro” não é a Santa Madre Igreja, mas sim uma seita.

Comentário do editor: como se vê, nenhum convite à castidade, nenhuma reprovação dos atos homossexuais como práticas imorais, condenadas pela Sagrada Escritura. Francisco fala como se não existisse a Divina Revelação, o dogma ou a moral.