Posts tagged ‘Abusos Litúrgicos’

17 novembro, 2010

Para a memória: Missa Pré-Balada na Arquidiocese de Maringá, PR.

O vídeo da horrenda profanação divulgada pelo Pe. Luiz Carlos e sua trupe, na Arquidiocese de Maringá, foi sorrateiramente retirado do ar por seus organizadores. Este próprio Padre, em seu blog, sumiu com seu post em que convidava os “jovens” a fazer parte desta aberração litúrgica.

Agradecemos ao Jorge Ferraz a gentileza de nos enviar o vídeo, que tornamos público, para a vergonha dos baderneiros de Maringá e para a penitência dos verdadeiros católicos.

9 abril, 2010

“Missa Rock”: sacrilégio absurdo na catedral de Tortosa, Espanha.

A missa foi celebrada em comemoração ao centenário do estabecilmento da Corte em Honra da Virgem de la Cinta, um grupo de mulheres que cuida da capela e da imagem da Virgem de la Cinta, padroeira de Tortosa. Procurando atrair jovens e “aumentar o seu interesse na figura da padroeira da cidade e na religião em geral”, a corte convidou o Padre Jony, um rock-star, para animar o espetáculo.

Segundo ABC.es, “os músicos se situaram em torno do altar-mor, enquanto alguns sposts projetavam luzes coloridas sobre as colunas do altar e o retábulo da Virgem da Estrela, que data da metade do século XIV. Junto ao altar-mor foi instalado um telão no qual eram projetados durante a missa símbolos e vídeos para acompanhar as canções do padre rockeiro”.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

21 novembro, 2009

Persiste o escândalo de Viena. Missa Discoteca celebrada por bispo auxiliar.

O escândalo de Viena se aprofunda cada vez mais. Depois da celebração da “Missa Jovem” pelo próprio Cardeal Arcebispo, agora é a vez do senhor bispo auxiliar implementar a “Missa Discoteca”. Não bastassem os absurdos litúrgicos, chega-nos a notícia de que o senhor Cardeal visitará Medjurgorge.

(Kreuz.net, Viena) Em 8 de novembro, o bispo auxiliar Stephan Turnovszky presidiu uma Missa-Discoteca em Viena. A ocasião ocorreu na localidade de Großengersdorf, a vinte quilômetros ao norte de Viena. As Missas-Discotecas vienenses são celebradas sob o título de “Find Fight Follow” (Encontre, Lute, Siga). Provavelmente, com pão pita. Geralmente, se consagra o pão pita durante as Missas-Discotecas da arquidiocese de Viena.

Contudo, a organização desses eventos há muito tempo tem evitado a publicação de fotos da celebração eucarística. Obviamente, o Cardeal Arcebispo responsável, Christoph Schönborn, deseja que os grandes escândalos ocorram em segredo. Não obstante, é provável que o Mons. Turnovszky, seguindo o modelo de seu arcebispo, tenha consagrado um pão pita.

A Missa-Discoteca é um sacrilégio

O lema da recente Missa-Discoteca era “um caminho”. Supostamente, umas mil pessoas devem ter comparecido à Missa. A Arquidiocese de Viena constrange os jovens a participarem de uma Missa-Discoteca pelo menos uma vez antes de receberem o sacramento do Crisma. Uma equipe de preparação escreveu o texto da missa em uma suposta “linguagem  apropriada aos jovens”, conforme informou o sítio da Arquidiocese em Viena  ‘Stephanscom.at’.

Leitura Cômica

Durante as Missas-Discotecas os conteúdos da Bíblia são supostamente  transformados para ficarem “modernos”. Um exemplo disso seria a leitura como algo cômico. As “vozes distintas” da Missa teriam sido apoiadas através de efeitos luminosos e sonoros. Segundo informações do sítio da arquidiocese de Viena, o bispo auxiliar Turnovszky, presidiu a Missa juntamente com o diretor espiritual dos jovens do vicariato, Markus Beranek, e a senhorita Judith Faber (15). No meio da Missa, quatro jovens confabularam sobre becos sem saída experimentados no âmbito pessoal. A próxima Missa-Discoteca será celebrada no final de novembro. Seu lema será “Me dá”.                                                                                             .

Muito divertida

Desde a ocorrência da Missa, ao todo, quatorze pessoas escreveram um comentário entusiasmado no livro de visitas do sítio ‘Find Fight Follow’. Anita (17) se alegra pelos “efeitos luminosos espetaculares e pela decoração”. Stefan T. (22) achou a Missa “muito divertida”. Markus Hofbauer (15) se alegrou pela “Missa fff maneira”. A sigla ‘fff’ refere-se ao lema do evento “Find Fight Follow” (Encontre, Lute, Siga).

Moni (16) ficou “de alguma maneira decepcionada”. A percussão teria se sobressaído bastante: “E o conteúdo não me agradou muito. Eu tava esperando por uma ‘Ação’ tipicamente fff.” Anni (35) ficou impressionada com a Missa: “Certa vez foi bem diferente”.

O diretor espiritual dos jovens, padre Helmut Scheer (46) elogiou os participantes. A assistente dos leigos no altar, a senhorita Judith Faber, teria se posicionado “na linha de frente” de sua senhora.

26 julho, 2009

Nova gripe, subterfúgio para novos costumes. Santuário Nacional de Aparecida há anos não distruibui a Sagrada Comunhão na boca, “por mais que o romeiro queira”.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Caso não consiga visualizar o vídeo, clique aqui.

“Cegos, na verdade, a conduzirem outros cegos, são esses homens que inchados de orgulhosa ciência, deliram a ponto de perverter o conceito de verdade e o genuíno conceito religioso, divulgando um novo sistema, com o qual, arrastados por desenfreada mania de novidades, não procuram a verdade onde certamente se acha; e, desprezando as santas e apostólicas tradições, apegam-se a doutrinas ocas, fúteis, incertas, reprovadas pela Igreja, com as quais homens estultíssimos julgam fortalecer e sustentar  a verdade”. (Gregório XVI, Encíclica Singulari Nos, 7 Jul. 1834).

22 julho, 2009

Amar ao Homem sobre todas as coisas: “Temos que defender o bem maior”…

“Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação. Esta é a razão por que entre vós há muitos adoentados e fracos, e muitos mortos(I Co, 11, 29-30)

Igreja muda ritos para evitar contágio da gripe suína

William Cardoso
Diário do Grande ABC

Dom NelsonA gripe suína ganha força neste inverno e já provoca mudanças até mesmo na Igreja Católica. O bispo da Diocese de Santo André, dom Nelson Westrupp, tomou uma medida inédita até o momento: para evitar o contágio entre fiéis, distribuiu comunicado recomendando que a hóstia não seja entregue na boca, que não se reze o Pai-Nosso de mãos dadas e que se suspenda o abraço da paz durante as missas no Grande ABC.

O contato espontâneo pode ocorrer a partir do momento em que os dedos do padre toquem a saliva de um fiel contaminado, levando até outro durante a comunhão. A oração de mãos dadas também favorece a transmissão do vírus influenza A (H1N1), assim como o abraço efusivo.

A preocupação de dom Nelson aumentou na última semana e a ideia de alertar os católicos durante as missas surgiu de forma espontânea. “Foi algo que brotou do meu coração, como um desejo de colaborar com as pessoas. A intenção é de, sobretudo, ajudar a população”, explicou.

O bispo lembra que as recomendações não alteram a celebração e que tem autoridade suficiente para fazer as modificações na diocese, por não infringir leis universais da Igreja. “São pontos que não vão mudar em nada a substância, a própria essência da missa.”

O líder católico lembra que, durante a gripe espanhola (1918), o interior de igrejas favoreceu a disseminação do vírus, por facilitar a agloremação de multidões em ambiente fechado. Baseado nisto, dom Nelson pode até mesmo solicitar a suspensão das missas em um limite extremo, caso o quadro se torne insustentável. “Temos que defender o bem maior, que é o dom da vida. Foi dado por Deus e podemos louvá-lo também em casa.”

Relutância – As recomendações encontram resistência entre fiéis mais tradicionais. A aposentada Ana Maria de Oliveira, 65 anos, rezava na tarde de ontem na Matriz de São Bernardo e se dizia imune à doença. “Vou continuar a dar o abraço durante a missa. É algo que recebi da minha mãe. Estou protegida.”

Na mesma paróquia, o padre Ervínio Vivian afirmou serem importantes as recomendações e que vai informar aos fiéis, especialmente nas missas dominicais. “As pessoas percebem mudanças no cotidiano. Isso choca e ao mesmo tempo conscientiza.”

O choque visto como positivo por padre Ervínio é motivo de preocupação para o padre Nivaldo Lenzi. Na Catedral de Nossa Senhora do Carmo, em Santo André, ele se absteve de passar recomendações diretamente aos frequentadores da igreja no horário do almoço. Acredita que se pode criar pânico, por isso pretende utilizar pessoas próximas para falar aos congregados. “Temo apavorar a todos. E não se deve perder a alegria da celebração.”

Para dom Nelson, a preocupação é outra. “Temos de ter simplicidade. Não dá para complicar. É algo maior que está em jogo, por isso a importância das recomendações.”

——————————-

C O M U N I C A D O – R E C O M E N D A Ç Ã O

Recomendo aos Padres, Diáconos e Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão que, diante do avanço da gripe suína:

1. A Sagrada Comunhão seja distribuída somente na mão (suspender a comunhão sob duas espécies).

2. Não se reze o Pai-Nosso de mãos dadas.

3. Seja suspenso o abraço da paz.

Colaboremos com a Organização Mundial da Saúde (OMS), orientando os fiéis cristãos no que diz respeito à prevenção da nova gripe.

Conto com sua solidariedade em assunto tão importante.

Um abraço amigo e minha bênção.

Dom Nelson Westrupp, scj
Bispo Diocesano

Fonte: Diocese de Santo André