Posts tagged ‘Cardeal Arinze’

1 outubro, 2011

Cardeal Francis Arinze celebra Missa Gregoriana.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Cardeal nigeriano Francis Arinze, prefeito emérito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, celebrou, no último dia 28, uma missa no rito latino gregoriano nos Estados Unidos.

Sua eminência não expressava muita simpatia pela missa tradicional em seus tempos de Cidade Eterna. Já próximo de sua aposentadoria, em 2005, durante o Sínodo dos Bispos sobre a Eucaristia, Arinze circulou, juntamente com o seu secretário Dom Domenico Sorrentino, uma nota contra a liberação do que viria a ser declarado por Bento XVI, em 2007, como um rito “nunca ab-rogado”.

Após esta manobra que pretendia minar os planos de Bento XVI, Sorrentino, protegido pela ala bugniniana-montiniana da cúria e tido como figura certa nos próximos consistórios, foi transferido para Assis num autêntico “promoveatur ut amoveatur”. Seu sucessor na secretaria do Culto Divino foi Dom Malcom Ranjith,  outrora exilado de Roma pelos próprios bugninianos-montianos.  Sorrentino até hoje espera a púrpura cardinalícia. Ranjith, bem, vocês sabem o que aconteceu!…

Fotos: New Liturgical Movement – agradecimento a um grande amigo pelo envio da notícia.

9 dezembro, 2008

Cardeal Cañizares, novo Prefeito da Congregação para o Culto Divino.

Cardeal Antonio Cañizares Llovera, com a Capa Magna abolida por Paulo VI.

Il Santo Padre ha accolto la rinunzia presentata dall’Em.mo Card. Francis Arinze, per raggiunti limiti di età, all’incarico di Prefetto della Congregazione per il Culto Divino e la Disciplina dei Sacramenti ed ha chiamato a succedergli nel medesimo incarico l’Em.mo Card. Antonio Cañizares Llovera, finora Arcivescovo di Toledo (Spagna). – Fonte: Vatican Information Service.

[Atualização – 10 de dezembro de 2008, às 09:04] Novas fotos do Le Forum Catholique:

Cardeal Cañizares

Cardeal Cañizares

Cardeal Cañizares

22 novembro, 2008

Cardeal Arinze confirma mudança no “sinal da paz”; Bux para substituir Ranjith?

A mudança no posicionamento no ordinário da missa do “sinal da paz”, objeto de um questionário enviado pela Congregação para o Culto Divino às Conferências Episcopais (citado aqui), foi confirmado pelo Cardeal Francis Arinze. O purpurado ainda acrescentou o motivo da mudança: “Para criar um clima de maior recolhimento enquanto se prepara para a Comunhão, e pensou em transferir o sinal da paz para o ofertório. O Papa fez uma consulta a todo o episcopado. Logo, decidirá“. A balbúrdia que se faz no momento de distribuir o “sinal da paz” deve ser mais um daqueles “abusos que chegaram ao limite do suportável“.

Aumentam os rumores sobre as sucessões na Congregação para o Culto Divino. O Cardeal Arinze, que completa 76 anos em novembro, seria substituído pelo espanhol Cardeal Canizares, arcebispo de Toledo; já o secretário da Congregação, Mons. Ranjith, retornaria a seu país, Sri-Lanka, como arcebispo (e futuro Cardeal) de Colombo, cuja sede está vacante. Seu substituto natural seria Don Nicola Bux, amigo do Papa. É o que informa Bruno Volpe.

Resta-nos rezar.